Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

07/09/2017 - Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.

As Famílias estão preocupadas com a segurança dos bailes realizado aqui em Santa Maria do Oeste. Veja como exemplo a reportagem do G1, Incêndio na boate Kiss completou em Janeiro  quatro anos sem punições 242 MORTOS. Veja o Vídeo.


O incêndio na boate Kiss, a maior tragédia da história do Rio Grande do Sul completa quatro anos na sexta-feira (27). Ao todo, 242 pessoas morreram na casa noturna em Santa Maria, na Região Central do estado. Até hoje, ninguém foi punido.
Pais de vítimas estão sendo processados e donos da boate e músicos ainda aguardam julgamento em liberdade. Além disso, escaparam do processo alguns dos responsáveis por conceder alvarás, licença de funcionamento, além de realizar vistorias e outros protocolos não cumpridos enquanto a boate funcionou, como mostra a reportagem exibida pelo Fantástico (veja no vídeo acima).
Os pais querem que o caso Kiss sai da esfera do estado seja julgado por um juiz federal. Além disso, o caso será levado à Organização dos Estados Americanos (OEA). Uma petição irá pedir a responsabilização do Brasil por impunidade e violação dos direitos das famílias.
“Existe a responsabilidade do estado brasileiro nesse caso pela conduta desses agentes públicos, da Prefeitura de Santa Maria, do Corpo de Bombeiros e promotores do Ministério Público. e que de forma ilegal, permitiram que a boate continuasse operando”, explica a advogada Tâmara Biolo Soares.
Em 2013, a Polícia Civil conclui o inquérito com 16 indiciados e apontou mais responsáveis. Entre eles, os donos da boate Mauro Hoffmann e Elisandro Spohr e dois músicos da banda Gurizada Fandangueira que tocava na noite do incêndio, Marcelo dos Santos e Luciano Leão. Os quatro foram denunciados por homicídio e aguardam julgamento em liberdade.
“Esses quatro tinham suas culpas e vão pagar. Mas não foram só eles. O secretário sabia? Sabia. O Ministério Público sabia? Sabia. Os bombeiros sabiam? Sabiam. Então eles foram omissos. E eles têm que pagar por essa omissão”, afirma Paulo Carvalho, pai de uma das vítimas.
No Ministério Público, porém, a interpretação foi diferente da concluída pela Polícia Civil. Quatro bombeiros foram denunciados e apenas dois foram condenados por descumprimento da lei de expedição de alvarás e outro por fraude processual. Eles cumprem as penas em liberdade.
A situação e a sensação de impunidade causam indignação. Parentes de vítimas realizaram uma série de protestos contra o Ministério Público, devido aos arquivamentos dos indiciamentos dos agentes públicos. Eles fixaram cartazes pela cidade com a imagem do promotor Ricardo Lozza e em razão das manifestações, três pais e uma mãe de mortos no incêndio foram denunciados à Justiça por calúnia e difamação.
“Eu fico com a cara nos cartazes, nos jornais, e você me dá meu filho de volta”, reclama Sérgio da Silva, presidente da Associação dos Familiares das Vítimas da Boate Kiss, um dos processados.
“O Ministério Público troca ofícios com prefeito, o prefeito responde, e no fim do jogo, nem Ministério Público e nem prefeito se esclarecerem”, avalia Pedro Barcellos, advogado das famílias.
“Tem que se por um limite e esse limite, na questão dos cartazes, acabou atingido”, explica o advogado de Lozza, Fábio Milman. Os cartazes foram retirados por ordem da justiça.
Também pai de uma das vítimas, Paulo Carvalho, é outro processado por artigos escritos e publicados em um jornal, onde critica os promotores Joel Dutra e Mauricio Trevisan pelos arquivamentos dos indiciamentos dos agentes públicos.
“Foi a última medida e a mais dolorosa depois de esgotada todas as tentativas de conciliação. A razão é uma só: parar com as ofensas pessoas que os colegas estão sofrendo em Santa Maria”, explica o presidente da Associação do Ministério Público, Sérgio Harris.
Contrapontos
O Ministério Público informou que todas as responsabilidades foram apuradas de forma rigorosamente técnica e com base na legislação e nas provas, e que todas as manifestações dos promotores foram acolhidas ou estão sob a análise da Justiça.  Os bombeiros informaram que houve uma investigação civil e militar e que as responsabilidades foram apuradas.
Já o prefeito na época do incêndio, o hoje secretário da Segurança Cezar Schirmer, informou que a prefeitura foi investigada e ninguém foi processado ou condenado, o que indica que a prefeitura cumpriu a lei.
Sobreviventes têm dificuldades em adquirir remédios
Outro problema vivido pelas famílias envolve o tratamento aos sobreviventes. Só em Santa Maria, 400 pessoas ainda são atendidas no Hospital Universitário. Em quatro anos, foram realizados mais de 13 mil atendimentos.
O Centro Integrado de Atendimento às Vítimas do Acidente que atende as vítimas da Kiss recebe elogios, mas quem depende de remédios sofre com a demora e a burocracia.
Os pacientes dizem que os medicamentos que deveriam ser oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e que eles precisam tomar de forma continuada, demoram pra chegar. Muitos só conseguem manter o tratamento correto porque pagam do próprio bolso.
"Eles disseram que eu precisava ir na 4ª Coordenadoria Regional de Saúde fazer um processo e eu decidi que não ia fazer isso, aí eu continuo comprando por conta”, afirma a Raquel Audrei Dias Padilha, que gasta R$ 220 por mês.
“Eu fiquei já muito revoltada com tudo que aconteceu, quanto menos eu me envolvesse com problemas melhor, inclusive eu fiquei pensando que tem outros que precisam mais do que eu, então eu deixei", pondera ela.
Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, um protocolo clínico de 2013 prevê o fornecimento de seis medicamentos para problemas respiratórios que não constam na lista do SUS. Para o paciente receber estes remédios, ele tem que fazer um laudo médico e declarar que é vítima do incêndio da Kiss. A pasta informou também que, no momento, não existem pacientes cadastrados para receber esses remédios.

