Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Câmara de Vereadores de Santa Maria do Oeste concede moção de Aplausos a Polícia Militar, Veja as Fotos:


Nesta Segunda – Feira a Câmara de Vereadores de Santa Maria do Oeste concedeu uma Moção de Aplausos a Polícia Militar, foram Homenageados o Cabo Reinaldo, Soldado Everton, Soldado Luis Carlos de Campos e o Soldado Galvão.

O Blog do Beto da os Parabéns para todos os Vereadores por esta iniciativa em especial ao Vereador Luiz Antonio de Lima, assim reconhecendo o trabalho da Polícia Militar e valor perante a Sociedade Santa-mariense em combate ao Crime e mantendo a ordem e paz em nosso Município.

A Moção de Aplausos ou Moção de Congratulação Concedida pela Câmara de Vereadores serve como um reconhecimento a um trabalho ou esforço feito por um Cidadão, para melhorar o Município como um todo, servindo assim como uma forma de Reconhecimento ou agrado por tal serviço prestado a Comunidade.







Alunos da Casa Familiar Rural protestam Contra a PEC 241 na Câmara de Vereadores de Santa Maria do Oeste, Veja as Fotos:






Foz do Jordão - Prefeito eleito no município morre em grave acidente - Veja fotos.


Foz do Jordão - Prefeito eleito no município morre em grave acidente - Veja fotos

Um acidente de trânsito vitimou o prefeito eleito de Foz do Jordão, Anselmo Albino Amâncio.

A colisão entre o Fiat Strada, conduzido por Amâncio, e um caminhão, ocorreu no início da noite dessa terça dia 1º, na BR-373, na serra do Alagado do Iguaçu.

Com a violência do impacto, o veículo do prefeito eleito incendiou.

Populares retiraram o corpo de Amâncio, já sem vida, antes do veículo pegar fogo.



                                     
Fonte Portal Cantu


Nesta manha homem morre em acidente entre caminhão e moto na BR-163


Foto: Ivânia Bonatto (Diário da Informação)

O feriado de finados iniciou com morte nas rodovias do sudoeste do Paraná. O acidente foi registrado na manhã desta quarta-feira (02), por volta de 06h15 na rodovia BR-163, entre Barracão e Santo Antônio do Sudoeste.
A colisão frontal envolveu um caminhão Mercedes-Benz placas de Canoas (RS) e uma motocicleta conduzida por Robson Picolli, 36 anos, que morreu no local do acidente.
A Defesa Civil de Santo Antônio do Sudoeste atendeu a ocorrência e constatou o óbito. Robson era funcionário do posto Quatro Rodas e estava indo para o trabalho.
O motorista do caminhão informou que chovia muito na hora do acidente e a moto veio em sua direção colidindo frontalmente. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão.
A Polícia Rodoviária Federal atendeu a ocorrência.
Foto: Ivânia Bonatto (Diário da Informação)
Foto: Ivânia Bonatto (Diário da Informação)
Foto: Ivânia Bonatto (Diário da Informação)
Fonte PPNEWS


Alerta do Simepar: rajadas de vento podem ultrapassar 60 km/h.



Nesta quarta-feira, Dia de Finados, o tempo, fica bastante instável no Paraná, pois uma frente fria se desenvolve mais ao sul e avança até o Estado.
Com isio, a previsão é de chuva inicialmente a partir do oeste/sudoeste com gradual deslocamento do sistema pelos demais setores paranaenses durante o dia.
Há risco de temporais (chuva forte e muitos raios), queda de granizo e rajadas de vento fortes (acima dos 60 km/h). A sensação de calor diminui por conta da chuva, mas a madrugada e o início do dia ainda ficam um pouco abafados.
A partir da noite já é esperado um leve resfriamento nas regiões próximas da divisa com Santa Catarina.

Justiça decide manter ex-presidente
da Câmara de Guarapuava na prisão.



