Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

12/12/2019 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Blog do Beto visita o Tenente Cunha Comandante da 3 CIA de Pitanga.


Ontem dia 12/12/2019 a equipe de Reportagens do Blog do Beto realizou uma visita ao Tenente Cunha Comandante da 3 CIA de Pitanga, o qual gravou uma live conosco pelo Facebook do ROBERTO GONZAGA NUSA o qual está disponível neste link:https://www.facebook.com/roberto.gonzaganusa/videos/2755499987805194/

O Tenente explicou um pouco dos andamentos dos trabalhos da PM de Pitanga e deixou um recado a todos os munícipes de Pitanga e Região !!!

Fonte: Redação por Lucas Gonzaga.


Prefeitura Municipal através do Prefeito Reinoldo antecipa 13 Salario para funcionários.


Prefeitura Municipal de Santa Maria antecipa 13 salario pensando sempre no bem estar dos funcionários e no comercio local, mesmo sendo obrigação do executivo esse ato difícil de acontecer antes, como ele mesmo pegou atrasado o 13 quando assumiu a Prefeitura.

Governando com os pés no chão colocando de volta nos trilhos Santa Maria, pagando as contas em dia e salários como nunca visto antes e começando a colher os frutos de seu trabalho e dedicação a este município.

Fonte: FACEBOOK DA PREF. DE SANTA MARIA DO OESTE OFICIAL.


Motorista desce de ônibus que cruza pista e cai em buraco, na BR - 277.


Na madrugada desta quinta-feira (12) um ônibus de turismo se envolveu em um acidente na BR-277, em Guararpuava.

O condutor do ônibus parou perto do posto de fiscalização da PRF para apurar um barulho no coletivo que tinha placas de Florianópolis.

Nesse momento, o coletivo que tinha 29 passageiros se deslocou sozinho por cerca de 50 metros, cruzou a pista, caiu em um buraco e só parou em um barranco.

O motorista passou pelo teste do bafômetro que não constatou a ingestão de álcool.

Nenhum passageiro sofreu ferimentos e outro coletivo foi mobilizado para seguir viagem.

FONTE: Polícia Rodoviária Federal.


Azul solicita novo voo diário entre Ponta Grossa e Campinas (SP).


Um dia após a VoePass (antiga Passaredo) anunciar dois voos diários entre Ponta Grossa e a cidade de São Paulo, a Azul Linhas Aéreas, empresa que já atua na cidade, solicitou mais um voo entre o aeroporto Sant’Ana (PGZ) e Campinas (VCP). A informação foi revelada pelo prefeito Marcelo Rangel, na tarde desta quarta-feira (11), e confirmada pelo superintendente do aeroporto, Victor Hugo de Oliveira.

Como explicou Victor Hugo Oliveira, esse foi um primeiro contato da empresa, que demonstrou esse interesse em fazer a nova operação. É apenas o primeiro passo para consolidar o novo voo para o aeroporto de Viracopos e fazer com que a cidade, dependendo do dia, tenha quatro voos para o estado de São Paulo. “Hoje começaram as tratativas. Em um primeiro momento é a chamada para trabalharmos a informação”, relatou o superintendente. A perspectiva é de que esse novo voo possa ser realizado a partir de março de 2020.

A Azul opera em Ponta Grossa com uma alta demanda, com uma ocupação média de 85% em todos os voos realizados neste ano na cidade. A empresa realiza quatro voos semanais, sendo três nos dias de semana e um no fim de semana. A ampliação para dois voos diários da Azul era algo esperado pelo município, já revelado pelo prefeito e pelo superintendente no decorrer deste ano, com o processo de homologação do IFR. A perspectiva era de que a partir do momento que o município pudesse ter o procedimento de aproximação por instrumentos, a Azul iniciaria o segundo voo diário na cidade.

Ainda na terça-feira (10) à noite, depois do anúncio da VoePass, com o início da venda das passagens, houve grande procura por parte dos ponta-grossenses, informou o prefeito Marcelo Rangel em uma rede social. “Explosão de procura pelas passagens de Ponta Grossa/Congonhas congestiona site de vendas”, informou Rangel. A empresa ofertará dois voos diários para São Paulo a partir do dia 10 de janeiro, um às 9h45 e outro às 19h50 nos dias de semana, com preços das passagens a partir de R$ 149,90.

