Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

segunda-feira, 26 de junho de 2017

26/06/2017 - Deus é Fiel !!! - 10:51


Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.

Nota de Falecimento.





Faleceu hoje as 10:00 Hr. a Sra. Maria Rosa Ribeiro dos Santos.
Idade: 32 Anos
O velório esta sendo realizado na casa da mesma.  No Distrito de São José em Santa Maria do Oeste.

Não Perca a Apresentação em Santa Maria do Oeste dos produtos que vão mudar a sua vida !!!



Jovem de 14 anos está desaparecida em Pitanga

Resultado de imagem para desaparecida
Imagem ilustrativa retirada do Google.

No dia 25 deste mês, por volta das 22h56min na Rua Conselheiro Zacarias, Vila Municipal, uma solicitante de 43 anos informou a Polícia que a adolescente Paola Moreira da Silva de 14 anos, que é internada na casa abrigo de Pitanga havia sido liberada com ordem verbal do Juiz para que a mesma possa frequentar a Igreja.

Porém até às 22h55min ela não havia retornado. Da Igreja, sendo assim foi entrado em contato com o Conselho Tutelar através da central da 3ª Cia PM. Foram realizadas buscas pela equipe Policial, não sendo localizada a referida adolescente. E sendo orientados os envolvidos quanto às demais providências legais.


Paola estava trajando uma blusa de moletom com capuz e calça jeans branca. Se alguma Pessoa vir uma adolescente com estes tipos de vestimentas, por favor, entrar em contato com a Polícia Militar.

Fonte: Redação do Blog do Beto.


Homem embriagado invade residência e agride convivente em Pitanga.


No dia 26 de junho de 2017, às 01h15min, atendendo solicitação foi deslocado até a Rua Moisés Lupion, nº 530, bairro Santa Regina, onde foi informado via fone 190 pela solicitante que sua filha estava sendo agredida no interior de sua residência pelo seu convivente. No local, foi informada pela vítima que seu convivente Jocenir chegou embriagado em sua residência, sendo que como ela não autorizou a entrada dele este veio a quebrar os vidros da janela de seu quarto vindo em adentrar a residência e Jogou um tijolo de barro em sua direção, porém não lhe acertou. Em seguida agarrou-a e veio em lhe jogar no chão, causando escoriações na mão esquerda e no braço direito, afirmando que iria lhe matar. Em seguida seus dois filhos vieram a intervir e retiraram ele do interior da residência de sua mãe. Ele foi abordado no exterior da residência, sendo que ele apresentava sintomas de embriaguez alcoólica com forte odor etílico e constatado que apresentava várias escoriações e hematoma em sua face e na testa. Foi perguntado a ele o que havia ocorrido ele disse que estava possuído de espírito, que era espírita e verbalmente continuava a divagar não sendo possível a versão dele. Mediante interesse em representação da vítima ele foi preso sendo entregue juntamente com um pedaço de tijolo de barro o qual foi apreendido sendo utilizado na agressão, sendo encaminhados entregues na 45ª DRP para demais providências legais. Foi informado ao preso referente os seus direitos legais. Foi efetuada orientação aos envolvidos às demais providências legais.

Fonte: Polícia Militar.


Jovem é morto com tiro na nuca no interior de Prudentópolis.


Um rapaz de 20 anos morreu após ter sido atingido com um disparo de arma de fogo na tarde desse domingo (25) na localidade de São Francisquinho, no interior de Prudentópolis.
De acordo com o pai do jovem assassinado, seu filho estaria se deslocando de moto até uma festa na localidade de Vitorino, juntamente com seu primo e seu irmão. Durante o deslocamento, foram surpreendidos por disparos de arma de fogo, sendo que um disparo acertou a nuca da vítima, levando-o a óbito no local, e outro disparo acertou a perna esquerda do primo, que este foi encaminhado até a casa hospitalar para atendimento médico. O irmão nada sofreu, saindo do local para pedir ajuda.
Ainda segundo o pai do jovem morto, o possível autor dos disparos seria um homem que já teria ameaçado seu filho de morte em data anterior.
O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava, onde aguarda identificação oficial da família para ser liberado.
A polícia está investigando o caso.
Fonte: Rede Sul.

