Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017


Delegado ainda não recebeu inquérito da morte de Saulo. Ocorrência no Turvo.

                                 

Guarapuava - O delegado Luis Alberto Castro, que preside o inquérito sobre a morte do jovem Saulo Filipin Prestes, disse nesta sexta (20), que ainda não recebeu o retorno do inquérito que investiga o tiro fatal disparado por um policial militar, em 23 de julho de 2016. É que o Ministério Público determinou que a Polícia Civil conclua as investigações até março deste ano. Portanto, daqui a 60 dias.
“Estamos aguardando as determinações judiciais para dar continuidade ao inquérito”, disse Castro nesta sexta (20). Segundo o delegado, o trâmite retorna ao início. O impasse está no entendimento da Polícia Militar sobre o mérito do caso. A PM diz que a competência das investigações é de responsabilidade militar e abriu um procedimento próprio porque se trata de um crime militar. Já a Polícia Civil, diz que não e chama o caso para si, desde 17 de agosto de 2016, quando as investigações começaram.
O trabalho está incompleto porque o policial Toni Silvério Muniz Junior não prestou depoimento, segundo a PM, a pedido da corregedoria da Polícia Militar.
De acordo com o delegado, vários pedidos foram encaminhados à PM, mas foram negados, porque foram cumpridas todas as orientações da Justiça Militar e da Orientação Processual Penal Militar, além de todas as normas estabelecidas pela Corregedoria-Geral da Polícia Militar do Paraná.
Agora o Ministério Público quer o depoimento de Toni na Polícia Civil. A RSN tentou contato com a Assessoria de Comunicação da PM na tarde desta sexta, mas nenhum policial do setor atendeu as ligações. A intenção era saber qual será o procedimento da PM frente à nova determinação judicial que requisita também que arma de onde saiu o tiro fatal seja encaminhada à Polícia Civil.


Filipin foi morto no município de Turvo, onde residia com familiares. O caso aconteceu quando a vítima e amigos estavam em frente a autopeças da família, por volta da 1h30. Saulo estava acompanhado de dois amigos e quando os três já estavam indo embora, Saulo patinou o carro quando um policial militar deu ordem de parada e o jovem não obedeceu. Em seguida, o policial atirou em um dos pneus do carro e depois disparou contra o vidro, atingindo o jovem na cabeça. 
Toni é um policial respeitado na comunidade turvense, mas depois do fato, transferiu residência para Guarapuava.
Fonte Redesul


Pagamento do IPVA 2017 com desconto começa nesta segunda.



 A Secretaria da Fazenda do Paraná alerta que o pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) relativo ao exercício de 2017 começa nesta segunda feira (23). O Estado concederá desconto de 3% aos contribuintes que optarem pela quitação em parcela única, conforme calendário por final da placa. 

Nos últimos anos, cerca de 40% dos donos de veículos pagaram à vista. Quem preferir, pode efetuar o pagamento em três parcelas, nos meses de janeiro, fevereiro e março, também observando os vencimentos de acordo com o último número da placa. O prazo para pagamento da primeira parcela também começa nesta segunda-feira. 

O IPVA é de competência estadual, mas toda a arrecadação desse imposto é dividida entre o Estado (50%) e o Município de registro do veículo (50%). No Estado, os recursos são aplicados prioritariamente nas áreas de educação, saúde e segurança pública. 

USADOS

Em 2017, os donos de veículos usados vão pagar menos IPVA no Paraná. A pesquisa usada no cálculo do imposto, feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas – Fipe, especificamente para o mercado do Paraná, apontou desvalorização média de 4,7% no preço desses bens no Estado. As porcentagens de redução variam de acordo com marca, modelo e ano de fabricação. 


O Paraná conta com 4,36 milhões de veículos tributados e 2,48 milhões não tributados. A frota de veículos que será tributada no Estado em 2017 teve redução de 0,55%, enquanto a de não tributados teve crescimento de 10,41%, em razão de ano de fabricação ou de isenções legais. 

ALÍQUOTA

A maior parte da frota terá alíquota de 3,5%. Ônibus, caminhões, veículos de carga, de aluguel ou que usam gás GNV pagam 1%. Há imunidade para veículos de propriedade da União, Estados e Municípios e isenção para táxi, ônibus de transporte urbano, para deficientes, destinados ao transporte escolar e os que foram fabricados há mais de 20 anos (antes de 1997). 


