Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sábado, 14 de fevereiro de 2015

                              Clima Tempo

                       Santa Maria Do Oeste

                                  Pitanga

                                 Palmital

                                 Guarapuava






                                                             PIADAS

   

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


                   

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

                                   

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Para toda família, para todos os estilos, no seu 

dia a dia, em seus melhores momentos!

PLANETA JEANS

RUA FRANCISCO TEIXEIRA - Nº: 37 - Bairro:

Governo do PR agenda reunião com educadores para depois do carnaval.



   200 pessoas continuam acampadas neste sábado (14) no Centro Cívico, em Curitiba (Foto: Divulgação/APP-Sindicato)

O Governo do Paraná agendou uma reunião com a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) na tentativa de negociar sobre o fim da greve da categoria na quinta-feira (19), em Curitiba. Os funcionários e professores da rede estadual estão em greve desde segunda-feira (9) e mais de 950 mil estudantes não puderam iniciar o ano letivo. Depois de uma semana de vários protestos em frente à Assembleia Legislativa, cerca de 200 manifestantes ainda permaneciam acampados em frente à sede na manhã deste sábado (14).
Os servidores são contra o pacote de medidas – "pacotaço" – do governo estadual que, entre outros itens, afeta a carreira dos educadores. Na quinta (12), por causa das manifestações, o projeto foi retirado da pauta de votações.
"Vamos ouvir o que o governo tem a dizer sobre nossa pauta de reinvidicações. O problema é que o governo diz que vai por fim na greve, mas queremos lembrar que isso é apenas uma negociação. A greve continua", disse Marlei Fernandes, uma das representantes do sindicato.
Segundo Marlei, entre os assuntos que serão discutidos na reunião estão a retirada definitiva do "pacotaço", o pagamento dos benefícios atrasados e os salários dos funcionários contratados via Processo Seletivo Simplificado (PSS), a contratação de 10 mil funcionários que foram demitidos, a volta dos projetos educacionais e dos diretores e vice-diretores, além da nomeação de concursados e abertura de novas turmas.
O "pacotaço" foi apresentado aos deputados estaduais em regime de urgência no dia 4 de fevereiro e visava, de acordo com o Executivo, equilibrar as finanças do estado. A medida também fazia parte da segunda etapa de um ajuste fiscal que começou em 2014, com o aumento da alíquota de impostos.
Assembleia fechada
Nesta sexta-feira (13), a Alep informou que ficará fechada até quarta (19) para "levantar os prejuízos e reparar os danos da invasão" de manifestantes, que ocuparam o prédio por três dias. As votações no Plenário serão retomadas apenas na segunda-feira (23). 
Pátio da Alep ficou lotado após invasão (Foto: Sabrina Coelho/G1)Pátio da Alep ficou lotado após invasão (Foto: Sabrina Coelho/G1)
Ocupação
O Plenário foi ocupado, na terça-feira, logo depois de os deputados aprovarem – com 34 votos favoráveis e 19 contrários – o requerimento que instituiu Comissão Geral para a apreciação do pacote de medidas.
Comissão Geral é um mecanismo previsto no regimento interno da Casa que permite os deputados votarem em um projeto de lei, em um único dia, sem que a proposta passe por comissões específicas.
Milhares de servidores públicos protestaram no dia em que o 'pacotaço' foi votado pelos deputados estaduais (Foto: Sabrina Coelho / G1)Milhares de servidores públicos protestaram em
Curitiba (Foto: Sabrina Coelho / G1)
Série de greves
Durante a semana, várias categorias se juntaram aos protestos, como o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde (Sindsaúde) e o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen).
Os trabalhadores da saúde chegaram a deflagrar greve na quinta-feira, porém a paralisação foi suspensa na sexta. A decisão foi tomada após o pacote de medidas do governo estadual ser retirado da pauta de votações.
Fonte ; G1
        BODEGÃO

 PAPEL MILI APENAS R$ 9,99


                     SUCO TRINK APENAS R$ 0,66

Greve deve continuar após o carnaval.