Veículo é incendiado no Centro de Guarapuava.

Resultado de imagem para veiculo incendiado
Imagem ilustrativa

Um veículo foi incendiado criminosamente no Centro de Guarapuava.

A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar às 23h35, na Rua Quintino Bocaiuva. No local, uma testemunha contou que viu um homem, trajando moletom com capuz da cor vermelha, arremessar um "coquetel molotov" no veículo Ford Ecoesport que estava estacionado.

O proprietário do carro teve queimaduras nas mãos ao tentar apagar e fogo e precisou ser encaminhado para atendimento médico.

O fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros. O fogo atingiu, principalmente, a parte do motor do carro.
O dono do veículo não soube dizer quem poderia ter cometido o crime.

Fonte: Rede Sul.



Carro sai da pista e cai em barranco na PR-364.


Um carro Fiat/Uno com placas de Jacarezinho, saiu fora da pista e acabou caindo em um barranco, na tarde desse domingo (25), na PR 364 entre Inácio Martins e Guarapuava.

Um carro Fiat/Uno com placas de Jacarezinho, saiu fora da pista e acabou caindo em um barranco, na tarde desse domingo (25), na PR 364 entre Inácio Martins e Guarapuava.



Fonte: Rede Sul.

Carro e caminhonete batem em rodovia e quatro pessoas morrem.


Quatro pessoas morreram na noite de ontem, após colisão envolvendo caminhonete e carro de passeio. Acidente de trânsito aconteceu por volta das 20h, na MS-436, a cerca de 30 quilômetros da cidade de Camapuã.
De acordo com o site Infoco MS, os veículos Toyota Hilux e Parati colidiram de frente. A caminhonete era ocupada pelo produtor rural Wilson Fraga Fontoura, de 41 anos e seu filho Luiz Fernando Ferreira Fontoura, de 12 anos. Os dois morreram no local. Também estavam no veículo a esposa do produtor e o outro filho do casal, que ficaram feridos, foram socorridos e encaminhados para unidade de saúde.
Segundo informações veiculadas no local do acidente, na ocasião, a família voltava do Encontro Estadual de Laço Comprido, que acontecia na cidade de Figueirão.
Já o veículo Parati era ocupado por Antônio da Silva Alves e sua esposa Ione Conceição Silva Alves, que morreram no local. Casal retornava para a fazenda, depois de participar do aniversário de um de seus filhos que mora em Camapuã.
Fonte: CORREIO DO ESTADO.
Motorista morre após bater veículo contra árvore na PR-160.


Um homem morreu em um acidente ocorrido neste domingo (25) na PR-160, em Prudentópolis (99 quilômetros de Ponta Grossa). Salvador Kraiczi, de 57 anos, perdeu o controle de um Fiat Palio, saiu da pista e bateu contra uma árvore às margens da rodovia perto da ponte da localidade do Rio Preto. O acidente aconteceu por volta das 2h40, no quilômetro 52 da rodovia.

A equipe do Corpo de Bombeiros de Prudentópolis foi acionada para prestar os primeiros socorros à vítima, mas encontrou o condutor já sem vida. A polícia acredita que o motorista foi ejetado do veículo. No momento do acidente, Salvador seguia sentido BR-277. Com o impacto da batida, o carro ficou destruído.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava. A equipe da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Irati foi acionada para prestar atendimento no local.

As informações são do A Rede/ Rádio Najuá.


Carro tem pane elétrica, pega fogo e cai em ribanceira.


