Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

21/11/2019 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Quatro novilhas são furtadas de sitio em Pitanga


  No dia 20 de novembro de 2019, compareceu a sede da 3ª Cia um Senhor, o qual passou a relatar que na data de ontem dia 19/11/2019 notou que foram subtraídas 04 novilhas das raças Gir-Jersey de cor marrom, todas com brincos (sendo duas com brincos de numeração 89 e 90) de seu sitio na Localidade Barreiro Grande, relata ainda que efetuou buscas pelos sítios vizinhos e nos arredores da estrada rural e que encontrou rastros de veículos nas proximidades da propriedade, contudo não localizou os referidos animais. Sem mais informações, foi confeccionado o BOU e orientado o solicitante quanto aos demais procedimentos cabíveis.

Fonte: Polícia Militar. 


Autor de furtos no palmital tem residência localizada pela PM e alguns objetos furtados recuperados !!!


  No dia 20 de novembro de 2019 as 16h00min durante patrulhamento na Rua Marechal Floriano Peixoto a equipe foi abordada pela Senhora, a qual veio a relatar para a equipe que acabara de ser roubada por um masculino trajando boné azul, camiseta preta e bermuda de moletom, estava na posse de uma pistola de cor preta, veio a roubar um celular Samsung Galaxy J5 de cor dourada, tomando rumo ignorado. As equipes de posse das informações do autor dos fatos iniciaram as buscas e deslocaram até a Vila Carolo, durante o patrulhamento a equipe recebeu uma denuncia anônima no celular do plantão PM informando que o autor do roubo seria um masculino, residente na Rua Nilton Andrade Halila ao lado de um estabelecimento comercial. Chegando ao local o autor ao perceber a movimentação da equipe adentrou na sua residência e evadiu-se pelos fundos da mesma pulando uma janela não sendo possível abordá-lo. Em busca realizada na residência foram encontradas 01 blusa de moletom verde, 02 touca balaclava preta, 01 camiseta preta, 01 boné adidas de cor azul, 01 blusa de moletom preto, 06 capas de celular e uma motocicleta Honda CG 125 Fan preta sem placa e com chassi raspado, não sendo possível identificá-la. Com os objetos aprendidos a vítima reconheceu as roupas (boné, camiseta) sendo com as do autor do roubo. Sendo que um terceiro que testemunhou o roubo também reconheceu as vestimentas. Em ato continuo a equipe deslocou até a um estabelecimento comercial onde o proprietário reconheceu as capas de celulares que foram roubadas de sua loja conforme dois boletins de ocorrências anteriormente registrados e o moletom preto que o autor do roubo utilizava na data. Diante das informações e dos objetos aprendidos a equipe deslocou até a Delegacia de Policia Civil de Palmital e fez a entrega ao investigador de Plantão.

Fonte: Polícia Militar.


Mulher de 26 anos morre ‘engasgada’ em Guarapuava


Uma mulher de 26 anos morreu na tarde desta quarta (20) em Guarapuava. De acordo com a PM, a morte ocorreu por volta das 15h57 em um bar, na avenida Bandeirantes, no bairro Primavera. Ao chegar, a equipe do Samu constatou que Andréia de Fátima de Paula, estava sem vida.

Entretanto, conforme o boletim de ocorrência, o médico plantonista do Samu não diagnosticou preliminarmente a “causa mortis” da vítima. Conforme relato da equipe do Samu, havia sido solicitado atendimento para uma mulher que ‘desmaiou’ e não estava respondendo.

Já de acordo com a mãe da mulher, a filha teria sofrido asfixia por engasgamento, com objeto ou alimento que teria ficado preso na garganta da vítima, bloqueando o fluxo de ar.

Porém, ao chegar ao local, a equipe do Samu não constatou sinais de engasgo. De acordo com populares, a vítima era usuária de álcool e drogas. O Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava foi acionado. O corpo deu entrada no IML às 17h30.

Fonte: Rede Sul de Notícias.


Homem morre após entrar em surto psicótico e invadir instituição de ensino, em Curitiba.


Um homem, de aproximadamente 30 anos, que supostamente estaria em estado de surto psicótico, morreu depois de invadir uma instituição de ensino, na noite desta quarta-feira (20), na rua Francisco Torres, no Centro de Curitiba.

Com a vítima, foram encontradas pedras de crack e por isso há a suspeita de que a causa da morte tenha sido uma overdose.

De acordo com o relato de testemunhas, o homem teria furtado um celular e uma carteira, mas a informação não foi confirmada pela polícia.

Uma equipe do SAMU foi deslocada até o local, mas não conseguiu reanimar a vítima, que morreu dentro da instituição.

O homem já possuía passagens pela polícia e o corpo foi recolhido pelo IML (Instituto Médico Legal) de Curitiba.

Fonte: Banda B.


Acidente entre carro e caminhão deixa dois feridos.


Um acidente registrado no cruzamento da Avenida Brasil com a Rua Pedro Ramires de Mello em Pato Branco mobilizou as equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros.

