Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quarta-feira, 22 de abril de 2020

22/04/2020 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Jovem de 16 anos furta residência e risca carro em área rural de Pitanga, mas a PM o encontra. 


No dia 21 de abril de 2020, por volta das 08h20min atendendo solicitação do senhor *******  foi deslocado até a localidade de *** ******, zona rural do município de pitanga, onde segundo o solicitante durante a madrugada teve a garagem de sua residencia invadida, sendo que foram furtados uma barraca de acampar e um colete salva vida e algumas sacolas de carne congelada e também teve seu veículo fiat/siena placas axc-6451 riscado na porta traseira esquerda e danos nas fechaduras do lado esquerdo e na fechadura do lado direito da porta traseira; que ******* e sua esposa ***** só perceberam o ocorrido nessa manha e relataram que na tarde do dia 20/01/2020 um jovem rapaz esteve na propriedade pedindo comida, sendo assim o único suspeito do ocorrido; que de posse das características do suspeito a equipe realizou patrulhamento na pr 466 sentido manoel ribas, sendo avistado o suspeito deitado em um ponto de ônibus, o qual foi abordado e identificado como sendo o menor **********. 16 anos, ao ser indagado sobre os fatos veio a confessar o ocorrido; que ****** apontou o local onde estava escondido os produtos furtados e disse que a carne ele havia preparado e comido, disse também que causou os danos no veículo com um formão que estava na garagem; que diante dos fatos o menor foi conduzido para a 45 drp de pitanga para providencias cabíveis.


Fonte: Polícia Militar.



Ex-namorado ameaça mulher de morte com uma faca, por ela não querer voltar a ter um relacionamento com ele em Nova Tebas.



No dia 21 de abril, por volta das 19 hrs, durante patrulhamento, a equipe foi abordada por populares, os quais informavam que no endereço supracitado estaria ocorrendo uma briga. Deslocado até o referido local e em conversa com a pessoa de *********, a mesma veio a relatar que teve um relacionamento amoroso com a pessoa de ****** e que ******* não aceita o término do namoro e vem lhe ameaçado por mensagem de aplicativo. Que na data de hoje ******* de posse de uma faca foi até a sua residência tentar forçar uma reaproximação o que não foi aceito por *******, sendo então ameaçada de morte por ****** sendo que nestes momentos populares acionaram a polícia militar e ******* empreendeu fuga. Diante do fato foi realizado patrulhamento na intenção de localizar o autor do fato, porém sem êxito, sendo ***** orientada.

Fonte: Polícia Militar.



Velório de Ivan Rossoni será a partir das 11h na Catedral de Toledo.


Ivan Rossoni (58 anos), morto em um acidente aéreo no final da tarde de ontem (21) será velado a partir das 11h na Catedral Cristo Rei, em Toledo.

Conforme informações da Central Funerária de Toledo, a previsão é de que o corpo parta por volta das 18h para Francisco Beltrão, onde será cremado.

O corpo de Luciane Guimarães Gasparin (54 anos), que estava com Ivan Rossoni na aeronave, seguiu ainda pela madrugada para a capital paranaense onde devem ocorrer os eventos fúnebres.

Fonte: CGN.



Caminhão tomba na PR-484.


Um acidente de trânsito foi registrado no começo da manhã desta quarta-feira (22) na PR-484, em Boa Vista da Aparecida.

Segundo informações, um caminhão carregado com polvilho tombou na famosa curva do boi.

Uma jovem de 22 anos que era passageira sofreu ferimentos moderados e foi atendida por socorristas, sendo encaminhada ao Hospital Municipal.

Já o motorista não apresentava ferimentos, mas também foi encaminhado para a unidade hospitalar para reavaliação.

Ele disse que saiu de Paranavaí com destino a Santa Catarina e que não conhecia o trecho.

Fonte: CGN.



Criança de seis anos testa positivo para Covid-19 em Boa Vista da Aparecida.


Uma criança do sexo masculino, de 06 anos é o primeiro caso confirmado de COVID-19 em Boa Vista da Aparecida. Os sintomas iniciais apareceram no dia 13 de abril e a partir desta data ele recebeu visitas periódicas da Vigilância Epidemiológica para monitoramento da possível contaminação pelo novo Coronavírus.

