Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

09/10/2017 - Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Saibam quais são os riscos que você e sua Família estão correndo por conta do Volume em excesso de Shows e Bailes.

  Resultado de imagem para cuidado perigo som alto

A exposição ao Barulho de rodovias, Bailes, Shows, casas noturnas e Centros de Eventos, sem a devida acústica podem resultar em complicações graves a saúde, sendo um desses resultados o risco de acidente AVC (Acidente Vascular Cerebral), popularmente chamado de Derrame, particularmente em pessoas com mais de 65 anos. É o que diz o Estudo Dinamarquês publicado na edição do grande jornal online European Heart Journal. 

Este é o primeiro trabalho cientifico que investiga a ligação entre poluição sonora e acidentes vasculares  cerebrais.

Esta pesquisa foi desenvolvida com 51.485 participantes e a equipe descobriu que a cada 10dB a mais, o risco de uma pessoa de meia idade  ter um AVC aumenta 14%. Quando os pesquisadores analisaram os dados mais detalhadamente descobriram que para pessoas com mais de 65 anos de idade houve um aumento significativo na chance de se ter um AVC o qual subiu para 27% para cada 10dB a mais de ruído para as pessoas com mais de 65 anos de idade.

Segundo Mette Sourensen, que liderou a pesquisa e trabalha no Instituto de Epidemiologia do Câncer, vários estudos anteriores já associavam o Barulho de Shows e casas noturnas com o aumento de Pressão Sanguínea e até mesmo ataques cardíacos e em mais uma gama de outras doenças cardiovasculares, mas segundo ele esta é uma descoberta fantástica que pode ajudar muito na prevenção de doenças como o Acidente Vascular Cerebral e ataques do miocárdio catastrófico. 

No post de hoje, listamos quatro males que podem ser desencadeados pela poluição sonora a qual estamos expostos em Shows e Bailes de casas noturnas ou centro de eventos, no trabalho e nas ruas das grandes cidades, e quais são as principais armadilhas do dia a dia, que expõem nosso organismo aos altos índices de barulho.

Alterações do sono

O barulho começa a prejudicar o sono a partir de 30 decibéis, e, para se ter uma ideia da sua interferência, quando o som ultrapassa os 65 decibéis, 40% do tempo do sono profundo, responsável pela recuperação física, mental e psicológica é perdido. E as consequências de uma noite ruim, todos já conhecem, não é mesmo? Desatenção, sonolência e baixo rendimento são os companheiros do dia seguinte.

Perda da capacidade auditiva

Um dos primeiros sintomas é o zumbido nos ouvidos que, pode afetar o indivíduo de outras formas além da dificuldade auditiva, causando distúrbios de atenção, ansiedade, insônia, depressão, baixo rendimento no trabalho ou escolar.

Outras exposições podem ser indicativas de riscos auditivos, como o uso constante de secadores de cabelo, fones de ouvido, assistir a shows e Bailes, frequentar casas noturnas ou Centro de Eventos, que fazem uso do som alto.

Hipertensão

Até mesmo quando se está dormindo o excesso do som de shows e bailes contribuem para aumentar a pressão arterial. Barulhos vindos da rua, provocados por buzinas e motores de veículos também contribuem para situações de hipertensão.

Doenças cardiovasculares

De acordo com um estudo sobre as Doenças do Excesso de Ruído Ambiental da Organização Mundial da Saúde, milhares de pessoas acabam perdendo anos de vida saudável devido à exposição crônica ao barulho que são submetidos em Shows e Bailes.
As doenças cardiovasculares estão entre as que mais se relacionam à exposição continuada à poluição sonora de Shows e Bailes, e causam 200 mil mortes por ano em todo o mundo. Mas como se explica essa relação?

O stress crônico originado pelos sons em excesso desencadeia a liberação de hormônios, como a epinefrina e o cortisol, que provocam complicações como a hipertensão, trombose e ataques e paradas cardíacas.

Pessoas que se submetem com frequência a barulhos intensos não demoram a apresentar sintomas de problemas de saúde. Por isso o barulho é um mal que deve ser combatido em todas as situações da nossa vida, seja em Casas Noturnas ou Centro de Eventos, na escola, no trabalho e até no lazer.