A colisão aconteceu por volta das 5h40 desta quinta-feira (21). Envolveram-se no acidente um caminhão e um automóvel VW/Voyage.

O condutor do Voyage e a passageira tiveram ferimentos e foram encaminhados para atendimento médico. As causas do acidente não foram reveladas.

Fonte: Abel Silvério/Olho Vivo Paraná/PP News.


Projeto de lei: Operadores de telefone não poderão cobrar pelo serviço de identificação de chamada.


Operadoras de telefonia fixa e móvel serão obrigadas a garantir a seus assinantes o serviço de identificação das chamadas telefônicas. Este é o objetivo do projeto de lei 80/2019, assinado pelo deputado Subtenente Everton (PSL), que foi aprovado em primeiro turno de votação na sessão plenária desta quarta-feira (20), na Assembleia Legislativa do Paraná. De acordo com a proposta, as empresas que atuam em todo território paranaense terão que oferecer o serviço, sem qualquer custo adicional, em todas as ligações telefônicas realizadas entre os consumidores, bem como nas ligações de empresas destinadas ao público em geral.

O objeto é fazer com que seja informado o número de telefone que permita que o assinante faça o retorno da chamada imediatamente. “Este projeto de lei visa estabelecer um importantíssimo direito aos consumidores paranaenses que possuem contrato com operadoras de telefonia, fixa ou móvel, de não receber chamadas não identificadas, que vêm se tornando cada vez mais rotineiras nas telecomunicações”, afirma Subtenente Everton.

Ainda segundo o texto, as operadoras de telefonia poderão não oferecer o serviço de identificação das chamadas telefônicas quando os clientes estiveram em atraso no cumprimento de suas obrigações contratuais. O texto também determina que as empresas que não cumprirem o que determina a legislação terão que pagar uma multa no valor de até 1.150 Unidades Fiscais Padrão do Estado do Paraná (UFP/PR). Cada UPF/PR, em valores de novembro de 2019, segundo a Secretaria de Estado da Fazenda, corresponde a R$ 104,27.

Cuidados paliativos – De autoria do deputado Michele Caputo (PSDB), o projeto de lei 19/2019, que dispõe sobre a instituição dos preceitos e fundamentos dos cuidados paliativos no Paraná, foi igualmente aprovado em primeira votação. O texto trata de uma série de medidas na área de Cuidados Paliativos, melhorando a qualidade de vida de pessoas com doenças crônicas em estágio terminal. “O poder público tem o dever de criar condições para prevenir e aliviar o sofrimento dos pacientes que estão nesta situação”, explica o deputado.

A proposta tem como objetivo prevenir e aliviar sofrimentos físicos, psíquicos, sociais e espirituais por meio da identificação precoce, avaliação e tratamentos corretos, em consonância com os preceitos da Organização Mundial da Saúde. No caso de doenças extensas e potencialmente fatais, os cuidados paliativos devem iniciar precocemente, associados ao tratamento modificador da doença. 

Rodovias – Passou em segundo turno de votação o projeto de lei 360/2019, do deputado Marcio Pacheco (PDT), que proíbe o bloqueio de rodovias de todo o estado durante a realização de obras de manutenção. De acordo com o texto, o Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná (DER-PR) e as concessionárias de pedágio que atuam no estado deverão providenciar a sinalização de acordo com a disponibilidade da pista ou acostamento para seja possível manter, com segurança, o fluxo de veículos nos dois sentidos da via de forma ininterrupta.

Para isso, os administradores das rodovias deverão adotar procedimentos como promover a realização da obra de forma que seja comprometido apenas um lado da via por vez, permitindo assim que uma das pistas e um dos acostamentos estejam sempre disponíveis para o tráfego de veículos nos dois sentidos ininterruptamente; e providenciar sinalização adequada para garantir a segurança dos veículos e motoristas. Caso a obra exija a interrupção completa da rodovia, o DER e as concessionárias de verão sinalizar de maneira eficiente e com grande antecedência do ponto de bloqueio, utilizando dispositivos de segurança. Ainda de acordo com o texto, os administradores das rodovias deverão evitar a interrupção de longos trechos de pista.

Medicina preventiva – O projeto de lei 614/2017, assinado pelo deputado Dr. Batista (PMN), que obriga hospitais e postos de saúde de todo o estado a expor em suas dependências peças das campanhas publicitárias de saúde preventiva dos governos municipais, estadual e federal, foi aprovado em segunda votação. De acordo com texto, os estabelecimentos deverão divulgar os conteúdos em seus televisores e monitores, além de deixar à disposição de seus usuários panfletos sobre medicina preventiva. “O trabalho realizado pelo profissional de saúde preventiva se reflete nas condições do paciente, diminuindo gastos com medicamentos e aumento produtividade”, afirma o autor na justificativa da proposta. Com a dispensa de votação da redação final aprovada, o texto segue agora para sanção, ou veto, do Poder Executivo. 

