Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

04/10/2018 *--* DEUS É FIEL !!!!


Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.




Menor é apreendido após causar dano em colégio.


A Polícia Militar de Pato Branco foi acionada até um colégio no bairro Alto da Glória onde algumas pessoas teriam pulado o muro do estabelecimento de ensino.

No local a diretora confirmou os fatos, mas ninguém foi localizado.

Mais tarde a polícia foi novamente solicitada onde a diretora informou que um aluno havia danificado a porta de uma sala de aula.

O autor foi identificado e confirmou que deu um chute danificando a porta. Segundo informações repassadas a polícia, o aluno é complicado, agressivo e esta não é a primeira vez que ele causa esse tipo de problema.

A mãe foi informada e acompanhou o filho até a 5ª SDP para os procedimentos.

Fonte: PP NEWS




Porteiro ouve gritos e homem é encontrado morto dentro de guarda-roupa.


Um homem, de 53 anos, foi encontrado morto dentro do apartamento onde morava, na Rua Emiliano Perneta, no Centro de Curitiba. A polícia foi acionado após o porteiro do prédio ter ouvido gritos vindos do décimo andar do edifício.


De acordo com a Polícia Militar, o corpo do homem estava enrolado em um cobertor, dentro de um guarda-roupas no apartamento. A vítima estava amarrada. Ainda não há informações sobre a autoria do crime ou sua motivação.

Atualização

De acordo com o delegado Luiz Alberto Cartaxo, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, a vítima foi identificada como José Carlos, de 57 anos, que morava no prédio. Conforme as investigações, o homem costumava trazer pessoas para seu apartamento, onde oferecia serviços de corte de cabelo e maquiagem.

A Polícia Civil também informou que, nos últimos dias, uma mulher e dois homens estavam convivendo no local. Os vizinhos relataram terem ouvido barulho semelhante a uma briga durante a tarde e passaram a desconfiar quando José não atendeu mais a porta. A Polícia Militar foi acionada, e encontrou sinais de luta corporal no apartamento. O corpo da vítima foi localizado dentro do guarda-roupas, enrolado em um cobertor, com mãos e pés amarrados.

O estado em que o homem estava, conforme a polícia, sugere a participação de pelo menos duas pessoas no crime. José estava com uma lesão na cabeça e há suspeita de que tenha sido estrangulado, mas somente a perícia poderá confirmar a causa da morte.

Duas pessoas foram vistas saindo do prédio, com um saco. Alguns objetos, como um aparelho de som antigo, foram roubados do apartamento da vítima. De acordo com Cartaxo, o caso pode se tratar de latrocínio, quando a vítima é morta em decorrência de um roubo, mas o delegado acredita que a morte possa ter outras motivações, ligadas a relacionamentos. Com isso, o assassinato continua sendo investigado pela DPHH.

O corpo será encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Fonte: Ailton Vieira / Rede Massa



Ocupante de carro com alerta de furto é baleado em confronto.

(Foto: PMPR/ MPPR/ Arquivo)  - Ocupante de carro com alerta de furto é baleado em confronto

Um homem foi baleado em um confronto com a Polícia Militar na noite desta quarta-feira (3). A situação foi registrada na Rua Francisco Geremias, no bairro Guatupê, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

De acordo com a PM, a equipe tentou abordar um veículo, modelo Uno, prata, com alerta de furto. O suspeito reagiu e foi atingido por disparos de arma de fogo. O homem foi socorrido e encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital São José. Não há informações sobre o estado de saúde do baleado.

Fonte: Rede Massa.



Suspeitos teriam desviado cerca de R$ 50 mil por mês de sindicato.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil) - Suspeitos teriam desviado cerca de R$ 50 mil por mês de sindicato

A operação deflagrada na manhã desta quarta-feira (3), interrogou o ex-presidente, o diretor-financeiro e o atual presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio Varejista de Alimentos (Siemerc), em Curitiba. A entidade é investigada por supostos crimes de estelionato, falsificação de documentos, apropriação indébita e lavagem de dinheiro.

O cumprimento dos mandados de busca e apreensão aconteceram nos bairros Cristo Rei, Bacacheri, Alto da XV e Centro, onde foram apreendidos diversos documentos, computadores, pendrive, HD’s externos, celulares, um revólver 38 com 33 munições, além de mais de R$ 100 mil em dinheiro.

O ex-presidente Jorge Leonel de Souza, de 59 anos, o diretor-financeiro João Daniel Silvestre, também de 59 anos, e o atual presidente José Carlos Feliciano Moreira, de 65 anos, foram ouvidos na Delegacia de Estelionato (DE), e não quiseram se manifestar. Os três são suspeitos de desviar os valores destinados a treinamento dos funcionários do Sindicato. “Inicialmente cruzamos algumas informações entre os diretores, principalmente para verificar a existência de pessoas jurídicas. Os diretores possuem pessoas jurídicas em nome deles, só que elas não existem fisicamente, o que é indício para a gente de que essas empresas podem ser usadas para lavar dinheiro”, explicou o delegado-adjunto, Rodrigo Souza.

