Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

11/01/2018 Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.

Chuva causa alagamentos e estragos em 20 cidades de SC; dois morrem e dois estão desaparecidos. Defesa Civil orienta que moradores evitem sair de casa.

Bairro Rio Tavares, em Florianópolis, tem vários pontos de alagamento (Foto: Eveline Poncio/NSC TV)
Bairro Rio Tavares, em Florianópolis, tem vários pontos de alagamento (Foto: Eveline Poncio/NSC TV)

chuva causa estragos em Florianópolis e outras 19 cidades catarinenses entre a quarta-feira (10) e manhã desta quinta (11), informou a Defesa Civil estadual. Na capital, a orientação da Defesa Civil municipal é que os moradores evitem sair de casa. A cidade decretou situação de emergência. Foram registrados danos em todo o estado, principalmente em rodovias e construções, além de alagamentos e vias com trânsito intenso. Abrigos foram abertos. Uma menina e um homem de 59 anos morreram e outros dois homens estão desaparecidos. Um deles é de origem haitiana.
Em 48 horas, o volume de chuva em Florianópolis chegou a 400 mm, ultrapassando duas vezes o previsto para o mês inteiro. O volume normal previsto para janeiro era de 190 mm.
Acompanhe aqui a situação ao vivo da chuva em Santa Catarina. Veja também galeria de fotos dos estragos e vídeos que mostram os principais pontos de alagamento e estragos.
Uma menina de 8 anos morreu e a irmã dela de 13 ficou ferida em São João Batista, na Grande Florianópolis, depois de uma árvore cair em cima do telhado da garagem na quarta. Um homem de 59 anos também morreu, segundo a Defesa Civil e a PM, após sofrer infarto e bater com a cabeça, no bairro Itacorubi. Por alagamentos, um homem de 34 anos está desaparecido desde a madrugada de quinta-feira após ter caído em um bueiro em Balneário Camboriú.
Bombeiros também acompanham regiões alagadas na Grande Florianópolis  (Foto: Arcanjo/Divulgação)
Bombeiros também acompanham regiões alagadas na Grande Florianópolis (Foto: Arcanjo/Divulgação)

Ainda segundo a Defesa Civil, até as 16h30 desta quinta, 485 pessoas estavam desalojadas e cinco desabrigados. Ao menos 3.7514 pessoas foram afetadas diretamente pelas chuvas, 937 residências tiveram danos.

Morador registra situação do bairro Jurerê Internacional, em Florianópolis (Foto: Vanderlei Rodrigues/Divulgação)
Morador registra situação do bairro Jurerê Internacional, em Florianópolis (Foto: Vanderlei Rodrigues/Divulgação)

Além da capital, os municípios de Imbituba, Braço do NorteSão JoséSão João BatistaBiguaçuSão Francisco do SulPenhaItapema, Lauro Muller (pelos danos na Serra do Rio do Rastro), Porto BeloBalneário CamboriúItajaíBombinhasNavegantesTaióCamboriúGovernador Celso Ramos, Palhoça Tijucas registraram problemas por causa da chuva e contam no último balanço da Defesa Civil estadual, divulgado às 10h44.

Capital

Em Florianópolis, diversas ruas e até garagens de prédios ficaram totalmente alagadas. Residências ficaram sem energia em alguns bairros e até o transporte coletivo registrou problemas.
Bairro Itacorubi teve vários prédios alagados  (Foto: Marina Cidade/Divulgação )














Bairro Itacorubi teve vários prédios alagados (Foto: Marina Cidade/Divulgação )

A Prefeitura de Florianópolis estava em estado de alerta até a quarta-feira e nesta quinta decretou situação de emergência.
Segundo a Prefeitura de Florianópolis, a Defesa Civil está priorizando o monitoramento de áreas com mais risco e as vias públicas. Dois abrigos foram abertos, na Passarela Nego Quirido, no Centro, e na Escola Dionícia Maria da Costa, no Saco Grande.
Houve queda da ponte da Estrada Intendente Antônio Damasco, no bairro Ratones, e famílias ficaram ilhadas, segundo os bombeiros. Moradores precisaram de auxílio dos bombeiros também no Canto da Lagoa.
Na SC-406, na Barra da Lagoa, houve queda de barreira na rodovia. Por volta das 10h30, equipes da prefeitura estavam fazendo retirada de árvores e terra da pista.
No bairro Itacorubi, por exemplo, moradores de prédios tiveram seus carros inundados. Na Lagoa da Conceição e no Santa Mônica moradores também relataram problemas.