A Justiça negou mais um pedido de progressão de pena para Admir Strechar, ex-presidente da Câmara Municipal de Guarapuava, na região central do Paraná. Se fosse aceito, ele sairia da Penitenciária Industrial de Guarapuava (PIG), onde está preso, para o regime semi-aberto.
O advogado de Admir Strechar foi quem pediu a progressão do regime, alegando que os bens bloqueados do ex-vereador serão leiloados em novembro e que o dinheiro serviria para reparar o dano causado aos cofres públicos.A decisão é da juíza Patrícia Carbonieri, da Vara de Execuções Penais de Guarapuava. É a segunda vez que a Justiça nega a saída do ex-presidente da Câmara  Municipal para o regime semi-aberto.
Paraná TV teve acesso com exclusividade à decisão da juíza, que considera que o bloqueio dos bens do ex-vereador não configura o "efeito ressarcimento dos danos apontados nas condenações" e que "sequer há prova de que os bens bloqueados são suficientes para o pagamento desses danos".
O pedido anterior de progressão para o regime semi-aberto foi feito com a alegação de que o ex-vereador já tinha cumprido mais de um sexto da pena inicial. Se fosse para o semi-aberto, Strechar poderia até sair para trabalhar durante o dia e voltar à prisão à noite para dormir.
Ademir Strechar era vereador e presidente da Câmara Municipal Guarapuava em 2011, quando foi preso na Operação Fantasma, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
Segundo o Ministério Público (MP), ele contratou funcionários fantasmas, que ganhavam sem trabalhar. Ainda conforme o MP, os assessores ainda tinham que devolver parte do salário ao então presidente da Câmara, o que é ilegal.
Por e-mail, a defesa de Strechar voltou a afirmar que o bloqueio de bens serve como ressarcimento dos prejuízos causados aos confres públicos. Informou ainda que vai recorrer da decisão no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR).
Fonte G1

Laranjeiras do Sul - Após perseguição Policia Militar Recupera veiculo roubado da Prefeitura Municipal.



Equipe no local e em contato com o solicitante um funcionário da prefeitura municipal, relatou que o ginásio de esportes laranjão havia sido furtado, e sendo levado um veículo fiat uno branco. Informou ainda que a última pessoa ao sair do local se retirou às 23 horas do dia 31 (segunda-feira). Equipe constatou que várias portas de departamentos foram arrombadas, alguns objetos pelo chão e gavetas abertas e também reviradas. 


A porta que dá acesso pela lateral onde estava o automóvel foi estourado o cadeado pelo lado do interior do ginásio, próximo a essa porta estava esta um retrovisor do veículo caído e quebrado por esfolar na parede e cacos de vidros provavelmente do veículo. Até o momento foi dado falta de 03 botijões de gás e o veículo fiat uno placa DMR-8109, a chave do veículo não foi encontrada no departamento que sempre ficava. Foi orientado quanto aos procedimentos a ser adotado posteriormente.

PERSEGUIÇÃO



A equipe policial recebeu varias ligações anônimas relatando que o veiculo Fiat/Uno de placas DMR-8109 o qual foi furtado conforme BOU 2016/1122121 estava rodando nas proximidades do bairro palmeiras, paz nascente e monte castelo e que o condutor do veiculo se tratava da pessoa de L. H. de L.. 


Diante do fato a equipe realizava patrulhamento nos bairros indicados, quando a viatura estava passando por frente ao educandário da cidade visualizou um automóvel com as características do veiculo furtado saindo do bairro mineiro, e este veiculo ao visualizar a viatura policial empreendeu fuga saindo do bairro mineiro e deslocando para a estrada da localidade de Alto São João, sendo assim a equipe iniciou um acompanhamento tático com sirenes e giroflex ligados sendo que aproximadamente a 1 km adentrando a estrada do alto são João o veiculo Fiat/Uno perdeu o controle onde bateu em um barranco e capotou sendo que o condutor conseguiu sair do veiculo e se evadiu pela mata não sendo possível aborda-lo. 

Diante do fato a equipe policial constatou que se tratava do veiculo Fiat/Uno de placas DMR-8109 o qual teria sido furtado, realizou buscas nas proximidades afim de localizar o autor porem sem êxito, também foi acionado o guincho e conduzido o veiculo até a 2° SDP onde foi entregue e realizado os procedimentos cabíveis.