Na noite deste domingo (25), uma camioneta GM/Montana, com placas de Cianorte, pegou fogo na PR-567, entre Cianorte e o distrito de São Lourenço. O motorista não se feriu.
O acidente aconteceu por volta das 23h, a cerca de cinco quilêtros do trevo da PR-323.
Segundo informações do condutor da Pick Up, ele trafegava  de São Lourenço para Cianorte, quando ao cruzar por um caminhão, deu luz baixa e ao voltar a luz alta, o carro sofreu uma pane elétrica e começou a pegar fogo. O condutor foi parar o veículo no acostamento, mas perdeu o controle e acabou caindo em uma ribanceira, e o veículo pegou fogo. Por sorte, o motorista conseguiu sair a tempo de não se ferir.
O Corpo de Bombeiros esteve no local e se deparou com o veículo já completamente consumido pelas chamas.
Fonte: O Bemdito/ Noti-cia.

Morador de Altônia morre após bater carro contra árvore.


Aparecido José Ferreira Luiz, 25, morador de Altônia, morreu após a colisão do veículo que conduzia, um Santana com placas de Campo Mourão, contra uma árvore. O acidente ocorreu por volta das 22h de sábado (24) na PR-490, entre Iporã e Altônia.
Ele veio a óbito pouco depois de dar entrada no hospital de Iporã. Um dos ocupantes do Santana, Gleberson Jorge Nogueira, 28, sofreu ferimentos graves e precisou ser transferido para Umuarama. Outro, Roberto dos Santos Costa, 20, sofreu ferimentos leves e recebeu alta.
Pelo que foi apurado, Aparecido não possuía carteira de habilitação.
fonte: O Bemdito/Umuarama News.
Cristina Silvestri faz palestra a vereadores e defende reformas.

A mostrar 4.jpg

A deputada estadual Cristina Silvestri (PPS) fez uma palestra para centenas de vereadores na abertura do 1º Congresso Interestadual de União e Fortalecimento da Vereança, em Curitiba, falando sobre os desafios da mulher na política brasileira e a importância das Câmaras Municipais ao longo da História Brasileira, do Período Imperial até os dias de hoje. O evento se encerra nesta sexta-feira, promovido pela União de Câmaras, Vereadores e Gestores Públicos do Paraná (Uvepar), que congrega cerca de 3.800 legisladores municipais.

Cristina Silvestri começou sua exposição destacando o papel das Câmaras Municipais no contexto nacional, afirmando que há uma inversão de valores no atual modelo, pois os vereadores estão na base da pirâmide política, no contato direto com a população, mas têm poderes limitados pela própria Constituição da República. "As decisões são tomadas no topo de uma estrutura política reconhecidamente falida, desestruturada, e descarrega o peso dos problemas nas costas de quem está vivendo o dia a dia da população", observou ela, referindo-se fato de que os vereadores convivem diretamente com os problemas da sociedade.

Classificando o vereador como um "resolvedor de problemas", pois é o primeiro a ser procurado por alguém necessitado, a deputada explicou que isto é uma herança política do Brasil Império. Ela demonstrou que as Câmaras Municipais foram criadas pela Coroa Portuguesa em 1532, antecedendo outras instâncias, como prefeituras e assembleias de deputados, cabendo ao vereador ou "bom homem", como era chamado, cuidar de todos os assuntos locais, inclusive polícia e judiciário.

"O Brasil convive com códigos de posturas desde aquela época, sistema que nasceu na Espanha no Século XIV com a instituição das Ordenações Filipinas, foi adotado em Portugal por Dom João IV e trazido para cá por Dom João VI", afirmou Cristina Silvestri, para complementar: "Há cinco séculos, portanto, vimos procurando aperfeiçoar as relações sociais, em toda a amplitude e complexidade humana, no que tange à harmonia de uma cidade, com seus problemas e busca de soluções contínuas. Nesta aldeia global de corações e mentes vibrantes, existe um ser humano sobre o qual está imputada uma carga de responsabilidades e expectativas, chamado vereador."

