Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Veículo do Conselho Tutelar de Santa Maria do Oeste é atacado durante ocorrência.



No dia 17 maio 17, às 17h30min, a equipe do Conselho Tutelar relatou que por volta das 14h30min, foram solicitadas por uma adolescente (14), a qual relatou as mesma, que estava na casa de sua mãe ajudando a cuidar da irmã de 16 dias, que por volta das 04h, o amásio de sua mãe chegou a casa alterado e que ambos passaram a discutir, que sua mãe passou a brigar com ela e a mandou sair de casa, que não queria mais ela ali. Por volta das 17h15min, a Equipe do Conselho Tutelar deslocou até a residência a fim de entender a situação e ajudar a adolescente, que quando chegaram no local e a mãe percebeu a chegada do veículo do Conselho Tutelar, trancou a porta, e passou a dizer que as conselheiras não poderiam levar a adolescente, que as conselheiras retornaram ao veículo para deixar o local, pois não seria possível naquele momento encaminhar a adolescente, quando a mãe abriu a porta estava de posse de um pedaço de madeira e investiu contra a Equipe do Conselho Tutelar, desferindo um golpe na tampa do porta malas do veículo, vindo a causar danos “dois amassados”, que saíram do local e foram até o Destacamento da Policia Militar de Santa Maria do Oeste e solicitaram o apoio da Equipe PM, relataram ainda que o responsável pela guarda da adolescente é seu avô. A Equipe PM deslocou juntamente com a Equipe do Conselho Tutelar até o local do fato, identificou a autora, sendo dada voz de prisão a mesma e encaminhada, juntamente com a Equipe do Conselho Tutelar até a 45ª DRP de Pitanga para que se adotassem as medidas cabíveis. 

Fonte: Polícia Militar.


Farmácia é Furtada em Palmital.


No dia 17 de maio de 2017, por volta das 20h36min, à equipe foi informada via 190, que estaria acontecendo um roubo em uma farmácia do município. Diante das informações a equipe deslocou até a farmácia e confirmado o fato com a vítima o qual informou que seriam quatro pessoas que estariam armadas de facões e possivelmente uma arma de fogo e que após efetuarem o roubo saíram correndo tomando rumo ignorado. Diante das informações a equipe saiu em diligências a fim de encontra-los, porém sem êxito. No ato, foram roubados em torno de R$ 150,00 em notas diversas, 150 unidades de Trident, 60 barras de chocolate lacta, 30 unidades de preservativo Jontex. Diante dos fatos foram orientadas as vítimas quanto aos procedimentos legais e confeccionado o boletim de ocorrência.

Fonte: Polícia Militar.


Crime de Receptação é registrado em Manoel Ribas


Na data de 17/05/2017, ás 14h50min, houve uma denuncia anônima que dava conta que uma pessoa havia vendido um anel de ouro possivelmente furtado em um comercio local. Diante do fato a equipe deslocou ao local, onde em conversa com a proprietária do referido comercio, ela confirmou a compra do referido anel e entregou o mesmo a equipe. Sendo então deslocado até o endereço de uma vitima de furto na data de 10/05/2017, onde a referida vitima reconheceu o anel como sendo seu. Sendo então feito diligências a fim de localizar a pessoa que vendeu o anel a comerciante, e após ele ser localizado, todos os envolvidos foram encaminhados para a delegacia, para as devidas providências.

Fonte: Polícia Militar.


Tecpar debate energia limpa em lançamento de revista do Smart Energy Paraná.

A mostrar foto_3.jpg

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) lançou nesta quarta-feita (17) a segunda edição da Revista Smart Energy, que apresenta conteúdo científico e notícias sobre o setor de energias renováveis. A programação do evento contou ainda com a criação do programa de incubação verde da Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) e a divulgação do Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE) do instituto. O evento foi aberto pelo secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes, que ressaltou a importância do projeto Smart Energy Paraná para o mercado de energia, em especial na geração, uso e comercialização de energia elétrica.