Bombeiros e Samu socorrem três pessoas durante incêndio em residência.


Foto: Jandaiaonline

Três pessoas necessitaram de atendimento por parte de socorristas dos Bombeiros Comunitários e Samu durante incêndio em residência registrado no início da noite de terça-feira (1), na Rua Treze de Maio, na Vila Alta, no perímetro urbano de Jandaia do Sul.
Uma casa de madeira foi danificada significativamente pelo fogo. Aparecido Miguel Nascimento, de 61 anos, Maria Solange da Rocha Pio, 53, e Patric Wesley Biazotto, 26, sofreram lesões leves e foram encaminhados ao Pronto Atendimento Municipal de Jandaia do Sul.
A causa do incêndio ainda não foi informada pelos Bombeiros.
Fonte tn online


PM recebe novos armamentos doados pela comunidade.



Aconteceu recentemente na Sede do 2º Batalhão, na cidade de Jacarezinho (90 Km de Cornélio Procópio), a apresentação à comunidade dos novos armamentos de maior potencial ofensivo, recebidos para emprego no policiamento ostensivo e preventivo no Norte Pioneiro.
As armas longas de grosso calibre recebidas são as carabinas da Marca Imbel, calibre 5,56x 45 mm, semi-automática e foram adquiridas com recursos doados por empresários, Conselhos Municipais de Segurança e demais entidades, todos da área do 2º BPM, inclusive, com apoio do Poder Judiciário da região.
Na ocasião os empresários, membros do poder judiciário e comunidade foram recebidos pelo Comandante do 2º CRPM, tenente-coronel Marcos Antônio Wosny e pelo Comandante do 2º Batalhão, Tenente-Coronel Antônio Carlos de Morais.
O Comandante da corporação, Tenente-coronel Antônio Morais falou sobre a nova aquisição: “A Carabina calibre 5,56mm é o tipo de armamento mais adequado para o policiamento nas áreas urbanas, principalmente no enfrentamento das quadrilhas que vêm atuando no Norte Pioneiro nos roubos, explosão de caixa eletrônicos e tráfico de drogas; agora faremos a capacitação de nossos PMs para utilização e depois serão distribuídos estrategicamente nos municípios de nossa região, colocando nossos profissionais de segurança pública em melhores condições de proteger o cidadão”.
O Comandante encerrou agradecendo à Comunidade Empresarial e demais entidades, as quais, de maneira espontânea, colaboraram para a aquisição das novas armas. 
Informações são do NP Diário.

Nono dígito no celular começa a valer a partir do dia 6 no Paraná.

 Inclusão de mais um dígito nos telefones móveis tem como principal objetivo aumentar a disponibilidade de números na telefonia celular. Foto: Divulgação

A partir de 6 de novembro os números dos celulares do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul ganharão mais um dígito. Quem costuma fazer ligações ou mandar mensagens para celulares já percebeu que, em grande parte do país, é preciso acrescentar o número 9 na frente do número do telefone para que a ligação seja completada. O nono dígito já está em vigor para 24 estados e daqui a uma semana valerá para todo o país.
Essa é a última etapa de implantação do nono dígito, que começou em 2012, por São Paulo. 
Para fazer ligações ou mandar mensagens de qualquer lugar do país, seja de telefone fixo ou móvel, para celulares será preciso discar o 9 antes do número do telefone. 
Segundo a Anatel, a inclusão de mais um dígito nos telefones móveis tem como principal objetivo aumentar a disponibilidade de números na telefonia celular.
Fonte tnonline

Caminhão carregado com milho tomba na PR-483.



Um caminhão carregado com milho tombou na PR-483, próximo ao bairro Nova Petrópolis, em Francisco Beltrão. O acidente aconteceu no fim da manhã desta terça-feira (1º).
O veículo, com placas do Paraguai, seguia sentido Francisco Beltrão – Marmeleiro e o motorista, de nacionalidade paraguaia, provavelmente dormiu ao volante. O caminhão saiu da pista, subiu o barranco e tombou.
Apesar dos estragos, o motorista não se feriu. Ele procurou a Polícia Rodoviária Estadual para registrar a ocorrência e foi liberado para fazer a baldeação da carga e a remoção do caminhão. O acidente não chegou a comprometer o trânsito.
As informações são do RBJ.