Aeroporto aguarda ‘GEIV’ para homologação IFR

O prefeito Marcelo Rangel e o superintendente Victor Hugo Oliveira deverão retornar, na próxima semana, ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), no Rio de Janeiro, onde eles já estiveram no início de novembro. O objetivo é acompanhar o trâmite do agendamento do avião do Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV), necessário para a homologação do procedimento IFR (voo por instrumentos) no aeroporto Sant’Ana. Na reunião, houve a garantia que esse voo do Grupamento em Ponta Grossa ocorreria até o dia 2 de dezembro – algo que não se concretizou.

FONTE: A Rede.


CCJ da ALEP aprova emenda apresentada ao projeto que prevê apoio psicológico nas escolas.


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Paraná realizou no início da tarde desta quarta-feira (11) mais uma reunião extraordinária, que começou às 12h30, num esforço concentrado para analisar projetos de lei que tramitam na Casa e as emendas parlamentares apresentadas em Plenário. As proposições analisadas tratam de segurança pública, saúde, educação e doação de imóveis, entre outros temas.

Um dos projetos discutidos foi o 365/2019, do deputado Emerson Bacil (PSL) e da deputada Cristina Silvestri (CDN), que estabelece diretrizes de acompanhamento psicológico escolar nas redes públicas de ensino fundamental e médio do estado, e havia recebido uma emenda na votação em segundo turno. A emenda, de autoria do próprio Bacil, faz apenas correções na forma do projeto, segundo o relator, deputado Evandro Araújo (PSC), que opinou por sua aprovação.

De acordo com a proposta original, a rede pública estadual de educação básica poderá contar com o serviço de, no mínimo, um psicólogo em cada uma das unidades para acompanhar as necessidades e prioridades definidas pelas políticas de educação. Na justificativa, o parlamentar pontua os elevados índices de violência nas escolas, um desafio da educação brasileira, e cita tragédias que impactaram o Brasil e o mundo no ano de 2019. “A presença dos profissionais da psicologia na rede estadual de ensino será fundamental para que questões sociais que influenciam no processo de aprendizagem e também de convívio possam ser trabalhadas permanentemente. O atendimento seria estendido também aos professores e funcionários”, declara Bacil.

IPVA – Receberam também pareceres favoráveis as três emendas de plenário, de autoria de vários deputados, apresentadas ao projeto de lei 782/2019, do Poder Executivo. A proposição original estabelece que os proprietários de veículos do Paraná não deverão mais receber, a partir de 2020, em suas residências, o comunicado impresso informando sobre o pagamento do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores). As informações serão repassadas somente de forma on-line. Para isso, altera dispositivos da lei 14.260/2003, que disciplina o tratamento tributário pertinente ao IPVA.

O relator das emendas, deputado Nelson Justus (DEM) apresentou o relatório favorável ainda na reunião do dia 10. “Os comunicados, as notificações aos proprietários de veículos passarão a ser feitos somente de forma on-line”, frisou o relator ao analisar, anteriormente, o PL.

Pedido de vista do deputado Homero Marchese (PROS), havia adiado a discussão dos pareceres sobre as emendas. Na reunião de hoje, Marchese e o deputado Tadeu Veneri (PT), líder da Oposição, se manifestaram contrários a emenda de nº 1. Veneri, inclusive, apresentou voto em separado.

O deputado Hussein Bakri (PSD), líder do Governo, explicou que a mudança proposta no projeto original trará uma economia de aproximadamente R$ 8 milhões aos cofres públicos. Segundo ele, é um momento em que o papel precisa dar lugar à tecnologia, a exemplo do que já vem fazendo a Assembleia.

Segurança – Outra emenda de plenário que recebeu parecer favorável nesta reunião foi a apresentada ao projeto de lei 203/2019, do deputado Alexandre Amaro (Republicanos), que obriga entregadores a trabalhar identificados em todo o Paraná. Segundo o deputado, a ideia é tornar os serviços de entrega mais seguros por meio da identificação.

Por isso, ele defende a importância do prestador de serviços de entrega portar, em local visível, um crachá com nome completo, RG, CPF e foto. A proposta também prevê que as informações referentes ao entregador sejam encaminhadas ao cliente no ato do agendamento do serviço, nos serviços físicos ou digitais. A emenda, do deputado Emerson Bacil (PSL) complementa o projeto, informou o deputado Paulo Litro (PSDB), relator da matéria. O relatório recebeu apoio unânime da Comissão.

