Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 11 de abril de 2019

11/04/2019 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Hoje na Câmara de Vereadores de Santa Maria do Oeste, seminário sobre a Reforma da Previdencia com a presença dos Deputados, Prof. Lemos e Enio Verri.




Carro com alerta de roubo é apreendido na área rural de Palmital.

Imagem relacionada

No dia 10 de abril de 2019, Por volta de 14h30min esta equipe foi solicitada para prestar um apoio ao Investigador de Polícia Civil, o qual tinha informações de que na localidade rural havia uma pessoa de posse de um veículo produto de roubo. Foi deslocado em apoio ao policial, e no local indicado havia um veículo Voyage na cor preta, o qual consta no sistema com alerta de roubo, registrado em um boletim de ocorrência anteriormente confeccionado na cidade de Roncador, sendo que o possuidor disse ter comprado algum tempo e apresentou um documento de CRLV de 2014. O veículo foi apreendido e conduzido ao pátio da Delegacia bem como o possuidor foi conduzido até a Delegacia para os demais procedimentos.
Fonte Policia Militar


Reajuste e burocracia nos governos estadual e federal paralisam obras em Turvo.


O aumento no preço de tabela do CBUQ, ou concreto betuminoso usinado a quente, um dos tipos de revestimento mais utilizados em ruas e rodovias brasileiras, é o principal motivo da paralisação de obras em ruas e avenidas do município de Turvo . Aliam-se a isso os trâmites burocráticos dos governos estadual e federal, parceiros do município em muitas obras.
De acordo com o prefeito Jerônimo Gadens do Rosário, como as licitações abertas para essas obras ainda continham o valor anterior ao reajuste, que foi muito alto, as licitações foram desertas, ou seja, sem empreiteiras inscritas.
Estamos aguardando a nova tabela para então abrir novos editais para licitação de pavimentação de ruas e queremos retomar os serviços ainda neste semestre, mas isso não depende de nós.
Entretanto, o prefeito já articula aditivos junto à Caixa Econômica Federal para completar o recurso previsto inicialmente . Segundo Jerônimo, há obras paradas em parte das ruas Araucária, Paraná e Avenida 12 de Maio (Vila Jaime). Esta avenida possui contrapartida do Município.

Fonte RSN



Laranjeiras - Delegado abre inquérito para investigar crime de racismo contra população.

Laranjeiras - Delegado abre inquérito para investigar crime de racismo contra população

O delegado da Policia Civil da 2ªSDP de Laranjeiras do Sul, Dr. Igor Rabel Corso, abriu um inquérito para apurar os fatos descritos em uma matéria jornalística que chocou toda a comunidade do município, comprovadamente uma acadêmica da UFFS em seu Twiter publicou ofensas com escritas de cunho racista e discriminatório.
O inquérito deve ouvir as partes e a acadêmica está sendo acusada de ''crime de racismo e preconceito a pessoa branca'' prevista na lei 7716/89 no seu artigo 20'' .
'' Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito da raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional com pena prevista de reclusão de um a três anos e multa''.
No dia 07/04/2019 a Acadêmica da UFFS postou em seu twiter endereço citado nos autos a seguinte frase '' Laranjeiras do Sul, é a cidade dos branquelos sem sal, crescidos a base de pseudo cultura da superioridade burros pra caraí e ouvidores de eletrofunk '', isto implica no desprezo a comunidade local além de um possível preconceito de raça e cor e que foi dirigido a todas as pessoas que residem no município supra citado.
Fonte Portal Cantu


Após ameaças online de atentado, aulas são canceladas pela UFPR.


Após ameaças anônimas feitas na deep web em tom discriminatório contra minorias raciais, alguns professores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) decidiram por cancelar as aulas da noite desta quarta-feira (10), nas sedes da instituição localizadas na Praça Santos Andrade e na Reitoria, ambas no centro de Curitiba.

No começo da noite, a UFPR informou que reforçou a segurança na instituição após as ameaças de atentado. De acordo com Leonardo Teixeira de Souza, estudante do 3° de Letras, o temor dos alunos sensibilizou o corpo docente. “Não foram todos os professores, mas alguns deixaram os alunos saírem pois eles não estavam se sentindo bem. Nos foi confirmada a veracidade dos posts, mas não sabe se haveria algum tipo de ataque e por isso nos deixaram sair”, afirmou.
Outra estudante, que preferiu não se identificar, disse que os alunos receberam as ameaças via Whatsapp. “Da forma que chegou pra gente, nada foi explicado. Foi algo espantoso, e após a nota de repúdio da UFPR que confirmou a situação, ficamos ainda mais angustiados e com dúvidas”, disse.
De acordo com a instituição, algumas outras universidades brasileiras também receberam a mensagem. “Diante disso, a universidade acionou preventivamente o setor de segurança da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), polícias Federal e Militar, bem como o Núcleo de Combate aos Cibercrimes, da Polícia Civil e, ainda, alertou os vigilantes com pedido de reforço na segurança interna. A UFPR também destacou uma equipe interna para ajudar na investigação e tenta apurar se esta ameaça veio de algum membro interno ou externo à instituição”, informou a instituição em nota.
Obteve acesso a uma suposta mensagem de ameaças contra a UFPR. Em tom discriminatório, os agressores citam minorias raciais como alvos.
“A universidade está fazendo todos os encaminhamentos e providências necessárias a fim de proporcionar a manutenção de todas as atividades e preservar a integridade física da comunidade universitária. A Reitoria reitera o compromisso com os princípios democráticos, repudia quaisquer formas de violência e discriminação”, conclui a nota da UFPR.
Fonte Banda B
Colisão deixa veículos destruídos, mas vítimas sofrem ferimentos leves.


