Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Homem é preso por dirigir embriagado em Pitanga.


No dia 07 de maio de 2017, depois de várias ligações que davam conta que havia uma camionete de cor branca, com uma motocicleta na carroceria, e seu condutor estaria efetuando manobras perigosas, a equipe em patrulhamento localizou uma camionete Ford Ranger com o conduror apresentando sinais de embriagues, sendo eles, odor etílico, falante, olhos avermelhados, dispersão e exaltação. Foi disponibilizado para que realizasse teste de etilometro, sendo que o mesmo se recusou, porém relatou ter ingerido bebida alcoólica, sendo dado voz de prisão ao mesmo, elaborado termo de constatação de sinais de alteração da capacidade psicomotora, e também a notificação cabível, sendo ainda a camionete e o condutor encaminhados até a 45ª delegacia de policia civil de pitanga para os demais procedimentos

Fonte: Policia Militar.


Indivíduo é preso em Manoel Ribas com Maconha, Dinheiro e Munições.


Por volta das 20h00min a equipe recebeu uma denuncia anônima de trafico de drogas (maconha), a equipe deslocou até o local onde veio a abordar o mesmo, frente a residência do mesmo e em busca pessoal foi localizado em seu bolso um envolucro contendo substancia análoga a maconha dinheiro em espécie, ainda envólucro plástico dez (10) munições de .380, marca cbc intactas. Indagado o mesmo sobre as procedência dos ilícitos este não informou nada de relevante. Foi encaminhado a 45ªDRP.

Fonte: Policia Militar.


Foragido do Semiaberto é baleado dentro de casa.


Um homem de 29 anos foi baleado dentro de casa na madrugada desta segunda feira (08) no bairro São Cristóvão, em Guarapuava.

A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar às 03h, na rua Apixai. No local, a mãe do rapaz contou que duas pessoas trajando roupas pretas bateram à sua porta e, quando seu filho levantou para atender, os dois homens invadiram a casa e efetuaram vários disparos de arma de fogo contra ele.

A vítima foi encaminhada para atendimento médico. Ele disse aos policiais que conhece os autores dos disparos.

O fato teve outro encaminhamento quando os policiais consultaram o nome que o ferido deu como sendo seu. Durante a consulta, os PMs confirmaram que o nome era de outra pessoa e que o rapaz ferido era foragido do Centro de Regime Semiaberto de Guarapuava (CRAG).

A vítima foi atingida por quatro disparos, dois nas costas, um no antebraço e outro no pé. Ele foi encaminhado até o hospital para dar continuidade do atendimento.

A polícia realizou patrulhamento, mas os suspeitos de terem feito os disparos não foram localizados.

Fonte: Rede Sul.

Briga entre vizinhos acaba com um morto.



Uma briga entre vizinhos acabou com um homem morto na noite desse domingo (07), em Prudentópolis.

A discussão entre os vizinhos ocorreu na rua João Szatkowski Sobrinho, no bairro Ronda. No local, Aloisio Jozé Lenz, de 53 anos, foi morto com várias pauladas na região da cabeça. A Polícia Militar chegou rapidamente no local do crime e prendeu o autor do homicídio em flagrante. O autor ficou no local até a chegada da equipe policial e se entregou para que fosse preso.

O corpo de Aloisio José Lenz foi encaminhado ao Instituto Médico Legal(IML) de Guarapuava.

Fonte: Rede Sul.


Adolescentes ficam feridos em acidente na SC-161.


Um acidente registrado por volta das 17 horas deste domingo (07) na rodovia SC-161, entre Flor da Serra do Sul e Palma Sola (SC), deixou dois adolescentes feridos.

O veículo GM/Kadett com placas de Sapucaia do Sul (RS), conduzido por um menor de 17 anos, saiu da pista e bateu contra uma árvore, as margens da rodovia.

O condutor e a passageira de 15 anos, tiveram ferimentos leves e foram encaminhados ao hospital de Palma Sola pelo Corpo de Bombeiros.

(Informações: campoere.com)


Carro pega fogo após capotar na BR-163.


Um jovem de 24 anos morador em Cascavel sofreu um acidente na manhã deste domingo (07), na rodovia BR-163, em Capanema.

O acidente ocorreu por volta das 5h50, próximo à ponte do Rio Capanema. O rapaz conduzia um veículo Land Rover/Evoque, quando acabou capotando, parando às margens da rodovia.

Após capotar, o veículo pegou fogo e ficou completamente destruído. O jovem foi retirado antes que o fogo tomasse conta do carro. Ele teve apenas ferimentos leves, foi atendido pelos socorristas do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao hospital Sudoeste para atendimento médico.

Fonte: PPNews.


Jovens invadem escola para fumar maconha.


