Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 26 de março de 2020

26/03/2020 *--* Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.



TUDO  NO BLOG DO BETO SOBRE O CORONA VÍRUS.

COVID-19






TRANSMISSÃO DO COVID-19






SINTOMAS DO COVID-19



COMO SE PROTEGER DO COVID-19








SUSPEITOS DO COVID-19


DUVIDAS DO COVID-19


Blog do Beto fala sobre o crescimento estatístico do Corona Vírus no Estado do Paraná.


Segundo dados da secretária de Saúde do Estado do Paraná, houve um grande avanço estatístico do corona-vírus do dia 09-03 até o dia 21-03 de 20 casos descartados 33 suspeitos e um total de 58 no dia 09/03/2020, subiram para 43 casos confirmados, 172 descartados e 273 em investigação tendo um total de 488, uma alta estatística de 430 casos a mais que o dia 09/03/2020. O que gerou muito espanto na Equipe de Reportagens do Blog do Beto foi que no dia 25/03/2020 houve um aumento muito grande referente ao dia 21/03/2020 com uma diferença de apenas 4 dias, 97 confirmados, 483 descartados e 3588 casos em investigação com um total de 4168 casos sendo que 4 dias antes o total eram apenas 488 casos um aumento de 3680 casos em apenas quatro dias, praticamente aumentou quase 10x mais os números de casos no Paraná, deixaremos disponíveis a todos aqui em baixo as tabelas por ordem de data com os números de casos registrados e  também o link para o site da Secretária de Saúde do Estado do Paraná, para que todos possam ter acesso a estes dados de suma importância. Por isso a importância de que todos fiquem em suas casas, permaneçam nelas o maior período de tempo possível, só saiam em casos de emergência.


09/03/2020

21/03/2020

25/03/2020



Paraná obtém aval do STF e usará recursos de dívidas na Saúde.


O Governo do Estado conseguiu uma liminar nesta quarta-feira (25) para suspender por 180 dias o pagamento das parcelas da dívida com a União. São cerca de R$ 53 milhões por mês, mais de R$ 300 milhões durante o período estabelecido no despacho. Os recursos serão usados no combate à pandemia do novo coronavírus, conforme decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O pedido levou em consideração a necessidade de reforçar o caixa da Secretaria da Saúde diante da crescente demanda por mais leitos (inclusive de UTI), profissionais e equipamentos. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) também alegou a previsão da queda bilionária de arrecadação projetada pelo Tesouro e a excepcionalidade global da pandemia.

“No caso atual, em que se tem uma pandemia inesperada, os Estados terão de formular novas políticas e de executar diversos gastos públicos imprevistos e incalculáveis, sobretudo porque os orçamentos são planejados nos exercícios anteriores”, disse a procuradora-geral do Estado, Letícia Ferreira da Costa. “Os Estados não podem, a um só tempo, arcar com as prestações mensais da dívida renegociada com a União e ofertar os serviços de qualidade exigidos”, defendeu a procuradora-geral.

“A excepcionalidade e a gravidade do atual cenário preocupante de crise de saúde global e nacional acarretam, de um lado, uma severa crise econômica, e, do outro, a necessidade de atuação estatal vigorosa, a demandar vultosos aportes de recursos no sistema de saúde”, acrescentou.

Outros três estados obtiveram liminares no mesmo sentido: Bahia, Maranhão e São Paulo. Segundo o ministro Alexandre de Moraes, o desafio à sociedade brasileira e às autoridades públicas é “da mais elevada gravidade, e não pode ser minimizado”.

INJEÇÃO NA SAÚDE – Esses R$ 53 milhões mensais se somarão aos repasses provenientes do governo federal, disponibilidade de R$ 100 milhões do Orçamento do Estado para a Secretaria da Saúde e injeções financeiras extraordinárias da Assembleia Legislativa do Paraná (R$ 37,7 milhões), do Ministério Público do Trabalho (R$ 6,5 milhões) e do Tribunal de Justiça do Paraná (R$ 50 milhões).


Polícia Militar cumpre mandado de Prisão e apreende moto com pendências na mesma operação.


