Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quarta-feira, 25 de abril de 2018

25/04/2018 - Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Homem é aprendido com arma de fogo e munição em Santa Maria do Oeste.


Após denúncias anonimas, que na localidade bairro dos pinga, havia uma pessoa andando armado pela região, nesta data, por volta das 06h00min  a equipe de Santa Maria deslocou até o local e após buscas apreendeu uma arma de fogo, tipo carabina, calibre. 22, e 21 munições. Apos averiguacao constatou ser uma carabina de pressão que foi broqueada para utilizar munição calibre 22. Diante dos fatos foi dado voz de prisão e encaminhado o cidadão  juntamente com a arma e as munições até a 45 DRP para as devidas providências legais.

Fonte: Da Redação com Lucas Gonzaga


Mulher recupera objetos furtados de sua Residência em Pitanga



No dia 24 de abril de 2018, em patrulhamento a equipe PM foi abordada por uma mulher moradora de uma residência no centro e relatou que no domingo haviam furtado a residência da mesma, e que no dia de hoje um conhecido relatou que encontrou um masculino adolescente com alguns dos objetos da vitima e ainda negociou com o mesmo. Deslocado a residência do suposto autor, esse confirmou que teria praticado o furto e entregou os objetos. Diante dos fatos foi dado voz de apreensão ao autor e encaminhado os objetos e todas as partes até a 45DRP.

Fonte: Da Redação com Lucas Gonzaga


'Programa' envolvendo travestis e um homem acaba na polícia.


Um programa num dos motéis de Guarapuava entre um homem e duas travestis acabou em prisão por roubo, venda, fornecimento ou produção de droga.

De acordo com a Polícia Militar, várias denúncias anônimas, por volta das 23h8 de ontem, terça feira (24), apontavam para um caso de agressão que estava acontecendo na Rua Arlindo Ribeiro, Centro da cidade. Dentro de uma caminhonete, a vítima, 45 anos, saiu do carro pedindo socorro. O homem contou à PM que estava sendo roubado por duas travestis, ambas de 18 anos de idade, após terem feito um “programa” num dos motéis da cidade. De acordo com a vítima, após o pagamento combinado, ele foi vítima de tentativa de enforcamento e ameaças de que iriam “furá-lo” caso não entregasse mais dinheiro. Cartões bancários foram pegos pelos agressores, que estavam com maquinetas de débito. Segundo a PM, enquanto a vítima era sufocada, transações bancárias foram realizadas.

A vítima contou também que, durante a realização do “programa”, um dos travestis teria oferecido uma bucha de cocaína, fato que foi comprovado pelos policiais, já que foram encontradas com um dos abordados três buchas e um pino da droga citada, além de certa quantia em dinheiro. Com o outro envolvido havia certa quantia em dinheiro e “bala”, nome este comumente dado ao Ecstasy.


Todos foram levados à Delegacia de Polícia. O nome de nenhum dos envolvidos foi divulgado.

O texto é do site REDE SUL.



Ex-prefeito deve pagar R$ 10 mil em multas por falhas em 2014.

Resultado de imagem para multas

O ex-prefeito de Piraí do Sul (Campos Gerais) Valentim Zanello Milleo (gestão 2005-2008 e 2013-2016) foi multado em R$ 9.864,00 devido a cinco irregularidades comprovadas no julgamento da Prestação de Contas (PCA) de 2014. A decisão é da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), que emitiu Parecer Prévio pela irregularidade das contas.

As irregularidades comprovadas foram: contas bancárias com saldos negativos; falta de comprovação de regularidade previdenciária; utilização dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) abaixo do devido; ausência de pagamento de aportes para cobertura do deficit atuarial do regime próprio de previdência social (RPPS); e falta de registro do passivo atuarial no sistema contábil.