Fonte: Amplitude Soluções Acústicas 
Fonte: jornal online European Heart Journal


Volume muito alto como de Bailes e Shows pode causar lesões sérias na audição de bebês.

orelhabebe shutterstock 7293622

Ter um filho deve ser sinônimo de abaixar a bola e ter uma vida mais calma e livre de muita agitação. Além de a atitude ser essencial para deixar o bebê calmo, também é importante para evitar problemas auditivos no pequeno, que apresenta muito mais sensibilidade ao som.

"O sistema auditivo é um órgão sensorial extremamente delicado e passível de lesões se for muito carregado, principalmente em bebês, que têm uma sensibilidade auditiva muito apurada. A célula ciliada do ouvido interno do bebê sofre com o ruído excessivo ou musicas com volumes muito alto como de Shows, Bailes, casas noturnas ou centro de eventos, e esse abuso pode acabar levando à sua destruição", alerta o otorrinolaringologista Jamal Azzam.

Embora não exista como mensurar a diferença entre a audição infantil e a adulta, os danos causados pelo volume muito alto com certeza são mais preocupantes nos pequenos. "Quanto mais precocemente acontece uma lesão, mais tempo a pessoa a carrega durante a vida. Isso porque esse prejuízo é irreversível. Não existe medicação ou cirurgia capaz de consertar. Por conta disso, acaba sendo muito grave uma lesão desse nível em um uma criança", afirma o especialista.

A indicação é sempre manter os pequenos longe de ambientes muito barulhentos, seja um local fechado ou na rua, onde o som do trânsito também causa incômodo. Se for inevitável fugir desses locais, o ideal é proteger os ouvidos da maneira certa. "Muitos pais usam algodão para tapar o canal auditivo, mas isso não garante a vedação necessária do som. Uma opção é usar fones de ouvido de boa qualidade que preservem a audição para que seu bebê não venha a ter qualquer tipo de problema auditivo, mas mesmo assim isso não garante 100% que seu filho (a) não venha a ter problemas de audição por causa destes barulhos ou musicas com volumes de alta intensidade." finaliza Azzam.

Fonte: Vix (texto Editado)


Motorista sem Habilitação e embriagado é encontrado dirigindo veículo em Boa Ventura de São Roque.


No dia 08 de outubro de 2017, por volta das 20h10min, a equipe policial militar de serviço quando em patrulhamento no Centro, avistou o veiculo transitando em zig zag pela Avenida Dalzotto; de imediato a equipe efetuou a abordagens, sendo constatado que o veiculo possuía débitos de licenciamento, o condutor não possui CNH ou PPD e também foi constatado que o mesmo encontrava-se em visível estado de embriaguez alcoólica. Sendo ele então encaminhado para a 45 DRP de Pitanga para providências cabíveis; o veículo ficou retido no pátio de DPM de Boa Ventura São Roque e também foram elaborados os autos de infração de transito do CTB. 

Fonte: Polícia Militar.


Individuo é preso por porte ilegal de arma de fogo em Palmital.


Por volta de 00h30min do dia 09/10/2017, após solicitação anônima de que havia uma pessoa ameaçando outras com uma arma de fogo, a equipe realizou uma abordagem em frente a um Bar, onde foram revistadas várias pessoas que estavam na calçada. Em revista pessoal foi localizado no bolso da calça de um dos abordados um revólver caibre 22 da marca Rossi com seis munições intactas. O mesmo não possui registro nem porte da arma. Foi dada voz de prisão a ele e conduzido o mesmo para confecção do B.O.U em seguida foi levado até a Delegacia para os demais procedimentos. 

Fonte: Polícia Militar.


Homem enfrenta policiais com faca e acaba preso.


Isaías A. A. chegou à sua residência, na Avenida Pérola, na Vila Guaíra, em Goioerê, por vota da 1h30min da madrugada de sábado, e passou a promover desordens, xingando as pessoas presentes e esmurrando móveis e portas.

A equipe da Polícia Militar foi acionada e quando os policiais chegaram ao local, Isaías se apossou de uma faca sem cabo e passou a afrontar os policiais, dizendo que ninguém o prenderia e falando palavras de baixo calão.
Os policiais tentaram dialogar com o rapaz, para que ele soltasse a faca, mas ele se negou com veemência, fazendo com que os policiais tivessem de usar a força para contê-lo em um momento de descuido.
Em seguida os policiais apreenderam a faca que Isaías usou para ameaçá-los, que foi encaminhada para a Delegacia de Polícia, junto com o rapaz, para as medidas cabíveis.