Motociclista morre em acidente na PR-364.



Na tarde de ontem (31), a equipe do SAMU e a Polícia Rodoviária de Palotina foram acionados para dar atendimento a um grave acidente de trânsito na PR-364, entre Palotina e São Camilo.
No sinistro se envolveram três veículos sendo, uma Amarok, um Fiat/Palio e uma Motoneta Honda/Biz. Conforme informações as causas do acidente foi a tentativa de uma ultrapassagem mal sucedida, momento em que o condutor da Amarok acabou se perdendo e colidindo no Palio e na Biz.
 A motociclista, ainda não identificada, ficou gravemente ferida, não resistiu e entrou em óbito ainda no local. Nos demais veículos não houve feridos apenas danos materiais.
O IML foi acionado e encaminhou o corpo a Toledo, na sequência será liberado para os atos fúnebres.
 As infromações são do Palotina Press.

Árvore cai em cima de Kombi na BR-369.



Uma Kombi ficou destruída após ser atingida com a queda de uma árvore de grande porte. O caso ocorreu durante o início da tarde desta terça-feira (1º), na BR-369, entrada para a cidade de Ibiporã. O Corpo de Bombeiros foi chamado para serrar o enorme tronco. Por conta do tamanho, o trabalho de remoção ultrapassou uma hora e meia.
Homens da Defesa Civil de Ibiporã também foram até o local para ajudar a retirar a árvore da Kombi, que pertence a um idoso. Ele não estava no interior do carro e por isso sequer precisou de atendimento médico.
As informações são do Bonde.    

Gás de botijão deve ficar mais caro a partir desta terça-feira.

Resultado de imagem para botijão de gás

A Petrobras informou que o preço do gás de botijão deve sofrer um reajuste a partir de hoje (1°). Isso porque a empresa alterou os contratos com distribuidoras de gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de botijão. 


O botijão de 13 quilos, que é o padrão para uso residencial, deve ficar R$ 0,20 mais caro, em média. De acordo com a Petrobras, o aumento não deverá passar de R$ 0,70 por botijão em nenhum lugar do País. 

Segundo a Petrobras, o aumento ocorrerá porque os custos com a logística do produto, que eram cobertos pela estatal, serão repassados às distribuidoras. Ainda de acordo com a empresa, na prática isso significa uma redução dos subsídios às distribuidoras, como aconteceu há dois anos com os contratos de fornecimento de diesel e gasolina. A Petrobras explicou que o fim dos subsídios "é importante para evitar distorções".
Fonte Bonde



Golpe no WhatsApp oferece passagens aéreas.



Um novo golpe no WhatsApp agora está testando a atenção de quem quer viajar de avião. Uma mensagem com um link bastante suspeito sugere que o usuário irá “ganhar” duas passagens aéreas em comemoração de um suposto aniversário de 50 anos da companhia aérea TAM.
Para isso, tudo o que o usuário precisaria fazer seria responder quatro perguntas após clicar em um link que é enviado via mensagem nas redes sociais e aplicativos de mensagens, principalmente no WhatsApp.
O problema é que ao invés de ganhar as passagens, tudo o que o internauta irá conseguir é instalar um malware no smartphone que poderá coletar informações pessoais do usuário, cadastrá-lo em serviços de mensagens pagas e compartilhar o golpe com outros usuários presentes nos contatos do aparelho.
Felizmente, a ameaça pode ser facilmente identificada. Há diversos erros de português no texto. Além disso, não há qualquer indicação de que a companhia, que agora se chama LATAM, após fusão com a companhia LAN no ano passado, esteja completando 50 anos de existência em 2016.
Para completar, o endereço da promoção não tem qualquer ligação com o site da TAM, respondendo apenas por "101promo.net".
Dessa forma, ela é apenas uma variação de “promoções” de outras empresas como cupons do McDonalds e do Burger King, Starbucks, Zara, entre outras. Se você foi vítima do golpe, o melhor a fazer é alertar seus contatos e cancelar os serviços em que foi cadastrado sem saber. Para saber como fazer isso, leia esta reportagem.
Em nota enviada ao Olhar Digital, "a LATAM Airlines Brasil informa que a promoção que está circulando nas redes sociais e e-mails é falsa". A empresa ainda afirma que só divulga suas campanhas, ofertas e promoções em seus canais oficiais.
As informações são do UOL/Olhar Digital.