Na primeira análise realizada pela Coordenadoria de Fiscalização Municipal (Cofim) do TCE-PR, a unidade técnica apresentou 12 irregularidades na PCA daquele ano: contas bancárias com saldo negativo; divergência de valores entre as informações do balanço patrimonial e os dados encaminhados ao Sistema de Informações Municipais-Acompanhamento Mensal (SIM-AM); ausência de publicação dos Relatórios de Gestão Fiscal do primeiro e do segundo quadrimestres de 2014; não atingimento do índice mínimo de 25% em manutenção e desenvolvimento da educação básica; utilização dos recursos do Fundeb abaixo do devido (95%); falta do parecer do Conselho Municipal de Acompanhamento do Fundeb.

Outras irregularidades foram a ausência da resolução do Conselho Municipal de Saúde (CMS); falta do parecer do CMS; não comprovação da regularidade previdenciária junto ao Ministério de Previdência Social; falta de encaminhamento do laudo atuarial vigente para o exercício de 2014; e entrega com atraso, de 123 dias, dos dados do encerramento do exercício ao sistema SIM-AM.

Na segunda análise realizada pela unidade técnica mais dois itens irregulares apareceram: ausência de pagamento de aportes para cobertura do deficit atuarial do RPPS e falta de registro do passivo atuarial nas contas de controle do sistema. Nessa mesma análise, alguns itens foram regularizados: divergência de valores entre as informações do balanço patrimonial e os dados encaminhados ao SIM-AM; ausência da resolução e do parecer do CMS; e ausência de encaminhamento do laudo atuarial vigente naquele ano.

A Cofim considerou possível de ressalva os itens relacionados à ausência de publicação do RGF do 1º e 2º quadrimestres; não atingimento do índice mínimo de 25% em manutenção e desenvolvimento da educação básica; e falta do parecer do Conselho Municipal de Acompanhamento do Fundeb. O Ministério Público de Contas (MPC-PR) concordou com o entendimento da unidade técnica

Decisão

Após a manifestação do responsável pelas contas, permaneceram irregulares os itens: contas bancárias com saldos negativos e utilização dos recursos do Fundeb abaixo do devido. Naquele ano, o valor arrecadado foi de R$ 7.574.488,63 e o gestor deixou para aplicar no primeiro trimestre do ano seguinte 6,82% dos recursos (que corresponde a R$ 516.684,18). Porém, o máximo permitido é de 5%, sendo obrigatória a aplicação de 95% do valor arrecadado.

Foram considerados irregulares, também, a ausência de pagamento de aportes para cobertura do deficit atuarial - após a análise foi identificada uma diferença de R$ 35.391,94; e falta de registro do passivo atuarial no sistema contábil. A Cofim verificou junto ao RPPS de Piraí do Sul encargos no valor de R$ 2.215.076,42, porém na contabilidade do município não havia nenhum valor registrado.

Devido à permanência das inconsistências, o relator do processo, conselheiro Ivan Bonilha, votou pela emissão de Parecer Prévio recomendando a irregularidade das contas e aplicou três multas ao então gestor. As sanções estão previstas no artigo 87, incisos III e IV, da Lei Orgânica do TCE-PR (Lei Complementar Estadual 113/2005). As multas equivalem, respectivamente, a 30 e 40 vezes o valor da Unidade Padrão Fiscal do Paraná (UPF-PR), que tem atualização mensal. Em abril, a UPF-PR vale R$ 98,64 e as três multas totalizam R$ 9.864,00.

Os membros da Segunda Câmara do TCE-PR acompanharam, por unanimidade, o voto do relator, na sessão de 21 de março. Em 4 de abril, Valentim Milleo ingressou com Embargos de Declaração contra a decisão contida no Acórdão nº 85/18 - Segunda Câmara, veiculada em 27 de março, na edição nº 1.793 do Diário Eletrônico do TCE-PR (DETC). Com relatoria do conselheiro Bonilha, o recurso será julgado pela Segunda Câmara.

Após o trânsito em julgado do processo, o parecer prévio do TCE-PR será encaminhado à Câmara Municipal de Piraí do Sul. A legislação determina que cabe aos vereadores o julgamento das contas do chefe do Executivo municipal. Para desconsiderar a decisão do Tribunal, são necessários dois terços dos votos dos parlamentares.

Fonte: CGN.



Pai agride e ameaça filha com foice e acaba preso.