  Nesta data, por volta das 21h30min, em patrulhamento pela Av. Maximiliano Vicentin, próximo ao posto de combustível, a equipe abordou uma motocicleta Yamaha/YBR. Em consulta ao sistema, verificou-se que o condutor, um masculino de 35 anos possui mandado de prisão em seu desfavor. Em consulta à placa da motocicleta, constataram-se pendências de licenciamento, IPVA e seguro obrigatório. Salienta-se que o condutor não possui PPD e nem CNH. Sendo que o mesmo recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Palmital. Sua motocicleta foi recolhida ao pátio do 4° Pelotão.

Fonte: Polícia Militar.


Homem com sinais de embriaguez, quebra televisão e telefone e joga gasolina e ameaça a matar o próprio pai e a mãe em Nova Tebas.


      No dia 25 de março de 2020, por volta das 23h20min, compareceu no destacamento um senhor, a qual relatou que seu filho, um masculino de 44 anos, estava muito agressivo em casa, sendo que veio a danificar o veículo da família com golpes de martelo, vindo a quebrar o vidro dianteiro do lado direito. Relata também que seu filho danificou alguns móveis e objetos da residência, e que em certo momento começou a despejar gasolina por toda a casa e também na vítima/solicitante, dizendo que iria matar todos que estavam ali. Que tais ameaças são constantes, e que na data de hoje se a vítima e sua esposa, não tivessem corrido algo de pior teria acontecido. Foi deslocado até o local do fato sendo abordado o autor é identificado sendo que este apresentava visíveis sinais de embriaguez e estava bastante alterado, sendo necessária a utilização de algemas para proteger a integridade física das vítimas, equipe policial e próprio autor. Dentro da moradia foi constatado pela equipe que a televisão e o telefone estavam danificados, bem como todos os cômodos estavam cheirando gasolina. Autor e as vítimas foram encaminhados para a Delegacia de Manoel Ribas para os procedimentos legais.

Fonte: Polícia Militar.


Trecho da PR-369 será interditado nesta sexta-feira.


A BR-369 será interditada nesta sexta-feira (27), das 14h às 17h, entre os quilômetros 113 e 118, para detonação de rochas no trecho entre Jataizinho e Cornélio Procópio. O procedimento está previsto nas obras de duplicação de 34,4 quilômetros da rodovia, de responsabilidade da concessionária Econorte.

São recomendadas as seguintes rotas alternativas:

Sentido São Paulo

Londrina: Seguir pela BR-369 até o entroncamento com a PR-525. Continuar até a cidade de São Sebastião da Amoreira para depois seguir pela PR-090 até retornar à BR-369.

Sentido Londrina – São Paulo: Depois da cidade de Jataizinho, sair pela PR-090 até a cidade de São Sebastião da Amoreira, depois ir pela PR-525 até retornar à BR-369.

Fonte: CGN.


Confronto com o Choque deixa dois mortos.


Duas pessoas morreram numa troca de tiros com policiais militares do Pelotão de Choque de Ponta Grossa na noite desta quarta-feira (25). O confronto armado aconteceu numa estrada secundária à BR-376, próximo ao posto Bife em Pé, por volta de 22h40. Durante a operação, aproximadamente 300 quilos de maconha foram apreendidos pelas forças policiais da cidade.

A PM recebeu informações de que dois veículos estariam perto do posto em atitude suspeita e o Pelotão de Choque foi acionado para atender à situação. Na estrada secundária, os policiais encontraram dois carros parados e três pessoas para fora. Ao fazer a abordagem, um dos suspeitos embarcou no Honda HRV e acelerou, colidindo contra a viatura. Em seguida, ele atirou várias vezes contra os policiais e fugiu pelo matagal. Ele conseguiu escapar e os policiais não souberam informar se ele ficou ferido no confronto.

Os outros dois suspeitos não tiveram tempo de entrar nos carros para tentar fugir e, armados, também atiraram contra os policiais. Na troca de tiros, ambos foram baleados. Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros foram acionadas para prestar os primeiros socorros, mas não puderam fazer nada para salvar a vida dos suspeitos. Os policiais descobriram que o Honda HRV tinha alerta de roubo, e também apreenderam o Cobalt usado pelos bandidos.

