Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

31/08/2017 - Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.




Policia Militar prende dois em Santa Maria do Oeste e mais dois em Campina do Simão leia a Matéria e entenda.


A uma semana atrás a Policia Militar recebeu informação anônima que uma pessoa de nome Rodrigo que reside no Munícipio de Campina do Simão estaria transportando carregamento de droga passando por Santa Maria do Oeste com destino a Campina do Simão e Guarapuava.
E que o contato dele em Santa Maria do Oeste era conhecido como Robinho, Morador do bairro Podolan.
Na data de hoje 30/08/2017, a Policia recebeu informações que o Rodrigo estava juntamente com o Robinho e uma terceira pessoa desconhecida em um Fiat Uno branco placa SC – São Miguel do Oeste FRA 0044. Sendo consultada a placa constava como veiculo Kadet, diante disso e informação obtida, foi localizado o condutor sendo identificado como Rodrigo. O qual informou que tinha alugado uma casa a quatro dias na Cidade então sendo dada solicitação de busca na casa.
Sendo localizada no seu interior Maconha, Cocaína, Munição, também tendo objeto sem informação de procedência.
Diante desse fato foi solicitado a Equipe de Campina do Simão, para deslocar ate a residência que o mesmo mora.
Foi localizado no local Cigarro do Paraguai, Remédio Pra - Mil, Munição, Arma, e duas Motos. Sendo preso o Irmão e Cunhada do Rodrigo.
Sendo que na residência do Robinho foi localizada uma espingarda de fabricação caseira no Bairro Podolan em Santa Maria do Oeste.
Num excelente trabalho da Policia Militar de Santa Maria do Oeste e Campina do Simão. 





Texto feito pela redação do Blog do Beto com Informações da Polícia Militar.

Acidente de carro na PR 456, antes de Santa Maria do Oeste com vitima. Veja o Vídeo.


Um carro Ford Festa vindo sentido trevo de Pitanga sentido trevo de Santa Maria do Oeste. Próximo a residência da Família Scanagatta, acabou se perdendo na pista e vindo a colidir na traseira do Caminhão da DER que estava realizando recapeamento asfáltico na rodovia. Segundo informações um funcionário que estava trabalhando na rodovia quebrou a perna, mas está em estado estável, O carro era de Laranjal seu condutor era o Sr. Juraci que não teve ferimentos, só danos materiais.
Texto Feito pelo Blog do Beto



  



Rapaz morre após acidente entre moto e caminhão.
Um grave acidente foi registrado por volta de 15h desta quarta-feira (30), na comunidade de São Pedro do Florido, Santo Antônio do Sudoeste.

Envolveram-se na colisão um caminhão com placas de Nova Prata do Iguaçu, carregado com carnes e uma motocicleta conduzida por Luiz Fernando Alves, 25 anos.
O condutor da motocicleta sofreu ferimentos graves, tendo uma perna dilacerada, foi socorrido pela Defesa Civil e encaminhado ao hospital, mas não resistiu e acabou falecendo.
O corpo dele foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão. Segundo informações, o rapaz residia em Pranchita.
(Informações Fronteira Online)



Carreta carregada com combustível pega fogo na BR-376.

Carreta tombou na pista e pegou fogo. Foto: Blog do Berimbau


Uma carreta carregada com combustível pegou fogo na tarde desta quarta-feira (30), na BR-376, em Ortigueira. Segundo informações do Corpo de Bombeiros de Apucarana, o veículo tombou no quilômetro 317, por volta das 2h30. 
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com o impacto as tampas dos tanques se abriram derramando combustível por cerca de dez metros ao longo da pista. O veículo de carga foi tomado pelas chamas que foram debeladas pelos bombeiros. No entanto, há risco por conta da quantidade de combustível derramada na pista. 
O motorista teve ferimentos leves e foi encaminhado ao Hospital de Mauá da Serra. Ainda não ha informações sobre como o acidente aconteceu.
A pista foi bloqueada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Até as 16 horas os policiais continuavam no local sinalizando o trecho.
Fonte tn online

Assalto a ônibus bloqueia a BR-376, principal ligação entre Santa Catarina e Curitiba.