Um homem de 40 anos foi preso na tarde desta terça-feira (24) depois de agredir e ameaçar a filha de 15 anos no bairro Neves. A confusão aconteceu por volta das 14h, depois de mais um caso de agressão envolvendo o suspeito. Ele também tinha um mandado de prisão em aberto e foi levado à 13ª Subdivisão Policial (SDP).

De acordo com a Polícia Militar, a confusão aconteceu por volta das 14h. O homem agrediu a filha com tapas e a ameaçou de morte usando uma foice. A vítima disse à PM que as agressões foram sem motivos. O homem foi preso em flagrante e em seguida os policiais encontraram o mandado expedido pelo Juizado Especial de Violência Doméstica e Familiar de Ponta Grossa.

O suspeito foi conduzido à 13ª SDP e pode ser transferido para a Cadeia Pública Hildebrando de Souza por causa do mandado de prisão cumprido.

Fonte: A REDE



Motociclista atropela pedestre e os dois morrem na hora na BR-116.


A Polícia Rodoviária Federal atendeu na tarde desta terça-feira (24) um gravíssimo acidente de trânsito. 

O atropelamento por moto aconteceu na rodovia BR-116, na Região Metropolitana de Curitiba. 

Segundo informações da PRF, o rapaz que estava na moto atingiu o pedestre enquanto ele tentava atravessar a via. 

Com o impacto, os dois forram arremessados à rodovia e morreram no local da ocorrência. 

Socorristas foram mobilizados, mas apenas puderam constatar o óbito dos feridos. 

Os federais registraram a ocorrência e controlaram o trânsito na BR-116, que ficou parcialmente interditado. 

Os corpos foram recolhidos ao IML. 

Fonte: CGN/PRF



Capotamento é registrado na PR-565.


Na manhã desta terça-feira, dia 24, um acidente aconteceu próximo ao aterro sanitário, na PR-565, que liga Laranjeiras do Sul a Porto Barreiro.

Segundo informações a Professora Noeli Lang se locomovia sentido Porto Barreiro com um veículo Ford/EcoSport, quando, ao fazer uma ultrapassagem, foi fechada por outro veículo.

A mesma que para não bater saiu da pista e perdeu controle do veículo e acabou capotando.


Apenas danos materiais a motorista não se feriu com ela havia outra professora que estava com uma dor no ombro e foi encaminhada ao hospital.

As informações são do Portal Cantu.



Casa Civil estuda decreto sobre trabalho intermitente.


O governo prepara um decreto para definir trecho da reforma trabalhista. A iniciativa ocorre depois que a medida provisória (MP) que alterava 17 pontos da reforma expirou sem ter sido aprovada pelo Congresso Nacional.

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, reuniu-se com o relator da reforma na Câmara, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), na noite dessa segunda-feira (23) para definir os pontos que devem estar presentes no decreto.

De acordo com o deputado, ficou definido na reunião que o governo não deve enviar ao Congresso outra medida provisória ou projeto de lei para alterar a reforma. Como o decreto não pode mudar o teor de proposições aprovadas pelo Congresso, o único ponto da MP que deve ser contemplado no texto será o do trabalho intermitente.

A MP que expirou previa, entre outros itens, a quarentena de 18 meses para o empregado celetista demitido retornar à mesma empresa com outro contrato, na modalidade intermitente, o impedimento de atividades de gestantes e lactantes em locais insalubres e a aplicação do acordo coletivo para firmar contratos de jornadas de 12 horas por 36.

Marinho disse que não há clima para votar esse tipo de matéria no Congresso em ano eleitoral e defendeu que as críticas e questionamentos à reforma trabalhista sejam resolvidos no âmbito da Justiça.

“Eu sempre defendi que a lei era autojustificável e que a própria sociedade, no período de aplicação da lei, conseguiria verificar a necessidade de alguma atualização ou alteração. Acho que é isso que vai acontecer, até porque as eventuais dúvidas, críticas e questionamentos estão sendo resolvidos pela pacificação de jurisprudência nos tribunais superiores, o TST [Tribunal Superior do Trabalho] e o Supremo Tribunal Federal (STF)”, afirmou o parlamentar.