Diabetes – A deputada Cristina Silvestri destacou a importância do projeto de lei 869/2019, assinado pelos deputados Ademar Traiano (PSDB) e Dr. Batista (PMN), quando opinou favoravelmente à proposição. O PL institui a Semana Estadual da Conscientização do descarte Correto do Lixo Gerado no Tratamento do Diabetes e Outras Doenças, a ser realizada anualmente na primeira semana de março. “Temos no país cerca de 13 milhões de diabéticos que fazem uso de insulina injetável e precisam descartar corretamente esse material (agulhas e seringas), evitando a contaminação de quem recolhe o lixo”, alertou a parlamentar.

Imóveis – Foram ainda analisados vários projetos de lei de autoria do Poder Executivo autorizando a doação de imóveis à municípios paranaenses, que tiveram pareceres favoráveis da CCJ. Um exemplo é o PL 928/2019, autorizando o Governo a efetuar a doação de um imóvel ao município de Alto Paraná.

Próxima reunião – O deputado Delegado Francischini (PSL), presidente da CCJ, destacou o esforço feito nas últimas semanas pelos integrantes da Comissão para analisar e votar projetos e emendas com celeridade. “Foram cerca de 200 proposições discutidas só em duas sessões”, comentou.

A CCJ faz uma nova reunião extraordinária na segunda-feira (11), a partir das 13h30, que poderá ser acompanhada pela TV Assembleia e redes sociais.

Presenças – A reunião da CCJ foi presidida pelo deputado Delegado Francischini e contou com as participações dos seguintes parlamentares: Marcio Pacheco, Tiago Amaral (PSB), Homero Marchese, Tadeu Veneri, Maria Victoria (PP), Hussein Bakri, Paulo Litro (PSDB), Alexandre Amaro, Cristina Silvestri, Evandro Araújo, Delegado Jacovós (PL) e Tião Medeiros.

Mais informações sobre os projetos discutidos pela Comissão podem ser obtidas acessando o link “Pauta da CCJ” no site da Assembleia (http://www.assembleia.pr.leg.br/). 

FONTE: ALEP.


Bolsonaro diz que ‘não tem como interferir’ no valor do fundo eleitoral.


Após especulações sobre possível veto ao fundo eleitoral de R$ 3,8 bilhões, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira, 11, que não depende dele definir valores. “Eu não sou o dono da pauta. Eu não sou o dono das leis. Não tenho como interferir”, afirmou.

Nesta quarta-feira, reportagem do jornal O Estado de S. Paulo mostrou que o governo sinalizava vetar o fundo eleitoral de R$ 3,8 bilhões para custear as campanhas eleitorais do ano que vem, mas que líderes do Congresso, entretanto, já admitem reduzir a verba para R$ 2,5 bilhões. A avaliação dos parlamentares é a de que é melhor ter “um pássaro na mão do que dois voando”, demonstrando apoio ao fundo de R$ 2,5 bilhões.

No fim da noite, Bolsonaro afirmou que não mandou recado ao Congresso e que não falou sobre o assunto. O Estado, no entanto, confirmou a informação com líderes das Casas.

Bolsonaro destacou que não há garantias sobre valor futuro e vetos. “Se eu conseguir formar meu partido até 2022. Vamos supor que passe o fundão de 3,8 bi, quanto caberá ao meu partido futuro? Responda aí. Não sabe? Parabéns, é zero”, disse.

O presidente disse que foi “criticado” quando iniciou negociações com ministro e demais autoridades sobre o que “porventura vetar ou não” na época da votação do abuso de autoridade. “Durante a votação eu já sofria críticas, como se eu tivesse poder de interferir e mudar”, observou. Neste sentido, Bolsonaro reiterou que o Legislativo é quem tem a palavra final. “Quem faz lei é muito mais o Legislativo do que o Executivo. A palavra final é deles.”

O presidente lembrou ainda que a maior parte dos vetos sobre o abuso de autoridade foram derrubados. “O Congresso depois derrubou a maioria dos vetos e ficou por isso mesmo. Eu não sou o dono da pauta. Eu não sou o dono das leis. Elas vão para o Parlamento, nascem lá, passam pelas minhas mãos, veto ou sanção. E depois decidem se derrubam o veto ou não”, disse.

Nesta quarta-feira, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que reduzir o fundo eleitoral para R$ 2,5 bilhões “é a melhor solução”. “Acho que se a decisão for valor menor para garantir que os recursos não estão atingindo nenhuma área fundamental, acho que é a melhor solução exatamente pela sensibilidade que esse tema tem na sociedade”, disse Maia.

FONTE: CGN.