Um acidente envolvendo três veículos no fim da tarde desta quarta-feira (10) na BR-153, no perímetro urbano de Jacarezinho, deixou duas caminhonetes destruídas e um carro com danos de pequena monta, porém, sem nenhuma vítima grave.
De acordo com o Corpo de Bombeiros de Jacarezinho, a solicitação para o atendimento à ocorrência foi recebida no quartel às 17h20.
No local as equipes se deparam com dois dos veículos destruídos e cinco vítimas do acidente à margem da rodovia, entretanto, apenas com escoriações.
“A imagem chamava a atenção por conta da destruição dos veículos, mas as vítimas estavam aparentemente bem e recusaram atendimento médico”, disse o bombeiro.
Ainda de acordo com o sargento Da Silva, o acidente teria ocorrido após o motorista de um dos veículos, um Honda Civic com placas de Jacarezinho, ter ouvido um estouro no carro, que o fez perder o controle da direção vindo a bater contra uma caminhonete Ford F250 com placas do Rio Grande do Sul, que por sua vez colidiu contra outra caminhonete Toyota Hilux SW4 do município de Ibaiti.
Com informações: Tá No Site.
Motorista perde controle e se joga da cabine antes de caminhão cair em ribanceira.


Após perder o controle, o motorista de um caminhão se jogou da cabine do veículo para não cair em uma ribanceira na tarde desta quarta-feira (10), na BR-376, em Guaratuba, no Litoral do Paraná.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu na altura do quilômetro 668 da pista sentido Santa Catarina. A ribanceira na região tem cerca de 30 metros de altura.
Aos policiais rodoviários federais que atenderam a ocorrência, o caminhoneiro alegou que foi fechado por outro caminhão. Para evitar a batida, ele teria saído da pista, à direita.
O motorista, que saltou da cabine, sofreu lesões leves.
Fonte Banda B
Guedes e Moro se reúnem com Kaká, Regina Duarte e Ana Hickmann.


MÔNICA BERGAMO
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – ​​​​Os ministros Paulo Guedes, da Economia, e Sergio Moro, da Justiça, se reuniram na noite de terça (9) com artistas, empresários e jogadores de futebol em busca de apoio para a reforma da Previdência e o pacote anticrime, já apresentados ao Congresso.

O encontro foi em São Paulo. Entre os presentes estavam a atriz Regina Duarte, os cantores sertanejos Zezé Di Camargo e Jorge, da dupla Jorge & Mateus, as apresentadoras Ana Hickmann e Luciana Gimenez e o jogador Kaká.
Cerca de dez empresários também participaram da reunião -entre eles, Luciano Hang, da Havan. Os movimentos Nas Ruas e Vem Pra Rua engrossaram o encontro, que ajudaram a organizar.
O evento foi tratado como sigiloso pelas assessorias de Guedes e Moro. Os dois ministros discursaram juntos para a plateia.
Moro falou do pacote anticrime e afirmou que apoia a reforma da Previdência proposta por Paulo Guedes.
O ministro da Economia fez um longo discurso sobre a necessidade de mudanças no sistema de aposentadorias no Brasil.
Disse que o sistema está falido e quebrou antes de a população envelhecer. Afirmou que o país gasta dez vezes mais com a Previdência do que com educação.
Voltou a dizer, como tem feito em vários eventos, que 66% dos aposentados recebem até um salário mínimo e 83%, até dois salários. Disse também que as pessoas de baixa renda já se aposentam com uma idade mínima próxima da que está sendo proposta pelo governo -65 anos para os homens e 62 anos para as mulheres.
Ao propor a idade mínima, o governo estaria, portanto, convergindo todos para o mesmo teto e a mesma idade, reduzindo, segundo Guedes, a desigualdade.
Segundo relatos, Guedes, que precisou sair mais cedo para viajar aos EUA, foi aplaudido em pé.
Depois que o ministro saiu, os convidados começaram a fazer selfies com o ministro Moro, o mais popular do governo. A mulher do ex-magistrado, Rosângela Moro, também fez selfie com os artistas e postou em suas redes sociais.
Fonte Banda B
Promotoria quer leiloar óculos de sol, relógios e joias de Richa.