   Jonathan Campos/Gazeta do Povo / Professores vão continuar acampados em frente ao Palácio Iguaçu mesmo durante o feriadão do carnaval

A greve dos professores da rede estadual de ensino já completou cinco dias letivos. Isso significa 2,5% dos 200 dias de aula obrigatórios por lei. Essa semana ausente das salas de aula já implica em reposição desses dias no futuro. O que não se sabe é se haverá mais dias a serem repostos. A greve por tempo indeterminado deve continuar após o carnaval. Na próxima quinta-feira, dia em que seriam retomadas as atividades depois do feriadão, a expectativa é de mais um dia sem aula.
Mobilizada, a categoria não dá sinais de que irá arrefecer a paralisação e planeja manter o acampamento no Centro Cívico durante o feriado. Por outro lado, o governo do estado não demonstra abertura para dialogar com os professores e funcionários.
Última forma
Seed muda os números conforme o discurso
Desde o início do impasse entre professores e Seed, a pasta tem demorado a passar os números do novo ano letivo. Quando divulga, muda sistematicamente os dados informados à imprensa.
No dia 28 de janeiro, a Agência de Notícias do Paraná, do governo estadual, divulgou que o governador Beto Richa havia assinado a nomeação de 5.522 professores efetivos para rede estadual. No dia 6 de fevereiro, após a APP-Sindicato informar a imprensa que cerca de mil pedagogos que estavam entre os novos nomeados haviam sido “dispensados”, o número mudou. A agência publicou nova notícia informando que o governador Beto Richa havia nomeado 4.503 professores efetivos– mil a menos que o informado anteriormente, sem qualquer explicação sobre a mudança.
Mesmo com a diferença, a agência afirmou nas duas notícias (de janeiro e de fevereiro), que “o governo do estado totaliza, nos últimos quatro anos, a contratação de 23 mil professores e pedagogos para as escolas.”
Procurada desde o fim de janeiro para falar sobre a crise anunciada na rede estadual, a assessoria de imprensa da Seed somente abriu os números para o ano letivo de 2015 no dia 11 de fevereiro. Naquele dia, a Seed informou à Gazeta do Povo que a redução no número de professores de 2014 para 2015 havia sido de 78,5 mil para 64,1 mil. Para minimizar o rombo seriam chamados de volta às salas de aula mais de 900 profissionais em atividades administrativas e mais de 10 mil professores em licença-prêmio. Com isso, o número total para 2015 seria de 75,8 mil. No entanto, no dia seguinte, 12 de fevereiro, a Seed mandou um release à imprensa informando que a redução no número de profissionais de 2014 para 2015 foi de 80.608 para 75 mil.
Colaborou Fabiane Ziolla Menezes