A parlamentar disse que conhece essa realidade de perto – do trabalho que realiza na Assembleia Legislativa em parceria com os vereadores, recebendo diariamente inúmeras comitivas de lideranças municipais e acompanhando-as em audiências no Governo Estadual; e também pelas visitas que faz todo fim de semana aos municípios, recebendo reivindicações ou fazendo entrega de obras conquistadas.

BRASIL VIVE O SEU MOMENTO MAIS DELICADO

Cristina Silvestri disse que o Brasil está num compasso de espera, "certamente o momento mais delicado da História da República", e defendeu a necessidade de uma reforma política para aperfeiçoamento da Constituição de 1998. "É hora de continuar seguindo em busca de soluções com o equilíbrio indispensável para uma Nação Continental como a nossa. Continuar aperfeiçoando nossa Democracia, nosso Estado de Direito", pregou.

"Os desafios da mulher na política brasileira" foi outro tema abordado por Cristina Silvestri em sua explanação no Encontro da Uvepar. Falando para as 476 vereadoras eleitas em 2016, a deputada estadual ressaltou que a participação feminina ainda é pequena em todas as esferas de poder legislativo, entre 10% a 13%, caso da Assembleia Legislativa do Paraná, onde há apenas 4 deputadas e 50 deputados.

Reforçando o tema da reforma política, Cristina Silvestri defendeu que as mulheres precisam ter uma inserção maior na política, não apenas para cumprir a cota mínima de 30% das campanhas eleitorais, que é uma exigência legal, mas participando das eleições para ganhar e para ter mais poder nos processos de decisão do País. Só assim, segundo ela, é possível elevar a representação feminina das brasileiras, que hoje ocupa um dos últimos lugares. "Isto não é uma concessão. É uma conquista!", advertiu ela.

PARTICIPAÇÃO DA MULHER "PARA VALER"

Lembrando que participa de quatro Comissões Permanentes da Assembleia Legislativa do Paraná, todas de grande responsabilidade, como a Comissão de Orçamento (cuida de todos os assuntos econômicos do Estado), Cristina Silvestri disse que o mandato de deputada é uma grande ferramenta de representação dos anseios da população. "Somos voz ativa nas Comissões Permanentes, mantemos uma rotina de trabalho nas sessões em plenário, nas audiências nos gabinetes, nas secretarias de governo, falamos com o prefeito, com o governador, apresentamos projetos, requerimentos, acompanhamos comitivas levando reivindicações, e atendemos a população dentro e fora das Casas Legislativas", pontuou.

Foi ouvindo mulheres em situação de risco no Paraná, vítimas da violência, que Cristina Silvestri elaborou o projeto Botão do Pânico, agora lei. O Botão do Pânico (um dispositivo eletrônico pelo qual a mulher chama a polícia em casos de ameaça de agressão) passou a integrar agora a rede de proteção às mulheres vítima da violência no Paraná, que desde 2012 registrou uma queda de 30% no índice de homicídios contra mulheres, segundo estudos apontados pelo Atlas da Violência 2017.

Cristina Silvestri também mencionou a Lei Anti Fracking, que tem sua co-autoria e proíbe a exploração do gás de xisto através de fratura de rochas no subsolo e está se estendendo para todo o Brasil por iniciativa do Ministério Público Federal
Segundo a deputada, a participação da mulher não é para dividir tarefas ou espaços, e sim "unir as partes que estavam separadas" por uma anomalia do sistema social e política. "É esta união, de homens e mulheres, de vereadores e vereadores, que faz potencializar ainda mais nossas ações", enfatizou Cristina Silvestri, dizendo a estabilidade do Brasil passa, indispensavelmente, pela vontade de todos promoverem o bem-estar social e a vida harmoniosa em comunidade. 

A mostrar 2.jpg

A mostrar 1.jpg

Fonte: Assessoria de Imprensa da Deputada Cristina Silvestri. 


Vereadores realizam nova tentativa de votação do ajuste fiscal de Curitiba.

