Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

10/09/2018 - Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Exclusivo: Acidente na PR – 466 vejam as fotos e o vídeo:


Hoje dia 10/09/2018 pela manhã o Blogueiro Beto, estava na PR – 466 quando se deparou com um acidente, mais ou menos 10 km de distância da cidade de Pitanga – PR, mais precisamente próximo à saída de Manoel Ribas. 

Um caminhão que estava trafegando na pista, quando teve que sair para o acostamento, mas como o desnível é alto do asfalto para o acostamento o caminhão acabou tombando.

O motorista está bem e fora de perigo, pelo que constatamos foram apenas danos materiais.

Fonte: Redação do Blog do Beto por Lucas Gonzaga.






Jovem de 20 anos é executado a tiros em Cianorte.


Um jovem de 20 anos foi morto com pelo menos seis tiros na madrugada deste domingo (9) em Cianorte (PR). 

O 8º homicídio do ano aconteceu por volta das 03h45, na Rua Timbiras no bairro do Cianortinho. 

A Polícia Militar foi acionada por moradores da região, com informações de que diversos disparos de arma de fogo foram ouvidos e que uma pessoa estaria caída em via pública.

Ao chegar no local foi constatado o jovem com diversas perfurações de tiros no corpo, sendo na face e no peito.

A equipe do Suporte Avançado do SAMU foi acionada, mas chegando ao local, nada pode fazer já que a vítima já se encontrava em óbito.

A Polícia Civil compareceu no local e, após efetuado a perícia, o corpo foi recolhido pela equipe do entreposto do IML de Cianorte e encaminhado até Campo Mourão (PR) para o exame de necropsia.

A vítima contava com diversas passagens pela polícia e estava sendo investigada em um crime de tentativa de homicídio a dois jovens na semana passada.

Fonte: Noti-cia.com.


Agricultor fica gravemente ferido em incidente com trator.


Um agricultor ficou gravemente ferido em um acidente com um trator no período da manhã, na comunidade de São José na cidade de Guaraniaçu.

O maquinário passou sobre o corpo do agricultor, o ferindo gravemente na região da cintura.

A vítima, de 52 anos, precisou ser levada ao HUOP (Hospital Universitário do Oeste do Paraná), em Cascavel. O helicóptero do Consamu foi mobilizado no resgate do trabalhador ferido.

Fonte: Portal Cantu.


Brasil perde posição em ranking de viagem aérea.


O setor aéreo registrou um aumento no número de passageiros brasileiros, mas o crescimento ocorre a uma taxa ainda inferior à expansão global. Dados da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata) apontam que, em 2016, o Brasil era o 11º maior responsável por viagens domésticas e internacionais. Em 2017, o País caiu para a 12ª posição, depois da Austrália. De acordo com a entidade, que reúne as maiores empresas do setor, os brasileiros realizaram 72,9 milhões de viagens em 2016. Um ano depois, o número seguiu aumentando. Mas a uma taxa inferior aos demais países. Ao fim de 2017, 76,6 milhões de brasileiros tinham voado. O aumento de 5% é inferior ao aumento mundial, de 7,3%. Em 2016, a mesma Iata havia apontado que o Brasil tinha sido o único entre os sete maiores mercados aéreos do mundo que havia registrado uma queda no número de passageiros domésticos. No total, a contração de viagens domésticas há dois anos tinha sido de 5,5%. Para 2017, a liderança mundial continua sendo dos americanos, que somaram 632 milhões de viagens aéreas em 2017, 18% de todos os passageiros no mundo. A China vem em segundo lugar, com 555 milhões de viagens. Juntos, americanos e chineses representam um terço dos passageiros do planeta. Outro país em desenvolvimento, a Índia, aparece na terceira posição, mas com um volume bem abaixo dos dois principais países. Foram 161,5 milhões de passageiros em 2017, contra 147 milhões de britânicos e 114 milhões de alemães. Viajantes Em todo o mundo, o número de passageiros aéreos superou pela primeira vez a marca de 4 bilhões de pessoas. Na avaliação da entidade, uma economia global em boas condições em diversos mercados e passagens baratas contribuíram para o novo recorde. Além disso, a Iata estima que as conexões existentes entre 20 mil cidades - o dobro do que existia em 1995 - também contribuíram. "Em 2000, uma pessoa em média fazia uma viagem de avião a cada 43 meses", disse Alexandre de Juniac, diretor da entidade. "Em 2017, essa taxa caiu para 22 meses. Nunca foi tão acessível voar", completou. 

