Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.

Supermercado Bodegão de Santa Maria do Oeste irá aderir a Greve do dia 28/04

   

O Supermercado Bodegão de Santa Maria do Oeste irá aderir à greve do dia 28/04 em solidariedade aos trabalhadores rurais e os demais trabalhadores que lutam para não perder os seus direitos, também mostrando a sua indignação contra a reforma da Previdência, que prejudica a todos e preocupa o cidadão de bem pai de família.

Então não perca tempo você também arregace as mangas e entre para luta, para que você também não tenha o seus retirados !!! 


Caminhão de Bebidas é furtado em Palmital.

   

Relatou solicitante que na madrugada do dia 26 de abril, aproximadamente as 03h00min, o caminhão de entrega de uma empresa de bebidas, o qual estava estacionado em frente ao hotel em que estava, foi arrombado e do interior do mesmo foram furtadas algumas mercadorias, sendo: 3 caixas refrigerante cola lata com 12 unidades, 1 caixa de refrigerante cola pet 1 litro, 1 caixa refrigerante laranja lata com 6 unidades, 1 caixa refrigerante cola pet 2 litros. Não soube informar quanto aos possíveis autores. 

Fonte: Policia Militar.


Homens armados assaltam farmácia em Guarapuava.


Dois homens armados invadiram e assaltaram uma farmácia no início da noite dessa quarta feira (26) na Vila Carli, em Guarapuava.
A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar às 18h59, na avenida Pedro Carli. De acordo com a proprietária, os dois homens armados entraram e anunciaram o assalto. Eles levaram um aparelho celular, alguns objetos e certa quantia de dinheiro, fugindo em seguida.
Os policiais realizaram patrulhamento, mas os suspeitos não foram localizados.

Fonte: Rede Sul.


Acidente envolve Van com estudantes e caminhão na PR-281.

   

Uma Van com universitários se envolveu em acidente por volta das 23 horas desta quarta-feira (26), na rodovia PR-281 em Santa Izabel do Oeste.

O veículo transportava estudantes da faculdade de Ampére à Salto do Lontra, quando foi atingido na lateral por um caminhão VW 23.250, placas de Chapecó (SC). A Van parou cerca de 100 metros do local do impacto, e o caminhão tombou fora da pista.

Na Van estavam 10 pessoas. Uma estudante teve ferimentos moderados, foi socorrida pelo Samu e encaminhada ao Hospital Municipal de Santa Izabel do Oeste. Agentes da Defesa Civil de Realeza auxiliaram no atendimento da ocorrência.

fonte: Douglas Kichel – Rádio Clube.

   


Homem fica ferido após sofrer queda de moto na PR-180.
Um homem ficou ferido ao sofrer uma queda de motocicleta por volta das 16h20 desta quarta-feira (26) na rodovia PR-180, na Comunidade de Linha Água Branca, em Marmeleiro.

Ele seguia sentido a Francisco Beltrão quando perdeu o controle da moto Honda CG Titan, possivelmente devido ao óleo que estava sobre a pista e acabou sofrendo a queda.

O homem teve ferimentos principalmente nas pernas, recebeu atendimento no local pelos socorristas do Corpo de Bombeiros e em seguida foi encaminhado a casa hospitalar.

As equipes do Corpo de Bombeiros espalharam cal sobre o óleo para evitar novos acidentes.

A Polícia Rodoviária Estadual orientou o trânsito no local. 
Fonte: PPnews.

Acidente entre carretas deixa um morto.


   

Um acidente entre duas carretas resultou na morte de uma pessoa na manhã desta quinta-feira (27) no quilômetro 48 da BR-116 em Campina Grande do Sul (PR).
A colisão foi traseira. Uma carreta estava carregada com sucatas e a outra com caixas plásticas.
A faixa da esquerda ficou interditada durante o atendimento. Houve congestionamento.
fonte: CGN.
Batida entre Gol e Mitsubishi deixa dois feridos.

   

Dois carros se envolveram em um acidente na noite de ontem, no Centro de Guarapuava. A colisão foi na esquina da Comendador Norberto com a Quintino Bocaiúva, a uma quadra do Cemitério Municipal, e envolveu um Gol vermelho um Mitsubishi Outlander.