A estimativa de arrecadação de IPVA prevista na proposta orçamentária de 2017 é de R$ 3,38 bilhões. 

CORRESPONDÊNCIAS

Os contribuintes receberam boletos com dados dos veículos, valores do imposto, forma de pagamento e as guias para recolhimento à vista (com desconto) ou da primeira e da segunda parcelas, que poderão ser pagas em qualquer banco. 


Os que fizerem opção pelo parcelamento receberão nova correspondência com a guia para recolhimento da terceira parcela, que também poderá ser quitada em qualquer instituição bancária. 

O pagamento poderá ser feito usando somente o número do Renavam nos bancos credenciados - Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Rendimento e Sicredi. Outra opção restrita aos bancos conveniados é a GR-PR (Guia de Recolhimento do Estado do Paraná), que está disponível no endereço www.fazenda.pr.gov.br. 

PENDÊNCIAS

Contribuintes que possuam pendências relativas ao pagamento de IPVA serão inscritos no Cadin (Cadastro Informativo Estadual) e terão restrições no relacionamento com o governo, o que inclui o não recebimento de créditos e prêmios do Programa Nota Paraná. 


Os que não pagarem o imposto nos prazos definidos pela legislação terão multa de até 10% e os valores sofrerão acréscimo de juros. Os veículos que estiverem com débitos do IPVA não receberão o licenciamento anual emitido pelo Detran/PR e ficam impedidos de transitar nas vias públicas, sob risco de retenção e aplicação de multas pelas autoridades de trânsito. 

A inadimplência também impede a transferência de propriedade do veículo e insere o contribuinte na condição de devedor de tributos, restringindo a obtenção de Certidão Negativa de Débitos Tributários.
Fonte Redesul


Ninguém resiste às fotos deste bebê ajudando a mãe no parto dos irmãos.


Nem toda mulher pode optar por um parto humanizado, ainda que tenha condições. No conforto do lar, muito menos.
Mas em Oklahoma, nos Estados Unidos, Sarita pode dar à luz os gêmeos Noah e Amos em casa, auxiliada por uma equipe especializada, pelo marido e pelo pequeno Emerson, seu primeiro filho.
A emoção do momento foi registrada através das fotos de Hailey McNeal e sensibilizou a internet.
Nas imagens, o primogênito beija Sarita e a olha com um carinho somente reservado à relação entre mãe e filhos.
Com informações JC.NE/UOL.


TENTATIVA DE FUGA VIRA REBELIÃO EM CARCERAGEM DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS.


Presos que estão na carceragem da Delegacia de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), tumultuaram e movimentaram o trabalho de várias equipes policiais no final da noite desta quinta-feira (19), por volta das 23h. O que seria uma tentativa de fuga se tornou uma rebelião e só foi controlada na madrugada de sexta-feira (20). Nenhum preso fugiu.
O barulho nas celas foi descoberto pelos policiais civis que estavam de plantão. Eles perceberam que os presos estavam se movimentando e articulando uma forma de escapar e logo pediram reforço na segurança do local. Do lado de dentro das celas, os presos viram que foram descobertos e começaram uma rebelião.
Várias equipes, da Guarda Municipal da cidade, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil, e da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone), da Polícia Militar, foram em apoio. Depois de pouco mais de uma hora, os ânimos foram contidos e a fuga evitada. Ninguém se feriu.
Susto nos vizinhos
A movimentação na delegacia foi registrada por vários moradores das proximidades, que ficaram com medo do que poderia acontecer. “Nós ouvíamos os presos gritando lá dentro. A sensação é de que eles conseguiriam escapar mesmo”, contou um vizinho que não quis ser identificado.
Segundo o homem, não é a primeira vez que os presos que ficam na delegacia assustam os moradores e também não será a última. “Convivemos com essa tensão. Ainda mais agora, com todas essas notícias que temos visto”, desabafou. A Rua Norberto de Brito, onde fica a delegacia, chegou a ser bloqueada por certo tempo.
Transferência
Apesar do controle da delegacia ter sido tomado pelos policiais, a carceragem teria sido destruída pelos presos. A Polícia Civil informou que os presos quebraram as portas das galerias e com elas começaram a quebrar as paredes. No momento da rebelião, a delegacia estava com 108 detentos, quando a capacidade é para apenas 36.
Ainda conforme a Polícia Civil, o delegado-titular de São José dos Pinhais está tentando a transferência dos presos, mas ainda não está confirmado. Os detentos podem ser levados para a Casa de Custódia de Piraquara (CCP), na RMC, e a carceragem de São José dos Pinhais deve ser esvaziada.
SJP2

Para 83% dos brasileiros, morte de Zavascki não foi acidente.

