Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 2 de abril de 2020

02/04/2020 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.



Desentendimento de casal vira caso Polícia em Pitanga.


No dia 01 de março de 2020, a equipe policial de serviço atendeu uma situação de violência doméstica onde uma mulher teria sido agredida por seu amásio. No local, feito contato com a vítima, o autor já tinha se evadido, efetuado patrulhamento e o mesmo não foi localizado. A vítima foi orientada quanto a demais medidas cabíveis.


Fonte: Polícia Militar.


Homem é preso por porte ilegal de arma de fogo e por possível adulteração de sinal identificador de sua moto em Nova Tebas.


No dia 01 de abril de 2020, quando em patrulhamento, a equipe policial visualizou uma motocicleta de cor preta vindo em alta velocidade. A equipe abordou o veículo e em revista pessoal ao condutor, foi localizado em sua cintura um revolver cal. 32, marca taurus, com capacidade para 06 tiros, contendo 05 munições intactas.  O abordado relatou que não possuía documentação da arma.  Em consulta operacional no sistema, a motocicleta constou cor azul, no entanto a mesma ostenta a cor predominante preta.  Em consoante aos fatos foi dada voz de prisão ao abordado, pelos crimes de porte irregular de arma de fogo, bem como adulteração de sinal identificador de veículo automotor, qual foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Manoel Ribas para as demais providências cabíveis.


Fonte: Polícia Militar.


Dois bois são furtados de propriedade de Pitanga totalizando quase 200 KG de carne.



No dia 01 de abril de 2020 o solicitante compareceu até a sede da 3ª cia relatando que foram furtados dois bois (200 kg cada um aproximadamente) de sua propriedade. Orientado a vítima quanto a demais medidas cabíveis.

Fonte: Polícia Militar.


Indivíduo é encaminhado à delegacia de Manoel Ribas por porte ilegal de arma de fogo encontrada no porta luvas do veículo o qual o mesmo ocupava.



No dia 01 de abril de 2020 a equipe de serviço estava em patrulhamento e abordou um veículo. Em busca veicular foi encontrado no porta-luvas uma arma de fogo do tipo revolver da marca Rossi municiado com 06 cartuchos intactos. O condutor do automóvel disse aos policiais que utilizava a arma para sua segurança. Diante do exposto o autor e arma de fogo foram encaminhados até a delegacia de Polícia Civil de Manoel Ribas para demais providências cabíveis.

Fonte: Polícia Militar.


Motorista de aplicativo é sequestrado durante corrida e passa por momentos de terror.


Um motorista de aplicativo, de aproximadamente 25 anos, passou por momentos de terror durante o início da manhã desta quinta-feira (2). Ele foi chamado para uma corrida em frente a unidade de Pronto Atendimento 24 Horas de Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba, e acabou sendo vítima de um sequestro relâmpago.

“Eles embarcaram no carro e falaram que eu tinha que seguir para o bairro Barreirinha. Começaram a falar para eu fazer determinado trajeto e percebi que tinha alguma coisa estranha. Em determinado momento, falaram para eu ir mais devagar, perguntaram se o carro tinha rastreador, pegaram dinheiro e tudo mais”, descreveu o motorista à Banda B.

De acordo com o motorista, os assaltantes fugiram com o carro dele, um Nissan Sentra placas BBG-7564. “Me pararam em um mato e me abandonaram. Falavam para eu obedecer que nada de mau aconteceria. Foram momentos complicados”, afirmou.

A Delegacia de Almirante Tamandaré investiga o caso.

Fonte: Banda B.



Menino chama a polícia enquanto mãe e padrasto trocavam agressões.


A Polícia Militar foi acionada na noite de ontem (1°) até um imóvel em Corbélia por conta de uma confusão entre um casal.

O chamado foi feito por uma mulher que estaria escutando o choro de uma criança e depois por um menino que residia no imóvel.

Chegando ao local os policiais localizaram um homem bastante alterado com alguns ferimentos que desobedeceu a ordem de abordagem e precisou ser contido.

Durante o atendimento, a esposa dele também saiu do imóvel e tentou atrapalhar o trabalho policial.

O filho da mulher que é enteado do homem preso, afirmou que o casal briga com frequência e que ele tem outros dois irmãos, um de três anos e outros de apenas nove meses de idade.

O casal foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil.

O Conselho Tutelar foi mobilizado para acompanhar a situação dos menores.

Fonte: CGN.



Ladrão que tentava roubar idoso é detido por populares.


No início da tarde de quarta-feira (01) um homem idoso estava dentro de seu carro em frente a um supermercado na área central de Francisco Beltrão, aguardando seu neto que havia entrado no estabelecimento para fazer algumas compras.

