Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

segunda-feira, 20 de abril de 2020

20/04/2020 *--* Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Acidente com moto no centro de Pitanga deixa uma pessoa ferida e encaminhada ao Hospital São Vicente de Paulo.




No dia 19 de 2020, a equipe foi acionada para dar apoio a um atendimento de acidente em que ambos os veículos transitavam pela rua José de Alencar, porem em sentidos opostos nas proximidades do supermercado ***** envolveram-se em um abalroamento lateral. Os dados foram fornecidos pelo condutor do veículo v1 conforme declaração em anexo e croqui. O condutor do v2 foi levado por populares para o Hospital São Vicente de Paulo. O condutor não possuía CNH porem sua motocicleta não apresentava débitos e foi liberada ao condutor ******. O condutor v1 possui CNH categoria b seu veículo não possui débitos e foi liberado ao condutor no local.

Fonte: Polícia Militar.



Veículo furtado recuperado pela PM de Pitanga.



No dia 19 de abril de 2020, a equipe recebeu uma informação que próximo no alto da colina havia um veículo de cor verde que teria sido furtado na parte da tarde, a equipe realizou patrulhamento próximo ao referido endereço e logrou êxito em abordar o veículo, o qual era conduzido pela pessoa de ********, e de caroneiro a *********, feito contato com o proprietário e este relatou que por volta das 15h00 estava no mercado ******* no planalto e deixou o veículo em frente, sendo que ao sair do mercado não o encontrou, posteriormente foi informado que foi visto seu carro com a pessoa de ************ relata o solicitante que estava procurando seu veículo e posteriormente iria a polícia. Diante dos fatos foram encaminhados veículo e envolvido para 45 DRP para as providências.

Fonte: Polícia Militar.



Mulher pede socorro ao ver indivíduo mexendo em Roupas do Varal em Manoel Ribas.



No dia 19/04/2020 por volta das 23h18 min entrou em contato a senhora ******** relatando que escutou sua vizinha pedindo por socorro, de imediato a viatura deslocou até *********** para averiguar a situação. No momento em que a equipe chegou ao local conversou com a senhora ******* qual é proprietária da residência, a mesma informou que escutou barulho perto da janela da cozinha e quando foi ver viu um indivíduo mexendo em umas roupas que estavam para fora, neste momento a mesma pediu socorro e o indivíduo correu sem levar nada da sua residência. Diante das informações repassadas para a equipe foi feito patrulhamento, porém não foi localizado o suspeito.

Fonte: Polícia Militar.



Veículo colide em bomba de posto de combustíveis e causa danos em Palmital


A equipe PM foi acionada pela proprietária do auto posto ******** a qual relatou que um veículo havia colidido contra uma das bombas de combustível, no local entrado em contato com o sr. ********, o qual desempenha a função de frentista, o mesmo relatou a equipe que um veículo de cor preta colidiu contra a bomba de combustível que realiza abastecimento de óleo diesel s10 e evadiu-se das dependências do referido estabelecimento, tal colisão veio a derrubar a referida causando danos na mesma, relatou ainda que não foi possível identificar o condutor nem identificar as placas do veículo.

Fonte: Polícia Militar.




Polícia Militar acompanha equipe da Saúde em atendimento de indivíduo com Esquizofrenia, em Palmital.


A equipe recebeu a solicitação da médica de plantão do posto de saúde municipal a qual relatava que a equipe de enfermagem estaria indo dar atendimento e encaminhamento ao posto de saúde de um indivíduo em surto de esquizofrenia e relatou temer pela integridade dos enfermeiros. Diante dos fatos a equipe policial acompanhou a equipe de posto de saúde e ambulância, bem como o atendimento a pessoa de **********, o qual ainda foi acompanhado por sua mãe, senhora **********. Nada mais tendo a acrescentar, tendo tudo transcorrido dentro da normalidade, este é o relato. 

Fonte: Polícia Militar.



Jovem de 15 anos é pego dirigindo veículo em Boa Ventura do São Roque



No dia 19 de abril por volta das 11h45min, em patrulhamento pela avenida são roque ******, foi avistado o veículo *********, que o condutor apresentou certo nervosismo que despertou a fundada suspeita da equipe que em abordagem, foi constatado se tratar da pessoa de *********, 15 anos, que por esse motivo não possui CNH tão pouco PPD, diante dos fatos foi acionado o pai de ****** para acompanhar os procedimentos, como responsável; foram lavradas a notificações pertinentes e o veículo estava sem débitos foi liberada para a proprietária *********.


Fonte: Polícia Militar.



Homem é esfaqueado pelo vizinho.