Fonte G1
Colégio do Estrela do Oeste através de seus professores e alunos fazem reunião com os acentados para poder juntos escrever um livro veja as fotos da primeira reunião.


Ontem dia 06/09/2017, foi realizada uma reunião entre professores, alunos e assentados para poder dar inicio de uma conversa para juntos poderem escrever um livro sobre a historias do assentamento contada pelos os assentados. Um trabalho muito bonito que esta sendo desenvolvida esta de parabéns todos que estão contribuindo e trabalhando para isto acontecer.







Homem é preso por estar dirigindo alcoolizado e estava com uma criança em Pitanga.


No dia 06 de setembro de 2017, depois diversas denuncias via 190, as quais davam conta que havia um condutor de veículo Gm/Monza estava dirigindo alcoolizado e fazendo manobras perigosas, a equipe em patrulhamento na Rua Ébano Pereira, localizou e abordou o referido veículo, sendo que o condutor estava aparentemente embriagado e voluntariamente prestou-se ao teste de etilômetro, o qual teve como resultado 1,03 mg/l, sendo assim constatada a embriaguez e dada voz de prisão e lido os direitos ao mesmo. O Condutor estava com seu filho, um menino de aparentemente 5 anos, o qual foi entregue ao Conselho Tutelar. O veículo encontra-se com documentação pendente, sendo elaboradas notificações cabíveis, apreendido o veículo e encaminhado o mesmo até a 45ª DRP para as demais providencias.

Fonte Policia Militar

Carro com alerta de roubo e  com Cigarro contrabandeado é apreendido em Manoel Ribas.


No dia 06 de setembro de 2017, a equipe recebeu uma ligação anônima relatando que na Localidade do Rio do Padre, na beira da rodovia Pr 487 haveria um veiculo com placas de São Paulo, em atitude suspeita, sendo então deslocado até o referido local, e já nas proximidades do fato o referido veiculo ao avistar a chegada da viatura se evadiu. Em ato contínuo a equipe retornou ao local para efetuar patrulhamento, sendo abordada por transeuntes quais relataram que haveriam pessoas suspeitas atrás da igreja, sendo que estas pessoas estariam cuidando de um veículo qual estaria sem um de seus pneus, mediante a informação foi deslocado até o citado local, onde foi visualizado um veiculo Kia Sportage. Sendo realizado abordagem e vistoria nos entornos do terreno, porem não logrado êxito em encontrar nenhum dos suspeitos, que segundo informações dos moradores da localidade, estes ao avistarem a equipe empreenderam fuga em uma plantação de trigo, que após a tentativa de encontrar os suspeitos, a equipe retornou até o veiculo e abriu uma das portas, onde foram encontrados em seu interior 20.740 carteiras de cigarro. Dando-se continuidade a ocorrência, a referida placa foi consultada pelo sistema Sesp/intranet não havendo divergências quanto marca, modelo, cor, e placa, porém mediante desconfiança da equipe foi realizado uma nova consulta pelo numero do seu chassi, onde constava com alerta de furto/roubo no município de Maringá,. Diante dos fatos foi solicitado apoio do guincho do 16° BPM para encaminhar o veiculo e sua carga de cigarros para a Delegacia de Polícia Federal de Guarapuava, para serem tomadas as demais medidas pertinentes. 

Fonte Policia Militar.


Encontro sobre motivação, auto superação e autoconhecimento realizado no Centro Cultural de Santa Maria do Oeste com a presença dos palestrantes Lauro e Maria de Lurdes.