Com os mortos, foram apreendidas duas armas de fogo: uma pistola calibre .380 e um revólver calibre 32. Nos dois carros havia grande quantidade de drogas. Segundo a PM, foram apreendidos cerca de 300 quilos de maconha e mais várias porções de cocaína. Os dois carros, as armas de fogo e toda a droga foram encaminhadas à 13ª Subdivisão Policial (SDP) para as devidas providências.

Na cena do crime, compareceram peritos do Instituto de Criminalística, investigadores do Setor de Homicídios da 13ª SDP e a viatura do Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa, para onde os corpos foram levados. Até a publicação desta matéria, a identidade deles não tinha sido divulgada oficialmente.

Fonte: A Rede.


Ao fugir de abordagem policial, condutor de veículo provoca grave acidente.


Na tarde de quarta-feira (25), por volta de 17h, o condutor de um veículo Corolla com placas de Francisco Beltrão fugiu de uma abordagem policial na barreira sanitária na PR-180 e seguiu sentido ao trevo da PR-566, onde acabou colidindo na traseira de uma caminhonete Toyota, também placas de Francisco Beltrão.

Segundo o Aspirante Vieira que estava no comando da ocorrência, equipes da ROCAM estavam em acompanhamento do veículo e no trevo uma equipe da Polícia Ambiental já havia copiado a ocorrência e o condutor do Corolla jogou o veículo contra a viatura, perdeu o controle e acabou atingindo a caminhonete.

No Corolla estavam seis pessoas: o condutor e cinco passageiros entre eles uma mulher que sofreram ferimentos considerados graves. O condutor tentou fugir e foi preso. Os demais foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros, pelo Samu e por uma ambulância da Unifas e foram encaminhados para atendimento médico. Dois ocupantes do veículo estavam usando tornozeleira eletrônica.

Na caminhonete estavam o condutor e uma criança. O condutor sofreu ferimentos graves.

Segundo o Aspirante Vieira, houve disparo de arma de fogo, porém ele não havia apurado ainda se foi disparado por policiais ou pelos indivíduos em fuga. O disparo teria atingido a caminhonete e possivelmente o condutor. O caso seria apurado.

Fonte: PP News.


Veículos se envolvem em grave acidente na rodovia PR - 495.


Um grave acidente envolvendo dois veículos foi registrado por volta das 18h de hoje (25) na rodovia PR-495, na saída de Medianeira para Serranópolis do Iguaçu.

De acordo com o site Guia Medianeira, os dois veículos colidiram frontalmente deixando quatro pessoas feridas.

A colisão envolveu um Fiat Strada e um automóvel Gol

O Corpo de Bombeiros e socorristas do SAMU foram acionados e prestaram socorro aos ocupantes dos veículos. Os militares precisaram utilizar o equipamento desencarcerador para retirar uma vítima que estava presa dentro de um dos automóveis.

A equipe da PRE (Polícia Rodoviária Estadual) fez o registro da ocorrência.

Fonte: CGN.


Laudo aponta que motorista envolvido em morte de estudante, em Curitiba, estava a 114 km/h.


O motorista suspeito de atropelar e matar a estudante da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), Caroline Beatriz Olímpio, de 19 anos, estava acima da velocidade permitida no trecho da Rua Pedro Viriato Parigot de Souza quando o acidente aconteceu.

A informação foi confirmada por um laudo do Instituto de Criminalística do Paraná desta terça-feira (24).

De acordo com o documento, a velocidade máxima permitida na via é de 60 km/h e o motorista Fernando Rocha Fabiani estava a 114,52 km/h.

Já o outro motorista suspeito de envolvimento no suposto racha que terminou com a morte de Caroline, Nicholas Henrique Castro, também estava acima da velocidade permitida no local. Segundo o laudo, ele estava dirigindo a 88,70 km/h.

O caso

Caroline estudava Arquitetura e Urbanismo da UTFPR. Ela estava voltando da faculdade depois de tentar tirar um “xerox” quando foi atropelada por Fernando, que dirigia um veículo UP TSI, vindo a morrer na hora. Testemunhas disseram que ele e Nicholas estavam praticando um racha.

O atropelamento aconteceu em frente à Universidade Positivo, no Campus Ecoville.