Por volta das 19h10m deste domingo (19), a Polícia Militar foi acionada via 190 para atender à uma ocorrência de ferimentos por arma branca no Bairro Vila Nova, em Medianeira.

Com a chegada da equipe ROTAM ao endereço, na Rua Projetada A, os policiais identificaram a vítima, a qual relatou ter sido agredida sem motivo por seu vizinho. O homem, cujo nome não foi repassado pela Polícia Militar, foi socorrido e encaminhado ao hospital, com ferimentos no abdômen e braço esquerdo, sem risco à vida.

No local os policiais apreenderam a faca utilizada na agressão, ainda com vestígios de sangue e prenderam o autor, que confessou a agressão e colaborou com a equipe. Aos militares ele relatou que apenas teria se defendido depois que a vítima e mais outro indivíduo teriam invadido sua casa para lhe agredir.

Diante dos fatos o homem foi detido e encaminhado juntamente com a faca apreendida até a Delegacia da Polícia Civil.

Fonte: Guia Medianeira.



Menino de 13 anos fica ferido ao ter bicicleta atingida por carro.


Um adolescente de 13 anos ficou ferido num acidente de trânsito na tarde deste domingo (19) no bairro de Uvaranas, em Ponta Grossa. Ele andava de bicicleta pela Vila Princesa quando ficou sem freios, atravessou um cruzamento e foi atingido por um carro. O acidente aconteceu por volta de 16h45, segundo o Corpo de Bombeiros.

O menino descia a rua Cristiano Zander quando ficou sem freios e cruzou a rua Bituruna. Um Ônix que seguia por essa via não conseguiu desviar e atingiu a bicicleta. O adolescente sofreu escoriações por todo o corpo e também tinha suspeita de fratura na perna.

O motorista do carro parou para prestar socorro e permaneceu no local durante todo o atendimento do Corpo de Bombeiros ao adolescente. O menino foi levado ao Pronto Socorro Municipal com lesões consideradas moderadas, sem risco à vida.

Fonte: A Rede.



Carro capota e ao menos duas pessoas ficam feridas em Ponta Grossa.


Pelo menos duas pessoas ficaram feridas num acidente de trânsito registrado na noite deste domingo (19) no bairro Contorno, em Ponta Grossa. As vítimas estavam num carro que capotou por volta das 21h na rua José Kalinoski, conforme relato do Corpo de Bombeiros.

Algumas testemunhas acionaram o Corpo de Bombeiros informando que havia duas pessoas feridas no local. No entanto, quando os socorristas chegaram para prestar os primeiros atendimentos, os feridos já tinham ido por meios próprios até um hospital da cidade e havia um guincho particular fazendo a remoção do automóvel.

A Polícia Militar também foi acionada para acompanhar o caso, mas quando a viatura chegou ao local o guincho já tinha removido o carro e os envolvidos no acidente não foram localizados. 

Fonte: A Rede.



Jovem fica ferido em capotamento na PR-182.


Equipes do Samu foram chamadas na tarde deste domingo até a PR-182, no trevo de Maripá, para atender a uma vítima de capotamento.

Além da ambulância, o aeromédico foi mobilizado.

Um jovem de 25 anos teve politraumatismo grave e foi levado de helicóptero até o Hospital Bom Jesus, em Toledo.

Fonte: Polícia Militar.



Coronavírus provoca a sétima morte em Londrina neste domingo.


Londrina teve a sétima morte provocada pelo novo coronavírus na madrugada deste domingo (19), no Hospital do Coração.

A paciente era uma mulher de 56 anos, que estava internada no Hospital do coração desde o dia 2 de abril, segundo o N.Com (Núcleo de Comunicação) da Prefeitura de Londrina.

Além de Londrina, uma pessoa morreu por conta do Covid-19 nesta manhã em Apucarana.

Fonte: Bonde News.



Gaúcho internado com Covid-19 no Hospital Regional recebe alta.


Um homem que estava internado no Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais com coronavírus recebeu alta na tarde da última sexta-feira (17). A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Universidade Estadual de Ponta Grossa. O homem, natural de Farroupilha (RS), foi liberado após ter evolução no seu quadro clínico e melhora, sendo possível a alta.

De acordo com a instituição, o homem esteve internado no HU entre os dias 14 e 17 de abril, em leito no andar isolado para a doença. Ele teve sintomas gripais durante viagem de retorno do Pará, e parou no município pelo fato de os sintomas se agravarem. Após melhora, recebeu alta e retornou para a cidade de origem, com orientações para isolamento domiciliar. 

Cabe destacar que, embora o homem estivesse internado no município de Ponta Grossa, pelo fato de ele residir em outro município sua contaminação não está contabilizada entre as 6 confirmadas em Ponta Grossa pela Secretaria de Estado de Saúde (SESA) até este sábado – conta como um dos 15 infectados residentes em outros estados, mas que estão no Paraná.