Dois adolescentes de 15 e 16 anos foram apreendidos por usarem drogas dentro de uma escola na tarde de domingo (7), em Jandaia do Sul. A Polícia Militar (PM) foi chamada pela diretora que flagrou os jovens no Colégio Estadual Carlos de Campos, na Vila Rica.
De acordo com a PM, eles teriam pulado o muro e invadido as dependências da instituição. Com os dois foram encontrados um isqueiro e uma pequena porção de maconha, além disso, a polícia afirmou que ambos estavam com os olhos vermelhos e exalavam forte odor de maconha. Os dois menores foram encaminhados à delegacia e o Conselho Tutelar foi acionado. 
fonte: TN ONLINE, com Jandaia Online.
Mãe e filho de 5 anos morrem em acidente entre moto e caminhonete.


Bertolina Ramos da Silva, 47 anos, e o filho, de 5 anos, morreram em acidente de trânsito na noite de sábado, na BR-463, em Ponta Porã (MS). Família estava em uma motocicleta que foi atingida por caminhonete.

Segundo informações do site Dourados Agora, mulher, criança e o marido, Olímpio Coutinho, 50 anos, estavam em uma moto Shineray sem placas, sentido Dourados a Ponta Porã, quando foram atingidos na ttraseira por uma cmainhonete S-10 que trafegava no mesmo sentido.

Condutor da caminhonete disse que motocicleta estava no meio da via e sem sinalização.

Com impacto, moto foi arrastada por cerca de 25 metros. Mãe e filho morreram no local e o motoclista foi encaminhado ao hospital.

Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local e realizou teste do bafômetro em ambos os condutores. Foi constatado que o motociclista estava embriagado e ele será autuado por embriaguez ao volantes após receber alta hospitalar.

Motorista da caminhonete não sofreu ferimentos.  

fonte: CORREIO DO ESTADO.


Índio morre em acidente na BR-277.


Um índio morreu em um acidente de trânsito registrado na BR-277, na noite de ontem, em Nova Laranjeiras.

A colisão envolveu um veículo Escort e um Fiesta. Foi uma batida frontal.

Equipes da Ecocataratas e do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas para atenderema situação.

Airton Pereira , que era condutor do Escort, chegou a ser encaminhado para o hospital, mas faleceu.

O corpo do índio foi levado ao Instituto Médico Legal de Cascavel.

Informações são do Portal Cantu.


Justiça proíbe montagem de acampamentos em Curitiba na véspera de depoimento de Lula.

Foto: Comunicação Social JFPR

Interdito proibitório em favor de Prefeitura Municipal de Curitiba contra o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e demais movimentos proíbe a montagem de acampamentos em praças e ruas de Curitiba entre as 23h da próxima segunda-feira (8) e as 23h de quarta-feira (10), data para a qual está marcado o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva às Justiça Federal do Paraná.

Na decisão, a juíza Diele Denardin Zydek determina, ainda, a proibição de circulação de pedestres e veículos no entorno da Justiça. Amontagem de estruturas e acampamentos nas ruas e praças da cidade, está proibida sob pena de multa diária de R$ 50 mil

A ação foi movida pela Prefeitura de Curitiba diante da informação de que milhares de manifestantes oriundos de outras cidades e Estados se deslocarão até a cidade com intuito de dirigem-se às proximidades da Justiça Federal, local do depoimento do ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva e que há notícias de que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra requereu local para montar sua estrutura e acampamento, sob pena de ocupar as ruas e praças de Curitiba.

Direito à manifestação

Na sua decisão, a juíz reconhece que a liberdade de ir e vir, bem como direito à manifestação coletiva, assegurada individualmente e o direito de reunião são direitos fundamentais, constitucionalmente garantidos pela Carta Magna Brasileira, mas pondera que, “nenhum direito ou garantia deve ser considerado absoluto”.

“Pois bem. Da análise da situação concreta e diante do interesse público envolvido, principalmente no tange à garantia do funcionamento com segurança do Poder Judiciário, a segurança dos próprios manifestantes e dos moradores do entorno do Fórum da Justiça Federal, necessária a limitação parcial do acesso às imediações do Justiça Federal”, decidiu.

Fonte: Paraná Portal.


Dívida dos estados e Previdência serão discutidos na Câmara.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A pauta do plenário da Câmara dos Deputados desta semana tem oito medidas provisórias (MPs) pendentes de aprovação pelos deputados. Entre as MPs que trancam a pauta está a 759/2016, que estabelece novas regras de regularização fundiária urbana e rural, inclusive na Amazônia Legal, e dispõe sobre a liquidação de créditos concedidos aos assentados da reforma agrária.

