Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

06/01/2020 *--* Deus é Fiel !!!!



Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Homem ingere bebida alcoólica, da tiro pra cima briga com esposa e acaba preso com armas em Candói. veja a foto das armas !!!


No dia 6 jan. 2020, às 02h00min, a equipe de serviço foi solicitada por uma pessoa do sexo feminino, a qual relatou que sua irmã foi até sua residência pedindo socorro, devido o marido ter tentado matá-la com uma arma de fogo. No local a equipe abordou o indivíduo próximo a residência, questionado sobre o fato, o mesmo relatou que ingeriu bebida alcoólica na Localidade de Cachoeira, e que deu dois tiros para o alto, perguntado aonde estaria a arma, o mesmo levou a equipe até o local onde estava escondida. A equipe localizou um revolver marca Rossi calibre .22 com duas munições deflagradas e cinco intactas. Diante dos fatos foi dada voz de prisão, deslocado até a residência do autor, onde sua genitora que reside juntamente com o casal, relatou que seu filho tinha mais armas na residência, sendo que a mesma entregou a equipe uma espingarda cal.32 e uma pistola cal.36. e mais 12 munições de cal.22 intactas e 5 deflagradas, 14 munições cal.32 marca cbc, 7 munições cal.36 intactas e 1 deflagrada marca CBC, um recipiente contendo pólvora, espoleta, e chumbo para recarga de cal.28 e cal.32, e uma espingarda de pressão 5.5. Deslocado até a casa aonde a vítima estava escondida, e relatou ainda que seu marido chegou em casa alcoolizado, forçando a mesma a ingerir bebida alcoólica, a qual ingeriu um pouco de cerveja e jogou o restante na pia, após isso esposo se exaltou e pegou a vítima pelo cabelo, e com uma faca na mão começou a ameaçá-la dizendo que iria matá-la e tira sua vida em seguida. A vítima relata que então conseguiu se desvencilhar e correu para o quarto aonde ficou trancada, o esposo pegou o revólver e deu dois tiros, nesse momento sua genitora tentou acalmá-lo, momento esse que a vítima aproveitou para fugir com seu filho de três anos para casa de sua irmã para pedir ajuda. Diante dos fatos foram encaminhados o autor e a vítima, as armas e as munições até a 14ª SDP para os procedimentos cabíveis.

Fonte e Fotos: Polícia Militar.


Carro roubado é encontrado queimado em Guarapuava e fogo de carro destrói uma residência !!!


No dia 05 jan. 2020, às 12h00min, na Estrada do Guairacá, a equipe entrou em contato com a solicitante de 40 anos, a qual relatou que no interior de sua chácara teria um veículo queimado ao lado de sua casa e que o fogo teria consumido também sua residência. A equipe encontrou o veículo Toyota/Corolla, placas ELR-2505, o qual foi roubado em data anterior, totalmente queimado, bem como a residência da solicitante. Que segundo a mesma, não havia ninguém no local na hora do fato, sendo assim, coube somente orientações e o veículo foi encaminhado até a 14ª SDP para os devidos procedimentos. 

Fonte: Polícia Militar.


Jovem é assassinado e tem corpo jogado em trilho de trem.


Um jovem foi assassinado com pelo menos cinco tiros e foi jogado em um trilho de trem durante a noite deste domingo (5). O caso aconteceu na Rua Raymundo Nina Rodrigues, no Bairro Cajuru, em Curitiba.

Segundo um morador da região, tiros foram ouvidos por volta das 20h. Eu ouvi os tiros e achei que eram foguetes, mas na verdade mataram um rapaz aí. Não conhecia ele, mas é triste porque é mais uma vida que se vai”, disse ele, pedindo para não ser identificado.

Um trem da RUMO conseguiu frear antes de passar sobre o corpo. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Fonte: Banda B.


Comoção: familiares e amigos se despedem de Jonata Dalla Costa.


Nas redes sociais muitas pessoas lamentam a morte de Jonata Dalla Costa de 27 anos.

Ele morreu em um grave acidente ontem na BR-467, nas proximidades do Contorno Oeste, em Cascavel.

Segundo informações, o condutor da caminhonete IX35 seguia sentido Toledo, quando perdeu o controle da direção e saiu da pista, capotando às margens da via.

Com o impacto, Jonata acabou sendo ejetado do veículo e outros dois ficaram presos às ferragens.

O velório da vítima fatal ocorre na Igreja Luterana do Jardim Panorama e o local de velório ainda será divulgado.

As demais vítimas seguem internadas.

Fonte: CGN.


Pneu de moto estoura e casal sofre queda na BR-272 em Janiópolis.