As informações são do Goionews.


Paranaense registra tipo raro de raio.


Na madrugada por volta das 3h, a Fotógrafa Fernanda Trento, moradora de Santo Antônio da Platina, região Norte do Paraná, registrou um raio ascendente. Considerado um tipo raro de descarga atmosférica.
Segundo especialistas, este tipo de fenômeno, acontece quando o raio parte de estruturas altas e metálicas como antenas no alto de prédios, e sobem em direção as nuvens. Apenas 1% dos raios sobem em vez de descer, e poucos países conseguiram registrar imagens desse fenômeno. O Brasil é um deles. Os primeiros raios ascendentes foram registrados no Pico do Jaraguá, na cidade de São Paulo.
Assim que fez o flagrante, Fernanda conta ao portal aRede, que meteorologistas teriam confirmado a raridade do fenômeno. “No grupo Meteorologia Técnica, houveram meteorologistas que me parabenizaram pelo registro e comentaram nas redes sociais que se tratava de algo raro. E ainda teve uma outra profissional que disse que havia visto isso apenas na literatura”, explica Fernanda.
Fernanda é fotógrafa e observa o tempo há pelo menos 5 anos e participa de grupos em redes sociais, formados por admiradores de fenômenos da natureza e meteorologistas, onde são debatidos assuntos relacionados ao tempo. “No Thunderstorm Chasers, há pessoas que sempre acompanham as previsões do tempo, fotografam e se possível, alertam as pessoas quando uma tempestade se aproxima de alguma cidade”, diz Fernanda.
Informações são do site A REDE.
Motorista com sinais de embriaguez provoca acidente com cinco mortes.


Um grave acidente de trânsito foi registrado na rodovia RO-480, em Rondônia, resultando na morte de cinco pessoas.

Segundo a Polícia Militar, um veículo Uno havia parado fora da estrada, na entrada de uma propriedade, quando um utilitário Strada saiu da pista e bateu na lateral do carro parado.

No Uno havia seis pessoas e quatro delas morreram na hora. Uma mulher e uma criança foram socorridas em estado grave ao Hospital Municipal (HM), mas a mulher morreu no começo da noite de domingo. A criança continuava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

As vítimas foram Identificadas como: Jadir Carlos de Souza; Miriam Paulino Santana de Oliveira, 28 anos; J.G.P.F. de 11 anos; Vilson de Oliveira, 28 anos; e Sidineide Maria da Silva, 35 anos.

O motorista do Strada, Wendel Simões da Silva, de 36 anos, foi conduzido para o HM, reclamando apenas de dores pelo corpo. Na carroceria do carro, os policiais encontraram uma lata de cerveja vazia.

 A equipe médica que atendeu as vítimas contou aos PMs que o motorista que Wendel Simões da Silva, chegou no hospital inconsciente e exalava um forte odor de álcool. Ele foi autuado em flagrante.

Informações são do site Rondônia Agora.


Homem morre atropelado por veículo na PR-180.


Um atropelamento foi registrado na madrugada desta segunda-feira, na rodovia PR-180, entre Cafelândia e Nova Aurora.

Segundo as informações, Valdeir dos Santos, 33 anos, foi atingido por um carro, que saiu do local sem prestar socorro à vítima.

O pedestre morreu. Ele era auxiliar de produção e morador de Nova Aurora.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Cascavel a as causas do acidente são investigadas.

Informações são do site GR INFORMAÇÕES.


Veículo colide em palmeira na PR-488 e condutora fica ferida.


Um acidente foi registrado na noite deste domingo (08), por volta das 22h45, na PR-488, cerca de quinhentos metros do posto policial rodoviário de Santa Helena.
Segundo informações, a condutora de um veículo Fiat Pálio, com placas de Santa Helena, seguia sentido cidade/Esquina Céu Azul, quando acabou perdendo o controle do veículo, vindo a colidir em uma palmeira à beira da rodovia.
Com a colisão, o carro acabou rodando na pista. A motorista resultou com possível fratura de costela e foi encaminhada para o PAM, para ser melhor avaliada por um médico.
Seu filho menor de idade, que também estava no veículo nada sofreu. O carro teve danos de grande monta.
A Defesa Civil esteve no local auxiliando nos trabalhos. A Polícia Rodoviária registrou o acidente.
Informações são do site CORREIO DO LAGO.
Receita abre hoje consulta ao quinto lote de restituição do IR deste ano.