Em uma segunda etapa de investigação, foi constatado que os custos fornecidos pelo Instituto, criado para promover cursos e voltado ao desenvolvimento dos funcionários, eram desproporcionais em relação à demanda de todos os funcionários. “A partir desse momento a gente verificou e pediu busca e apreensão para coletar indícios bancários, provas, elementos informativos probatórios, para que a gente possa, no final do inquérito, caso necessário, indiciar por lavagem de dinheiro, associação criminosa, e apropriação indébita de valores”, disse. Parte do dinheiro apreendido foi localizado na casa do atual diretor, e outra parte na casa do ex-presidente.

De acordo com o delegado-titular da especializada, Leonardo Carneiro, o Instituto tinha uma movimentação mensal de aproximadamente R$ 70 mil, sendo que dessa quantia os suspeitos conseguiram justificar apenas R$ 19 mil, por meio de despesas e encargos. “Quer dizer que R$ 51 mil não conseguiram justificar a destinação. O valor seria desviado todo mês ao longo de vários anos, tendo em vista que eles estão à frente da direção desde 1993”, afirmou.

O delegado explicou, ainda, que o dinheiro do Instituto é descontado na folha bruta dos empregadores através de um acordo, já do Sindicato é de contribuição sindical obrigatória. Agora, a investigação segue para descobrir a procedência do dinheiro apreendido na residência como também verificar se toda quantia encontrada é proporcional aos rendimentos declarados.

Fonte: Polícia Civil



Paciente de 52 anos é assassinado em Hospital Psiquiátrico.


Um paciente do Hospital Psiquiátrico de Maringá, no norte do Paraná, foi morto na tarde desta quarta-feira (03). 

Um outro paciente teria cometido o crime. 

De acordo com informações da Polícia, o óbito ocorreu na unidade, após uma briga entre internos. 

Ainda de acordo com a polícia, durante a briga, um homem de 52 anos, foi agredido com algum objeto perfurante na região do tórax. 

Policiais militares, socorristas e paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram chamados, porém a vítima não resistiu aos graves ferimentos.

Fonte: Plantão Maringá



Bolsonaro tem rejeição de 42%, Haddad, 37%, aponta Ibope.


Os dois primeiros colocados na disputa também ocupam as mesmas colocações no quesito rejeição: 42% dos eleitores não votariam de jeito nenhum em Jair Bolsonaro (PSL), e 37% em Fernando Haddad (PT). 

A rejeição ao candidato petista cresceu à medida que passou a ser conhecido do eleitorado durante a campanha. Na primeira pesquisa do instituto em que apareceu como candidato, no dia 18 de setembro, ele era rejeitado por 29%. 

Em relação ao levantamento anterior, da última segunda-feira, ele oscilou um ponto para baixo. 

Bolsonaro, por sua vez, tem conseguido diminuir sua rejeição, que chegou a ser de 46% no dia 24 de setembro e agora está em 42%. Nas duas pesquisas anteriores à de hoje, ele aparecia com 44%. 

O índice de rejeição é essencial para a viabilidade de um candidato no segundo turno - que, nas eleições deste ano, caminha para ser disputado entre Haddad e Bolsonaro, como mostrou pesquisa divulgada nesta quarta-feira, 3. 

Haddad só foi oficializado como nome do PT no dia 11 de setembro, após o indeferimento da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado no âmbito da Operação Lava Jato e preso em Curitiba desde abril. 

Nos últimos dias, Haddad tem sido alvo de ataques por parte dos adversários, que tentam surfar a onda do antipetismo - atualmente, 36% dos entrevistados pelo Ibope dizem que não votariam de jeito nenhum no partido. 

Os índices de rejeição de Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) oscilaram dentro da margem de erro. O candidato pedetista foi de 18% a 16%; o mesmo movimento foi registrado pelo presidenciável tucano, que foi de 19% a 17%. 

O índice de Marina também é dois pontos menor e está em 23% - a menor taxa de rejeição registrada por ela desde o dia 5 de setembro. Em seguida, aparecem Henrique Meirelles (MDB), com 10%; Cabo Daciolo (Patriotas), com 9%; Alvaro Dias (Podemos), Guilherme Boulos (PSOL), Eymael (DC) e Vera Lucia (PSTU), com 8%; João Amoêdo (Novo), 7%; e João Goulart Filho (PPL), 6%. 

Entre os entrevistados, 7% disseram que poderiam votar em qualquer candidato e 6% não souberam ou preferiram não responder. A pesquisa foi realizada nos dias 01 a 02 de outubro de 2018. 

Foram entrevistados 3.010 votantes de 209 municípios. A margem de erro máxima estimada é de dois pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. 

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. 

Os contratantes da pesquisa são o Estado e a TV Globo. O número de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é BR-08245/2018.

Fonte: Estadão Conteúdo.