Uma enquete nas redes sociais promovida pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que 83% dos brasileiros não acreditam que a morte do ministro do STF e relator da Lava-Jato Teori Zavascki foi acidente.
Apenas 15% acreditam em fatalidade, enquanto 1,3% não soube ou não quis responder.
O post teve milhares de curtidas e compartilhamentos. Foram ouvidos 2.800 brasileiros maiores de 16 anos. A pesquisa foi realizada a partir de questionário online com usuários de internet entre os dias 19 e 20 de janeiro de 2017. Tal amostra representativa do território nacional atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de 2% para os resultados gerais.

                 teori
Teoria da conspiração
Logo que foi confirmada a morte do ministro,  as redes sociais foram tomadas por “teorias da conspiração” e questionamentos sobre o destino da operação. Até mesmo juízes e delegados questionaram as circunstâncias da morte.
Zavaski havia interrompido as férias no início do ano para dar seguimento aos processos da operação. Ele voltou do recesso para analisar a delação premiada de 77 executivos da Odebrecht. Delações que seriam homologadas nas próximas semanas.
Delegado da Lava Jato
Até mesmo o delegado da Polícia Federal, Marcio Adriano Anselmo, um dos principais investigadores da Operação Lava Jato no Paraná, questionou as circunstâncias do acidente: “a morte do ministro Teori Zavascki “na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht, deve ser investigada a fundo”. Na página que mantém no Facebook, o delegado ainda afirmou que o “acidente”, escrito entre aspas, é o prenúncio do fim de uma era. Segundo Márcio Anselmo, o ministro “lavou a alma do STF à frente da Lava Jato”. O delegado da PF também escreveu que Teori Zavascki surpreendeu a todos pelo extremo zelo com que suportou todo esse período conturbado. Juiz da corte desde 2012, ele era responsável pelos casos da Lava Jato que envolvem pessoas com foro privilegiado, como congressistas e ministros.
Associação dos Juízes Federais
O presidente da Ajufe, Roberto Veloso, divulgou nota em que diz estar consternado “com a prematura morte” de Teori Zavascki e cobrou investigação sobre a queda do avião.
“Os juízes federais brasileiros estão consternados com a prematura morte do ministro Teori Zavascki. O Supremo Tribunal Federal e o Brasil perdem um magistrado culto, sério, honesto e cumpridor de seus deveres. Diante das altas responsabilidades a ele atribuídas, em especial a condução dos processos da Lava Jato no STF, é imprescindível a investigação das circunstâncias nas quais ocorreu a queda do avião em que viajava.”
Movimentos sociais
No Facebook, movimentos sociais questionam se a queda do avião realmente foi acidental.
“O PLANO CRIMINOSO DE PODER SAIU GANHANDO. A morte do relator dos processos na Lava Jato é um duríssimo golpe para a operação. Agora a Lava Jato terá que esperar a nomeação de um novo ministro por parte de Michel Temer. Será que queimaram o arquivo?”, questiona o post da página Avança Brasil Maçons.

Fonte Paraná Portal

Motorista de caminhão bitrem morre ao bater contra carreta na BR-277; na BR-116 homem foi atropelado.