“Esse contexto de oportunidades que temos no Paraná precisa ser bem aproveitado e a inovação e a tecnologia são facilitadoras nesse processo. Instituições ligadas ao Governo do Estado desenvolvem estudos, processos e produtos para o melhor aproveitamento das fontes energéticas e inteligência na sua geração e uso”, pontua.
O diretor-presidente do Tecpar, Júlio Felix, lançou a publicação, que tem como tema nesta segunda edição o mercado de energia. Ele destacou que o instituto é o secretário-executivo do projeto Smart Energy Paraná, que tem como função organizar as competências do Estado nessa área e atrair e fixar investimentos para a matriz energética paranaense.

De acordo com Felix, o instituto tem uma plataforma de energias inteligentes, que reúne painéis de energia solar e um gerador de energia eólica. “Tudo isso para que o Tecpar homologue as diferentes tecnologias e para servir de show room para mostrar as tecnologias já testadas pelo instituto. Estamos gerando dados confiáveis e capacitando mão de obra local para atrair investimentos nesta área para o Paraná”, destaca.

Tecnologia Verde

Durante o evento, o Tecpar e a Universidade Livre do Meio Ambiente (Unilivre) assinaram um memorando de entendimentos para criar um novo programa para a incubadora do instituto - a Incubação Verde. Pelo acordo, a Intec vai oferecer apoio ao desenvolvimento e na criação de negócios inovadores com o uso de tecnologias sustentáveis.

O diretor-superintendente da Unilivre, Celso Kloss, aponta que a parceria vai oferecer consultorias especializadas no desenvolvimento de negócios sustentáveis. “Queremos ofertar, em parceria com o Tecpar, a infraestrutura inicial para esses negócios, além de sensibilizar os empreendedores e empresários quanto ao tema da sustentabilidade”, afirma.

Impacto ambiental

O diretor de Desenvolvimento Tecnológico do Tecpar, Reginaldo Joaquim de Souza, fez a divulgação oficial do Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEE) do instituto, documento que contabiliza as emissões de todos os gases do efeito estufa emitidos pelo Tecpar ao longo de 2016. “Com esse relatório, baseado no Protocolo de Kyoto, o instituto passa a contabilizar e informar de forma transparente as suas emissões para poder, assim, desenvolver ações focadas em minimizar o impacto ambiental gerado pela empresa”, salienta.

Smart Energy Paraná

O projeto Smart Energy Paraná mobiliza as competências que o Estado e a sociedade já têm e busca por novas competências para desenvolver esse setor do ponto de vista econômico, ambiental e social no Paraná. No governo estadual, o Tecpar secretaria o programa, que tem como função organizar as competências do Estado nessa área e atrair e fixar investimentos para a matriz energética paranaense.

Fonte: Assessoria de Comunicação Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar)


Após perseguição, PM prende ladrões e recupera veículo roubado.
A Polícia Militar de Guarapuava prendeu dois homens após um assalto no Centro de Guarapuava, na manhã desta quarta feira (17).
Por volta das 07h10, dois homens armados roubaram uma Toyota Hilux SW4, na rua XV de Novembro. A PM foi comunicada e localizou os ladrões em fuga com o veículo na BR 277.
A perseguição se estendeu até as proximidades do trevo de acesso a Goioxim, onde havia um cerco policial. Os ladrões viram a movimentação da polícia, abandonaram o veículo às margens da rodovia e tentaram fugir a pé. Porém, os dois foram capturados pelos policiais.
Os ladrões, um de 24 e outro de 25 anos, estavam armados com uma pistola 7.65 e um revólver calibre 38.
Os dois receberam voz de prisão e foram encaminhados para a 14ª SDP, junto com o veículo recuperado.
Fonte: Rede Sul.

Dois caminhões se envolvem em acidente na PR - 566.


Um acidente envolveu dois caminhões do transporte de leite na manhã desta quinta-feira (18) na rodovia PR - 566, próximo a Seção São Miguel, em Francisco Beltrão.

De acordo com as primeiras informações, o caminhão com placas de Pinhalzinho (SC), tombou e o motorista do caminhão de Francisco Beltrão ao desviar acabou saindo da pista.