A Receita Federal abre hoje (9), a partir das 9h, as consultas ao quinto lote de restituição de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2017. O lote contempla mais de 2,3 milhões de contribuintes, com a liberação de R$ 2,8 bilhões. O valor será creditado no próximo dia 16.
Também será liberada a restituição residual dos exercícios de 2008 a 2016, para mais de 2,4 milhões de contribuintes, no valor total de R$ 3 bilhões.
Desse montante, R$ 99,289 milhões referem-se aos contribuintes com prioridade no recebimento: 22.351 idosos e 2.849 com deficiência física, mental ou doença grave.
Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na Internet, ou ligar para o Receitafone 146.
Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante a entrega de declaração retificadora.
A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphone que facilita a consulta às declarações e à situação cadastral no CPF.
A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer um requerimento pela internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá entrar em contato pessoalmente com qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.
Fonte: CGN.
Reforma política favorece grandes partidos para 2018.


A reforma política aprovada pelo Congresso deve favorecer os grandes partidos e políticos que já têm mandato nas eleições de 2018. A única mudança significativa para o ano que vem foi a criação de uma cláusula de barreira ou de desempenho, pelo qual somente os partidos que obtiverem no mínimo 1,5% dos votos válidos para a Câmara Federal distribuídos em, no mínimo, nove estados, terão acesso aos recursos do fundo partidário e a tempo na propaganda eleitoral de rádio e TV. Das 35 legendas existentes no País, dezoito se enquadrariam nesses critérios, se levado em conta o resultado das eleições de 2014. 
Já o fim das coligações proporcionais para candidatos a deputado e vereador foi adiada para as eleições municipais de 2020. Os políticos que já tem mandato também foram beneficiados por outras propostas aprovadas, como a criação de um fundo com recursos públicos para o financiamento de campanhas, que deve chegar a R$ 2 bilhões. O dinheiro terá como fonte 30% das emendas parlamentares ao Orçamento e o fim dos benefícios fiscais concedidos a emissoras de rádio e televisão em razão do horário eleitoral. Assim como os recursos do fundo partidário, só terão direito a esse dinheiro os partidos que atingirem a cláusula de desempenho. Os grandes partidos – controlados por ‘caciques’ que já têm mandato – terão vantagem na divisão desses recursos. 
Ao sancionar a reforma, o presidente Michel Temer (PMDB) vetou proposta que determinava que os sites suspendessem, em no máximo 24 horas, sem decisão judicial, a publicação de conteúdo denunciado como “discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato”. A proposta foi alvo de críticas de parlamentares e de várias entidades do setor de comunicação.
Temer também vetou o item da reforma que estabelecia um limite de contribuição de dez salários mínimos para cada doador de campanha, aprovado pelo Legislativo após meses de discussão. Valerá a regra atual, segundo a qual as contribuições individuais poderão alcançar 10% dos rendimentos brutos do doador no ano anterior à eleição. Temer manteve, por exemplo, a possibilidade de que os candidatos financiem as próprias campanhas com recursos próprios, desde que até o teto de gastos determinado por lei para cada cargo.
Meia sola - Pré-candidato ao governo do Estado para o ano que vem, o ex-senador Osmar Dias (PDT) criticou a reforma aprovada pelo congresso. “A reforma política foi decepcionante. Não reformaram nada. Na verdade fizeram uma ‘meia sola’”, atacou o pedetista. “Nós temos agora um fundo público para financiar campanhas eleitorais com dinheiro tirado das emendas de bancada. Tirar dinheiro de emenda de bancada significa tirar dinheiro da saúde, segurança, educação. Com esse dinheiro que são repassados para os municípios com as emendas de bancadas dá para fazer hospital, escola. Mas agora não, vai ser utilizado para bancar campanhas eleitorais. O País não aguenta isso”, condenou Osmar. “Essa reforma não deveria ter sido feita nesse momento em que o País enfrenta uma crise. E sobretudo com esse monte de partidos chegando a um número de quase 40. Chega na hora da campanha eleitoral vem o balcão de negócios”, apontou.