Fonte: Banda B.


MATÉRIAS SOBRE COVID-19

TUDO  NO BLOG DO BETO SOBRE O CORONA VÍRUS.


COVID-19



Cristina Silvestri alerta para crescimento de violência contra mulheres na quarentena.


Parlamentar cobrou posição do governo frente ao crescimento. No primeiro final de semana do isolamento, Estado registrou quase 15% mais casos

A deputada estadual e procuradora da mulher da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Cristina Silvestri, encaminhou um requerimento através da Procuradoria Especial da Mulher ao secretário de estado de segurança, Rômulo Marinho, cobrando medidas de proteção às mulheres durante o período de isolamento que o Paraná enfrenta. Dados da Polícia Militar indicaram um aumento de quase 15% nos registros de violência doméstica quando comparando o último final de semana antes da quarentena e o primeiro final de semana de isolamento.

“Há algumas semanas, através da Procuradoria da Mulher, nós já havíamos feito um alerta sobre isso. Era uma tendência. Ocorreu na China, no Rio de Janeiro e infelizmente era uma questão de tempo para ocorrer aqui também. O que nós precisamos, agora, é que os serviços de proteção continuem, mesmo neste momento de isolamento, prestando atendimento a vítimas de violência na medida do possível”.

Segundo a PM, no final de semana do dia 13, 189 casos haviam sido registrados no Estado. Já no último final de semana, o número subiu para 217. Para Cristina Silvestri, o dado é um alerta.

“Ainda é prematuro afirmar com certeza que o crescimento é um reflexo preciso da quarentena, mas precisamos continuar o monitoramento e o acolhimento destas mulheres. A proteção das paranaenses também é um serviço essencial”, reforçou.

O requerimento encaminhado pela Procuradoria da Mulher conta com as assinaturas, além de da deputada Cristina, das deputadas Cantora Mara Lima, Mabel Canto, Maria Victória e Luciana Rafagnin. Além do pedido de informações, as parlamentares fazem algumas sugestões ao governo sobre o cenário de combate à violência neste momento de crise. Uma destas sugestões foi a que a SESP solicite aos municípios que contam com o apoio da Patrulha da Penha para intensificarem a fiscalização e o monitoramento dos casos já identificados, bem como, reforçar o patrulhamento em áreas consideradas de altos índices de risco e vulnerabilidade.

“Nós já temos informações que as Delegacias da Mulher, por exemplo, estão dando prioridade para casos graves e ocorridos nas últimas 48 horas. Não é o cenário ideal, mas é o que está podendo ser feito por enquanto. O fato é precisamos de informações sobre o funcionamento de repartições que atendem mulheres para, rapidamente, sugerirmos mudanças quando forem pertinentes”, explicou Cristina Silvestri.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Gabinete Deputada Estadual Cristina Silvestri na Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.


Confira as últimas medidas adotadas pelo Estado contra o coronavírus.


O Governo do Estado instituiu entre terça-feira (24) e quarta-feira (25) novas medidas para evitar aglomerações, acelerar a resposta da administração pública e conter os avanços do novo coronavírus (Covid-19) no Paraná. As medidas se somam a inúmeras já adotadas na última semana, no sábado e no domingo (21 e 22) e também na segunda-feira (23). Entenda as últimas mudanças:

MEDIDAS DE GOVERNO

Pacote social

O pacote social de R$ 400 milhões anunciado na terça-feira (24) vai ajudar as famílias paranaenses mais vulneráveis a enfrentar a pandemia do novo coronavírus. Entre as medidas estão auxílio financeiro para 300 mil famílias por cinco meses, novos limites de consumo nos programas sociais da Copel e da Sanepar, adiamento das parcelas dos programas de habitação da Cohapar e reforço na compra de insumos da agricultura familiar.

Mais recursos para a Saúde

O Governo do Estado conseguiu uma liminar para suspender por 180 dias o pagamento das parcelas da dívida com a União. São cerca de R$ 53 milhões por mês, mais de R$ 300 milhões durante o período estabelecido no despacho. Os recursos serão usados no combate à pandemia do novo coronavírus, conforme decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O Fundo Estadual de Saúde também vai receber um aporte de R$ 6,5 milhões para as ações de prevenção e contenção dos riscos. O recurso corresponde à parte do Ministério Público do Trabalho (MPT) no Fundo Especial do Ministério Público do Paraná.