Laranjeiras - Incêndio destrói residência no Bairro Água Verde.


Laranjeiras - Incêndio destrói residência no Bairro Água Verde



Na tarde de hoje dia 1º, por volta das 14 horas o Corpo de Bombeiros atendeu um incêndio.

O qual aconteceu na Avenida Álvaro Natel de Camargo esquina com a Rua Goiás, bairro Água Verde.


Segundo informações do proprietário Jeci Araújo da Silva, que mora com sua irmã na residência, o fogo iniciou no quarto e se espalhou rapidamente, destruindo tudo.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas. A casa de madeira ficou destruída e nada pode ser salvo.

Felizmente ninguém se feriu.



Fonte Portal Cantu



Gaeco oferece denúncia contra três investigadores da Polícia Civil.


Resultado de imagem para Gaeco pr

O núcleo regional de Foz do Iguaçu (Oeste paranaense) do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, ofereceu denúncia contra três investigadores da Polícia Civil acusados de associação criminosa. Dois deles foram denunciados também pelos crimes de peculato, falsidade ideológica, uso de documento falso e prevaricação. Um dos investigados foi acusado ainda do crime de coação no curso do processo.

Os fatos que originaram a denúncia ocorreram no dia 23 de setembro de 2016, em uma abordagem realizada na BR-277, quando os policiais teriam subtraído mercadorias de origem ilícita que as vítimas estavam transportando para posterior revenda. A apropriação ocorreu no pátio da 6ª Subdivisão Policial de Foz do Iguaçu. Dois dos policiais encontram-se presos preventivamente, e um foi solto após dez dias em prisão temporária.

Fonte CGN






Comissão realiza primeira audiência para discutir MP do ensino médio.

mp 746 comissão reforma do ensino médio



A comissão mista responsável pela medida provisória que promove reestruturação do ensino médio fará sua primeira audiência pública nesta terça-feira (1º). Será o primeiro dos sete debates programados para embasar a análise da MP 746/2016.
Para esta audiência, foram convidados três representantes do governo federal: a secretária-executiva do Ministério da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro; o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Soares da Silva; e Maria Inês Fini, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
Profissionais da área educacional estarão representados por Alessio Costa Lima, presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime); Ivan Cláudio Pereira Siqueira, vice-presidente da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação (CNE); e Heleno Araújo, coordenador do Fórum Nacional de Educação.
A mesa será composta também por Eduardo Deschamps, presidente do CNE e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed); e João Antônio Cabral de Monlevade, consultor legislativo do Senado.
A audiência será realizada na sala 6 da Ala Senador Nilo Coelho do Senado e será interativa. Os cidadãos podem participar, com perguntas e comentários, pelo Portal e-Cidadania ou pelo telefone Alô Senado (0800-612211).