TJ-PR – Assinado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ-PR), o projeto de lei 440/2019, que altera a Lei estadual 18.413/2014, que regula o estabelecimento de critérios para a cobrança de custas dos serviços judiciais no âmbito dos juizados especiais do Estado do Paraná, para criar novas hipóteses de recolhimento de custas processuais, recebeu emenda de plenário e retorna à Comissão de Constituição e Justiça. Já o projeto de lei 442/2019, também do TJ-PR, que altera a redação do artigo 8º da Lei estadual 17.250/2012, que dispõe sobre as gratificações dos servidores do poder judiciário, avançou em segundo turno. Com a dispensa de votação da redação final aprovadas, o texto segue agora para sanção, ou veto, do Poder Executivo. 

Imóveis – Também passaram em segundo turno os projetos de lei 789/2019, que altera dispositivos da Lei 19.323, de 20 de dezembro de 2017, que autoriza o Poder Executivo a efetuar a doação do imóvel que especifica ao Município de Ourizona; e 790/2019, que autoriza o Governo do Estado a efetuar a cessão de uso de uso de imóvel ao município de Rio Negro para abrigar uma unidade do Centro de Referência Especializado em Assistência Social – CREAS. Ambas as propostas são de autoria do Poder Executivo. O projeto de lei 84/2019, também assinado pelo Governo do Estado, que altera dispositivos da Lei 18.664/2015, que atualiza o montante das obrigações de pequeno valor, para adequá-los ao disposto na Constituição Federal, foi igualmente aprovado em segunda discussão. Segundo o Executivo, a alteração da redação não implicará impacto financeiro no caixa do Estado, uma vez que é apenas uma adequação ao posicionamento adotado pela jurisprudência e pelo Código de Processo Civil. Os três textos tiveram as dispensas de votação da redação final aprovadas e seguem agora para sanção, ou veto, do Poder Executivo. 

ICMS – O projeto de lei 79/2019, do deputado Alexandre Amaro (Republicanos), alterando a Lei 14.586, de 22 de dezembro de 2004, que proíbe a cobrança de ICMS nas contas de serviços públicos estaduais às igrejas e templos de qualquer culto, passou em terceiro turno de votação. A proposta tem como objetivo ampliar a isenção do imposto aos anexos contíguos dos imóveis ocupados pelas instituições religiosas. De acordo com o texto, são considerados anexos contíguos os locais em que são praticados cultos religiosos a casa paroquial; casa de residência do vigário, pastor ou líder religioso; jardins; áreas de estacionamento; escritórios e outros locais que sejam destinados para o desempenho das funções da entidade. Ainda segundo a matéria, o funcionamento destes locais deverá ser demonstrado através do alvará ou mediante declaração dos responsáveis.

Utilidade pública – O projeto de lei 585/2018, do deputado Evandro Araújo (PSC), que concede o título de utilidade pública à Associação Cultural e Desportiva de Maringá, foi aprovado em segundo turno. Com a dispensa de votação da redação final aprovadas, o texto segue agora para sanção, ou veto, do Poder Executivo.  Já o projeto de lei 347/2018, do deputado licenciado e atual secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Marcio Nunes, que concede o mesmo título à Associação Dojo.Com, de Campo Mourão, avançou em primeira votação na sessão plenária desta quarta-feira.

Tribunas – Subiram às tribunas durante a sessão desta quarta-feira (20) os deputados Professor Lemos (PT); Homero Marchese (PROS); Delegado Recalcatti (PSD); Mabel Canto (PSC) e Tadeu Veneri (PT). O Dia da Consciência Negra, celebrado neste dia 20 de novembro; a continuidade das obras do Colégio Estadual Francisco Pires, em Ponta Grosa; e a reforma da Previdência estadual, que é tratada pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 16/2019, e através dos projetos de lei 855/2019 e 856/2019 estiveram entre os assuntos abordados pelos parlamentares.

Fonte: ALEP.


Esquerda quer usar morte de Marielle em causa própria, afirma Bolsonaro.


O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (21) que a esquerda parece querer usar o assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Franco “em causa própria”. “Parece que para a esquerda não interessa resolver o caso Marielle. Interessa continuar usando a morte dela em causa própria”, disse.

O presidente questionou ainda se querem ligar a sua família ao caso. “Agora o Carlos Bolsonaro que é o responsável, pô?! Que que os caras querem? Ligar a família ao caso Marielle? Qual é a intenção?”, afirmou.

Segundo a Rádio CBN, a Polícia Civil do Rio de Janeiro trabalha com a hipótese de envolvimento do vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), um dos filhos do presidente, na morte de Marielle e do motorista.

“Eu, por exemplo, alguém me viu uma vez conversando com a Marielle? Não conversei por falta de oportunidade, se tivesse teria conversado com ela”, disse Bolsonaro.

Mudando de assunto, o presidente voltou a citar investigações sobre Adélio Bispo, autor facada contra ele durante a campanha eleitoral de 2018. “O caso mais importante vocês não perguntam. O caso Adélio, então filiado ao PSOL. Eu não faço acusações infundadas contra o PSOL. Querem desviar o foco de atenção”, disse.

Fonte: CGN.