Fonte: O Estado de S. Paulo.


'STF não pode mudar segunda instância todo mês', diz presidente do STJ.


O novo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otávio de Noronha, disse em entrevista ver com ressalvas uma eventual mudança de entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. "A jurisprudência está pacificada, não pode o Supremo mudar isso todo mês." Como o sr. vê a possibilidade de o STF revisar o entendimento sobre prisão em segunda instância? Os ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes defendem fixar o STJ como marco para a execução antecipada da pena. Vejo isso como uma boa proposta, mas, juridicamente, atípica, porque o STJ não faz mera revisão das decisões. Não basta perder para recorrer, tem de demonstrar violação da lei federal e, o mais importante, no recurso especial, não há reexame da prova. Essa possibilidade de mudança causa insegurança jurídica? O Supremo já definiu essa matéria, que está decidida. Não acredito que a Corte venha a revisar o seu entendimento. A jurisprudência está pacificada, não pode o Supremo mudar isso todo mês. Desde que o STF decidiu que a prisão poderia ser depois do segundo grau, o colegiado nunca voltou atrás. Ministros sim, mas o plenário jamais. Não vejo elementos novos que justifiquem a mudança. Teve a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Não se pode mudar a jurisprudência em razão dessa ou daquela pessoa. Decisões judiciais são acompanhadas com lupa pela população. É ruim criar heróis e vilões? É péssimo. Justiça não é lugar de heróis, de vilões, é lugar de juízes técnicos, que tenham compromisso com a ordem jurídica. O STJ limitará o foro para magistrados também? Não somos, em princípio, contra reduzir (o foro). É que o magistrado tem uma peculiaridade que os outros agentes políticos não têm. Por exemplo, não há relação de subordinação entre juiz de primeiro grau e conselheiro de tribunal de contas ou deputado estadual. Mas como se veria uma decisão de juiz de primeiro grau absolvendo o desembargador que o promoveu? Não é tão simples, estamos buscando uma solução. Não é contrassenso conceder reajuste de 16,38% a ministros do STF e do STJ quando há 13 milhões de desempregados? Todo segmento da sociedade teve aumento, apenas um deve ficar de fora? O momento é difícil, vamos ter muita dificuldade para enquadrar isso no orçamento, mas é delicado você explicar para o juiz que em cinco anos os únicos que não sofreram reajuste foram os magistrados. Isso não é um contrassenso? (Mas), vou ser sincero. Eu não faria nada disso agora. O auxílio-moradia deve acabar? O auxílio-moradia é previsto na lei. Eu recebo, nunca neguei. O auxílio-moradia precisava ser melhor normatizado. Deputados recebem, senadores recebem, funcionários do Executivo recebem, e dizem que a imoralidade só estaria nos magistrados. Numa cidade muito cara, se você não tiver residência oficial, daqui a pouco vai ter o juiz em lugares periféricos, perigosos, onde há alto índice de criminalidade. O STJ já gastou milhões de reais para trocar a frota de carros e há fisioterapia para servidores. É bom exemplo de gasto público? A questão de fisioterapia é assistência médica, não é privilégio. Sobre os carros, os modelos eram Omega, de mais de dez anos. A Lava Jato nós julgamos aqui, os homens do PCC nós julgamos aqui, você acha que o ministro merece ou não atenção com segurança? 

Fonte: O Estado de S. Paulo.