O motorista do caminhão de Francisco Beltrão, Jair Felipe, 55 anos teve ferimentos moderados e foi encaminhado ao Hospital São Francisco pelo Corpo de Bombeiros.

A Polícia Rodoviária Estadual orientou o trânsito que ficou em uma pista.


Fonte: PPNews.


Quatro pessoas ficam feridas em acidente na PR - 566.


Por volta das 16h45 desta quarta-feira (17) foi registrado um acidente de trânsito na rodovia PR-566, próximo a Comunidade de Seção Progresso no trecho entre Francisco Beltrão e Itapejara D’ Oeste.
Um caminhão Volkswagen/baú com placas de Campo Erê (SC) e um GM/Cruze, placas de Sulina seguiam sentido a Itapejara D’ Oeste e acabaram colidindo.
Quatro pessoas que estavam no Cruze tiveram ferimentos e foram encaminhadas ao Hospital São Francisco pelas equipes do Corpo de Bombeiros e Samu. 
A Polícia Rodoviária Estadual esteve no local e registrou a ocorrência.
Fonte: PPNews.





Pela primeira vez, movimentos pedem renúncia e até prisão de Temer.


Pela primeira vez, os principais movimentos que organizaram grandes protestos pelo impeachment de Dilma Rousseff pedem a renúncia - e até a prisão - do presidente Michel Temer, após a eclosão da notícia de que o presidente teria dado aval para a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha.
Esses movimentos, fundados com base na luta contra a corrupção, vinham concentrando suas críticas em integrantes dos governos do PT. Em certa medida, muitos poupavam Temer, que já tinha sido alvo de denúncias, porém menos graves, pelo papel desempenhado no impeachment de Dilma Rousseff e pelas reformas econômicas defendidas em seu mandato.
A adesão dos grupos à onda de reprovações vindas de movimentos ligados à esquerda ou ao PT pode significar mais um obstáculo à sobrevivência de Temer no Planalto, já que Vem Pra Rua e Movimento Brasil Livre têm forte aceitação entre setores que até hoje davam apoio ao peemedebista.
Além de milhões de seguidores nas redes sociais e bom diálogo com empresários, os grupos têm forte interlocução no Congresso - onde seus representantes são vistos frequentemente discutindo apoio ou oposição a medidas legislativas com parlamentares de diferentes partidos.
Segundo reportagem publicada nesta quarta-feira pelo jornal O Globo e confirmada por outros veículos de imprensa, Joesley e Wesley Batista, donos do conglomerado de empresas que inclui a JBS/Friboi, teriam gravado, como parte de negociação para delação premiada à Procuradoria-Geral da República, um diálogo em que Temer teria pedido para que mantivessem o pagamento de uma mesada a Cunha e ao operador Lúcio Funaro, para que os dois não divulgassem atos de corrupção ligados ao governo.
Em nota enviada à imprensa após a divulgação da notícia, o Palácio do Planalto disse que o presidente Michel Temer "jamais solicitou pagamento para obter o silêncio" do ex-presidente da Câmara dos Deputados, nem "participou e nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar".
Prisão e renúncia
Com o mote "Prendam Todos! Temer, Dilma, Lula e Aécio", o movimento Vem Pra Rua marcou uma série de protestos em grandes cidades do país para o próximo domingo.
O grupo, liderado pelo publicitário Rogério Chequer, divulgou o protesto na madrugada desta quinta-feira, pedindo "com urgência" que seus seguidores confirmem presença e convidem amigos. "Não temos muito tempo para divulgação."
"Obstrução à Justiça é crime gravíssimo", afirmam os organizadores do Vem Pra Rua, que sempre estiveram na linha de frente contra o PT e apoiavam medidas do atual governo.
Já o Movimento Brasil Livre (MBL), de Kim Kataguiri, publicou imagens pedindo a renúncia de Temer.