No dia 18 de abril, foi coletado o material para exame pelo método de secreção naso/orofaringe RT-PCR, e enviado ao LACEN – Laboratório Central do Estado do Paraná. O resultado positivo para COVID19 foi emitido terça-feira, 21 de abril.

O pai da criança tem histórico de viagem para o estado de Santa Catarina.

A criança tem quadro de saúde estável bem como todos os familiares da criança que apresentam clínica compatível, porém sem coleta de exames.

Todos os integrantes da família da criança, estão em isolamento domiciliar e recebem monitoramento diário pelas equipes de saúde do município.

Fonte: Assessoria com CGN.



Manaus começa a enterrar em vala coletiva.


A rotina de 30 enterros por dia ultrapassou 120 no Amazonas e já exige o uso de valas coletivas no Cemitério Parque Tarumã, principal área de sepultamento na zona norte de Manaus. O Estado apresenta o maior índice de contaminação proporcional pela doença.

Segundo a Prefeitura, essa metodologia de “abertura de trincheiras”, já é utilizada em outros países. Diferentemente do que se convencionou chamar de vala comum, uma área de enterros sem identificações, essa medida “preserva a identidade dos corpos e os laços familiares, com o distanciamento entre caixões e com a identificação das sepulturas.”

O Amazonas registrou mais 110 casos de covid-19 nesta terça-feira, totalizando 2.270 relatos confirmados do novo coronavírus no Estado, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). Também foram confirmados mais oito óbitos pela doença, elevando para 193 o total de mortes.

A Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), da Prefeitura de Manaus, informou oficialmente que, “com o aumento na demanda do cemitério público Nossa Senhora Aparecida, no Tarumã, em consequência da covid-19, e devido aos consecutivos conflitos entre familiares e a imprensa”, o acesso ao local está restrito “às famílias que forem enterrar os seus entes queridos, na quantidade máxima de cinco pessoas, conforme o Decreto 4.801, de 11 de abril de 2020”. “A medida visa a preservar a privacidade das famílias enlutadas e também considera o risco de propagação do novo coronavírus.”

“Hoje, dos 106 sepultamentos (no Estado), 36,5% das pessoas morreram em casa. Está se caracterizando certa falência, certo colapso das possibilidades de atender. Nosso Hospital de Campanha, e a prefeitura não tem obrigação de cuidar de hospitais, está trabalhando e bem. Hoje, se não me engano, foram quatro altas. Estamos acolhendo as pessoas com critério muito rígidos para termos certeza de dominância do quadro. O número de UTIs está crescendo e as UTIs estão totalmente lotadas. As quatro vagas abertas com certeza já foram ocupadas”, disse o prefeito Arthur Virgílio (PSDB) nas redes sociais.

A alta nos enterros coincide com o momento em que a ocupação dos leitos oscila entre 96% e 100%, segundo confirmou a secretária estadual de Saúde, Simone Papaiz, em boletim do governo. Faltam vagas em leitos clínicos e, principalmente, nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Entre casos suspeitos e confirmados de covid-19, 879 pessoas estão internadas, sendo 262 em UTI.

A diretora da Fundação de Vigilância Sanitária do Estado, Rosemary Pinto, atribui os números do Amazonas à falta de adesão ao isolamento, em Manaus. “A Polícia e a Vigilância passam nas áreas de comércios não essenciais e na hora eles fecham. Duas horas depois, nós voltamos e o comércio está todo aberto. A população não está aderindo ao ‘fique em casa’.”

Assistência

O Serviço de Pronto Atendimento da Alvorada, zona oeste de Manaus, a chegada de pacientes é crescente e os relatos são de estrutura precária, com falta de respiradores e de técnicos para trocar o cilindro de oxigênio. E os profissionais de saúde também se somam à lista de doentes: em uma semana, 52 testaram positivo no Amazonas. São 376 afastados. Houve nove mortes – três médicos, quatro técnicos de enfermagem e um gestor e um profissional de outra categoria.

Fonte: CGN.



Transporte coletivo de Curitiba está perto de colapso com os efeitos do coronavírus.


A crise do coronavírus e a decorrente recomendação de isolamento social têm impactado fortemente o transporte coletivo de Curitiba.