Motorista de um dos ônibus levou tiros no ombro (Foto: Tony Mattoso/RPC)


A BR-376 precisou ser bloqueada na noite desta quarta-feira (30), na altura do pedágio de Tijucas do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, devido a um assalto. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, um grupo armado tentou roubar três ônibus, que seguiam no sentido Curitiba.



As primeiras informações apontam que o assalto deixou pelo menos três pessoas feridas. A PRF não soube informar a gravidade dos ferimentos.



De acordo com a PRF, o crime aconteceu por volta das 19h, no km 640. A pista no sentido Curitiba ficou bloqueada por cerca de duas horas e meia. A rodovia é a principal ligação entre o litoral de Santa Catarina e a capital paranaense. Conforme a concessionária, o congestionamento chegou a 13 quilômetros.


O crime




Conforme a PRF, os ladrões armados usaram um guincho para impedir a passagem dos ônibus. Na ação, eles atiraram contra os veículos. Um dos motoristas de ônibus levou dois tiros no ombro. Uma passageira foi atingida de raspão e outro passageiro levou uma coronhada.



Os ladrões conseguiram fugir. Conforme a PRF, o grupo seguiu em três carros, no sentido Curitiba.

Os passageiros e os ônibus foram levados até o posto da PRF, na BR-116, onde será registrado o boletim de ocorrência.

Fonte G1







Estudante a caminho da escola é estuprada após ser rendida por motorista de carro.




A Polícia Civil investiga um caso de estupro contra uma adolescente de 14 anos, estudante em um colégio estadual no bairro São Braz, em Curitiba. O caso aconteceu no início da manhã da última segunda-feira (30), no momento em que ela caminhava sentido à instituição.

A menina foi abordada pelo ocupante de um carro cinza com duas portas, que a rendeu e cometeu o ato. A garota chegou a gritar por socorro, porém ninguém ouviu. Após o estupro, ela foi deixada em uma região de matagal pelo agressor. A família dela realizou Boletim de Ocorrência do caso. Para não identificar a vítima, escola e rua do crime não serão divulgadas.
Moradores do bairro São Braz procuraram a Banda B para relatar outros ações do suspeito na região, abordando e perseguindo mulheres. O Nucria investiga o estupro da estudante e, por meio de assessoria de imprensa, informou que não passará informações para não atrapalhar as investigações do caso.
Confira a nota:
O caso está sendo investigado pelo Núcleo de Proteção a Criaça e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria). Por envolver uma criança, detalhes não serão repassados.
Fonte Banda B





Mulher portadora de necessidades especiais é vítima de estupro.




Uma mulher de 50 anos foi estuprada no interior de Santa Izabel do Oeste, na terça-feira (29). Às 18h15, a Polícia Militar foi informada pelo filho da vítima, que sua mãe portadora de necessidades especiais havia sido vítima de estupro, e estava sendo atendida no Hospital Municipal de Santa Izabel do Oeste.

Os policiais também receberam a informação que o autor do fato, um homem de 61 anos, é vizinho da vítima, morador na Linha São Pedro, interior de Santa Izabel do Oeste.
No hospital, os policiais conversaram com a vítima, que estava em estado de choque. Ela relatou que foi convidada pelo vizinho para tomar uma cuia de chimarrão, sendo que negou o convite e passou a ser puxada pelo homem para dentro da residência dele, onde foi consumada a agressão sexual.
A vítima reclamava que estava com várias dores internas. A equipe médica do hospital atestou o fato, e constatou a presença de lesões no órgão genital da mulher.
Os militares se deslocaram até a Linha São Pedro, na residência do suspeito, onde perguntaram a ele sobre o ocorrido. O homem não negou, apresentando sua versão, que seria que a vítima teria o procurado e insistido para o ato.
O homem foi detido e encaminhado ao Destacamento da Polícia Militar de Santa Izabel do Oeste para o registro da ocorrência, na sequência foi entregue na Delegacia da Polícia Civil de Capanema.
Fonte CGN








Anvisa suspende venda e uso de lotes de Paracetamol e Amoxicilina.