Um rapaz desconhecido chegou até ele e pediu dinheiro e quando ele foi pegar, o rapaz roubou sua carteira.

Alguns populares que presenciaram a situação ajudaram o idoso e acabaram segurando o autor do roubo até a chegada a Polícia Militar.

Com o autor foi recuperado a carteira e R$ 100,00 em dinheiro que ele já havia pegado.

O detido foi encaminhado para a 19ª SDP.

Fonte: PP News.



MATÉRIAS SOBRE COVID-19

TUDO  NO BLOG DO BETO SOBRE O CORONA VÍRUS.


COVID-19



Vereadores beltronenses decidem doar 50% dos subsídios para ações do município.


Desde que a pandemia do coronavírus chegou ao Brasil, e especificamente ao Sudoeste do Paraná, os vereadores de Francisco Beltrão estão adotando medidas de prevenção e realmente estão preocupados com a saúde da população beltronense.

Neste sentindo, os legisladores suspenderam as sessões ordinárias presenciais e continuam discutindo alternativas de auxiliar o município, com medidas que beneficiam a população. Como forma de ajudar o Poder Público no aumento de medidas de prevenção ao coronavírus, os vereadores beltronenses vão doar o equivalente a 50% dos próprios subsídios, nos próximos dois meses de abril e maio.


Além disso, o Poder Legislativo abdicará de receber três meses do duodécimo (abril, maio e junho), para a manutenção da Câmara

O recurso economizado será revertido para as ações que estão em andamento na área da saúde e assistência social, e caberá ao Legislativo a fiscalização da aplicação dos recursos disponibilizados. Nos próximos dias, outras medidas serão divulgadas pelo Legislativo.

Fonte: Portal RBJ.


Amperense de 45 anos morre em São Paulo vítima de coronavírus.


A família Oenning de Ampére confirmou na manhã desta quinta-feira (02) ao jornalista Julio Cesar Alves (Rádio Ampére e Interativa FM), o falecimento de Edson Oenning, 45. Ele morava na cidade de São Paulo e estava internado em um hospital da capital paulista há seis dias com coronavírus.

No começo desta manhã ele teve uma parada cardíaca e entrou em óbito. Informações apuradas com familiares, Edson estava internado na UTI do Hospital da Luz e o teste ao convid-19 foi confirmado por exame, segundo a família.

Fonte: CGN.



Com 26 confirmações, Londrina é o 2º município do Paraná com maior número de casos de covid-19.


Depois de Curitiba, Londrina é o município do Paraná com maior número de casos confirmados do novo coronavírus.

São 26 pessoas infectadas pela covid-19 e 26 com suspeita no município, conforme boletim divulgado nesta quarta-feira (1ª), pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).


Conforme o relatório, a capital do Estado tem 97 casos confirmados da doença e 120 em investigação.

Em todo Estado, são 229 casos confirmados e 602 suspeitos, segundo o relatório da Sesa.

A maior parte das confirmações se concentra em Curitiba, que registrou 97 casos da doença.

Fonte: TN Online



Motoclubes de Curitiba se unem para entregar marmitas a caminhoneiros na BR-376.


Em meio à pandemia do coronavírus, alguns motoclubes da capital paranaense se reuniram em prol de uma ação solidária. Os motociclistas farão a entrega de aproximadamente 200 marmitas a caminhoneiros que passarem pelo Posto Pelanda 3, em São José dos Pinhais, na pista sentido Joinville, na BR-376, a 2 km do pedágio, neste sábado (4).

De acordo com Rogério, um dos voluntários que está na linha de frente da ação, além das marmitas, serão entregues água e frutas para caminhoneiros que “tanto trabalham para fazer com que os mercados continuem abastecidos”. 


Segundo ele, serão colocadas algumas faixas a 1 km dos pontos para sinalizar a oferta de marmitas gratuitamente, com início às 11h30 da manhã nos dois sentidos da rodovia. A entrega só termina quando as marmitas acabarem.

Muitas pessoas, além dos motoqueiros, doaram alimentos e ajudaram na divulgação da ação. Inclusive, no último sábado (28), estes fizeram a mesma ação, que resultou na entrega de cerca de 150 marmitas, apenas com o fruto de doações. “Entregaremos 200 desta vez, mas a meta é que tenhamos mais doações e consigamos chegar a 300”, comentou Rogério.

Contudo, para que a equipe consiga atingir um bom número de entregas é necessário que mais pessoas doem alimentos e produtos, como embalagens e afins. “Por menor que seja, toda doação é muito bem-vinda. Pode ser um litro de óleo, um pacote de macarrão, 1kg de feijão… qualquer coisa”, frisou.   

As marmitas serão confeccionadas, de acordo com Rogério, em uma cozinha industrial na Vila Nossa Senhora da Luz, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), cedida por um voluntário. 

