Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sábado, 20 de junho de 2015

Alunos de Guarapuava enfrentam falta de estrutura após fim da greve.


   

Alunos da rede estadual de Guarapuava, na região central do Paraná, enfrentam problemas estruturais nos colégios. Além das mudanças do ano letivo, ocasionadas pela greve que encerrou há 10 dias, estudantes são prejudicados pela falta de laboratórios e de refeitórios nas escolas.
Outro problema é o muro baixo, que separa o estabelecimento escolar de um terreno baldio. A direção alega que já pediu dinheiro da Secretaria Estadual de Educação para elevar o muro, mas não recebeu.No Colégio Liane Marta da Costa, no bairro Boqueirão, a rampa usada por pessoas com deficiência não tem cobertura. Os deficientes físicos têm que se molhar nos dias chuvosos para poder se deslocar de uma ala a outra da escola.
A direção disse que também não obteve os recursos necessários para a restauração do laboratório de informática. Os 20 computadores do local estão sem funcionamento desde o início do ano após um problema na central de energia.
O conserto ficaria em torno de R$ 10 mil. “É impossível. Se eu usar esses R$ 10 mil, não tenho o restante para trabalhar dentro do colégio. Não posso fazer mais nada”, diz a diretora Maria Goretti.
Já no Colégio César Strange, também no Boqueirão, há cerca de 1 mil alunos, sendo 350 por turno. Na hora do recreio, eles se espremem no saguão, que tem poucos bancos a serem usados para a refeição. “Pior é o refeitório sem banco para sentar, é muita dificuldade para comer, às vezes batem na gente e derrubam toda a comida”, afirma o aluno Ezequiel Almeida Guimarães, do 9º ano. Ele é um dos alunos que se apertam no saguão, de apenas 130 metros quadrados.
Reforma
A Secretaria Estadual de Educação, em Guarapuava, informou que realizou duas reformas recentes nas duas escolas. No Colégio Liane Marta da Costa existe a previsão de uma nova reforma. Entretanto, ainda não há prazos para as obras.
Já no Colégio César Strange, não estão previstas reformas. A Secretaria orienta que os diretores entrem em contato com o Núcleo Regional de Educação para pedir reparos emergenciais.
G1

Empresário e agricultor são presos por exploração sexual de menores.


  Antônio Crippa Neto (esquerda) é apontado como o MP-PR como um dos aliciadores do esquema (Foto: Reprodução RPC Londrina)
Antônio Crippa Neto (esquerda) é apontado como o
MP-PR como um dos aliciadores do esquema
(Foto: Reprodução RPC Londrina)

Mais duas pessoas foram presas suspeitas de participação em um esquema de exploração sexual de menores em Londrina, no norte doParaná, nesta sexta-feira (19). Segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), os suspeitos foram identificados após investigações e depoimentos de outros investigados.
Foram presos o empresário Antônio Crippa Neto e um agricultor. De acordo com a promotora Caroline Esteves, Crippa é apontado como usuário e aliciador do esquema, e o agricultor contratava garotas para programas sexuais. Eles foram levados para a sede do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
“A informação que temos é que ele [Cripa] recebia comissão dos programas sexuais realizados. Crippa aliciava adolescentes para programas e recebia parte da comissão da jovem. Além disso, também usufruía do esquema”, explica Caroline.

Crippa já tinha sido preso em abril por ter sido considerado usuário do esquema. Porém, ele foi solto dias depois após a Justiça conceder um habeas corpus.

O advogado de Antônio Crippa Neto, Miguel El Kadri, disse que o cliente garantiu que não faz parte do esquema e, em nenhum momento, manteve relações sexuais com adolescentes. El Kadri ainda disse que está analisando o processo e, só depois dessa etapa tomará outras providências.

Rede de prostituição
O MP-PR investiga uma rede de exploração sexual de menores em Londrina desde janeiro deste ano. Desde então já são 15 inquéritos e pelo menos 50 vítimas identificadas.