Reuniões estratégicas

O governador Carlos Massa Ratinho Junior solicitou na terça-feira (24), em reunião por videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro, agilidade da Secretaria do Tesouro Nacional na liberação de empréstimos solicitados pelos Estados e já autorizados no Senado, e também propôs ao governo federal a ampliação do prazo para pagamentos de precatórios. Nesta quarta-feira (25), diante dos demais 26 governadores, Ratinho Junior reforçou os pedidos já apresentados na reunião anterior, além de destacar a necessidade de intercâmbio entre os estados.

Novos prazos no Detran

Com as unidades fechadas, o Detran estendeu os prazos para renovar a carteira de habilitação vencida, transferência de veículos e recursos de infrações, entre outros serviços. As medidas seguem deliberação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Apoio a povos e comunidades tradicionais

A Superintendência Geral de Diálogo e Interação Social montou uma força-tarefa para levantar as principais necessidades das famílias de pescadores, ilhéus, ciganos, indígenas, quilombolas, cipozeiros, benzedeiras, ribeirinhos, faxinalenses e população de matriz africana. A primeira diretriz é o mapeamento das principais necessidades. As lideranças têm até sábado (28) para requisitar atendimento emergencial em três linhas: cestas básicas, kits de higiene e kits de medicamentos.

Aeronaves

As aeronaves do Governo do Estado já começaram a ajudar a Secretaria de Estado da Saúde a agilizar a confirmação dos resultados de exame para coronavírus. O primeiro voo, na terça-feira (24), transportou sete caixas de amostras de duas cidades do Interior (União da Vitória e Cascavel) para Curitiba. Nesta quarta-feira (25) uma aeronave da Polícia Civil apoiou outra transferência.

Produção de álcool

Professores e estudantes do curso de Farmácia do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Estadual de Londrina (UEL) começaram a transformar álcool etílico hidratado a 92,8% em álcool 70% para uso nas diferentes unidades do Hospital Universitário (HU/UEL). A produção vai reforçar o enfrentamento do novo coronavírus. Outras universidades estaduais já tinham iniciado a produção.

MEDIDAS COM APOIO DA SOCIEDADE CIVIL

Startups

Empreendedores de inovação se uniram no movimento #StartupsVsCovid19, que conta com apoio do Governo do Estado. A ideia é compartilhar soluções que ajudem a minimizar o impacto econômico e social da epidemia do novo coronavírus, além de facilitar o acesso à informação para o cidadão. A iniciativa é paranaense e está ambientada no LinkedIN, rede social voltada para os negócios. Mais de 50 startups do Brasil e de outros lugares do mundo já se cadastraram.

Doações

A Defesa Civil do Estado organizou uma rede de solidariedade com apoio da sociedade civil no Paraná. Em poucos dias, o Governo do Estado recebeu cerca de 150 mil litros de álcool para distribuir a entidades sociais e cinco toneladas de peróxido de hidrogênio, usado na limpeza e assepsia de ambientes, como hospitais e unidades de saúde. O Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros do Estado do Paraná (Rodopar) e a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina (Fepasc) colocaram as frotas à disposição para auxiliar nas ações de enfrentamento ao coronavírus. E hotéis de Curitiba, Medianeira (Oeste), e Guaratuba e Pontal do Paraná, no Litoral, disponibilizaram seus espaços para o alojamento dos profissionais da saúde. O Estado também conta com o aplicativo Paraná Solidário, que permite que a população faça doações diretamente a entidades assistenciais.

Fonte: CGN com Assessoria.


Covid-19: Número de casos confirmados no Paraná chega a 97.


A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) confirmou mais 27 casos de coronavírus no Paraná nesta quarta-feira (25). 14 homens e 13 mulheres com idades entre 20 e 54 anos são de Curitiba (19), Pinhais (1), Foz do Iguaçu (1), Maringá (1), Ponta Grossa (2), Faxinal (1), Campo Mourão (1) e São Paulo (1) fora do Estado.