O Ministério Público do Paraná pediu à Justiça nesta terça-feira, 9, que leve a leilão objetos apreendidos na casa do ex-governador Beto Richa (PSDB), alvo da Operação Quadro Negro - apuração sobre desvios de R$ 21,7 milhões em obras de escolas estaduais. Na lista de itens confiscados do tucano estão óculos de sol, abotoaduras e prendedor de gravatas, canetas, relógios, cinto e três correntes, uma pulseira e um anel.

A Quadro Negro investiga os crimes de obstrução de Justiça, corrupção, fraude à licitação e organização criminosa e chegou a prender Beto Richa em março. Por 2 votos a 1, no dia 4 de abril, a 2.ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná concedeu um habeas corpus ao ex-governador e o soltou.

O ex-governador foi preso três vezes em um ano. Ele foi capturado na Operação Radiopatrulha, também do Ministério Público do Paraná, e ainda pela Operação Integração, desdobramento da Lava Jato na Justiça Federal.

O pedido da Promotoria foi apresentado ao juiz Fernando Bardelli Silva Fischer, da 9.ª Vara Criminal de Curitiba. O Ministério Público informou que os muitos objetos apreendidos são de "renomadas marcas" e têm "razoável valor de revenda".

"Uma vez que até o presente momento ainda não se logrou ressarcir o erário paranaense pelo prejuízo causado com o desvio das verbas destinadas à construção de escolas, ainda que tais bens não tenham sido adquiridos com valores oriundos das práticas ilícitas, devem eles serem mantidos apreendidos, a título de arresto, para futura decretação de sua perda, com consequente venda em leilão público, sendo o valor obtido enviado aos cofres públicos", argumentaram os promotores Denilson Soares de Almeida, Emiliano Antunes Waltrick, Felipe de Paula Soares, Fernando Cubas Cesar e Wagner Veloso Hultmann.

O Ministério Público alegou à Justiça que a venda dos bens deve ser feita de forma antecipada e não ao final do processo. Segundo os promotores, a "ausência de cuidados levará a depreciação dos bens, com perda tanto para o Estado quanto para o denunciado".

Na avaliação da Promotoria, todos os itens apreendidos são "bens cuja depreciação econômica é natural pelo simples decorrer do tempo". Os promotores apontaram a necessidade de "alienação cautelar antecipada para evitar maiores prejuízos a todos os envolvidos".

"Tanto relógios quanto canetas demandam manutenção regular para assegurar seu perfeito funcionamento. Longos períodos sem a utilização destes itens podem causar avarias, como, por exemplo, o ressecamento das engrenagens, polias e dos tubos que armazenam tinta (no caso das canetas)", relataram.

"O mesmo pode haver em relação aos óculos escuros, sendo que em relação a estes pode haver, por exemplo, a oxidação de suas partes metálicas ou mesmo a depreciação de seus valores pelas simples atualizações constantes de modelos. Igual explicação serve para as abotoaduras, cinto, correntes, pulseira e anel, que são peças delicadas e requerem cuidado para se manterem preservadas, sendo peças que facilmente podem perder suas qualidades, caso não haja a sua correta preservação."

A defesa de Beto Richa divulgou a seguinte Nota à Imprensa:

"Sobre o pedido de 'alienação antecipada' dos bens pessoais apreendidos pelo Ministério Público, cumpre esclarecer que:

1- Na busca e apreensão levada a efeito, apenas foram apreendidos bens de uso pessoal do ex-governador, nenhum deles relacionado com a prática de qualquer delito. Os promotores que acompanharam a busca fizeram questão de apreender abotoaduras, canetas, relógios e óculos escuros e um cinto, dizendo que seriam bens dotados de 'valor intrínseco';

2- Os referidos bens estavam todos guardados em armários, em suas caixas, tendo sido angariados ao longo dos anos pelo ex-governador;

3- O pedido de alienação antecipada de bens é, antes de mais nada, ilógico. Canetas, abotoaduras, relógios e óculos escuros (e o cinto também) não são bens que se deterioram. Tanto é, que todos eles se encontravam há tempos guardados em suas caixas.

4- Logo, a justificativa apresentada para pedir a alienação é materialmente falsa. Qualquer um sabe disso.

5- O pedido apenas revela a intenção dos signatários em atingir pessoalmente o ex-governador privando-o de seus bens pessoais, muitos dotados de valor sentimental, sem que ele nem sequer tenha ainda se defendido no processo.

6- A apresentação desse pedido logo após ter se reconhecida a ilegalidade da prisão do ex-governador apenas confirma isto. Afinal, durante os dias em que o ex-governador permaneceu preso nenhum pedido nesse sentido foi apresentado. Somente após sua soltura rapidamente apresentou-se o referido pedido.

7- Como sempre, a defesa e o ex-governador reiteram a confiança na capacidade de o Judiciário aplicar a lei."
Fonte CGN