No Sul da Ilha, os ônibus do Consórcio Fênix que atendem a região não conseguiram sair das garagens por causa da água, como mostrou o Bom Dia Santa Catarina. Muitas pessoas estavam nos pontos de ônibus desde às 5h.

Segundo a assessoria do consórcio, por volta das 8h os motoristas já tinham conseguido sair das garagens, mas com muita dificuldade por causa da água e do trânsito e, por isso, muitas linhas estão com atraso de horários.
SC-406 na Barra da Lagoa teve interdição após queda de barreira na rodovia  (Foto: Eveline Poncio/NSC TV )
SC-406 na Barra da Lagoa teve interdição após queda de barreira na rodovia (Foto: Eveline Poncio/NSC TV )

Por volta das 5h40, muitos motoristas faziam fila no acesso sul da Base Área de Florianópolis para tentar passar, já que a SC-405, no Rio Tavares, estava alagada. O trânsito na área militar foi liberado às 6h30.
Às 12h20 desta quinta (11), a prefeitura divulgou em uma rede social que o prefeito Gean Loureiro acertou com o comando da Base Aérea a liberação dos dois sentidos da avenida no Sul da Ilha. O trânsito será permitido dentro da Base nesta quinta, das 13h às 19h e na sexta (12), das 7h às 19h.

Rodovias em Florianópolis foram danificadas pela chuva  (Foto: Gregori Flauzino/NSC TV)
Rodovias em Florianópolis foram danificadas pela chuva (Foto: Gregori Flauzino/NSC TV)

Moradores sem luz

Muitas residências também ficaram sem luz em diversos bairros da capital. Às 5h50, pelo menos 11,7 mil unidades consumidoras estavam sem energia. Às 10h40, eram 2,3 mil unidades sem luz. Segundo o gerente da divisão técnica da Grande Florianópolis da Celesc, Adriano Luz, até a noite o fornecimento de energia deve ser normalizado na maioria dos bairros, podendo ficar alguns problemas pontuais para sexta-feira.
“Aproveitamos para reforçar com a população o cuidado com postes indo ao chão. Os cabos podem estar energizados, não se aproximem, ligue para a Celesc no 0800 48 0196. E quando a água baixar, é importante contratar um eletricista para fazer toda revisão da parte elétrica”, explicou o engenheiro.

Principal acesso ao Norte da Ilha, a SC-401 registrava muita fila no sentido centro por causa de pontos de alagamentos. Um carro precisou ser empurrado por volta das 7h e complicou ainda mais a situação do trânsito.
No bairro Santa Mônica, parte do teto de um shopping desabou com a chuva, mas ninguém se feriu. O estabelecimento informou que a equipe técnica isolou uma parte do piso G3 para revisão e manutenção devido ao acúmulo de umidade no forro de gesso. O shopping deu atendimento normal.

Litoral Norte

Em Porto Belo, no Litoral Norte catarinense, a prefeitura informou que decretou situação de emergência por causa da chuva. Segundo a NSC TV, pelo menos 50 famílias estão desabrigadas e foram para um abrigo aberto na cidade. O acesso ao município de Bombinhas, no Morro de Bombas, teve deslizamento de terra e ficou parcialmente interditado.
Segundo a Defesa Civil estadual, até as 10h30, os decretos de Porto Belo e de Florianópolis não tinham sido repassados ao Estado.
Ainda no Litoral Norte, Itapema também teve problemas. Pelo menos 60 ruas tiveram alagamentos e 1,5 mil pessoas foram afetadas pela chuva, conforme a prefeitura da cidade.