Segundo o relator, há ainda a hipótese de o Ministério do Trabalho tratar de alguns pontos por meio de portaria ou resoluções normativas. Esses temas ainda estão em discussão.Todos os itens que estavam na medida, publicada em novembro do ano passado, geraram controvérsias e críticas.


Marinho lembrou que "sempre" foi contra a edição de uma MP sobre o tema. Para ele, se a medida tivesse sido validada como lei, traria mais insegurança jurídica. “Eu não vejo a necessidade de se fazer ação legislativa neste momento. O fato de essa MP tercaducado é bom para o mercado de trabalho porque a medida provisória, por mais bem-intencionada que fosse, gerava um efeito de insegurança jurídica".

Em seguida, o deputado argumentou: "[A MP] poderia, caso tivesse sido transformada em lei, modificar completamente o que havia sido aprovado pelo Congresso no ano anterior, então a caducidade da MP faz com que a lei seja cumprida na íntegra”.

Histórico

Editada pela Presidência da República em novembro de 2017, a medida provisória pretendia cumprir um acordo firmado com os senadores para incorporar mudanças polêmicas que não foram aprovadas no Congresso. Como o governo não queria atrasar a votação da reforma, se comprometeu com os parlamentares a tirar os pontos controversos do texto por meio da MP.

Com a falta de acordo entre os deputados e a divergência sobre os pontos a serem alterados, a medida provisória não avançou. O prazo de análise de uma MP é de 60 dias, prorrogáveis por mais 60. O primeiro prazo, vencido em 22 de fevereiro, foi prorrogado devido ao atraso na instalação da comissão de parlamentares que devem analisar a proposta. O segundo prazo venceu ontem, sem que a MP fosse ao menos discutida na comissão especial. Também não houve indicação de relator para emitir o parecer que seria submetido a votação nos plenários da Câmara e do Senado.

Fonte: Agência Brasil.



Produção aumenta e emprego na indústria fica estável em março.


De acordo com uma pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), no mês de março a produção na indústria brasileira aumentou e o emprego ficou estável.

Segundo a sondagem da CNI, o crescimento da produção no mês passado foi mais intenso do que o normal para março, com o índice de evolução da produção em 55,2 pontos. O valor está 8,7 pontos acima do de fevereiro e 2,1 pontos maior do que a média histórica dos meses de março.

PUBLICIDADE

inRead invented by Teads
Funciona da seguinte forma: quando esse índice aponta números acima de 50 pontos, significa aumento da produção e do emprego no setor. O levantamento também apontou que o número de empregados permaneceu em 49,6 pontos, segundo mês seguido de estabilidade.

Um dos setores da indústria que tiveram destaque no mês de março foi o automobilístico. O balanço divulgado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, a Anfavea, aponta que, no total, foram emplacados no país quase 270 mil veículos em março, um acréscimo de cerca de 25% se comparado com fevereiro.

De acordo com o economista José Luiz Pagnussat, o aumento na demanda é mais um indicador da recuperação da economia brasileira e da confiança do consumidor.

“O comportamento da indústria automobilística é o melhor sinal de reativação da economia. É um setor em que o consumidor normalmente recua quando está com uma expectativa negativa em relação ao futuro, e também volta para o mercado comprar o automóvel no momento em que ele está mais confiante, sua renda está crescendo, ou seja, ele tem um olhar para o futuro com otimismo.”

Representantes do setor automotivo se reuniram nesta terça-feira (24) com o presidente Michel Temer e ministros para discutir detalhes do Rota 2030, proposta de regime de incentivos para o setor automotivo. A expectativa é de que tenha duração de 15 anos e substitua o Inovar Auto, encerrado no fim do ano passado. Segundo o presidente da Anfavea, Antonio Megale, o setor espera que o programa seja lançado em maio.

Reportagem, Cintia Moreira - Agência do Rádio.



Temer monta estrutura de campanha para dar sobrevida a governo.