A crise na rede de ensino se arrasta há pelo duas semanas. A gota d’água, que desencadeou a greve, foi o envio do “pacotaço” do governador Beto Richa (PSDB) à Assembleia Legislativa, mas a paralisação já estava prevista, segundo os professores.
O projeto de lei previa a extinção dos quinquênios, anuênio, mudanças no Programa Desenvolvimento Educacional (PDE), nos mecanismos de promoções e progressões e torna mais difícil a retirada de licenças (que passam a ser aprovadas diretamente pelo secretário de Educação). A medida também estabelecia cortes no vale-transporte e muda as regras para a previdência dos servidores.
Segundo a APP-sindicato, mesmo com a retirada do “pacotaço” de pauta, ainda motivam a continuação da greve o corte de 10 mil funcionários; superlotação nas salas de aula, em razão do fechamento de 2.400 turmas; o calote em parcelas do ano passado no fundo destinado à manutenção das escolas e compra de materiais; e o atraso no pagamento do terço de férias dos docentes e da rescisão dos 29 mil professores temporários que trabalharam na rede no ano passado. Além disso, eles pedem a reabertura dos projetos que funcionavam nas escolas no contraturno e a retomada da contratação de funcionários de escola, diretores, pedagogos e professores.
Panorama
De 2014 para 2015, houve redução no número de matrículas e no quadro de pessoal. A quantidade de estudantes matriculados caiu 4,7%: de 1,019 milhão no ano passado para 971,3 mil neste ano. Ao mesmo tempo, o governo estadual decidiu reduzir o número de turmas (de 38.200 para 35.918), aumentando a média de alunos por turma (de 26,68 para 27,04). Como um efeito cascata, isso afetou o número de profissionais.
O governo do estado afirma que nomeou 4.503 professores aprovados em concurso, mas o número de funcionários da rede caiu. Em 2014, eram 80.608 professores efetivos e temporários. Para este ano, são 65 mil e mais 10 mil à disposição da rede. Em relação aos funcionários, houve redução de 33.423 para 32.847, incluindo temporários e efetivos.
Apesar do quadro, os profissionais não concordam com as mudanças. Para eles, as escolas não têm condições de abrir com tantos funcionários a menos. Além disso, eles questionam a maneira como turmas e turnos foram encerrados e como escolas inteiras foram fechadas.
Negociação
O governo do Paraná e a APP abriram diálogo oficial pela primeira vez após a mobilização na Alep e a retirada do “pacotaço”. Os dois lados confirmaram uma reunião para próxima quinta-feira, após o feriado de carnaval, às 14h30, no Palácio Iguaçu.
Retomada
Aulas da rede municipal de Curitiba voltam após carnaval
Os 140 mil alunos das 184 escolas municipais de Curitiba e dos 199 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) voltarão às aulas na quinta-feira. Mas os professores já estão trabalhando desde a semana passada. Para preparar o ano letivo, que será encerrado em 18 de dezembro, os professores e funcionários tiveram esse período sem alunos para organizar a escola e atualizar os conteúdos.
Os professores e equipes pedagógicas trabalharam no planejamento do ano e de início das atividades de formação continuada para os 18,8 mil profissionais de educação. Essa capacitação foi dividida em duas partes: encontro para palestras com especialistas e expoentes em educação e o debate entre os profissionais nas unidades, aprofundando os estudos.
Aos deputados
Os 34 deputados que aprovaram a votação do ‘pacotaço’ do governo em uma comissão geral, o chamado ‘tratoraço’, vão receber cartas de professores com explicações e a pauta da categoria.
Fonte : Gazeta do povo

Após denúncia, ex-assessor do Governo é preso por suposto estupro.


   

Três pessoas foram presas, na manhã deste sábado (14), por suspeita de exploração sexual de menores em Londrina, no norte do Paraná. Entre os presos, está o fotógrafo e ex-assessor do Governo do Estado Marcelo Caramori, solto no dia 10 de fevereiro, o delegado da Receita Estadual em Londrina, José Luiz Favoretto Pereira, e um investigador da Polícia Civil. Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Caramori foi preso pela segunda vez por suposto estupro de uma menina menor de 14 anos.
De acordo com o delegado do Gaeco, Ernandes César Alves, adolescentes que foram vítimas de exploração sexual identificaram o auditor fiscal e o policial como clientes. “Descobrimos que eles eram usuários do sistema, ou seja, também exploravam sexualmente meninas menores de 18 anos. Mesmo sendo clientes, responderão pelos mesmos crimes dos agenciadores”, detalha. Os dois foram presos por favorecimento à prostituição.
O advogado de José Luiz Favoretto Pereira, Rafael Garcia, nega que o cliente tenha tido qualquer envolvimento ou relacionamento com adolescentes. “Ainda não tivemos acesso ao processo, e por isso, não sabemos qual foi os motivos da prisão. Por ora, o meu cliente vai permanecer em silêncio, pois ele alega que não teve envolvimento com nenhuma adolescente”, argumenta o advogado.
Essa é a terceira etapa de investigações sobre a prática de crimes de favorecimento e exploração sexual de menores em Londrina. A primeira prisão ocorreu no início de janeiro, quando um auditor da receita estadual foi preso em um motel da cidade com uma adolescente, e na segunda, foi preso o fotógrafo Marcelo Caramori, que na época era assessor do Governo Estadual.
Caramori retornou para a prisão neste sábado pois, segundo o delegado do Gaeco, o fotógrafo omitiu informações no depoimento que prestou ao Ministério Público do Paraná (MP-PR). “Descobrimos que Caramori manteve relações sexuais com uma adolescente que tem menos de 14 anos. O fotógrafo não relatou esse relacionamento ao prestar depoimento e, por isso, foi preso por estupro de menor”, pontua o delegado Ernandes César Alves.
O advogado de Marcelo Caramori, Leonardo Vianna, foi procurado pelo G1, mas não foi localizado pela para comentar sobre a prisão.
O policial civil preso por suspeita de favorecimento à prostituição será levado para Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos em Curitiba. Em nota, a Polícia Civil informou que afastou o investigador do cargo e ele responderá a processo administrativo disciplinar junto à Corregedoria Geral da Polícia Civil. Se, no fim do processo, a Justiça comprovar que o policial tem envolvimento no caso e o Conselho da Polícia entender que o investigador é culpado, ele poderá ser demitido.
Fonte : G1
          LOJÃO DO BRÁZ