Com uma queda da demanda estimada em até 78% na comparação com um dia útil antes da pandemia, as empresas que atuam na cidade acumulam prejuízo e agora os trabalhadores, como motoristas e cobradores de ônibus, já começam a sofrer por conta da situação, com suspensão de contratos, redução da jornada de trabalho (e dos salários) e até mesmo demissões.

De acordo com o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba (Setransp), o déficit no sistema de transporte soma R$ 47,5 milhões entre 16 de março, quando teve início a queda no número de passageiros, até o dia 12 de abril.

Para comparação, do dia 1º a 15 de março o prejuízo das empresas teria sido de R$ 500 mil. Já no período pós confinamento, entre os dias 16 e 31 de março, o déficit chegou a R$ 27 milhões.

Diretor-executivo das Empresas de Ônibus de Curitiba, Luiz Alberto Lenz César afirma que as empresas estão suspendendo contratos de trabalho e também admite que já podem ter ocorrido demissões.

“Mas por enquanto não é algo tão expressivo [as demissões], a princípio todos estão suspendendo contratos de trabalho, reduzindo a jornada dos funcionários”, diz ele.

O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc) confirma ainda sobre as suspensões de contratos e diz estar “acompanhando essas situações de perto”.

Ainda segundo o sindicato dos trabalhadores, não há um número certo de trabalhadores impactados até agora ou mesmo quantas empresas estão adotando essas medidas.

“Mas é um bom porcentual de empresas, as maiores, principalmente. Sabemos que também existem situações em que a jornada está sendo reduzida, mas as situações que mais se destacam são as de suspensão do contrato mesmo”, disse o Sindimoc por meio de sua assessoria de imprensa.

Ainda segundo Lenz César, esse é o pior momento já enfrentado pelas empresas de transporte coletivo da cidade.

“Nós tínhamos uma queda em vista da quantidade de passageiros que usavam ônibus e foram para os aplicativos, mas não era uma queda tão abrupta como essa. Estamos trabalhando com movimento de dia de sábado”, diz ele, afirmando ainda que as empresas temem o colapso do sistema em breve, se não houver recursos públicos para socorrê-las.

Fonte: Bem Paraná



Evento debate economia e coronavírus.


A atuação do governo em meio à crise causada pelo novo coronavírus será um dos temas da Brazil Conference at Harvard & MIT, evento que começa nesta quarta-feira (22) e vai até 7 de maio. O encontro, que neste ano tem parceria do jornal O Estado de S. Paulo, é organizado pela comunidade brasileira de estudantes em Boston, nos Estados Unidos, para promover o debate entre líderes do País. Esta 6.ª edição será realizada por videoconferência por causa da pandemia da covid-19. O Estado fará a cobertura exclusiva em suas plataformas.

No painel de abertura, hoje, o ex-presidente do Banco Central Persio Arida debate com o economista Eduardo Giannetti a situação econômica do Brasil sob o impacto do coronavírus. Amanhã, o papel do Estado será tema de discussão entre a economista Laura Carvalho, a jurista Flávia Piovesan e a ex-secretária executiva do Ministério da Fazenda no governo Michel Temer Ana Paula Vescovi.

Na programação ainda estão nomes como o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o ex-governador Paulo Hartung, o prêmio Nobel de Economia em 2019, Michael Kremer, os ex-chanceleres Aloysio Nunes e Celso Amorim, o apresentador Luciano Huck, entre outros.

“O Estado precisa tomar decisões em relação ao apoio que dará aos segmentos da sociedade que são impactados pela pandemia e, principalmente, aos mais vulneráveis”, afirmou o copresidente da Brazil Conference, José Renato Carvalho. Para Carvalho, pesquisador e mestrando no Massachusetts Institute of Technology (MIT), a atuação das autoridades neste momento deve ser pautada pela defesa da vida da população.

Neste contexto, ele destacou o trabalho de Estados e municípios no combate à proliferação do vírus, tema de painel no dia 7 de maio que terá participação dos governadores de São Paulo, João Doria (PSDB), do Pará, Helder Barbalho (MDB), e do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB). “É importante realçar o trabalho de entes estaduais e municipais no sentido de reagir rapidamente para conter os impactos da pandemia. Queremos discutir esse ponto na sessão com governadores.”