Sem conseguir sair de uma aprovação de apenas 6%, o presidente Michel Temer começou a montar uma estrutura de campanha à reeleição para evitar um esvaziamento de seu mandato e tentar se viabilizar como fiador do processo eleitoral. 

Por orientação do presidente nacional do MDB, Romero Jucá (RR), ele dará início a uma agenda de viagens pelo país a partir de maio e começou a escolher nomes para integrar uma eventual equipe de campanha.

Os primeiros escolhidos foram o ex-ministro João Henrique Sousa, presidente do conselho nacional do Sesi (Serviço Social da Indústria), e o publicitário Elsinho Mouco. 

O primeiro foi escalado para ser o coordenador geral e o segundo é o favorito para cuidar do marketing de uma eventual candidatura à reeleição.

Só em abril, Temer recebeu Sousa quatro vezes em agendas oficiais durante horário de expediente. Procurado pela reportagem, o Palácio do Planalto afirmou que não há conflito de interesse.

"Não se trata de assuntos de campanha eleitoral neste momento. Os temas são relativos à economia e política industrial brasileira", disse.

Foi Sousa, no entanto, um dos idealizadores de reunião feita na noite desta terça-feira (24), no Palácio do Alvorada, para discutir o cenário eleitoral com presidentes estaduais do MDB. 

Para o encontro com Temer, foram convidados os dirigentes do partido de noves estados, incluindo o senador Renan Calheiros (AL). Ele, que tem feito críticas duras ao governo federal, não compareceu.

No jantar, o presidente apresentou aos dirigentes estaduais os investimentos feitos pelo governo federal em cada uma das unidades federativas, numa tentativa de municiá-los com dados e gráficos para defender o MDB.

De acordo com relatos feitos pelos participantes à reportagem, foi tratada a possibilidade de o governo apoiar uma candidatura de outro partido na disputa ao Palácio do Planalto, apesar de avaliar que o ideal seria lançar um nome da sigla.

Em discurso, o presidente destacou que o candidato terá de apoiar as realizações dele e estabeleceu junho como prazo para a definição.

Ao fim da reunião, Marun fez críticas à ausência de Renan, sem mencionar diretamente o nome do senador. "Falta em uma reunião como esta, mas não falta a inaugurações, não falta a solenidades de assinatura de contratos, de convênios. Essa hipocrisia é que muitas horas até entristece a gente, que faz politica com verdade sem hipocrisia e com seriedade", disse o ministro.

De acordo com ele, Temer chegou a mencionar no encontro a delação do empresário Joesley Batista, que gravou uma conversa no Palácio do Jaburu durante a qual o presidente disse "tem que manter isso, viu?". 

O diálogo foi usado pelo Ministério Público para embasar denúncias contra Temer por organização criminosa, corrupção e obstrução da Justiça. Para Marun, esse assunto "incomoda muito" o presidente. 

"Quem ouve o áudio verifica que a versão divulgada e propagada por grande parte da imprensa naquele momento era mentirosa", critica.

Além do encontro desta terça, Temer organizará mais dois, no Palácio do Alvorada, para discutir a candidatura do MDB com dirigentes estaduais da sigla.

A estratégia do partido é lançar neste momento dois nomes: Michel Temer e Henrique Meirelles. Se nenhum deles chegar a pelo menos 10% até junho, o partido apoiará alguma candidatura de centro, como de Geraldo Alckmin (PSDB) ou de Flávio Rocha (PRB).

Segundo relatos de interlocutores, Temer sabe que dificilmente conseguirá crescer nas pesquisas eleitorais e se cacifar como candidato à reeleição. Mesmo assim, ele insistirá na pretensão de disputar a reeleição até o limite, fazendo viagens e escalando equipe.

O objetivo é evitar que, a partir de maio, as forças políticas e econômicas retirem apoios ao governo federal e comecem um processo de abandono de seu mandato, inviabilizando a implementação de iniciativas e a aprovação de medidas.

Pelo apoio do MDB, a principal condição que deverá ser imposta por Temer é que a candidatura defenda as suas realizações, como o teto de gastos e a reforma trabalhista.

Fonte: FOLHA PRESS