              

                


             O melhor para você

Justiça decreta prisão temporária de prefeito suspeito de corrupção.


   

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) decretou nesta sexta-feira (13) a prisão temporária de Gilvan Pizzano Agibert (PPS). Ele é prefeito de Prudentópolis, na região central do Paraná, e foi preso em flagrante na noite de quinta (12). Agibert é suspeito de corrupção passiva.
O prefeito e outras três pessoas foram presas na Operação Caçamba, após um ano de investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ligado ao Ministério Público do Paraná (MP-PR). Segundo o promotor do Gaeco, Vitor Hugo Honesko, a suspeita é que as empresas que venciam licitações na prefeitura subcontratavam uma empresa que pertencia a Agibert e era comandada por um ‘laranja’.
O prefeito foi preso na quinta (12) ao receber R$ 24 mil de um funcionário de uma empresa que faz a coleta de lixo em Prudentópolis. Segundo o Gaeco, o dinheiro é fruto de propina. Agibert está no Complexo Penitenciário de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba
O Gaeco cumpriu, nesta sexta, 13 mandados de busca e apreensão na prefeitura, na casa do prefeito e de dois filhos dele, e ainda na casa de dois vereadores. Foram apreendidos documentos e R$ 80 mil em dinheiro.
Nove servidores da prefeitura de Prudentópolis foram afastados, por determinação do Gaeco, nesta sexta. Segundo o promotor, eles seriam “coniventes” com o prefeito.
Em nota, a prefeitura afirmou que setor jurídico não teve acesso à totalidade das investigações sobre Agibert, e que aguarda o recebimento de mais dados para se pronunciar, mas garantiu que ele segue no cargo. No entanto, a Câmara Municipal de Prudentópolis informou que deve empossar o vice-prefeito, Adelmo Luiz Klosowski (PPS), no cargo de Agibert, em cerimônia programada ainda para esta sexta (13).
Fonte : G1

Funcionários de cartório e advogados têm prisão decretada no Paraná.


   

A Justiça decretou a prisão de oito pessoas acusadas de formação de quadrilha e corrupção em processos judiciais que envolvem pescadores. Dentre os acusados pelo Ministério Público estão quatro advogados, além de funcionários do Cartório Cível de Antonina, no litoral do Paraná. Apenas um dos acusados foi preso.
Segundo o MP, os advogados captavam clientes entre os pescadores prejudicados por acidentes ambientais em Antonina. As investigações apontaram que os advogados pagavam propina a funcionários do cartório para que eles manipulassem o andamento dos processos de interesse do escritório, que atende a 1,2 mil pescadores.
Além das acusações de formação de quadrilha e corrupção, o MP investiga ainda se os advogados retiveram valores de indenizações que seriam destinados aos pescadores, e se houve lavagem de dinheiro.
Acidente
Em 2011, um vazamento provocou à proibição da pesca na Baía de Paranaguá. Prejudicados, os pescadores contrataram o escritório dos advogados Fabiano Neves Macieywski, Heroldes Bahr Neto, Saul Bonat de Mello e Kleber Augusto Vieira.
Petrobras e outras empresas foram condenadas a pagar indenizações que somam R$ 300 milhões. O dinheiro foi depositado, mas alguns pescadores afirmam jamais ter recebido.
O escritório de advocacia Bahr, Neves e Mello divulgou nota negando qualquer ingerência sobre o cartório de Antonina. O advogado Rodrigo Sanchez Rios, que representa o escritório, afirma ainda que “desde julho de 2008, o escritório bem pagando os clientes regularmente, com todos os recibos, contratos e prestação de contas das indenizações dos pescadores de Antonina registrados em cartório”.
A nota afirma ainda que os foragidos devem se entregar à polícia após o carnaval.
Fonte : G1




                                                                                      ID: 303277.