Foi realizado um evento no Centro Cultural de Santa Maria do Oeste, sobre motivação, auto superação e autoconhecimento, com a presença dos palestrantes Lauro e Maria de Lurdes, que são grandes escritores locais, e com a presença de grande público santa-mariense.



Motorista flagra onças-pintadas entre Cândido de Abreu e Rio Branco do Ivaí

A filmagem foi realizada à noite, porém é possível visualizar os dois animais - provavelmente a mãe e um filhote - andando à beira da estrada.

De acordo com a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN), a espécie é considerada quase ameaçada de extinção e a perda de habitat e caça são os dois fatores de maior risco para este tipo de felino, o maior do continente americano.

Fonte: TN Online.

PRF prende homem que se passava por policial federal em Pato Branco.

O falso policial estava no terminal rodoviário de Pato Branco, nas imediações da BR-158.   (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu em flagrante na noite de terça-feira (5), em Pato Branco, no sudoeste do Paraná, um homem de 37 anos que se passava por policial federal, após receber denúncias. Ele estava no terminal rodoviário da cidade, nas imediações da BR-158.

Conforme a PRF, no momento da abordagem o homem estava vestido com uma camiseta da Polícia Federal (PF) por baixo de uma jaqueta.

Ele também portava uma carteira com o brasão da República e a inscrição "Ministério da Justiça", além de uma identidade funcional falsa da área de comunicação da PF, informou a polícia.

De acordo com a PRF, o homem, que se dizia estagiário da Polícia Federal, carregava uma mochila que continha outra camiseta da PF, uma pistola de airsoft (arma de pressão com munições plásticas), três cilindros de gás carbônico e uma caixa de lâminas de bisturis.

O homem tinha dois mandados de prisão expedidos contra ele pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Ele foi encaminhado para a delegacia de Pato Branco e, segundo a polícia, responderá pelos crimes de usurpação da função pública, uso de documento falso, falsa identidade e contrabando.

Fonte: G1.


Gol, Saveiro e caminhão batem na BR-277.


Um acidente de trânsito foi registrado pela equipe da PRF (Polícia Rodoviária Federal), na manhã desta quinta-feira (07) na BR-277 em Matelândia.

A colisão lateral aconteceu no KM 660 da rodovia, na pista que segue sentido Cascavel.

Um veículo Gol e uma Saveiro, ambos com placas de Matelândia, se envolveram em uma batida com um caminhão de transporte de leite.

Ninguém se feriu na colisão e apenas danos materiais foram contabilizados no acidente.

Os federais registraram a ocorrência e orientaram o trânsito.

Fonte: CGN.


Corpos de jovens desaparecidos são encontrados enterrados.


A polícia confirmou que os corpos encontrados na segunda-feira (04), em Ciudad del Este, no Paraguai, correspondem aos dois jovens que desapareceram no dia 26 de agosto, na cidade de Presidente Franco.
As vítimas são Roberto Javier Santacruz Carballo e Anderson Alfredo Morel Denis, que estavam desaparecidos.
Eles eram vizinhos e foram vistos pela última vez quando foram aos seus respectivos locais de trabalho, no centro de Ciudad del Este. 
Ambos estavam a bordo de um veículo Toyota / Allion, de propriedade de Santacruz, que mais tarde foi encontrado totalmente queimado em um campo em Foz do Iguaçu, no Brasil.
Os corpos foram encontrados por um fazendeiro, que percebeu um cheiro forte em sua propriedade e depois de procurar entre os arbustos, encontrou o poço, onde estavam os corpos.
Fonte: CGN.

Quadrilha explode carro-forte e rodovia é interditada


Um carro-forte foi explodido por uma quadrilha na manhã desta quarta-feira (6) na rodovia Carlos Tonani, próximo a Jaboticabal (a 342 km de São Paulo).
A ação ocorreu por volta das 10h40, segundo a polícia, e deixou o veículo, da empresa Protege, totalmente destruído. De acordo com policiais, os assaltantes -ao menos dez-, estavam em quatro carros e numa moto e interceptaram o carro-forte, obrigaram os vigias a descer do veículo e o explodiram. O ataque ocorreu no km 108 da rodovia. Houve troca de tiros, mas sem feridos.
A quadrilha fugiu do local e é procurada por policiais militares em cidades da região, como Sertãozinho, Barrinha e Jaboticabal.
Uma das dificuldades é que a região é tomada por lavouras de cana-de-açúcar, que possuem muitas estradas de terra e podem facilitar a fuga dos assaltantes.
A rodovia foi fechada pela Polícia Militar Rodoviária nos dois sentidos e o trânsito está sendo desviado por vias alternativas. Não se sabe o valor roubado pela quadrilha.
A Protege informou, por meio de sua assessoria, que está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações. Questionada sobre o montante roubado, informou que "tem como política não comentar sobrevalores transportados".

Fonte: CGN.