Acidente aconteceu na madrugada deste sábado (21), na BR-277 (Foto: Divulgação/PRF)

motorista de um caminhão bitrem morreu em um grave acidente na pista sentido Ponta Grossa da BR-277 na noite desta sexta-feira (20). O caso aconteceu no km 129 da rodovia, em Balsa Nova, na região metropolitana de Curitiba.
Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do bitrem, com placas de Contenda, bateu em cheio contra a traseira de outro caminhão, de Guarapuava. Com o impacto, o homem morreu na hora e a cabine do veículo ficou completamente destruída.
A polícia acredita que a causa do acidente pode ter sido a alta velocidade ou a distração do motorista, que teria dormido ao volante. Essa informação, no entanto, ainda não foi confirmada.
Com o acidente, a pista ficou totalmente interditada por mais de quatro horas. O corpo da vítima, ainda não identificada, foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba.
Atropelamento na BR-116
Um homem de 42 anos morreu, também na noite desta sexta, após ser atropelado na BR-116 em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana. Segundo testemunhas, Sidnei Teixeira tentava atravessar a estrada quando foi atingido por uma caminhonete Hilux, que seguia sentido Mandirituba. O condutor do veículo fugiu sem prestar socorro.
SJP2
Fonte Banda B
Ladrões invadem empresa, amarram vigia e arrombam cofre.


Um grupo de cerca de cinco homens invadiu uma empresa, amarrou o vigia e arrombou um cofre na madrugada desta sexta feira (20), no Jardim das Américas, em Guarapuava.
A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar à 01h45, no quilômetro 342 da BR 277. No local, um vigia contou aos policiais que cerca de cinco homens, um deles armado com uma pistola, invadiram a empresa e o amarraram. Os marginais quebraram uma janela e entraram no escritório, onde arrombaram o cofre e roubaram dinheiro.
Após a fuga dos ladrões, o vigia conseguiu se desamarrar e pediu ajuda.
Os policiais realizaram patrulhamento, mas os suspeitos não foram localizados. O nome da empresa e o valor roubado não foram divulgados.

Fonte: Rede Sul.

Quatro pessoas são presas por furto e receptação.
Foto: Polícia Militar
Na manhã de hoje (19), a Polícia Militar de Dois Vizinhos recebeu uma denúncia anônima de que um homem estaria tentando vender uma lixadeira de origem duvidosa no bairro Jardim Concórdia. Os policiais militares se deslocaram até o local, onde lograram êxito na abordagem de um jovem de 19 anos.
Dando sequência a prisão em flagrante e contando com o apoio de investigadores da Polícia Civil, foi localizada grande quantidade de ferramentas, máquinas e outros itens utilizados em funilaria de veículos. Os objetos são avaliados em mais de 10 mil reais e tinham sido furtados na noite anterior (18), de uma chapeação daquele município.
Ao todo quatro pessoas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil para as investigações cabíveis, sendo que dois dos envolvidos assumiram o furto. Na ocorrência ainda foi apreendida uma arma de fogo do tipo garrucha.
Segundo o Respondente pelo Comando do 21º BPM, Capitão Rogério Gomes Pitz, “quando for comprar algum objeto que não seja novo na loja, certifique-se que tenha procedência, pois você poderá estar comprando um objeto produto de crime e pode vir a responder pelo crime de receptação”. A orientação é sempre pedir a nota fiscal ou pelo menos um recibo com os dados do vendedor (como o CNPJ, o nome da empresa e o endereço), finalizou o Capitão.
Foto: Polícia Militar
Foto: Polícia Militar
Foto: Polícia Militar
Fonte: Comunicação Social 21º BPM.
Colisão entre carro e moto deixou um ferido.
Uma colisão entre um carro e uma moto deixou um ferido na manhã desta sexta feira (20) no bairro Conradinho.
O acidente foi registrado pelo Corpo de Bombeiros às 08h08, na avenida Manoel Ribas, nas proximidades da Balanças Moss, e envolveu um veículo Fiat Strada, com placas de Guarapuava, conduzido por Josias Andrade de Matos, e uma moto Honda CG 125, também de Guarapuava, conduzida por Ademir Carvalho de Souza.
O condutor da moto teve ferimentos leves e foi conduzido para atendimento médico na Urgência Municipal.

Fonte: Rede Sul.

Homem morre ao tentar manter relação com animal.
Um homem morreu ao tentar manter relações sexuais com uma égua. O caso foi registrado pela Polícia Militar, numa propriedade rural, entre Porto Vitória e Bituruna. Segundo informações da Rádio União, a potranca desferiu um coice fatal no órgão genital do homem. A identidade dele não foi revelada, mas populares dizem que se tratava de uma pessoa muito conhecida na localidade.
Algumas pessoas classificaram o caso como “inusitado”. Já outras consideraram “aberração”. 
Fonte: Rede Sul.