Ontem (18), o prefeito Marcelo Rangel confirmou o sétimo caso, de uma pessoa que não viajou e teria se contaminado na própria cidade: segundo a prefeitura, ele é profissional da área de saúde, da instituição privada Unimed. 

Fonte: A Rede.



Chega a 945 número de pacientes com o novo coronavírus no Paraná.


A Secretaria de Estado da Saúde confirmou, no começo da noite de ontem (18), mais 71 casos de pacientes contaminados com o novo coronavírus, o total chegou a 945 residentes do Paraná com a doença.

Os novos casos confirmados são residentes de  Alto Paraná (3), Apucarana (3), Campina Grande do Sul (1), Campo Largo (2), Campo Mourão (1), Cascavel (2), Curitiba (12), Dois Vizinhos (1), Fazenda Rio Grande (1), Foz do Iguaçu (3), Francisco Beltrão (2), Goioerê (1), Guarapuava (1), Imbaú (1), Itaperuçu (1), Ivaiporã (2), Jaguapitã (1), Londrina (13), Mandirituba (1), Morretes (1), Nova Londrina (1), Paranaguá (1), Paranavaí (1), Pato Branco (1), Pinhais (1), Rio Branco do Sul (1), Rolândia (1), Santa Isabel do Ivaí, Santa Mônica (1), Santo Antônio do Caiuá (1), São João do Caiuá (4), Umuarama (1), União da Vitória (3).  

Cinco pacientes confirmados com Covid-19 foram a óbito, somam-se 47 no total. Entre os pacientes que morreram, três foram homens e duas mulheres, todos estavam internados, com idade entre 50 e 76 anos.

Os municípios de residência são: Bandeirantes, Cascavel, Curitiba, Londrina e Paranavaí.

Fonte: AEN.



Apucarana registra 1ª morte por Covid-19.


Apucarana registrou a primeira morte por Covid-19 no município. A informação foi confirmada na manhã deste domingo (19), pela 16ª Regional de Saúde (RS).

A vítima é um homem de 51 anos que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Hospital da Providência, e que faleceu nesta madrugada. 

Também é apurada a informação de outro apucaranense com Covid-19 que teria falecido por volta das 23h30 de sábado (18). Ele estava internado no Hospital Norte do Paraná (Honpar), em Arapongas, contudo a morte não foi confirmada pelas autoridades de saúde. 

Fonte: TN Online.



Bolsonaro desafia Poderes em ato pró-intervenção.


O presidente Jair Bolsonaro elevou neste domingo, 19, o tom do confronto com o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF) e, diante do Quartel-General do Exército, pregou o fim da “patifaria” em uma manifestação que pedia intervenção militar no País. Com microfone em punho, Bolsonaro subiu na caçamba de uma caminhonete e fez um discurso inflamado para seguidores que exibiam faixas com inscrições favoráveis a um novo AI-5, o mais duro ato da ditadura (1964 a 1985), e gritavam palavras de ordem contra o STF e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Nós não queremos negociar nada. Queremos é ação pelo Brasil”, disse Bolsonaro, aplaudido por centenas de manifestantes. “Chega da velha política! (…) Acabou a época da patifaria. Agora é o povo no poder.”  

Dezenas de cartazes sugeriam fechamento do Congresso e do Supremo, além de pedidos para que as Forças Armadas ocupassem as ruas. O grito de “Fora Maia” era um dos mais ouvidos ali. Em nenhum momento, porém, o presidente contestou os apelos pela volta da repressão.

A reportagem apurou que militares do governo não gostaram da atitude de Bolsonaro. O protesto foi visto como preocupante por governadores, prefeitos e pelas cúpulas do Legislativo e do Judiciário, que enxergaram no gesto de Bolsonaro o sintoma de uma escalada autoritária no País, justamente no momento em que ele perde apoio e a pandemia do coronavírus se agrava.

“O mundo inteiro está unido contra o coronavírus. No Brasil, temos de lutar contra o corona e o vírus do autoritarismo”, escreveu Maia, no Twitter. Para ele, defender a ditadura é o mesmo que “flertar com o caos” e estimular o desemprego. Do outro lado da Praça dos Três Poderes, o ministro do STF Luís Roberto Barroso foi na mesma linha. “É assustador ver manifestações pela volta do regime militar, após 30 anos de democracia”, afirmou.