MARCIO LOJÃO DO BRÁZ TEL: (42) 3644-1096
TEL: (42) 9149-1201 VIVO    
TEL: (42) 9968-3882 

Carnaval começa violento nas estradas do Paraná; cinco mortes em dois acidentes.


O carnaval começou com muita violência nas estradas que cruzam o Paraná. Entre a noite desta sexta-feira (13) e a manhã deste sábado (14), cinco pessoas morreram em dois acidentes. O mais recente aconteceu na BR-476, em São Mateus do Sul, região sul do Paraná. Dois homens de 38 e 20 anos morreram após o veículo em que estavam colidir contra um ônibus de Santa Catarina. Os passageiros do ônibus não ficaram feridos.
Segundo informações do site G1/PR, a violência do impacto foi tão grande que o carro foi parar embaixo do rodado do ônibus. O fluxo de veículos foi interrompido no início desta manhã para a retirada dos corpos das vítimas e dos veículos da pista.
acidente 3 vitimas
Carro em que estavam as três vítimas fatais – Foto: PRF
Três mortes
Outras três pessoas morreram em um gravíssimo acidente na BR-373, entre Imbituva e Guamiranga. As três vítimas mortas ocupavam um Fiat Palio, atingido frontalmente por um Hyundai Azera roubado, na altura do quilômetro 249 da rodovia, entre as cidades de Ponta Grossa e Guarapuava, por volta das 21h30. Morreram no local do acidente o motorista do Palio, de 22 anos, e duas passageiras, mãe e filha, de 46 e 16 anos.
Chovia no momento da colisão. O trecho é uma reta com declive acentuado, em pista simples. Os indícios verificados pela equipe da PRF que atendeu a ocorrência apontam que o Azera invadiu a faixa contrária, o que provocou o acidente.
O motorista do Azera, que tinha registro de roubo ocorrido em maio de 2014 em São Paulo (SP), sobreviveu e está internado no Hospital Geral Unimed, em Ponta Grossa. O velocímetro do carro travou em 170 km/h.
Policiais rodoviários federais e policiais militares se revezam na custódia do preso, que tem 24 anos de idade. O carro conduzido por ele tinha placas e documentos falsos, além de estar equipado com aparelho de radiocomunicação oculto e preparado para o transporte de contrabando.
Tão logo o motorista do Azera tenha alta, o que pode acontecer ainda neste domingo (15), ele será conduzido pela PRF para a Delegacia da Polícia Civil em Imbituva.
prf tres1
Carro roubado em que estava único sobrevivente

Fonte : Banda B





Supermecado Oeste Rua Generoso Karpinski - Centro - SANTA MARIA DO OESTE - PARANÁ.

Desvio no Mercado da Família soma R$ 728 mil.