A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a comercialização de um dos lotes de Paracetamol e do antibiótico Amoxil BD (amoxicilina tri-hidratada). Os medicamentos serão retirados do mercado.

A suspensão da distribuição, comercialização e uso será aplicada ao lote 0130/16 da versão genérica do Paracetamol solução oral 200mg/mL, válido até março de 2018, do laboratório Hipolabor Farmacêutica.
De acordo com a agência, o medicamento apresentou problemas em uma análise que foi realizada e teve "resultado insatisfatório no ensaio de análise de aspecto, por apresentar material sólido".
Em nota, a farmacêutica informou que o lote já foi recolhido. "A empresa vai tomar as medidas necessárias para apurar se a alteração no aspectos do medicamento foi ocasionada por armazenamento em condições inadequadas."
O medicamento Amoxil BD, nas apresentações 200 mg/5ml e 400mg/5ml, foi recolhido de forma voluntária pela empresa Glaxosmithkline Brasil, que comunicou o procedimento à agência. A reportagem entrou em contato com a empresa, mas ela ainda não se manifestou.
Fonte CGN
  • STF mantém nas mãos de Moro delações da Odebrecht sobre Lula.


Por unanimidade, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal negou provimento a recurso - agravo regimental - do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra decisão do ministro Edson Fachin que determinou a remessa ao juiz federal Sérgio Moro, no Paraná, de cópia dos autos da Petição (PET) 6734, na qual constam delações premiadas de executivos da Odebrecht. As informações foram divulgadas no site do Supremo.
A decisão dos ministros da Segunda Turma foi tomada nesta terça-feira, 29. Os fatos apontados pelos delatores se referem a suposto pagamento de vantagens indevidas pelo grupo empresarial para que fosse beneficiado em licitação para o fornecimento de sondas de extração de petróleo na camada do pré-sal.
O procedimento investigatório foi instaurado com base nas colaborações premiadas de Márcio Faria da Silva, Rogério Santos de Araújo e Marcelo Bahia Odebrecht, que afirmaram que os valores arrecadados seriam repartidos entre funcionários da Petrobras e políticos do PT.
A defesa do ex-presidente alegou que as informações sobre supostos crimes nas delações não teriam correlação com os demais processos da Operação Lava Jato.
A defesa afirmou que, como as supostas reuniões para acerto de valores teriam ocorrido em São Paulo, a competência para a apuração dos fatos seria da Justiça Federal do Estado. Os ministros da Segunda Turma seguiram o voto do relator, Edson Fachin, no sentido do desprovimento do agravo regimental.
Ele observou que, pelo menos em análise preliminar, ficou demonstrada a ligação entre os fatos narrados na PET 6734 e os processos relacionados à Lava Jato que, na primeira instância, tramitam perante a 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, sob titularidade de Moro.
Segundo o ministro, como não há nos autos qualquer autoridade com prerrogativa de foro junto ao Supremo, "a declinação da competência deve se dar em favor da autoridade judiciária perante a qual tramitam procedimentos que guardam aparente conexão com os fatos narrados, nos termos do artigo 79, caput, do Código de Processo Penal".
Fonte: CGN.


  • Lula pede a Moro que desbloqueie aposentadoria e herança de Marisa


 
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu na noite de terça-feira (29) ao juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na Justiça Federal do Paraná, o desbloqueio de recursos recebidos por meio de aposentadoria e cadernetas de poupança. Em julho, após condenar o ex-presidente no chamado processo do tríplex, o magistrado ordenou o bloqueio e sequestro de bens de Lula até o total de R$ 13,7 milhões como indenização à Petrobras.

Segundo documento anexado pela defesa, Lula recebe aposentadoria de cerca de R$ 8,9 mil por mês. Desde 1993, ele tem direito ao benefício por ser anistiado político.

Os advogados do petista também solicitaram o desbloqueio da metade dos valores bloqueados de contas bancárias (R$ 606 mil) e de previdência privada de Lula (cerca de R$ 9 milhões), considerada pela defesa como parte da herança de Marisa Letícia, mulher de Lula, falecida em fevereiro, "por força do regime marital da comunhão universal de bens".