"No momento, não há nada que possam fazer para se livrar da Justiça ou da opinião pública, que irá massacrá-los pelos próximos meses", publicaram os coordenadores do movimento nas redes sociais, em referência a Temer e ao presidente do PSDB, Aécio Neves - que também teria sido gravado pedindo R$ 2 milhões ao empresário da JBS.
O valor teria sido entregue a um primo de Aécio, em momento também gravado pela Polícia Federal.
Em nota à imprensa, Aécio disse que tinha relação "estritamente pessoal, sem qualquer envolvimento com o setor público" com o empresário Joesley Batista.
"O senador aguarda ter acesso ao conjunto das informações para prestar todos os esclarecimentos necessários", afirmou o comunicado.
'Vai cair"
"Agora eu quero saber cadê aquela petistada que dizia que a Lava Jato era uma conspiração para ter um acordão para salvar o Temer, salvar o Cunha?", perguntou Kim Kataguiri, em vídeo divulgado nas redes sociais.
"Eu tenho liberdade para pedir a renúncia do Temer e para dizer que quero que Aécio seja preso. E vocês, podem dizer a mesma coisa sobre Lula e Dilma?"
Tanto o Vem Pra Rua quanto o Movimento Brasil Livre vinham elogiando, nos últimos meses, as reformas propostas pelo governo Temer e as propostas do presidente para melhorar a situação econômica do país.
Em gravação feita por dono da JBS, 'Temer dá aval a compra de silêncio de Cunha', diz jornal; presidente nega
Nas redes sociais, o MBL foi criticado por apagar fotos do presidente Temer em publicações favoráveis ao governo após a divulgação das gravações nesta quarta-feira.
Ao jornal Folha de S.Paulo, em setembro do ano passado, um dos líderes do movimento afirmou que não achava "má ideia" que o grupo ajudasse o governo "se for no sentido de apoiar as reformas e desde que elas não sejam abrandadas pela pressão de alguns grupos".
Marcello Reis, cabeça do grupo Revoltados Online, uma das vozes mais estridentes contra os governos petistas, também comentou o caso na noite desta quarta-feira.
"Michel Temer não presta! Outro corruPTo que esté no poder do nosso Brasil."
Flagrantes
Em espectro político diametralmente oposto, as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo também convocaram protestos para o próximo domingo, pedindo o afastamento de Temer e a convocação de eleições diretas.
Os dois grupos defenderam a ex-presidente Dilma Rousseff durante o processo de impeachment.
"As provas divulgadas hoje de corrupção e suborno para calar o ex-deputado Eduardo Cunha comprovam o que há mais de um ano afirmamos, que o presidente ilegítimo Michel Temer não tem nenhuma condição de continuar na presidência da República", dizem os grupos.
"Só o voto popular pode resolver essa imensa crise política, resgatar a democracia e credibilidade na principal instituição brasileira. Qualquer outra saída será golpe dentro do próprio golpe", completa a descrição dos convites para os protestos.
O jornal O Globo informou que os diálogos e as entregas de malas com dinheiro foram filmados pela polícia. Além disso, as malas estavam com chips para que o caminho do dinheiro pudesse ser rastreado.
A delação da gigante dos alimentos teria sido fechada em tempo recorde, se comparada com a das empreiteiras Odebrecht e OAS. As conversas teriam começado em março e os depoimentos, realizados de abril a maio.
As conversas com Temer e Aécio teriam sido gravadas pelo próprio Joesley. De acordo com O Globo, em dois momentos em março, o dono da JBS falou com o presidente e o senador do PSDB levando um gravador escondido.
Para evitar vazamentos, segundo o jornal, Joesley entraria na garagem da sede da Procuradoria dirigindo o próprio carro e subiria para a sala de depoimentos sem ser identificado.
As informações são do UOL.
Escândalo da JBS fez até um procurador da república ser preso hoje.