Para ajudar na ação, ele pede que entrem em contato através do número abaixo, podendo ser pelo WhatsApp, ou levem os alimentos na central de arrecadação.

Fonte: Banda B.



Bolsistas já estão atuando e ajudam a desafogar trabalho do Lacen.


O biomédico e farmacêutico Diogo Fanhani Silveira acompanhava em isolamento domiciliar e à distância as notícias do combate ao novo coronavírus no Paraná até meados da semana passada. Nesta quarta-feira (1°), depois de sete dias, ele já cumpria expediente como profissional do Laboratório Central do Estado (Lacen-PR), em São José dos Pinhais. A mudança tem nome e sobrenome extensos: Programa de Apoio Institucional para Ações Extensionistas de Prevenção, Cuidados e Combate à Pandemia do Coronavírus.

“Sou recém-formado e estava procurando emprego, em casa. E diante desse quadro de pandemia da Covid-19 deu vontade de ajudar, voluntariar, principalmente sendo profissional da saúde. Alguns familiares indicaram esse edital e agora já estou ajudando. É um trabalho bem intenso e gratificante”, afirma Silveira. 


Ele é um entre os 1.064 profissionais contratados com bolsas pelo Governo do Estado para todas as regionais da Saúde, postos de divisa rodoviária e o Laboratório Central, para dar mais reforço ao trabalho de combate ao coronavírus. O programa é inédito no País nesse segmento e envolve investimento de R$ 8 milhões.

Foi desenvolvido pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Secretaria da Saúde, Fundação Araucária, as sete universidades estaduais do Paraná e a Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Para a biomédica Vivian Cristiane Monteiro Pereira, doutoranda em farmacologia, essa temporada de trabalho no combate ao novo coronavírus é uma oportunidade de devolver à sociedade todo o conhecimento acumulado em uma universidade pública.

“É uma rotina cansativa, mas gratificante. Minha formação foi pública, o mínimo que posso fazer nesse momento é devolver a ajuda. Alguns colegas indicaram o link e o edital, e está dentro da minha área, o interesse foi imediato. É importante contribuir nesse momento”, destaca.

A biomédica e bolsista Beatriz Kochem Martin tem especialização em reprodução humana e não titubeou quando o edital foi lançado. “É uma rotina bem corrida, estamos nos adaptando, mas é muito interessante. Abre diversas possibilidades para aprender novas técnicas. Para um profissional da saúde é bom para contribuir nesse momento de crise”, destaca.

O Lacen já conta com oito bolsistas e nas próximas semanas mais dois serão chamados para complementar o quadro e possibilitar alternâncias nos turnos, uma vez que o laboratório ampliou seu horário de funcionamento (das 7h às 23h). Eles poderão ajudar a Secretaria da Saúde por quatro meses, com possibilidade de extensão para oito meses.

TRABALHO – No Lacen, os bolsistas estão encarregados de ajudar na gestão administrativa dos exames que chegam de todos os municípios do Paraná, nas fases de pré e pós laboratorial. O laboratório faz 600 testes por dia e é um dos responsáveis pelo fornecimento de dados para a elaboração do boletim epidemiológico. O documento é divulgado diariamente e serve como termômetro da circulação viral no Estado.

Os bolsistas desafogaram os trabalhos administrativos dos biólogos moleculares que trabalham diretamente dentro dos laboratórios. Segundo a diretora-técnica do Lacen, Irina Riediger, o reforço foi pontual.

 “É um laboratório bem montado, um dos melhores do País, mas que precisava de mais profissionais nesse momento. Fizemos a seleção das pessoas e eles passaram por uma acolhida sobre os cuidados de segurança, que são peculiares para esta abordagem, para este tipo de exame”, afirma.

A rotina dos bolsistas segue uma lógica que permite que o Lacen divulgue em até 72 horas se o material coletado apresenta indícios do vírus ou não. “Fazer um exame não é simplesmente receber a amostra, abrir o tubinho e colocar em uma máquina. Existe uma série de trâmites burocráticos antes da amostra entrar no laboratório e depois que o resultado ficar pronto”, explica Irina.

“A fase pré-analítica envolve abrir as caixas, verificar o cadastro, as requisições, atribuir numeração, organizar os tubos, transportar entre os setores, protocolos. A pós-analítica envolve interpretação dos controles internos de qualidade, ajuda nos controles externos, planilhamento, acompanhamento, arquivamento”.

No caso de suspeita da Covid-19, cada uma das amostras é submetida a vários testes. A pesquisa envolve os seis vírus que mais circulam, comparando dados e informações de anos anteriores, mais o teste para a identificação do novo coronavírus.