Estelionatários pagam motel e acompanhantes com notas falsas de cem reais.


Imagem ilustrativa.

Na noite de quinta-feira (19) por volta de 23h45 a Polícia Militar foi acionada em um motel de Francisco Beltrão, onde segundo a atendente dois indivíduos em um veículo cor cinza, teriam utilizado dois quartos do motel com duas acompanhantes e ao sair pagaram com duas notas falsas de R$ 100,00.
Logo em seguida as “acompanhantes” teriam informado a ela que também teriam recebido três notas de R$ 100,00 possivelmente falsas e saíram do local com as notas.
A polícia apreendeu as notas repassadas no motel e encaminhou para a 19ª SDP. As acompanhantes não foram localizadas e também não registraram a ocorrência.
Os dois suspeitos também não foram localizados.

Fonte: PPnews.

Capotamento na 467 deixa dois feridos.



Uma caminhonete S10 capotou na manhã de hoje (20) perto do viaduto da Rua Jacarezinho, em Cascavel. Duas pessoas tiveram ferimentos graves.
Não há informação exata se o veículo capotou enquanto trafegava pela rodovia ou se despencou da marginal da BR-467.
O veículo capotou e parou no meio da pista sentido Cascavel a Toledo e o trânsito ficou interditado. Apenas motos e veículos pequenos conseguiam passar pelo acostamento.
O motorista de 60 anos e a passageira tiveram ferimentos considerados graves, mas sem risco de morte. O homem identificado pelo nome de Antônio teve TCE leve. Ele foi levado ao Hospital Policlínica.
Socorristas do Siate e Samu atenderam as vítimas. A mulher - Maria Sanches, 82 anos, também foi encaminhada ao hospital com diversos ferimentos. 
A PRF (Polícia Rodoviária Federal) esteve no local e controlou o trânsito.
Fonte: CGN.

Para 83% dos brasileiros, morte de Zavascki não foi acidente.

                             teori
Uma enquete nas redes sociais promovida pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que 83% dos brasileiros não acreditam que a morte do ministro do STF e relator da Lava-Jato Teori Zavascki foi acidente.

Apenas 15% acreditam em fatalidade, enquanto 1,3% não soube ou não quis responder.

O post teve milhares de curtidas e compartilhamentos. Foram ouvidos 2.800 brasileiros maiores de 16 anos. A pesquisa foi realizada a partir de questionário online com usuários de internet entre os dias 19 e 20 de janeiro de 2017. Tal amostra representativa do território nacional atinge um grau de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de 2% para os resultados gerais.

Teoria da conspiração

Logo que foi confirmada a morte do ministro,  as redes sociais foram tomadas por “teorias da conspiração” e questionamentos sobre o destino da operação. Até mesmo juízes e delegados questionaram as circunstâncias da morte.

Zavaski havia interrompido as férias no início do ano para dar seguimento aos processos da operação. Ele voltou do recesso para analisar a delação premiada de 77 executivos da Odebrecht. Delações que seriam homologadas nas próximas semanas.

Delegado da Lava Jato

Até mesmo o delegado da Polícia Federal, Marcio Adriano Anselmo, um dos principais investigadores da Operação Lava Jato no Paraná, questionou as circunstâncias do acidente: “a morte do ministro Teori Zavascki “na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht, deve ser investigada a fundo”. Na página que mantém no Facebook, o delegado ainda afirmou que o “acidente”, escrito entre aspas, é o prenúncio do fim de uma era. Segundo Márcio Anselmo, o ministro “lavou a alma do STF à frente da Lava Jato”. O delegado da PF também escreveu que Teori Zavascki surpreendeu a todos pelo extremo zelo com que suportou todo esse período conturbado. Juiz da corte desde 2012, ele era responsável pelos casos da Lava Jato que envolvem pessoas com foro privilegiado, como congressistas e ministros.

Associação dos Juízes Federais

O presidente da Ajufe, Roberto Veloso, divulgou nota em que diz estar consternado “com a prematura morte” de Teori Zavascki e cobrou investigação sobre a queda do avião.