A primeira prisão ocorreu no dia 18 de janeiro, quando um auditor da receita estadual foi preso em um motel da cidade com uma adolescente. Esse mesmo auditor firmou um acordo de delação premiada e revelou ao Ministério Público como a rede de prostituição funcionava na cidade.
G1

“Sou o próximo alvo”, diz Lula sobre Operação Lava Jato.


   Foto: Rodolfo Buhrer/ Paraná Portal

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a prisão dos presidentes das empreiteiras Odebrecht e da Andrade Guiterrez é uma demonstração de que ele será o próximo alvo da Operação Lava Jato. A afirmação foi feita durante uma reunião com seus aliados, na noite de sexta-feira (19), quando também reclamou da inércia da presidente Dilma Rousseff para conter os danos causados pela investigação. As informações são do jornal Folha de S.Paulo. 
Lula se mostrou preocupado nas conversas por não ter foro privilegiado, podendo ser chamado para depor a qualquer momento. A preocupação do PT é que os desdobramentos podem por em cheque o caixa do partido e comprometer a prestação de contas da eleição de Dilma, ainda de acordo com informações da Folha de SP.

Paraná Portal

Inverno no Paraná será forte, mas curto.


   Em Curitiba, a média da temperatura mínima não deve passar dos 10 ºC em julho | Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Não, ainda não tem previsão de neve, mas é bom preparar várias camadas de roupa. Os meteorologistas do Instituto Tecnológico Simepar apontam que, nos próximos três meses, fará mais frio, na média, do que nos últimos dois anos no estado. O inverno, que começa às 13h38 deste domingo (21), deverá concentrar as temperaturas baixas nos meses de julho e agosto, com promessa de uma primavera antecipada já para o início de setembro.
Na semana que passou, os moradores do Norte e Noroeste paranaense tiveram uma amostra do que vem por aí. As temperaturas registradas em Londrina (4,4 °C) e Maringá (6,6 °C) foram as mais baixas para um mês de junho desde 2013.
Já a etapa final terá mais chuvas que a média e temperaturas mais altas. Duquia alerta que podem ocorrer períodos gelados por causa das massas de ar polar, mas elas devem ser menos intensas e mais rápidas. A situação é causada pelo fenômeno El Niño, que aquece a água do Oceano Pacífico e altera consideravelmente o regime de chuvas.

Agricultura

Apesar da perspectiva de uma estação mais gelada do que a média histórica, os próximos meses devem ser bons no setor agrícola. Um dos principais fatores é a previsão de mais chuvas em setembro. “Se ficasse na média já seria ótimo para o Paraná”, comenta o agrometeorologista Paulo Caramori, destacando que o chamado milho safrinha, de inverno, deve ter grande produção.

Gazeta do Povo

Mais de 50 mil paranaenses se tornaram doadores de sangue em 2014.


   Mais de 50 mil paranaenses se tornaram doadores de sangue em 2014.

Às vésperas do Dia Mundial do Doador de Sangue – celebrado no domingo, dia 14 – as 22 unidades do Hemepar, vinculadas ao Governo do Estado, prestam uma homenagem aos paranaenses que contribuem para que centenas de vidas sejam salvas diariamente. Somente no ano passado, pelo menos 158 mil pessoas doaram sangue no Paraná, sendo que 53 mil fizeram pela primeira vez. 

A empresária curitibana Bruna Martins foi uma das pessoas que se tornaram doadoras de sangue em 2014. Ela afirma que sempre teve vontade de ajudar, mas nunca alcançava o peso mínimo necessário para realizar o procedimento. “Depois que fui considerada apta (com mais de 50kg), nunca mais parei. Já é a terceira vez que venho aqui e a sensação é sempre indescritível. Parece que saio renovada e com o sentimento único de ter ajudado alguém”, afirmou. 

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, os números mostram o quanto o povo paranaense é solidário e se envolve na causa. “O Hemepar é responsável pela coleta, processamento e distribuição do sangue destinado a pacientes de 384 hospitais do Estado. Contudo, nada disso seria possível sem a participação dos doadores, que fornecem a matéria-prima para garantirmos a sobrevida dessas pessoas em situação crítica”, destacou. 