 “O teste padrão ouro, o RT-PCR, é muito minucioso. Tem muitas etapas artesanais. Envolve abertura das caixas, transferência de tubos, processamento para extração do RNA, montagem e distribuição dos insumos usados para fazer o exame, termociclagem, que é o exame em si, análise e reanálise, digitalização e liberação dos resultados”, acrescenta Irina. “Com uma amostra esse processo demora 24 horas. A nossa rotina atual é de 600 testes por dia”.

MAIS FUNCIONÁRIOS – O Governo do Paraná reforçou em mais de 20% o quadro de profissionais do Lacen. O número de funcionários deve chegar a 73 com o ingresso de dez bolsistas, dois profissionais temporários e um profissional que virá de um convênio com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas-Brasil). Os bolsistas foram alocados para as fases pré-analítica e pós-analítica e ajudaram a desafogar os trabalhos administrativos, que antes eram executadas pelos biomédicos que trabalham nos laboratórios.

A diretora-geral do Lacen-PR, Célia Fagundes Cruz, destacou que o reforço no quadro funcional ajuda a manter o compromisso de 600 exames por dia e prazo de 72 horas de resultado. “Foi uma medida fundamental para dar agilidade aos exames. Estava ficando inviável manter essa rotina. São 600 exames de biologia molecular, que é um processo complexo, que exige muitas etapas”, arrematou.

BOLSAS – A primeira etapa do Programa de Apoio Institucional para Ações Extensionistas de Prevenção, Cuidados e Combate à Pandemia do Coronavírus disponibilizou 796 bolsas em dez regionais de saúde e a segunda complementou 268 em outras 12 cidades do Estado.

As primeiras foram para técnicos de laboratório e enfermagem, farmacêuticos, enfermeiros e médicos. Os bolsistas já começaram a atuar sob supervisão da Secretaria da Saúde auxiliando no atendimento em centrais de informações, nas divisas rodoviárias, nas unidades de saúde, hospitais e outros estabelecimentos da área, junto ao Lacen e ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs). O segundo edital atende também o sistema penitenciário.

PROJETOS – Os projetos extensionistas de combate ao coronavírus foram elaborados por pesquisadores em diferentes áreas do conhecimento das universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG), Centro-Oeste (Unicentro), Oeste do Paraná (Unioeste), Norte do Paraná (Uenp), Estadual do Paraná (Unespar) e Universidade Federal do Paraná (UFPR).

“Unimos a qualidade dos nossos pesquisadores, profissionais e estudantes da área da saúde em prol do mesmo objetivo. Pela capilaridade das nossas universidades estaduais, a iniciativa possui uma grande abrangência em todo o Estado, permitindo que atendêssemos as 22 regionais de saúde, possibilitando o enfrentamento da pandemia de maneira ampla e imediata”, destacou Aldo Bona, superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. “É um aporte adicional de profissionais e estudantes para atender o Estado”.

Fonte: AEN.



Credenciamento da Unicentro prova, mais uma vez, excelência da nossa universidade.


Deputada Cristina Silvestri, que havia apresentado pedido do credenciamento de laboratório da instituição no início da semana, agradeceu ao governo por ação rápida

Para a deputada estadual Cristina Silvestri, o credenciamento do Laboratório de Análises Clínicas da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) como um dos setores habilitados a realizarem testes de coronavírus no Estado comprova, mais uma vez, a excelência da instituição. A parlamentar, que apresentou o pedido de credenciamento na última terça-feira (30), elogiou a decisão rápida do governador Carlos Massa Ratinho Júnior em atender a demanda.

“O governo foi extremamente sensível em atender esta demanda, em um momento tão delicado como o que passamos hoje. Continuar mandando amostras de pacientes de Guarapuava e região para Curitiba seria totalmente inviável, sabendo que temos condição de fazer estes testes aqui. Isso nos trará diagnósticos mais rápidos e, consequentemente, um tratamento mais rápido para a nossa população que testar positivo para a doença”, disse.

A autorização para o credenciamento de novos laboratórios para os exames da Covid-19 consta no decreto estadual 4.261/2020. Além da Unicentro, as universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG) e do Oeste do Paraná (Unioeste) também serão credenciadas. Com isso, aumenta a condição atual de processamento no Paraná em quase 120%. Hoje, o Laboratório Central do Estado (Lacen-PR) já tem capacidade de executar até 600 exames por dia.

Especificamente na Unicentro, os testes serão feitos inicialmente com um aparelho do laboratório-escola do curso de Farmácia, porém, está em estudo o uso de um equipamento que pertence ao departamento de biologia. Se for comprovada a viabilidade deste segundo equipamento, a capacidade de exames diários da Unicentro pode subir para 200 testes.

Fonte e Foto: Assessoria de Comunicação do Gabinete Deputada Estadual Cristina Silvestri na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.