Foto: Daniel Dereverick/ La Imagem)

Os vereadores de Curitiba realizam, nesta segunda-feira (26), a partir das 9h, uma nova tentativa de votar o Plano de Recuperação de Curitiba, do prefeito Rafael Greca. A votação acontece, hoje, na Ópera de Arame, que já está cercada pela Polícia Militar (PM) desde ontem (25). As ruas no entorno estão bloqueadas.

No dia 22 de maio, servidores contrários ao ajuste já haviam invadido a sessão da Comissão de Legislação e atrasaram a tramitação do projeto em uma semana. As duas primeiras tentativas de votação foram na Câmara Municipal, nos dias 13 e 20 de junho, porém, precisaram ser interrompidas novamente por causa dos protestos dos servidores. O vereadores aprovaram a transferência da votação da Câmara para a Ópera por 21 votos a 10.

A sugestão de alteração do local de votação ocorreu após duas reuniões na Secretaria de Segurança Pública entre o secretário, vereadores, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, OAB, Ministério Público e representantes dos sindicatos.

Agora, em novo local e com esquema de segurança reforçado, os vereadores votarão quatro projetos do Plano de Recuperação que tramitam em regime de urgência. Os sindicatos que representam os servidores indicaram cerca de 100 pessoas para assistir à votação. O restante do público deve permanecer na Pedreira Paulo Leminsky, que fica ao lado da Ópera e terá um telão para a transmissão da sessão.

Projetos em votação

Vão acontecer duas sessões na Ópera de Arame para a votação dos quatro projetos do Plano de Recuperação que tramitam em regime de urgência.

As propostas a serem discutidas no início da próxima semana são a que pretendem mexer na previdência dos servidores municipais (005.00194.2017); a que adia de 31 de março para 31 de outubro a data-base e congela carreiras do funcionalismo (005.00196.2017); a que autoriza o leilão de dívidas contraídas até 2016 (005.00198.2017); e a que propõe a Lei de Responsabilidade Fiscal do Município (002.00020.2017).

Os projetos do plano de ajuste fiscal chegaram à Câmara Municipal em 29 de março e completam 90 dias nesta semana. Elaborados sem discussão prévia com os servidores, geraram revolta dos trabalhadores que argumentam que não puderam opinar sobre mudanças que impactam diretamente seus salários e aposentadoria. Na Casa, o pacote conta com amplo apoio dos vereadores. Dos 38 vereadores, apenas nove são contra o pacote.

Segurança

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná atendeu a um pedido da Prefeitura de Curitiba e concedeu o interdito proibitório da Ópera de Arame para preservar a votação do Plano de Recuperação marcada para esta segunda-feira (26). O descumprimento da medida pelos manifestantes implica em multa diária de R$ 20 mil, além do crime de desobediência e esbulho possessório – quando há invasão e violência contra o imóvel alheio.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) emitiu uma recomendação aos órgãos de segurança para garantir a condução pacífica das manifestações que devem acontecer na Ópera de Arame. “O Ministério Público busca distensionar essas relações conflituosas por meio do diálogo. Queremos abrir esses canais para que todas as partes sejam ouvidas e possam dialogar, evitando-se o conflito e, principalmente, o confronto entre a polícia e os servidores municipais”, ressaltou o procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia.

No documento, o MP recomenda que, em caso de intervenção policial, ela se dê para garantir a segurança dos participantes ou para conter  eventual prática de infrações penais. O órgão também orientou que sejam utilizados meios adequados e proporcionais de contenção, evitando o uso se armamentos, inclusive os não letais.

Fonte: Paraná Portal.


Palocci é condenado a 12 anos de prisão.

Foto: Rodolfo Buhrer / Paraná Portal

O juiz federal Sérgio Moro condenou, nesta segunda-feira (26), o ex-ministro Antonio Palocci as 12 anos e 2 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Palocci foi preso em setembro de 2016 na 35ª fase da Operação Lava Jato, a Omertá. Ele segue detido em Curitiba. A ação penal também tinha como réus o ex-assessor Branislav Kontic, Marcelo Odebrecht e outras onze pessoas.