Embora Bolsonaro tenha tentado passar a ideia de que o ato ocorreu de improviso, na esteira de carreatas pela reabertura do comércio, seguidores bolsonaristas convocaram as manifestações pelas redes sociais. “Dia 19-04-2020. O Brasil vai parar. 14:00 h. Na frente dos quartéis”, dizia uma das convocações, em verde e amarelo, ao pregar a “deposição” do Supremo e de governadores. Além disso, mensagens de WhatsApp traziam endereços de vários quartéis e batalhões pelo País. O texto era acompanhado das hasthags #abaixo STF e #abaixo Congresso Nacional.

Ao chegar no domingo ao QG do Exército, por volta de 13h30 – após almoçar na casa do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho -, o presidente foi ovacionado por apoiadores. Apesar da recomendação da Organização Mundial da Saúde para que sejam evitadas aglomerações, com o objetivo de diminuir o risco de contágio da covid-19, o apelo não foi respeitado. Muitos bolsonaristas chegaram ao local em carreatas, que pediam o fim do isolamento social e a reabertura do comércio.

Pelo segundo dia consecutivo, Bolsonaro não poupou ataques aos outros Poderes e se empolgou com o apoio recebido. Parecia mesmo estar em um palanque de campanha. “Contem com o seu presidente para fazer tudo aquilo que for necessário para que nós possamos manter a nossa democracia e garantir aquilo que há de mais sagrado em nós, que é a nossa liberdade. Todos no Brasil têm que entender que estão submissos à vontade do povo brasileiro”, discursou ele, que tossiu várias vezes durante o ato.

Na prática, a ofensiva de Bolsonaro contra o Congresso, o Supremo e governadores que defendem a quarentena tem aumentado de intensidade na mesma proporção de seu isolamento político. Na rampa do Planalto, no sábado, o presidente criticou o Supremo em transmissão ao vivo pela internet e chegou até mesmo a apontar para o prédio da Corte ao lembrar que os magistrados deram autonomia a Estados e municípios para decretarem medidas de distanciamento social. “Estão fazendo o que bem entendem”, disse ele, que também atacou o Congresso. “Não vão me tirar daqui”, afirmou.

Na noite deste domingo, Bolsonaro se reuniu com os ministros da Defesa, Fernando Azevedo; do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, no Palácio da Alvorada. Questionado sobre o tema do encontro, Heleno foi lacônico: “Falamos sobre futebol”.

Também no domingo, o comandante do Exército, general Edson Pujol, pregou união e classificou a pandemia como “uma das maiores crises vividas nos últimos tempos”.

Outras manifestações

Estimulados pelo presidente Jair Bolsonaro, manifestantes foram às ruas de São Paulo ontem pelo segundo dia consecutivo contra o isolamento social. Além de Brasília e São Paulo, houve atos no Rio, Salvador e Manaus. Na capital paulista, uma faixa de um quarteirão da Avenida Paulista foi fechada. Ontem, o número de mortes no Estado pela covid-19 passou de mil. Os manifestantes atacaram o governador João Doria (PSDB) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). 

Fonte: jornal O Estado de S. Paulo.



Juízes avisam que ‘não admitirão retrocesso institucional’.


Depois de o presidente Jair Bolsonaro discursar para manifestantes em Brasília que pediam intervenção militar e o fechamento do Congresso Nacional neste domingo, 19, a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e outras cinco entidades da magistratura federal afirmaram que “não admitirão qualquer retrocesso institucional ou o rompimento da ordem democrática”.

Em nota, as associações pedem a união das autoridades públicas, “evitando polêmicas desnecessárias que possam gerar sérias crises institucionais”.

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) também se posicionou sobre as manifestações contra o Supremo Tribunal Federal, a Câmara e o Senado, afirmando estar pronta “para atuar em defesa da Constituição, da magistratura e do sistema de Justiça”. A entidade sinalizou ainda que no atual momento de crise, “o caminho correto para a busca das soluções é o cumprimento rigoroso da lei e o trabalho em conjunto das instituições em prol da construção de soluções”.

A Ajufe destacou que o único caminho para o desenvolvimento de uma sociedade livre, justa e solidária é o respeito à democracia, à independência dos Poderes e à Constituição Federal. “A República Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos a soberania, a cidadania, a dignidade da pessoa humana, os valores sociais do trabalho, da livre iniciativa e o pluralismo político”, diz a nota da entidade dos juízes federais.

A atitude de Bolsonaro de ir a um protesto antidemocrático e de incentivar a aglomeração de pessoas foi considerada por políticos como “grave”, “incentivo à desobediência” e “escalada antidemocrática”. As manifestações foram criticadas por ministros do Supremo – Luís Roberto Barroso disse que é “assustador” ver manifestações pela volta do regime militar, após 30 anos de democracia, e Marco Aurélio Mello chamou os manifestantes de “saudosistas inoportunos”.

Fonte: CGN.