Segundo o Corpo de Bombeiros que prestou os primeiros atendimentos, os dois acadêmicos que ocupavam o Gol, ambos de 18 anos, sofreram ferimentos graves sem risco à vida e foram encaminhados para a UPA do Batel. Já a condutora do Outlander, não precisou de atendimento médico e passa bem.

As informações são da Rede Sul de Notícias.


Destaques são rejeitados e reforma trabalhista segue para o Senado.
pec 55 votação senado
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou a reforma trabalhista na madrugada desta quinta-feira (27), após a rejeição de dez destaques apresentados pelos partidos de oposição e de partidos da base aliada que pretendiam modificar pontos do projeto (PL 6.786/16) aprovado na noite de ontem (26). Os outros destaques que seriam votados nesta quinta-feira foram retirados e o texto segue para o Senado. A sessão que aprovou a reforma foi aberta na manhã dessa quarta-feira e foi encerrada às 2h06.

A aprovação da reforma foi possível após um acordo entre o líder do governo e de alguns partidos de oposição. Pela proposta, a oposição retirou os destaques que seriam votados e, em troca, se comprometeu a não obstruir a votação da Medida Provisória (MP) 752/16, que cria regras para a prorrogação e relicitação de contratos de concessões de ferrovias, rodovias e aeroportos. A MP tranca a pauta impedindo a análise de outras matérias em sessões ordinárias.

Destaques rejeitados

Apesar dos apelos da oposição, os deputados rejeitaram por 258 votos a 158, o destaque do PDT que pretendia excluir do texto a possibilidade de contratação contínua e exclusiva de trabalhadores autônomos sem caracterizar vínculo trabalhista permanente. Para o partido, a medida possibilita que empresas possam demitir empregados e recontratá-los mais tarde como trabalhadores sem os direitos trabalhistas de um trabalhador normal.“Dessa forma, o trabalhador não tem mais direito a Fundo de Garantia do Tempo de Serviço [FGTS], a 13º e a nenhum direito trabalhista”, criticou o deputado André Figueiredo (PDT-CE).

Também foi rejeitado o destaque que pedia que a figura do trabalho intermitente, no qual a prestação de serviços pode ser feita de forma descontínua, podendo o funcionário trabalhar em dias e horários alternados, fosse excluída do texto. O empregador paga somente pelas horas efetivamente trabalhadas. O contrato de trabalho nessa modalidade deve ser firmado por escrito e conter o valor da hora de serviço.

Foi rejeitado o destaque do PCdoB que queria retirar do texto a alteração na legislação trabalhista que possibilita a rescisão do contrato de trabalho por acordo entre empregado e empregador, com divisão de direitos trabalhistas como aviso prévio e multa do FGTS. Outro destaque rejeitado, do PT, pretendia vincular a atuação da comissão de representantes dos trabalhadores nas empresas com mais de 200 empregados ao sindicato da categoria profissional.

Também foi rejeitado o destaque de autoria do PSOL pretendia excluir o artigo sobre a prevalência do acordo coletivo sobre a legislação, considerado a “espinha dorsal” da reforma pois permite que o acordo e a convenção prevalecerão sobre a lei em 15 pontos diferentes, como jornada de trabalho, banco de horas anual, intervalo de alimentação mínimo de meia hora e teletrabalho.

Outro destaque rejeitado, do PT, pretendia retirar a proibição, prevista no projeto aprovado que proíbe a permanência das regras do acordo coletivo anterior até a negociação de um novo acordo, mesmo que ele não esteja mais vigente.

Também foi rejeitado o destaque do PPS que queria tirar a restrição a edição de súmulas sobre legislação trabalhista.

Os deputados rejeitaram outro destaque e mantiveram no projeto o ponto que impõe uma quarentena de 18 meses para que um trabalhador que venha a ser demitido de uma empresa possa ser novamente contratado como terceirizado pela mesma empresa.

Os deputados rejeitaram ainda uma emenda do deputado Carlos Zaratini (PT-SP) que vinculava trabalhadores terceirizados que prestem serviços a uma empresa ao sindicato da categoria principal da empresa.

O último destaque rejeitado, do deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), queria retirar do texto a extinção da contribuição sindical.

Fonte: Paraná Portal.