Na sentença, Moro indica o pagamento de propina no valor de US$ 10,2 milhões e classifica o valor como “bastante expressivo”. Ainda segundo o juiz, no despacho, “o crime insere-se em um contexto mais amplo, revelado nestes mesmos autos, de uma conta corrente geral de propinas com acertos de até R$ 200 milhões”.

Os valores “serviram para remunerar, sem registro, serviços prestados em campanhas eleitorais, o que representa fraude equivalente em prestações de contas eleitorais”.

Na semana passada, a defesa do ex-ministro e dos outros réus apresentaram as alegações finais. O ex-ministro é acusado de atuar em favor da Odebrecht entre 2006 e 2013 ao intermediar propinas pagas pela empresa ao Partido dos Trabalhadores (PT). Em delação, ex-executivos da empreiteira afirmaram que o codinome “Italiano”, que aparece em uma planilha, fazia referência a Palocci.

Palocci foi preso na operação Omertà, a 35ª fase da Operação Lava Jato, em setembro de 2016, e está detido na carceragem da Polícia Federal (PF), em Curitiba.

Defesa

Nas alegações finais, a defesa de Palocci negou as acusações e apontou “inconsistências” nas delações contra o ex-ministro, como o fato do valor citado pelo ex-executivo da Odebrecht Fernando Migliaccio, não caber em uma mochila. Segundo os advogados de Palocci, Migliaccio chegou a dizer que, dependendo das notas, caberiam até R$ 3 milhões na mochila levada por Palocci ao escritório da empreiteira.

“A falácia contada pelo réu colaborador salta aos olhos. Esse fato demonstra, por si só, a inconsistência das alegações feitas pelo corréu delator”, afirma a defesa de Palocci. Nas alegações finais, o MPF reforçou o pedido de condenação de Palocci e dos outros réus.

“Restou comprovado, no curso da instrução processual, que, desde 2002, Antonio Palocci estabeleceu com os mais altos executivos da Odebrecht um amplo e constante esquema de corrupção, destinado a assegurar o atendimento aos interesses do Grupo Odebrecht perante as decisões adotadas pela alta cúpula do Governo Federal, em troca do pagamento de vantagens indevidas solicitadas por Antonio Palocci e destinado, de forma amplamente majoritária, ao Partido dos Trabalhadores e a seus membro”, diz o documento.

Veja a lista completa dos réus e dos crimes:

Antonio Palocci – corrupção passiva e lavagem de dinheiro;
Branislav Kontic – corrupção passiva e lavagem de dinheiro;
Marcelo Odebrecht – corrupção ativa e lavagem de dinheiro;
Fernando Migliaccio da Silva – lavagem de dinheiro;
Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho – lavagem de dinheiro;
Luiz Eduardo da Rocha – lavagem de dinheiro;
Olivio Rodrigues Junior – lavagem de dinheiro;
Marcelo Rodrigues – lavagem de dinheiro;
Mônica Moura – lavagem de dinheiro e corrupção passiva;
João Santana – lavagem de dinheiro e corrupção passiva;
João Vaccari Neto – corrupção passiva;
João Ferraz – corrupção passiva;
Eduardo Musa – corrupção passiva;
Renato Duque – corrupção passiva.
Mais processos

Antonio Palocci é réu em outro processo da Lava Jato que está em fase de audiências das testemunhas de defesa. Elas devem ser ouvidas até julho e a ação deve ter sua sentença em agosto.

Neste processo em andamento, Palocci é acusado de contribuir para o desvio de cerca de R$ 75 milhões em oito contratos entre a Odebrecht e a Petrobras. Cerca de R$ 12,4 milhões teriam sido usados para comprar um terreno que seria usado para a construção de uma nova sede para o Instituto Lula e um apartamento vizinho à cobertura onde mora o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em São Bernardo do Campo (SP).

Fonte: Paraná Portal.