No acesso à Barra da Lagoa, em Florianópolis, houve queda de barreira (Foto: Prefeitura de Florianópolis/Divulgação)
No acesso à Barra da Lagoa, em Florianópolis, houve queda de barreira (Foto: Prefeitura de Florianópolis/Divulgação)

Florianópolis registra muitos congestionamentos por caus ada chuva intensa  (Foto: Gito Rossi/NSC TV)
Florianópolis registra muitos congestionamentos por caus ada chuva intensa (Foto: Gito Rossi/NSC TV)

Acumulado de chuva

Em Florianópolis já choveu 400 mm nas últimas 48 horas, segundo a Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina. Isso é pelo menos duas vezes o previsto para todo mês. Cidades como Penha e São Francisco do Sul também tem altos acumulados de chuva.
Fonte G1

Dois indivíduos são presos por roubar bebida do mercado em Palmital.



Dois indivíduos foram abordados na Rua em atitude suspeita e levavam consigo uma garrafa de bebida, sem cupom fiscal nem sacola. Por já serem conhecido no meio policial e pela suspeição foi deslocado aos mercados e perguntado as empresas se haviam estado no mercado, em um deles as funcionárias do caixa confirmaram que os dois haviam passado há pouco tempo por ali e saíram sem passar nada pelo caixa, consultada a bebida no caixa e esta deu cadastro. Diante do fato foi dado voz de prisão à ambos e conduzidos até a delegacia de Palmital para os demais procedimentos.
Fonte Policia Militar 

Dois acidentes deixam 8 feridos na BR 277, em Guarapuava.


Este acidente, uma colisão frontal, envolveu um Toyota Etios, com placa de Araucária, e de um Kia Cerato, placa do Paraguai (Foto: PRF)

Duas colisões entre carros deixaram oito pessoas feridas na tarde dessa quarta feira (10) na BR 277, em Guarapuava.
A primeira colisão ocorreu por volta das 12h40, no quilômetro 374,1 da rodovia, e deixou cinco feridos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente, uma colisão frontal, envolveu um Toyota Etios, com placa de Araucária, e de um Kia Cerato, placa do Paraguai.
O condutor do Etios foi encaminhado para o hospital Santa Tereza, com ferimentos leves. Já o motorista do Cerato e três passageiros, sendo duas crianças de cinco e três anos, encaminhados a UPA do Batel com ferimentos leves.
Segundo a PRF, o acidente foi causado por uma ultrapassagem do Etios.
A segunda colisão ocorreu às 17h55, no quilômetro 326,6 da BR 277, e envolveu um Peugeot 308, com placa de São Paulo e um Ford Escort. Duas pessoas que estavam no Peugeot e uma no Escort ficaram feridos e foram encaminhados para a UPA do Batel. Devido à gravidade em dois dos passageiros, eles foram transferidos para hospital em Guarapuava.
Fonte RSN
Três morrem em acidente na PR-483.
Um grave acidente foi registrado por volta das 18h15 desta quarta-feira (10), na rodovia PR-483, na Linha Gaúcha, sentido Francisco Beltrão a Ampére.
A colisão envolveu um Gol com placas de Francisco Beltrão, um Onix com placas de Chapecó (SC) e dois caminhões, um deles com placas de Gaspar (SC) e outro com placas de Coronel Vivida (PR). Três pessoas morreram no local , e uma foi encaminhada em estado grave ao hospital. Foram vítimas fatais o Fábio dos Santos Galvão, 20,  que conduzia o Gol, Ivani Silvio Dalmagro, 40, condutor do caminhão Mercedes Benz de Gaspar, e Rian Carlos Fogaça dos Santos de apenas 11 anos que era passageiro no caminhão Mercedes Benz com placas de Coronel Vivida. Os três morreram ainda no local do acidente enquanto Carlos Fogaça dos Santos, 51, que conduzia o caminhão de Coronel Vivida foi socorrido com ferimentos graves. 
Corpo de Bombeiros e Samu foram acionados para atender a ocorrência. A Polícia Rodoviária Estadual também trabalhou no local já que a pista ficou bloqueada devido às cargas de milho e cerâmica dos caminhões terem se espalhado após a colisão.
Fonte PPNEWS

Mulher morre e 3 da mesma família ficam feridos em acidente provocado por melancia.