Eleições
Saiba o que muda com a reforma política: 
Cláusula de desempenho
Como era: todos os partidos recebiam uma parcela do fundo partidário, e o tempo de propaganda em emissoras de televisão e de rádio era calculado de acordo com o tamanho da bancada de cada legenda na Câmara dos Deputados.
Agora: os partidos precisam atingir um desempenho eleitoral mínimo para ter direito a tempo de propaganda e acesso ao fundo partidário. Para 2018, os partidos terão que alcançar, pelo menos, 1,5% dos votos válidos, distribuídos em, no mínimo, nove estados, com ao menos 1% dos votos válidos em cada um deles. Como alternativa, as siglas devem eleger pelo menos nove deputados, distribuídos em, no mínimo, um terço das unidades da Federação. As exigências aumentarão gradativamente até 2030.
Fundo eleitoral
Como era: não existia. Partidos e candidatos podiam receber doações somente de pessoas físicas e não havia verba pública destinada diretamente a campanhas eleitorais.
Agora: foi criado um fundo eleitoral com dinheiro público para financiamento de campanhas eleitorais. O fundo, estimado em R$1,7 bilhão, terá a seguinte distribuição: 2% igualmente entre todos os partidos; 35% entre os partidos com ao menos um deputado na Câmara, 48% entre os partidos na proporção do número de deputados na Câmara em 28 de agosto de 2017 e 15% entre os partidos na proporção do número de senadores em 28 de agosto de 2017.
Arrecadação
Como era: os candidatos podiam iniciar a arrecadação apenas em agosto do ano da eleição, mas o acesso ao dinheiro estava condicionado ao registro da candidatura.
Agora: os candidatos podem arrecadar recursos em campanhas online (crowdfunding) a partir de 15 de maio do ano eleitoral. Além disso, os partidos podem vender bens e serviços e promover eventos de arrecadação. Empresas estão proibidas de financiar candidatos.
Limite para doações
Como era: as pessoas físicas poderão doar 10% do rendimento bruto declarado no ano anterior à eleição.
Agora: não mudou. O presidente Michel Temer vetou item que previa um teto de 10 salários mínimos.
Limite para gastos
Como era: sem limite.
Agora: haverá limite de gasto com valores distintos conforme o cargo que o candidato almeja:
Presidente: R$ 70 milhões no primeiro turno e metade desse valor em caso de segundo turno.
Governador: entre R$ 2,8 milhões e R$ 21 milhões, dependendo do número de eleitores do estado.
Senador: entre R$ 2,5 milhões e R$ 5,6 milhões, dependendo do número de eleitores do estado.
Deputado federal: R$ 2,5 milhões.
Deputado estadual/distrital: R$ 1 milhão.
Debates
Como era: emissoras de televisão e rádio eram obrigadas a convidar candidatos de partidos com mais de nove deputados na Câmara dos Deputados.
Agora: esse número foi reduzido para cinco.
Voto impresso
Como era: não havia. O voto dos eleitores ficava registrado apenas na urna eletrônica.
Agora: o voto deverá ser impresso a partir da eleição de 2018, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já comunicou que não terá orçamento para implementar a medida em todo o Brasil no próximo ano.

As informações são do Bem Paraná.
Câmara começa a analisar segunda denúncia contra Temer nesta semana.

Foto: Marcos Corrêa / PR

A Câmara dos Deputados começa, nesta semana, a análise da segunda denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer. O presidente é acusado dos crimes de obstrução da justiça e organização criminosa.

A acusação de organização criminosa é imputada também aos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco.

Por se tratarem de autoridades com foro privilegiado, a denúncia só pode ser analisada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) com a autorização da Câmara. A investigação só pode começar se dois terços dos 513 deputados votarem em plenário favoravelmente à continuidade do processo na Justiça.

Antes de ser analisada em plenário, a denúncia deve passar pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara. A primeira reunião da comissão está marcada para a próxima terça-feira (10), a partir das 10h, quando está prevista a leitura do parecer elaborado pelo relator Bonifácio de Andrada (PSDB-MG).

Após a apresentação do parecer, ainda na terça-feira, os advogados dos três acusados poderão se manifestar oralmente para expor os argumentos de defesa contra a denúncia. Os membros da comissão poderão pedir o prazo de duas sessões para analisar o parecer e a manifestação dos acusados.

Fonte: Paraná Portal.