Caputo Neto afirma que doar sangue é um gesto de amor ao próximo. “Muita gente não sabe, mas cada bolsa coletada pode beneficiar até quatro pessoas. Dela são retirados componentes imprescindíveis para o tratamento e recuperação de quem está entre a vida e a morte”, complementou. 

Estes componentes são fruto de um moderno processo de fracionamento da bolsa de sangue doada. Com isso, o hemepar fornece quatro hemoderivados aos hospitais: concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, plasma fresco e crioprecipitado. 

Campanhas
O Governo do Estado tem reforçado o trabalho de conscientização da população para ampliar o número de doadores, visto que a procura por sangue tem crescido significativamente nos últimos anos. O aumento no número de acidentes de trânsito e casos de violência é considerado a principal causa para este novo cenário. 

Segundo o diretor-geral do Hemepar, Paulo Roberto Hatschbach, além de conquistar novos doadores, o órgão tem o desafio de fidelizá-los, ou seja, convencê-los a retornar ao banco de sangue periodicamente. “Queremos que este gesto de solidariedade vire uma rotina na vida das pessoas. Só assim poderemos garantir o abastecimento pleno de nossos hospitais”, ressaltou. 

Aplicativo 
No ano passado, o Hemepar lançou, inclusive, um aplicativo para celular e tablet a fim de auxiliar as pessoas que têm interesse em doar sangue. O Hemogram permite que o usuário tenha acesso a informações sobre solicitações de doação, tipos sanguíneos necessários e endereços dos locais de coleta de sangue mais próximos. O aplicativo é gratuito e pode ser baixado em aparelhos que operam o sistema android.

O uso das redes sociais também tem papel fundamental na conscientização da população. O estudante universitário Leonardo Gonçalves relata que, sempre que pode, ajuda na divulgação da causa através do Facebook. “Tenho muitos amigos que são doadores, mas se esquecem de ir ao banco de sangue. Por isso, quando vou ao Hemepar sempre faço postagens para incentivá-los a comparecer também”, conta. 

Passo-a-passo
Para se tornar doador é preciso ter entre 16 e 69 anos, passar por uma breve entrevista e ser considerado apto nos exames solicitados. Menores de idade precisam da autorização dos responsáveis. Homens podem doar a cada dois meses. Já as mulheres devem respeitar um intervalo de três meses entre cada doação.

Quem faz três ou mais doações em um período de 12 meses tem direito a um certificado de doador fidelizado. O documento garante uma série de benefícios, como pagar meia-entrada em shows, espetáculos culturais, eventos esportivos, cinemas, exposições, entre outros. Para manter o certificado válido é preciso doar sangue pelo menos duas vezes a cada 12 meses. 

Paraná Centro

Dois irmãos são executados a tiros.


   

No final da tarde de sexta-feira (19) por volta de 18h25 foi registrado um duplo homicídio na localidade de Santa Maria, em, um canavial próximo a usina de açúcar, em Capanema, onde foram mortos a tiros os irmãos Marcos Floriano, 38 anos e Marcelo Floriano, 32 anos.
Marcelo foi socorrido por populares, mas morreu ao dar entrada no hospital. Marcos ainda estava no local quando a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros chegaram. Ele foi socorrido ainda com vida, mas também morreu ao dar entrada no hospital.
No local do crime policiais recolheram duas munições de arma calibre 22 intactas e uma picotada, sinal que falhou quando foi feito o disparo.
O autor já foi identificado porém ainda não foi localizado. Os corpos dos irmãos foram encaminhados ao IML de Francisco Beltrão.
PPNEWS

Homem morre após sofrer acidente na PR 471.


   

Um acidente grave registrado na PR 471, próximo a Salto do Lontra, no início da madrugada deste sábado (20) provocou a morte de um homem de 34 anos.
A vítima, Marcos Roberto Esser, dirigia um Gol com placas de Salto do Lontra que se envolveu no acidente com um Vectra de Cascavel, conduzido por Rodrigo Sousa da Silva.
Marcos ficou preso nas ferragens e foi socorrido pela Defesa Civil de Salto do Lontra, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi recolhido ao IML de Francisco Beltrão.
O acidente foi registrado pela Polícia Rodoviária Estadual.