O panorama da doença no Paraná é de 97 casos confirmados, 483 descartados e 3.588 em investigação. Nas últimas 24h, a Sesa descartou 286 casos manualmente devido a instabilidade constante do sistema do Ministério da Saúde.

Históricos de viagens e demais informações sobre casos confirmados podem ser verificadas junto às secretarias municipais de saúde.

Até o momento, o Paraná não tem nenhum caso registrado de transmissão comunitária.

DADOS – Todas as notificações pelos serviços de saúde de síndromes respiratórias constam no boletim como casos em investigação.

A medida cumpre a Portaria nº 454/2020, do Ministério da Saúde, que estabelece novos critérios e procedimentos.

Diariamente os serviços de saúde dos 399 municípios do Paraná notificam os atendimentos de síndromes respiratórias via sistema, isso explica o aumento diário significativo nos números em investigação. Porém, nem toda notificação quer dizer que o caso seja considerado como suspeito.

A Portaria do Ministério da Saúde exige a notificação imediata. Após isto, o serviço de saúde municipal, através da análise clínica, define se aquele paciente é um suspeito em potencial e verifica a necessidade, ou não, da coleta de amostra para a realização de testes, ou seja, o número de casos em investigação não significa que todos são considerados suspeitos.

Cidades com casos confirmados

Campo Largo: 1
Colombo: 2
Curitiba: 60
Pinhais: 3
Ponta Grossa: 3
Pato Branco: 1
Foz do Iguaçu: 5
Cascavel: 2
Campo Mourão: 1
Cianorte: 6
Paranavaí: 1
Maringá: 2
Faxinal: 1
Londrina: 3
Guaíra: 1
Há ainda três residentes em São Paulo e um em Brasília.

Clique aqui e veja o relatório completo por cidade.

Fonte: CGN.


Assembleia transfere R$ 37,7 milhões para o combate ao coronavírus.


A Assembleia Legislativa do Paraná vai transferir R$ 37,7 milhões do Fundo de Modernização do Legislativo para o Fundo Estadual de Saúde do Paraná. Os recursos serão destinados às ações de combate e prevenção do novo coronavírus e da dengue. O valor é o montante total disponível no Fundo do legislativo.

Um projeto de lei complementar foi apresentado, nesta quarta-feira (25) durante a sessão plenária, pela Comissão Executiva da Casa, formada pelo presidente Ademar Traiano (PSDB), primeiro secretário Luiz Claudio Romanelli (PSB) e segundo secretário Gilson de Souza (PSC) para autorizar a transferência dos recursos. Na sequência, como relatou o presidente Traiano, será assinado um convênio com o Governo do Estado para formalizar o repasse dos recursos. “A Assembleia mais uma vez, diante dessa crise grave no estado e no país e que preocupa a todos nós, tomou a iniciativa de devolver os recursos para poder contribuir com o Governo nessa crise, que também será econômica e que vai assolar o estado na arrecadação de impostos”, disse. “Esses recursos seriam utilizados para a modernização de alguns setores da Assembleia. Abrimos mão para socorrer o estado. É a contribuição que o Poder Legislativo está dando nesse momento em que há a necessidade de que todos nós venhamos a nos unir para passar e superar essa grave crise”, completou.

O primeiro secretário, deputado Romanelli, destacou que a decisão foi tomada em consenso com todos os parlamentares. “A Assembleia Legislativa reforça assim seu papel institucional de representação imediata da população”, salientou. “Estamos fazendo o repasse de todos os recursos que a Assembleia tem em caixa para o combate ao coronavírus e à dengue no Paraná. Serão R$ 37,7 milhões para o caixa da Secretaria da Saúde, que tomará as melhores decisões para o combate a essas duas graves epidemias que estamos sofrendo”, afirmou Romanelli.

Romanelli lembrou que as reuniões das comissões e sessões estão ocorrendo de forma remota. “Estamos seguindo com as sessões legislativas e discutindo e aprovando medidas que o governo estadual tomará nos próximos dias. Também nas regiões do todo o estado, acompanhando a situação e atuando junto ao Executivo”.

Fonte: CGN com Assessoria.


Adiado prazo para licenciamento de veículos.