Discussão

Na avaliação de Carvalho, é preciso promover “ações coordenadas” na Saúde. “Um ponto que discutimos na conferência é a necessidade de agregar a população em torno de ações coordenadas. A confiança da população em torno dessas orientações é fundamental para que surtam efeito. Um ponto é encontrar equilíbrio entre o que preconiza a ciência e as necessidades da sociedade.”

O objetivo do evento, afirmou Carvalho, é “colaborar para essas respostas através de discussões de alto nível”. “Queremos trazer para o debate visões distintas, mostrando que o contraste de ideias é fundamental para a construção de um plano coletivo”, disse. 

Fonte: jornal O Estado de S. Paulo.



Bancadas do PT na Câmara e no Senado decidem aderir ao ‘Fora, Bolsonaro’.


As bancadas do PT na Câmara e no Senado decidiram nesta terça-feira (21) aderir à campanha “Fora, Bolsonaro”. Em videoconferência com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente nacional do partido, deputada Gleisi Hoffmann (PR), os líderes da legenda no Congresso defenderam o uso do lema para “mobilizar a sociedade em defesa de mudanças no País”. Eles querem o “Fora, Bolsonaro” como “palavra de ordem”, de acordo com texto publicado pela página da sigla na internet.

Segundo a agremiação, as bancadas petistas querem uma “campanha por mudanças institucionais e políticas para garantir a democracia no País, em defesa da vida e contra a manutenção de Jair Bolsonaro à frente do governo”. “A contraofensiva é uma reação à escalada autoritária do presidente da República, que nas últimas 48 horas ofendeu a Constituição, cometeu crime de responsabilidade e deu mostras de desprezo à vida dos brasileiros, ao defender o fim do isolamento social como forma de conter a pandemia do coronavírus”, afirma o texto publicado pelo partido.  

“Bolsonaro atravessou o limite aceitável para um presidente”, destacou o líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), segundo a legenda. “Bolsonaro é muito pequeno para dirigir o Brasil… É preciso dar um basta. Se persistir, tudo vai piorar”, afirmou o líder da sigla na Câmara, Enio Verri (PR). Já o líder da Minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), alegou, conforme o texto do partido, que a “democracia não suporta mais três anos de governo Bolsonaro”.

Por sua vez, o líder da Oposição no Congresso, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), declarou que “Bolsonaro não tem mais condições de governar”.

A bancada do PT na Câmara tem 53 integrantes e no Senado, 6.

Fonte: CGN.



Buscando aproximação, Bolsonaro se reúne com representantes do MDB nesta quarta.


O presidente Jair Bolsonaro reúne-se nesta quarta-feira (22) com membros do MDB, partido com o qual ensaia uma aproximação. Bolsonaro recebe pela tarde, no Planalto, o presidente nacional da legenda, deputado Baleia Rossi (SP), e o líder da maioria no Senado, senador Eduardo Braga (AM). Também participa da reunião o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

O encontro faz parte de uma estratégia para articular uma base de sustentação parlamentar no Congresso. Na semana passada, o presidente se reuniu com membros do Centrão. Agora, além do MDB, Bolsonaro também busca fortalecer as relações com o comando do DEM. Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo, o presidente deve se encontrar nesta quinta-feira com o presidente do partido, ACM Neto. 

Hoje Bolsonaro também tem previstas reuniões com os ministros, Bento Albuquerque, de Minas e Energia, e Ernesto Araújo, das Relações Exteriores.

Além disso, apesar de não constar nos compromissos oficiais de Bolsonaro, está prevista na agenda de Paulo Guedes, ministro da Economia, uma reunião com o chefe do Executivo. Também pela manhã o presidente deve se reunir com o vice-presidente Hamilton Mourão.

Críticas à imprensa

Nesta quarta-feira, antes de ir despachar no Planalto, o presidente falou brevemente com apoiadores na saída do Palácio do Alvorada. Para o grupo que o esperava em frente a residência oficial, o presidente disse que não falaria com a imprensa porque, segundo ele, jornalistas “inventam tudo”. Antes ainda chegou a chamar a imprensa de “canalha”, quando respondeu a um apoiador sobre a situação das lotéricas no País.

“Eu tenho parente meu que tem lotérica, mas é pequena. Toda vez que eu falo por lotérica essa imprensa canalha diz que eu estou fazendo pelo meu parente. Não tem nada a ver com isso”, disse.

Fonte: CGN.