CGN

Motorista abandona carro após cair em 

córrego e vândalos aproveitam para 

tentar depená-lo.


   cic

“Quando eu vi, caiu”, disse aos moradores um jovem motorista indo embora, ao lado do amigo, depois que o carro dele dentro de um córrego na Cidade Industrial de Curitiba, na manhã deste sábado (20). Um veículo Gol, de cor amarela, ficou com as rodas para cima e foi abandonado pelo dono, após o acidente. Vândalos quebraram vidros e tentavam tirar os pneus do carro, segundo testemunhas.
O acidente aconteceu por volta das 10 horas e moradores contaram que o carro teria sido fechado por outro, antes de cair no córrego, na rua João Rafael Machado, na Vila Barigui. Embora o carro tenha ficado com os pneus para cima, dois jovens – motorista e passageiro – conseguiram sair, sem ferimentos. De acordo com os moradores, eles disseram poucas palavras, pareciam estar embriagados e foram embora.
“Tem umas latas de cerveja dentro do carro. Ligamos para a polícia, mas nos disseram que não podem vir porque não tem vítimas. Acontece que tem um pessoal aqui depenando o carro”, contou a testemunha. Os vidros já teriam sido quebrados e os pneus cobiçados por alguns que estavam com chaves de fenda nas mãos.
A Polícia Militar (PM) informou à Banda B que acidentes sem vítimas devem ser registrados no por meio do boletim de ocorrência eletrônico unificado (www.bateu.pr.gov.br). O dono do carro é responsável pela retirada do carro de dentro do córrego.

Banda B

Colisão frontal deixa quatro feridos na BR-373.


   

Acidente aconteceu na noite de ontem em Prudentópolis; uma das vítimas teve ferimentos graves e corre risco de morrer
Quatro pessoas ficaram feridas em acidente ocorrido na noite desta sexta-feira (19) na BR-373, em Prudentópolis. A colisão frontal envolvendo uma Ford Ranger e um Gol aconteceu por volta das 21h. Uma das vítimas teve ferimentos considerados graves e corre risco de morrer. O acidente aconteceu em um trecho de curva e uma suposta ultrapassagem irregular teria ocasionado o acidente.
Fernando Lemes de Jesus, de 22 anos, estava no banco traseiro do Gol e foi a vítima com os ferimentos mais graves, com diversas lesões pelo corpo e uma fratura no rosto. Ele foi levado até um hospital em Guarapuava. Outros dois ocupantes do Gol, Everton Perez da Cruz, 25 anos, e o passageiro Valdinei Stanski, 39 anos, sofreram apenas ferimentos leves e foram levados ao Pronto Atendimento de Prudentópolis.
O motorista da caminhonete, Jarbas Gelinski de Moraes, de 30 anos, estava sozinho no veículo e também ficou machucado. Ele foi levado ao Pronto Atendimento. Equipes da Caminhos do Paraná e do Bombeiro Comunitário de Prudentópolis socorreram as vítimas. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Ponta Grossa também prestou atendimento no local do acidente.

 

aRede

Motorista sai ileso de capotamento de Gol.


   

O carro ficou na canaleta da BR-467, com o teto em um barranco. A frente do veículo Gol ficou destruída, após o forte impacto.
O condutor teve bastante sorte, por sair ileso da batida. Ele contou que seguia sentido ao Trevo Cataratas, perto do viaduto da Avenida Barão do Rio Branco, um veículo Escort prata teria cortado a frente dele.
Na tentativa de evitar a colisão, o rapaz freou, mas perdeu a estabilidade, bateu no barranco e capotou. O jovem motorista saiu sozinho de dentro do carro e não quis socorro do Siate.
A Polícia Rodoviária Federal esteve no local e registrou a ocorrência.
 
  CGN