“Os juízes federais brasileiros estão consternados com a prematura morte do ministro Teori Zavascki. O Supremo Tribunal Federal e o Brasil perdem um magistrado culto, sério, honesto e cumpridor de seus deveres. Diante das altas responsabilidades a ele atribuídas, em especial a condução dos processos da Lava Jato no STF, é imprescindível a investigação das circunstâncias nas quais ocorreu a queda do avião em que viajava.”

Movimentos sociais

No Facebook, movimentos sociais questionam se a queda do avião realmente foi acidental.

“O PLANO CRIMINOSO DE PODER SAIU GANHANDO. A morte do relator dos processos na Lava Jato é um duríssimo golpe para a operação. Agora a Lava Jato terá que esperar a nomeação de um novo ministro por parte de Michel Temer. Será que queimaram o arquivo?”, questiona o post da página Avança Brasil Maçons.

Fonte: Paraná Portal .

Diretor do Depen quer terceirizar serviços em presídios do Paraná.

CARTAXO

O diretor do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), Luiz Alberto Cartaxo, afirmou, nesta quinta-feira, que encaminhará ao secretário estadual da Segurança Pública, Wagner Mesquita, e ao governador Beto Richa (PSDB) proposta para que serviços de rotina do sistema penitenciário do estado sejam terceirizados. Para ele, essa seria a solução para o problema de déficit de pessoal no sistema, que pode se agravar com a promessa de construção de novas unidades prisionais no estado.
“Estou enviando ao secretário de segurança e ao governo do estado uma alternativa interessante, o funcionamento compartilhado entre o ente público e o ente privado, um sistema de cogestão. Se o nosso servidor é caro, não é plausível que ele faça serviços menores. Estou pagando R$ 8 mil para meu servidor servir comida para preso. E eu posso terceirizar isso, e liberar agentes que estão fazendo serviços de hotelaria, trazê-los para o serviço de segurança e escolta, que hoje é feita pela polícia militar”, disse.
Para o diretor do Depen é possível se terceirizar todos os serviços supervisionados pelos agentes penitenciários: “movimentação de escola e trabalho, entrega de alimentação e medicamento, entrega e vistoria de sacolas, portaria. Eu gasto muito funcionário com isso”, disse.
Luiz Alberto Cartaxo deu essa declaração durante a gravação do programa Entrevista Coletiva, que vai ao ar no próximo sábado, às 11h, na Band Curitiba e, posteriormente, será publicado, em sua íntegra, no Paraná Portal.
O diretor admitiu que o sistema funciona, hoje, com 32% menos efetivo que o necessário, mas disse que o agente penitenciário é um servidor caro para o estado. “O nosso servidor penitenciário tem um dos melhores salários nível médio do país, portando, é um servidor caro. O nosso custo por preso, a R$ 3,3 mil por mês é um custo alto e o que puxa é a folha de pagamento, mesmo porque eu gasto 64% do orçamento com servidores. E temos defasagem em todo o sistema. Estamos com unidades operando, em média, com 68% dos postos de serviço ocupados em média. E é preciso corrigir isso urgentemente. Vamos contratar novos agentes, mas não temos tantas vagas assim”, assim.
Na entrevista, ele também revelou que a possibilidade de uma ação de resgate de presos, inclusive com explosão de muro, era monitorada desde outubro pelo setor de inteligência da Secretaria Estadual de Segurança e anunciou, também, que o estado pretende contratar junto a uma empresa israelense, um serviço de visita virtual para presos que, como contrapartida, instalará bloqueadores de celular nos presídios do estado.

Outro lado

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná reagiu à declaração de Cartaxo. Segundo a presidente da entidade, Petruska Niclevisk Sviercoski afirma que não existe, no sistema penitenciário, função que não seja de segurança. “Qualquer terceirização no sistema penitenciário sempre vai ter alguma participação na segurança. Qualquer distribuição de materiais, alimentos ou remédios para presos, se feita por um funcionário terceirizado, precisará do acompanhamento de um agente penitenciário. Então, não faz o menor sentido”, disse. “As portarias e as revistas de sacolas também são fundamentais para a segurança da unidade penitenciária. Então, não cabe terceirização dentro de um presídio em nenhuma circunstância. O que se precisa é pegar esse dinheiro que quer se colocar nas mãos das empresas e contratar servidores. A terceirização é a desvalorização do serviço público”, concluiu.

Fonte: Paraná Portal .