Polêmica

A oposição promete contestar a proposta do governo. A senadora Fátima Bezerra (PT-RN), integrante da comissão, afirmou que a MP foi imposta “de cima para baixo”, sem diálogo com a comunidade acadêmica, e traz mudanças “equivocadas”. Para ela, o maior problema da reforma do ensino médio é ter vindo na forma de uma medida provisória, que produz efeitos imediatos e tem prazo limitado de tramitação no Congresso.
“Faltou humildade ao governo. Qual o problema de fazer esse debate via projeto de lei? Isso asseguraria um ambiente mais propício à construção de consensos. Democracia é assim. Leva tempo, mas é a garantia de a agenda dar certo. Mas o governo vem ignorando os debates”, reclamou.
O senador José Medeiros (PSD-MT), que também integra a comissão e é um dos vice-líderes do governo no Senado, defendeu o encaminhamento do tema por MP. Para ele, a reforma é urgente e precisa de uma solução rápida.
“Isso demonstra o quanto o governo deu importância ao assunto. Temos gastado verdadeiras fortunas com a educação e a relação com a qualidade não tem se refletido, pelo contrário. Precisamos fazer um abalo nas estruturas do sistema de ensino, porque não tem dado os frutos pelos quais temos pago”, argumentou.
A senadora Fátima Bezerra considera que a MP faz parte de uma pauta que representa a “desconstrução da política educacional brasileira”, junto com a proposta do teto de gastos públicos (PEC 55/2016) e do projeto de lei que impõe regras para o comportamento dos professores em sala de aula, conhecido como “Escola Sem Partido” (PLS 193/2016). Ela elogiou as ocupações de escolas e universidades públicas por estudantes em todo o país, e analisou que o movimento mostra o descontentamento com essas propostas.
“A mobilização dos estudantes é um forte alento para corrigir esses rumos. Eles estão dando lições de lucidez, coragem, política e cidadania. Eles compreendem que a agenda conservadora interdita toda a luta rumo a uma educação pública, laica, democrática, de qualidade e inclusiva. Eles não aceitam que as coisas sejam assim e querem ser ouvidos”, defendeu.
Por sua vez, José Medeiros disse que a oposição tem apostado na “teoria do caos” para combater tanto a MP quanto a PEC, e que a estratégia oposicionista é um “festival de mentiras” sobre o teor das propostas. Para ele, essa disputa política é natural e cabe ao governo fazer valer o seu ponto de vista.
“Devido ao cenário político, o PT e seus partidos anexos estão querendo se reconectar. Têm tentado insuflar e manipular a comunidade dos alunos para que sejam contra a reforma. Precisamos ganhar no voto e também na rua. Lei nenhuma tem legitimidade se não tiver o apoio da voz das ruas. Temos o desafio de fazer a população entender”, afirmou.

Conteúdo da proposta

A MP 746 promove mudanças na grade curricular do ensino médio, permitindo que os sistemas locais de ensino organizem, de maneira própria, a oferta dos conteúdos da Base Nacional Comum Curricular, criando estruturas de módulos, créditos ou disciplinas. Além disso, a MP expande a grade horária do ensino médio, das atuais 800 horas por ano para 1.400.
O texto determina que as matérias de língua portuguesa e inglesa, matemática, ciências naturais, realidade social e política devem ser ofertadas obrigatoriamente nos três anos do ensino médio. Já matérias consideradas transversais, como filosofia, sociologia, educação física, artes e línguas estrangeiras adicionais, não serão obrigatórias, sendo optativa sua inclusão no currículo das escolas.
Outra mudança trazida pela MP é a dispensa da necessidade de diploma de licenciatura para os professores da educação básica. Pelo texto, podem ser contratados profissionais pelo critério de “notório saber” para ministrar aulas que tenham relação com a sua formação específica.
Fonte Paraná Portal









Após 15 dias, professores encerram greve no Paraná.