O Ministério Público Federal no Distrito Federal aponta que o procurador da República Ângelo Goulart Villela, preso nesta quinta-feira (18) por ordem do STF (Supremo Tribunal Federal), foi "infiltrado" por Joesley Batista, do grupo JBS, para extrair informações da Operação Greenfield.
Deflagrada em novembro passado pela Procuradoria da República no DF e pela Polícia Federal, a Greenfield investiga uma série de investimentos suspeitos feitos por fundos de investimento privados em conexão com fundos de pensão de servidores públicos. Um dos casos envolve a Eldorado, um braço do grupo comandado pelos irmãos Joesley e Wesley Batista.
Villela entrou na força tarefa da Greenfield em março último, como um reforço à investigação. Ele está lotado na PGE (Procuradoria-Geral Eleitoral), no mesmo prédio da PGR (Procuradoria Geral da República), e a partir de março passou a se dividir entre os dois trabalhos.
Desde o começo da participação de Villela na força tarefa, os procuradores começaram a desconfiar do colega. Os investigadores perceberam que Villela trazia informações às reuniões da força-tarefa, em Brasília, que logo depois eram também repetidas por advogados do grupo de Joesley Batista.
A partir daí, os procuradores da Greenfield começaram a fazer testes com Villela, que culminaram com o pedido de ação controlada autorizada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Villela foi seguido e filmado com autorização judicial.
A investigação, segundo a Procuradoria no DF, confirmou que Villela repassava a Joesley as informações que eram discutidas entre os procuradores da Greenfield. Villela teria gravado parte das reuniões da força tarefa e repassado os áudios a Joesley.
Ao mesmo tempo em que a investigação avançava sobre Villela, também evoluíram as negociações para a delação premiada de Joesley na PGR. Nas últimas semanas, o empresário aceitou falar sobre o papel de Villela e confirmou que o procurador era orientado a obter informações da Greenfield para o grupo empresarial da JBS.
Uma portaria que desligará Villela da força tarefa da Greenfield deve ser publicada nas próximas horas
As informações são do UOL/Folha.
Andrea Neves, irmã de Aécio, é presa em Belo Horizonte.


Ela foi presa no condomínio em que reside na capital mineira. Ao contrário do que se dizia, Andrea Neves não estava no exterior.

Há um pedido de prisão preventiva de Aécio Neves (PSDB-MG) requisitado pelo procurador-geral Rodrigo Janot ao Supremo Tribunal Federal (STF). O relator da Lava Jato no STF Edson Fachin decidiu submeter o pedido ao plenário da Corte. A análise do caso ainda não foi pautada na agenda do Supremo pela presidente do Tribunal, Cármen Lúcia. A informação é da colunista Jovem Pan Vera Magalhães.

Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, teve o afastamento do cargo de senador por Minas Gerais determinado em decisão de Fachin na manhã desta quinta-feira (18).

A cúpula do PSDB se reúne às 10h30 no gabinete do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) para avaliar a permanência de Aécio na presidência da sigla, informa também Vera Magalhães.

Aécio Neves, presidente nacional do PSDB, teria pedido para Joesley Batista, um dos donos da JBS, R$ 2 milhões para pagar sua defesa nos inquéritos da Operação Lava Jato. O dinheiro teria sido entregue a seu primo Frederico Pacheco de Medeiros, o "Fred", em quatro parcelas de R$ 500 mil. Uma das entregas, feita por Ricardo Saud, diretor de Relações Institucionais da JBS, foi gravada pela Polícia Federal.

O material foi entregue em delação premiada de Joesley, conforme divulgou o jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo na noite desta quarta (17).

As informações são do UOL/Jovem Pan.


Prazo para inscrição no Enem termina nesta sexta-feira.