Imagem ilustrativa - goionews

Um acidente ocorrido ontem (10) na  BR-369, entre as cidades de Barbosa Ferraz e Fênix, na região norte do Paraná, provocou a morte de uma mulher e deixou outras três pessoas feridas.
De acordo com o que foi apurado pela Polícia Rodoviária, um veículo VW Gol com placas de Barbosa Ferraz, conduzido por Aguinaldo Rodrigues, de 39 anos, trafegava pela rodovia quando ele se deparou com um objeto estranho na pista, que seria uma melancia caída de um caminhão. Ao desviar, o carro capotou.
Junto com Aguinaldo no veículo estavam a esposa dele Maria Aparecida Rodrigues, de 39 anos, e os filhos de 20 e 11 anos. A mulher sofreu ferimentos graves, foi socorrida e encaminhada ao hospital, mas não resistiu às lesões e faleceu e morreu.
Os demais ocupantes do Gol sofreram apenas escoriações. 
Fonte tn online
Polícia continua em busca de Jean Casquinha, acusado de estrupo que fugiu da delegacia de Guarapuava.

A polícia continua procurando Jean Casquinha, suspeito de ter estuprado uma adolescente, 17 anos, num dos banheiros do Parque das Crianças, na tarde de ontem, terça feira (09), em Guarapuava. Ele fugiu logo após prestar depoimento a uma das escrivãs na Delegacia da Mulher, no momento em que estava sendo conduzido para a carceragem. Algemado e a pé, Jean desceu uma quadra indo até o Parque do Lago, e retornando à Rua Guaíra. Ele chegou a se esconder nos quintais de algumas casas na proximidade, sendo visto por várias pessoas.
Na Delegacia da Mulher, Casquinha, disse que encontrou a adolescente e um filho chorando e perguntou se poderia ajudá-los. A moça respondeu que precisava de dinheiro e ele concordou desde que tivesse sexo. Após o ato, como ele teria se negado a pagar a jovem prestou queixas. A adolescente nega e disse que foi estuprada.
Jean trabalha numa fábrica de pallets perto da Penitenciária Industrial de Guarapuava (PIG) e estava de folga. “Meu irmão saiu para pagar contas de água e luz”, disse a irmã que estava na delegacia junto com a companheira de Jean. “Eles tem três filhos”. De acordo com a irmã, que pediu para não ser identificada, eles são irmãos de Jailson Fragoso, o cascão, morto a tiros na localidade de Vista Alegre, interior do município de Campina do Simão. Ele era foragido e ao ver os policiais reagiu e acabou sendo morto. Isso aconteceu no dia 04 de setembro de 2012.
Casquinha também é conhecido nos meios policiais. Condenado a cerca de 12 anos por assalto, já cumpriu perto de oito anos de pena e encontrava-se em liberdade condicional. “Ele já fugiu da cadeia e do semiaberto”, disse a irmã.
Fonte RSN

Chuva alaga ruas e derruba árvore em Guaratuba, no litoral do Paraná. Veja o vídeo.



Uma tempestade que atingiu o litoral paranaense na noite de quarta-feira (10) alagou ruas e derrubou uma árvore em Guaratuba. Na cidade, moradores registraram os problemas causados pelo temporal.
Também houve registros de alagamentos em Paranaguá, Pontal do Paraná e Matinhos, todas cidades próximas, que também sofrem há alguns dias com a chuva forte.
Segundo o Corpo de Bombeiros, não houve até a manhã desta quinta-feira (11) o registro de nenhum outro caso mais grave nas cidades. No entanto, a previsão do tempo para os próximos dias segue sendo de chuva.
Fonte G1

Finalista do ‘The Voice Kids’ posta homenagem para irmã morta em incêndio.