Foto: Divulgação/App-Sindicato



Os professores e funcionários da educação suspenderam a greve da categoria, em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira (31) e as aulas estão programadas para voltar na terça-feira (1). Cerca de 3 mil educadores participaram da reunião organizada pela App-Sindicato;
De acordo com a nota divulgada pelo sindicato, os profissionais vão realizar outras mobilizações para avançar com as negociações junto ao governo estadual. O Estado tem 78 mil professores e 31 mil funcionários da Educação, com 1 milhão de estudantes distribuídos em 2,1 mil escolas. Segundo o sindicato, a paralisação atingiu 65% da categoria.
 A greve foi deflagrada contra a emenda da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), encaminhada pelo governador Beto Richa (PSDB) para a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) que retira o reajuste dos servidores públicos previsto para janeiro de 2017. A votação da emenda foi suspensa.
No dia 20, o governo do estado aceitou retirar o item 33 da emenda nº 043/2016, que suspenderia a data-base dos servidores públicos no ano que vem, caso as greves sejam encerradas. De acordo com a assessoria de imprensa da Casa Civil, a proposta só deve valer quando todas as categorias de servidores públicos encerrarem a paralisação. Os policiais civis e professores universitários também estão em greve.
O presidente do Sinclapol, sindicato que representa os policiais civis, afirmou que a categoria deve voltar ao trabalho após receber a notificação da decisão do  Tribunal de Justiça que considerou a greve ilegal. “A assembleia que nós já tivemos decidiu que, em caso de declaração de ilegalidade da greve, vamos voltar ao trabalho. Estamos esperando a notificação para começar outro movimento, sem paralisação, mas vamos recorrer da decisão política do TJ”, afirmou.
A medida foi pedida pelos sindicatos como condição para a volta ao trabalho. Na ocasião, Rossoni assinou um termo de acordo com o Fórum das Entidades Sindicais (FES). “Trazendo esse documento assinado, o governo do Paraná vai cumprir o compromisso e retirar a proposta no mesmo instante”, declarou. O termo, no entanto, admite a possibilidade de a proposta ser reapresentada no fim do próximo mês, caso governo e sindicatos não encontrem uma solução que permita algum reajuste aos funcionários públicos estaduais. “Nós que conhecemos as finanças do Estado não vemos muito espaço para negociação, mas vamos expandir este diálogo até o final de novembro. Existe a possibilidade de construir uma emenda em conjunto com os sindicatos. Se não houver entendimento, o governo vai enviar a mesma emenda para a Assembleia Legislativa”, explicou Rossoni.
Governo e FES divergem sobre o projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2017 enviado à Alep. Enquanto o Estado prevê crescimento zero do PIB (Produto Interno Bruto), os servidores se baseiam em projeção do Boletim Focus, do Banco Central, que indica crescimento do PIB em 1,5% no Paraná. Para o Executivo, o reajuste dos servidores no ano que vem custaria R$ 2,1 bilhões, contra R$ 1,9 bilhão na conta do FES.
A promessa de reajuste foi feita para acabar com a greve dos servidores, que aconteceu no ano passado, durou 44 dias e ficou marcada pela violência do dia 29 de abril.
Ocupações
Após a determinação de reintegração de posse emitida pela Justiça, 450 escolas, entre elas o Colégio Estadual do Paraná, o maior do estado, continuam ocupados por estudantes que protestam contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que limita os gastos públicos e a reforma no ensino médio proposta pelo presidente Michel Temer. O número foi divulgado pelo movimento Ocupa Paraná.
Fonte Paraná Portal







Beto Richa fala em uso de força policial para desocupar escolas.

Foto: Marcelo Canargo / Agência Brasil

Um dia após o resultado do segundo turno das eleições municipais, o governador Beto Richa (PSDB) cogitou, pela primeira vez, o uso de força policial para garantir a desocupação de prédios públicos no Paraná. Na quarta-feira (3), as ocupações de estudantes secundaristas em escolas e núcleos de educação completam um mês.
Nas palavras do governador, o movimento já estaria “irritando” a sociedade paranaense. “Se não houver compreensão e o diálogo não for o suficiente só resta uma maneira: com força policial para desocupar os prédios públicos. O diálogo tem uma hora que esgota”, afirmou em entrevista a Rede Paranaense de Comunicação (RPC).
A declaração foi dada na segunda-feira, mesmo dia em que a Justiça começou a fazer as primeiras reintegrações de posse em colégios ocupados em Curitiba. Beto Richa também citou a tentativa de desocupação do Colégio Estadual do Paraná (CEP), negociada pelo Ministério Público do Paraná, que não ocorreu naquele primeiro momento. “A manifestação está irritando a sociedade paranaense por que é descabida e já passou do tempo de se manifestar”, disse.
Uma decisão judicial expedida na última sexta-feira determinou que 25 colégios estaduais na capital fossem desocupados até ontem (segunda). Não houve registro de resistência ou confronto com a polícia, que acompanhou o cumprimento das determinações. No entanto, estudantes optaram por ocupar o Núcleo Regional de Educação, no bairro São Francisco. O prédio foi tomado na segunda-feira pela manhã por pouco mais de 30 alunos. É o primeiro prédio administrativo do governo a ser ocupado na capital.
Fonte Paraná Portal