Um acidente foi registrado no início da tarde de sábado (5), na rodovia BR-272, perto da comunidade do Graminha, em Janiópolis, onde um casal sofreu uma queda de uma motocicleta, depois que estourou um pneu do veículo.

Com a queda, uma moça que estava na garupa da moto sofreu ferimentos considerados graves, com suspeita de fratura em uma das pernas.

O condutor da motocicleta sofreu apenas escoriações.

As duas vítimas são moradoras da cidade de Janiópolis.

Fonte: Goio News


Maus tratos: donos viajam e cães ficam três semanas sem água e comida.


Uma denúncia de maus tratos a animais mobilizou a Polícia Militar até uma residência na Rua Colombo, em Marechal Cândido Rondon.

Segundo informações, um morador teria viajado há três semanas e deixado três cachorros em situação de abandono.

Dois deles estavam para o lado de fora da casa e o terceiro bastante debilitado no pátio da residência.

Protetoras de uma ONG levaram comida aos animais que demonstraram bastante fome.

Um dos cachorros foi recolhido e os outros dois ficaram aos cuidados de vizinhos.

Um boletim de ocorrência foi registrado.

Fonte: CGN.


Gilmar Mendes é o ministro que deu mais HCs desde 2009.


Gilmar Mendes foi o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) que mais concedeu habeas corpus em decisões monocráticas nos últimos dez anos, segundo levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo no acervo processual da Corte. Desde 2009, ele assinou individualmente, sem levar o caso a Plenário, 620 HCs, instrumentos jurídicos usados para garantir a liberdade de um indivíduo ou corrigir arbitrariedades. O segundo colocado, ministro Edson Fachin, deu 395 decisões deste tipo.

Entre 2009 e 2015, Gilmar havia concedido 50 habeas corpus em decisões monocráticas. No ano seguinte, foram 61. O salto coincide com o julgamento da descriminalização do porte e consumo de drogas, que teve início em agosto de 2015. Relator da ação, o ministro registrou, em seu voto, que a posse de drogas para consumo pessoal não deve ser criminalizada. Para ele, os casos deveriam ser tratados nas esferas cível ou administrativa – e não na penal.

Para Gilmar, a criminalização “conduz à ofensa à privacidade e à intimidade do usuário”, pois desrespeita a “decisão da pessoa de colocar em risco a própria saúde”. O julgamento foi interrompido em setembro daquele ano, após Teori Zavascki, que morreu em janeiro de 2017, ter pedido vista. Além de Gilmar, também votaram os ministros Luís Roberto Barroso e Edson Fachin. Ambos concordaram com a descriminalização, mas apenas para a maconha. O caso está, agora, no gabinete do ministro Alexandre de Moraes. Ainda não há data para que ele seja retomado.

Em 2018, mais da metade dos pedidos atendidos por Gilmar envolviam crimes de tráfico de drogas. Enquanto isso, casos de crimes de colarinho branco, como lavagem de dinheiro, corresponderam a menos de 11%.

Em novembro deste ano, Gilmar adotou entendimento semelhante ao julgar um habeas corpus de uma mulher condenada a seis anos de prisão por portar 1 grama de maconha. O voto dele foi seguido pela Segunda Turma, que anulou a sentença e absolveu a mulher.

Procurado pela reportagem, o ministro Gilmar Mendes não quis se pronunciar sobre o levantamento.

Jurisprudência:

Em 2019, 4.323 habeas corpus chegaram ao Supremo. Desse total, 807 foram concedidos de forma monocrática em parte ou em sua totalidade. Gilmar foi responsável por 250 deles.

Professor da Universidade Mackenzie e advogado criminalista, Rogério Cury, afirma que muitos habeas corpus chegam ao Supremo porque juízes de instâncias inferiores deixam de aplicar a jurisprudência. “Os tribunais de instâncias inferiores deveriam ficar atentos à jurisprudência com maior observância e, talvez, tivéssemos um número menor de HCs no STF. As pessoas só chegam no Supremo porque não conseguiram êxito em outras instâncias, mesmo tendo esse direito”, disse.

O advogado Edson Knippel, também professor do Mackenzie, lembra que o habeas corpus é previsto em lei para garantir o direito à liberdade. Segundo ele, ao conceder as medidas, o STF tem resguardado essa prerrogativa. “Do ponto de vista jurídico, temos uma não-aplicação do texto constitucional pelas instâncias inferiores. O processo penal acaba não sendo efetivado pelos órgãos de primeira e segunda instância em muitos estados. Então talvez não haja excesso de HCs, mas de descumprimento da jurisprudência nos tribunais”. 

Fonte: O Estado de S. Paulo.