Hoje (18) é o penúltimo dia de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições poderão ser feitas até as 23h59, no horário de Brasília, desta sexta-feira (19), no site do Enem. Aqueles que já fizeram a inscrição têm até o fim do prazo para fazer alguma alteração no cadastro, como por exemplo, a cidade em que deseja fazer as provas.
Até a noite de ontem (17), segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 4,8 milhões haviam concluído a inscrição. As provas serão aplicadas em dois domingos consecutivos, nos dias 5 e 12 de novembro.
Para concluir a inscrição, o candidato deve pagar a taxa de R$ 82. O prazo para pagamento vai até o dia 24 deste mês. Pelas regras do edital, estão isentos da taxa os estudantes de escolas públicas que concluirão o ensino médio este ano, os participantes de baixa renda que integram o Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e os que se enquadram na Lei 12.799/2013 que, entre outros critérios, isenta de pagamento aqueles com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.405,50.
Os candidatos que solicitarem algum atendimento especializado ou específico, além da isenção da taxa do exame, deverão estar atentos aos documentos comprobatórios. Este ano, serão exigidos laudos médicos, que deverão ser enviados em formato digital pelo próprio sistema, além de outras informações, como o Número de Identificação Social (NIS), que comprove que o participante integra o CadÚnico.

O atendimento especializado é concedido àqueles que comprovarem, por informação do código de Classificação Internacional de Doenças (CID) e inserção de laudo médico, condições de autismo, baixa visão, cegueira, deficiência física, deficiência intelectual/mental, déficit de atenção, discalculia, dislexia, surdez, deficiência auditiva, surdocegueira e visão monocular.

Já o atendimento específico é garantido a gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar e, a partir de 2017, a outras condições específicas, para as quais deverá ser informado o CID. Um exemplo são os participantes diabéticos que usem bomba de insulina.
O resultado das provas poderá ser usado em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
Em caso de problema na hora da inscrição, os candidatos podem ligar para o Inep pelo telefone 0800 616161. O atendimento é das 8h às 20h, no horário de Brasília.
As informações são da Agência Brasil.
Internautas relatam panelaços e protestos contra Temer pelo Brasil.


A notícia da delação do dono da JBS, Joesley Batista, sobre o presidente Michel Temer repercutiu rapidamente pelas redes sociais. Internautas relataram panelaços em bairros de São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro durante e após o Jornal Nacional, desta quarta-feira.
O telejornal repercutiu a informação do jornal "O Globo" de que Temer a deu aval à compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) e do operador Lúcio Funaro, ambos presos na Operação Lava Jato.
No Twitter, o tema dominou os trending topics (temas mais comentados do microblog), com a palavra-chave "Temer" sendo citada mais de 500 mil vezes.
Alguns usuários registraram manifestações pelo Brasil afora: panelaços, buzinaços e passeatas começaram a tomar forma, com gritos de "Fora, Temer!" e "Diretas já!".
Com informações UOL.
Acusações contra Temer podem prejudicar reformas?


O senador Romero Jucá (RR), presidente do PMDB e líder do governo no Senado, afirmou na noite desta quarta-feira que é "prematuro" tecer comentários sobre a delação feita por Joesley Batista, presidente da JBS, e revelada nesta noite pelo jornal O Globo.
Em depoimento à PGR (Procuradoria Geral da República) ainda não homologado pelo STF (Supremo Tribunal Federal), o empresário afirmou que recebeu aval do presidente Michel Temer para manter o pagamento de uma mesada a Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para que o ex-deputado ficasse em silêncio na cadeia. Ele está preso em Curitiba.
"É prematuro qualquer comentário sobre qualquer coisa de investigação, porque eu não conheço os autos, não sei do que se trata, não se sabe que tipo de fita é essa, que tipo de perícia, então não dá para comentar algo que a gente não sabe o que é, no escuro", afirmou Jucá, referindo-se ao áudio que, conforme revelou O Globo, Joesley teria gravado com Temer.
"Considero que é uma denúncia de tantas que estão sendo publicadas de delações às dezenas. A consequência política é um embate político. Você está dizendo que a oposição está querendo fazer um pedido de impeachment. É uma discussão a ser feita", disse o senador.
Na avaliação de Jucá, as denúncias contra Temer não afetarão o andamento, no Congresso, das discussões e votações das reformas propostas pelo governo Temer.
"As reformas serão votadas porque são uma prioridade do país. A questão é focar na recuperação do Brasil. A reforma trabalhista está caminhando bem aqui bem no Senado, a reforma da Previdência está evoluindo também. Portanto o cronograma das reformas continua."
 Com informações UOL.