   Documentos foram entregues ontem à delegada Tânia Sviercoski

Resultado da sindicância foi entregue nesta sexta-feira à delegada Tânia Sviercoski, da 13ª SDP. Sérgio Zadorosny pede licença e prefeito promove mudanças na secretaria
A delegada Tânia Sviercoski, da 13ª SDP, recebeu ontem o resultado da sindicância instaurada por determinação do prefeito Marcelo Rangel (PPS) para apurar o desvio superior a R$ 728 mil do Mercado da Família. As informações contidas nestes documentos darão embasamento ao inquérito instaurado. São dois os suspeitos da prática delituosa. De acordo com informações de pessoas ligadas ao Executivo, os acusados eram funcionários comissionados e estavam agindo desde o segundo semestre do ano passado.
De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, com o resultado da sindicância do Abastecimento em mãos, Sérgio Zadorosny Filho, ex-secretário da pasta de Abastecimento, procurou a delegacia de Polícia Civil, ontem, para, segundo afirma, “obter justiça, punição e ressarcimento dos valores desviados’. Ele estava acompanhado pelo procurador Geral do Município, Emerson Woiceychoski.
“O governo municipal identificou ações fora da normalidade no setor da tesouraria, comprovou os fatos através do monitoramento, apurou responsabilidades e solicitação a abertura de inquérito à Polícia Civil, demonstrando total transparência. E, em busca de esclarecimentos, entreguei o resultado de toda a investigação administrativa à Polícia Civil para que os culpados sejam punidos”, afirma Zadorosny.
O secretário foi o denunciante do furto, na época fez um boletim de ocorrência, determinou a apuração imediata dos fatos e entregou a denúncia à Controladoria Geral do Município, que conduziu as investigações juntamente com a Procuradoria Geral do Município. A sindicância apurou que o valor a ser ressarcido pelos ex-funcionários é de R$ 728.420,00. “Agora, com esse documento em mãos, cabe à polícia fazer as demais investigações e ao Ministério Público às denúncias cabíveis”, salienta o secretário. Ele informa ainda que nos próximos dias a sindicância será encaminhada ao Ministério Público para providências.
Os vereadores da Câmara deverão propor a instauração de uma CPI sobre o desvio de dinheiro.
Zadorosny deixa a secretaria
Com o fim da sindicância sobre o desvio de recursos do Mercado da Família, Sérgio Zadorosny se colocou à disposição para quaisquer esclarecimentos e, ainda, anunciou que se licenciou da Secretaria de Abastecimento da Prefeitura de Ponta Grossa por tempo indeterminado. O prefeito Marcelo Rangel já definiu que no lugar de Zadorosny assume Márcio Ferreira, atual diretor presidente da Agência de Águas e Saneamento de Ponta Grossa (ARAS), e como diretor financeiro do Abastecimento, o coronel reformado do Exército Brasileiro, Jorge Barcelos. Os nomes foram anunciados no início da noite desse sexta-feira.
Fonte : aRede
                        REALIZAR IMOVEIS

Oportunidade de um bom negocio;

- Terreno no centro de Santa Maria do Oeste
1.200M2 da para fazer 04 lotes de 300 M2 por apenas R$ 250.000.00, aceita carro no negocio ou imovel na região de Curitiba.

- Terreno 300M2 no centro 150.000.00

- Terreno 516M2  no centro 180.000.00

- Terrreno 240M2 lot. tropical 52.000.00

- Terreno 260M2 lot. tropical 65.000.00, aceita camionete .

- Terreno rural 26 alq. todo em pasto da para fazer 13alq. planta apenas R$ 800.000.00

- Terreno rural25 alq. apenas 10 minutos do centro de Santa Maria do Oeste por 1.250.000.00, troca por imoveis em Guarapuava.

- Uma chacara 2 alq. na beira do asfalto troca por casa em Guarapuava.

Bandidos invadem casa de prefeito da 

RMC e com encomenda de R$ 100 mil para matá-lo.


                    aldnei siqueira
Prefeito Aldnei Siqueira não estava na casa na hora do assalto – Foto: Divulgação Prefeitura