Segundo os advogados, as medidas adotadas por Moro afetam bens que, pela lei, não podem ser penhorados e "alcançaram todos os valores da titularidade" de Lula, "que têm origem lícita e estão devidamente declarados-- prejudicando sua própria subsistência, assim como a subsistência de seus familiares." A defesa também afirma que o magistrado "decretou o sequestro de bens que não resguardam qualquer relação" com os crimes pelos quais Lula foi condenado no processo.

"Valor aleatório"

A defesa do ex-presidente também chama de "valor aleatório e arbitrário" os R$ 16 milhões determinados por Moro como indenização a ser paga por Lula à Petrobras -- os R$ 13,7 milhões já mencionados mais o valor do tríplex no Guarujá e das reformas feitas no imóvel pela construtora OAS. O apartamento foi confiscado.

Para os advogados, a definição do valor teve como base apenas o relato de Agenor Franklin, ex-executivo da OAS que também foi réu no processo do tríplex. Segundo Franklin, R$ 16 milhões de propina relativos a um contrato da empresa com a Petrobras iriam para o PT.

"É ilegal o constrangimento do patrimônio de quem quer que seja --na proporção da totalidade dos bens adquiridos em vida-- a partir do mero relato de um corréu e 'colaborador informal'", afirma a defesa de Lula.

Recurso contra bloqueio

Em julho, a defesa do ex-presidente entrou com mandado de segurança no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) contra o bloqueio de bens, mas o recurso foi negado em decisão liminar. O mandado ainda será analisado pela 8ª Turma do tribunal.

Para o desembargador João Pedro Gebran Neto, o pedido da defesa "esbarra na ausência de urgência", mas trouxe "argumentos ponderáveis sobre a (in)validade da decisão de primeiro grau" que devem ser examinados pela 8ª Turma, formada também pelos desembargadores Victor Laus e Leandro Paulsen.

Segundo comunicado divulgado pelo TRF-4, o advogado Cristiano Zanin Martins alegou no mandado de segurança que o crime pelo qual Lula foi condenado envolveu apenas o tríplex do Guarujá (SP), já confiscado na sentença, sendo inadequado o sequestro de valores e bens de origem lícita. O advogado ressaltou que tais bens foram adquiridos antes dos fatos apontados no processo, e negou que haja risco de dilapidação do patrimônio do ex-presidente.

Ainda de acordo com a nota do tribunal, Zanin disse que Moro não poderia ter promovido novas medidas cautelares após a sentença e decidiu bloquear os bens com base em cogitação da força-tarefa da Operação Lava Jato, formada por procuradores do MPF-PR (Ministério Público Federal no Paraná).

Em nota enviada por sua assessoria de imprensa ao UOL, Zanin disse que "não houve análise do mérito do mandado de segurança, que será apreciado pela turma do TRF-4." Segundo o advogado de Lula, o próprio Gebran Neto "reconheceu que há 'argumentos ponderáveis sobre (in)validade da decisão de primeiro grau'.

A sentença do tríplex

Na sentença do processo do tríplex, o juiz condenou Lula por ter sido destinatário "especificamente de cerca de R$ 2.252.472,00" por meio do imóvel no litoral paulista, "sem o pagamento do preço correspondente e da realização de reformas no apartamento às expensas da [empreiteira] OAS".

Esse valor teria ligação, segundo Moro, com R$ 16 milhões em vantagens indevidas a partir de contrato celebrados entre a Petrobras e a OAS que favoreceram "agentes do Partido dos Trabalhadores".

Moro pediu "o sequestro de bens do ex-presidente para recuperação do produto do crime e o arresto dos mesmos bens para garantir a reparação do dano". Os valores devem ser revertidos à Petrobras. O ressarcimento só deverá feito se a condenação for confirmada após recursos em todas instâncias.

O juiz diz que "não tem relevância se os bens [sequestrados] foram ou não adquiridos com recursos lícitos".
Fonte: Cgn