O texto institui ainda mudanças nos procedimentos de alienação de imóveis da União. A medida tramita em regime de urgência e foi analisada por uma comissão mista formada por deputados e senadores. A comissão aprovou, no último dia 3, o parecer do relator, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Desde dezembro, quando começou a tramitar no Congresso, a MP recebeu mais de 730 emendas. Entre as principais mudanças incluídas pelo relator, está o chamado direito real de laje, que permite que unidades habitacionais construídas na mesma superfície sejam registradas com matrículas diferentes (uma casa sobre a laje da outra, por exemplo).

O texto aprovado pela comissão também prevê que a regularização fundiária fora do Programa de Reforma Agrária incidirá somente sobre as áreas de até 2,5 mil hectares, limite estabelecido pela Constituição, em qualquer tipo de imóvel. O relatório prevê ainda a utilização do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para aquisição de imóveis da União, a gratuidade do registro para ocupantes de baixa renda e a possibilidade de o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) efetuar o pagamento em dinheiro das terras desapropriadas para reforma agrária, e não apenas com Títulos da Dívida Agrária (TDAs).

Esta MP é alvo de críticas de integrantes do movimento em prol da reforma agrária, que defende que as mudanças propostas pelo governo deveriam tramitar como projeto de lei para ter mais tempo de debate e alterações no texto. Eles consideram que, da forma como está, a MP pode privilegiar a ação de grileiros (pessoas que ocupam terras ilegalmente, usando documentos falsos para comprovar a posse) e contribuir para o aumento do desmatamento de áreas preservadas.

A reivindicação é compartilhada pelo Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH), que, na semana passada, recomendou à Presidência da República que a MP 759 seja retirada da pauta do Congresso Nacional. Para a maioria dos conselheiros do órgão colegiado responsável por promover e defender os direitos humanos, o presidente Michel Temer deve retirar a MP e abrir um processo de discussão com as instituições e entidades da sociedade civil ligadas ao tema.

O colegiado considera que a medida “padece de vícios de inconstitucionalidade formal e material” e prejudica as comunidades rurais ao modificar mais de 10 leis ordinárias aprovadas pelo Congresso Nacional, facilitando a concentração fundiária e, assim, potencializando os riscos de conflitos agrários violentos.

Se a medida for aprovada pela Câmara, segue para o plenário do Senado. O prazo final para apreciação da MP no Congresso Nacional foi prorrogado de final de abril para 1º de junho.

Dívida dos estados

Além das MPs, o plenário da Câmara deve tentar concluir esta semana a votação dos destaques apresentados ao projeto de lei que trata da recuperação fiscal dos estados superendividados (PLC 343/17). O projeto, que tramita em regime de urgência, teve seu texto-base aprovado pelos deputados no dia 18 de abril.

Ficou pendente a votação de 16 destaques apresentados ao projeto. A maior parte deles pede a retirada das contrapartidas exigidas pelo governo para suspender a dívida dos estados por um prazo de até seis anos.

De acordo com o projeto enviado pelo governo, o plano de recuperação valerá para os estados que estão em grave situação fiscal e que atendam aos seguintes requisitos: mais de 70% da receita corrente líquida comprometida com gasto de pessoal e amortização da dívida; dívida maior do que a receita e caixa disponível menor que as despesas.

Inicialmente, o texto vai beneficiar os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Outros estados que vierem a ficar em situação de superendividamento poderão também aderir ao plano de recuperação fiscal constante do projeto.

Os estados também terão que reduzir isenções tributárias para 10% ao ano, privatizar empresas estatais que prestam serviços financeiros, de energia e saneamento e definir empresas que possam ser privatizadas para arrecadar recursos para o pagamento de passivos.

Para os estados aderirem, as assembleias legislativas devem aprovar leis que aumentem as receitas e diminuam as despesas, entre as quais estão a possibilidade de criação de previdência complementar; a revisão do regime jurídico dos servidores estaduais para suprimir benefícios não previstos no regime jurídico único da União; o congelamento de reajuste salariais e a restrição à realização de concursos públicos.

Previdência

Ainda não há previsão da data em que o plenário da Câmara vai analisar a Proposta de Emenda à Constituição 287/16, que altera os critérios de concessão do benefício da aposentadoria. A conclusão da votação do projeto substitutivo elaborado pela comissão especial da reforma ainda está pendente. A expectativa é de que a votação das sugestões de mudança ao substitutivo seja concluída na próxima terça-feira (9).

Depois da conclusão do voto dos destaques, se ocorrer alterações, os membros do colegiado finalizarão o texto que seguirá para o plenário, onde o projeto pode voltar a ser alterado por meio da apresentação de emendas e novos destaques.

O texto aprovado pela comissão deve ser publicado no Diário Oficial da Câmara logo após o encerramento dos trabalhos na terça. A partir daí, é contado o prazo de, pelo menos, duas sessões para que o projeto seja encaminhado ao plenário, o que deve ocorrer a partir do dia 15.

Fonte: Paraná Portal.