A casa do prefeito de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), Aldnei Siqueira, foi assaltada no final da manhã desta sexta-feira (13) por quatro homens fortemente armados. Os ladrões conseguiram levar a bolsa da primeira-dama com R$ 10 mil e chegaram a agredir o filho do prefeito, que chegou no momento do assalto. Com muito terror, a dupla que entrou na casa dizia o tempo todo que já havia encomendado o caixão para o prefeito e mulher porque haviam sido contratados por R$ 100 mil para matá-los. Os bandidos conseguiram fugir.
O assalto aconteceu por volta das 11 horas na casa da família, no bairro Barreirinha, em Curitiba. Dois homens armados entraram na casa e dois ficaram do lado de fora. Armados, eles renderam a esposa do prefeito Siqueira, que se preparava para sair, a empregada e o motorista.
De acordo com o delegado Hertel Rehbein, os bandidos sabiam muito bem o que queriam. “Eles demonstraram conhecer a rotina da família e pediam uma maleta cheia de dinheiro, que pertenceria à prefeitura. Fizeram graves ameaças e conseguiram pegar R$ 10 mil que a primeira-dama iria usar para fazer o pagamento de funcionários de uma autoescola da família”, relatou o delegado
Segundo Rehbein, os ladrões usaram de muita violência psicológica com a primeira-dama. “Eles usaram de uma violência psicológica extrema. Disseram que tinham acabado de passar em uma funerária para escolher o caixão de casal para a primeira-dama e o prefeito e que tinham sido contratados para matar os dois por R$ 100 mil. Detalharam ainda que já tinham recebido R$ 20 mil e iriam receber o restante assim que completassem o serviço”.
O filho do prefeito chegou acompanhado do neto do casal, de 3 anos, no momento do assalto e foi agredido pelos ladrões. “Ele recebeu várias coronhadas na cabeça e ficou ferido. A primeira-dama está bastante abalada psicologicamente, mas não ficou ferida, assim como os funcionários e o neto do prefeito. Todos estão bem”, disse o delegado.
Os bandidos estavam com um rádio-comunicador na frequência da polícia e quando perceberam que um vizinho havia descoberto a ação, fugiram em um Celta preto.
Ao delegado, o prefeito Aldnei Siqueira disse que vem recebendo ameaças de morte.
A polícia analisa as imagens de câmeras de segurança da rua para tentar identificar os quatro bandidos. O crime deve ser investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR).
Fonte : Banda B

                          BRASÃO DA PREFEITURA DA   

         CIDADE SANTA MARIA DO OESTE.  


                    BRASÃO DA PREFEITURA DA CIDADE DE SANTA MARIA DO OESTE.

Homem morre em capotamento de carro na PR-182.


   

Um veículo GM/Astra, placas de Florianópolis/SC, saiu da pista e capotou por volta das 20h50 desta sexta-feira (13) na PR-182 entre Salgado Filho e Flor da Serra do Sul. O motorista Edson da Silva Castilhos, 29 anos, não resistiu e morreu no local do acidente.
A Criminalística foi acionada e fez o levantamento no local. O corpo da vítima foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão.
A Polícia Rodoviária Estadual registrou o acidente. 
Fotos: Ivânia Bonatto (Diário da Informação/TV Beltrão)
fonte : PPNEWS

Como se preparar para o Carnaval.

   

Depois que as comemorações do final do ano ficam para trás, chega a hora de planejar o Carnaval, festa muito esperada pela maioria dos brasileiros. As profissionais da Academia Contours dão dicas de alimentação e de exercícios para se preparar para o Carnaval.
Leia também

Antes

Exercícios físicos

Segundo a professora de educação física Caroline Pascarelli, o ideal é começar a preparação para o Carnaval pelo menos um mês antes e as pessoas mais sedentárias podem começar com uma caminhada diária de 30 a 45 minutos.
Antes do Carnaval a dica é pegar firme em exercícios aeróbicos / Crédito: ThinkstockAntes do Carnaval a dica é pegar firme em exercícios aeróbicos / Crédito: Thinkstock
Os melhores exercícios para entrar em forma para os dias de folia são os aeróbicos e localizados. “Caminhada, corrida e bicicleta são sugestões de atividades que trabalham o condicionamento físico. Musculação, treinamento funcional e pilates são exercícios localizados que ajudam a definir e fortalecer a musculatura”, afirma Caroline.
Ainda de acordo com Caroline, quem pretende aproveitar muito os dias de Carnaval deve focar nos exercícios para os músculos inferiores: coxa, quadril e perna. Além disso, é importante investir no fortalecimento das costas e do abdômen.

Alimentação

Segundo Carina Amorim, nutricionista da Academia Contours, para garantir muita energia para o Carnaval é preciso estar em dia com a ingestão de vitaminas e minerais. O ideal é de 3 a 4 dias antes das festas começarem usar e abusar dos sucos nutritivos, que auxiliam no processo de hidratação. “Sucos de beterraba com couve e maçã ou melancia ou couve, gengibre e bluberry são ótimas dicas”, completa.
Fonte : bolsa de mulher