Juan Carlos Poca, finalista do “The Voice Kids” em 2017, postou uma homenagem no Facebook para a irmã, Dellanie Elisse Cassiano Poca, de sete anos, que morreu na noite de segunda-feira (8) durante um incêndio na casa onde morava com a família em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.
O cantor declarou o amor à irmã e agradeceu pela coragem recebida dela em momentos difíceis.
“Te amo, minha flor. Muito obrigado por existir na minha vida. Você me preencheu nas horas de vazio, me deu coragem nas horas de vergonha. Por você eu dou minha vida. Te amo princesa, mais que tudo”.
Ele encerra a publicação pedindo para que a irmã se cuide. “Minha gatinha, se cuida. Manda um beijão pra Jesus e pra Deus em meu nome, meu anjo!!!”, disse.
Como mora com uma irmã mais velha, Juan não estava na casa na hora do incêndio.
Como o corpo da menina ficou carbonizado, a família decidiu não fazer o velório. O enterro ocorreu por volta das 14h30, no Cemitério Municipal Jardim São Paulo.
(Com informações do G1)
Vídeo flagra atropelamento na bilheteria do Ferry Boat.
Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que um ciclista atinge um pedestre que atravessava a rua na bilheteria do Ferry Boat em Guaratuba, no litoral do Paraná. O caso aconteceu no último fim de semana.
No vídeo, é possível ver um rapaz correndo no lado esquerdo da via, enquanto um carro para na bilheteria. Em seguida, o homem tenta atravessar a rua, mas é atropelado. Com o impacto, a bicicleta acabou dando uma ‘pirueta’ no ar e o ciclista caiu de costas no chão. Ele se levantou e prestou ajuda para o pedestre.
Apesar do susto, nenhum dos dois teve ferimentos graves.
Fonte aRede

Mãe que enterrou bebê diz que desmaiou após parto e não sabe por que filho morreu.

A mulher de 36 anos que enterrou o próprio filho recém-nascido e escondeu até da família, confessou que chegou a dar à luz ao se apresentar à Delegacia de Rio Negro, que responde pelo caso que aconteceu na vizinha cidade de Quitandinha. Na tarde desta quarta-feira (10), o delegado Sérgio Luiz Alves afirmou que a mãe foi ouvida nos últimos dias e confirmou que apenas ela sabia da gravidez.

“Nem sequer os parentes sabiam da gravidez, ela negava quando falavam da barriga e dizia que era outro problema. Após o corpo do bebê ser localizado, ela fugiu, mas veio com familiares depor aqui na delegacia, apresentando várias versões e parecendo ser uma pessoa confusa. O que temos de concreto, pela versão dela, é que a criança nasceu com vida, em uma gestação de nove meses, e depois acabou morrendo”, explicou o delegado.

Segundo Sérgio Luiz, a mãe afirmou que como estava sozinha na residência acabou desmaiando após o parto. “Ela disse que viu o bebê mexendo as pernas e apagou. Quando acordou o bebê estava morto. Essa é a versão dela, mas temos que aguarda os exames do Instituto Criminalística para ter certeza do que aconteceu”, disse.

O delegado ainda confirmou que não se tem informações sobre o pai da criança. “É um rapaz que algumas pessoas do vilarejo que ela vive, na zona rural de Quitandinha, dizem conhecer, porém ele não sabia da gravidez e desapareceu no mundo. Ainda não conseguimos fazer a localização dele”, relatou.

O responsável pelo caso ainda falou sobre as características psicológicas da mulher. “É uma pessoa com comportamento que não é normal. Ela desde o começo dá várias versões, inicialmente disse que era um feto e só confessou a gravidez porque precisou de ajuda no hospital. Então precisamos dos exames complementares para definir o que aconteceu, se foi um acidente ou até um caso de assassinato, seja de forma fria ou pelo estado puerpério, que é quando a mulher está abalada”, destacou.

Ouvida, a mulher aguarda em liberdade a conclusão do inquérito policial, o que deve acontecer nos próximos dias.
Fonte Banda B