Os prazos para registro e licenciamento de veículos novos, inclusive os destinados ao transporte coletivo de passageiros e de cargas, foram cancelados por tempo indeterminado.

A decisão, tomada pelo Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR), em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PR) e a Polícia Militar do Paraná, atende ao Decreto 4230/2020 do Governo do Estado para enfrentamento da pandemia do coronavírus.

O condutor que estiver portando a nota fiscal de compra e venda do veículo não será impedido de utilizar os veículos de transporte de carga de qualquer espécie, além dos coletivos.

O objetivo neste momento de crise é que todos os esforços do Detran-PR, DER-PR, PMPR e PRF facilitem e viabilizem o transporte terrestre em todo o Paraná.

Fonte: CGN.


Hospital Costa Cavalcanti conta com ala exclusiva para portadores da covid-19


O Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC) elaborou um plano de contingência para o enfrentamento do novo coronavírus. Para isso, o hospital contará com uma ala exclusiva de atendimento aos pacientes portadores da covid-19 que precisem de internamento. No total, 27 leitos serão colocados à disposição da população, 15 dos quais na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

A reestruturação física do hospital será bancada com recursos da Itaipu Binacional, no valor de US$ 3 milhões (mais de R$ 15 milhões), conforme convênio assinado com a Fundação Itaiguapy, que administra o HMCC. Esses recursos são destinados exclusivamente à luta contra o novo coronavírus, e permitem a compra de equipamentos e insumos.

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, afirma que o HMCC, premiado pela qualidade de seus serviços, mais uma vez se coloca à disposição da população nesse cenário de muitas incertezas. “Cuidar da nossa gente faz parte da missão de Itaipu e do HMCC. Vamos juntos, com muita responsabilidade, enfrentar essa pandemia”, diz Silva e Luna.

Primeira triagem

Dentro da reestruturação do hospital, a primeira triagem dos pacientes será feita numa tenda instalada no estacionamento da unidade hospitalar. Ali será feita a medição de frequências cardíaca e respiratória, saturação e temperatura. Pacientes com queixas respiratórias (febre, tosse, coriza e/ou falta de ar) receberão uma máscara e serão encaminhados ao Pronto Atendimento Respiratório (Avenida Gramado, 580). 

Já pacientes com outros sintomas serão direcionados ao Centro Clínico (Avenida Parati, 737), onde estão sendo realizados os demais atendimentos de urgências e emergências (clínica, pediátrica e ortopédica).

Menor risco de transmissão

O bloco destinado aos portadores da covid-19 será separado das outras alas de internamento do HMCCC. Com a iniciativa, o objetivo é mitigar a transmissão cruzada e atender os pacientes em uma estrutura exclusiva. Os 27 leitos estarão totalmente equipados para casos de gravidade média ou avançada da doença.

O plano de contingenciamento do HMCC prevê também a criação de um Núcleo de Inteligência para monitoramento e reavaliação de cenários. O grupo foi formado por pessoas estratégicas do HMCC aptas a fazer a revisão de processos e protocolos dos atendimentos voltados à covid-19. Novos profissionais também estão sendo contratados para reforçar a equipe no enfrentamento à doença.

Isolamento social

“Nossa estrutura está preparada para o atendimento seguro dos pacientes que necessitarem de internamento”, diz o diretor superintendente do HMCC, Fernando Cossa. Ele ressalta, no entanto, que a população deve seguir seriamente os protocolos de isolamento social. A tendência é que a maioria dos pacientes com coronavírus que procuram o hospital recebem a recomendação de isolamento domiciliar, diz Cossa. Ele explica ainda que, além dos leitos disponíveis para essa primeira fase, “temos a possibilidade de ampliação de leitos dentro do plano de contingência”, se for necessário. 

O diretor técnico, médico Rodrigo Romanini, reforça que é importante, num primeiro momento, tirar as dúvidas pelos telefones de plantão – (45) 9992-0550 ou 3521-1800 = e seguir as orientações dos agentes de saúde. “Ficar em casa é uma ajuda valiosa que a comunidade pode praticar no enfrentamento e prevenção da pandemia causada pelo coronavírus”, afirma.

O convênio

O convênio assinado entre a mantenedora do hospital, a usina de Itaipu, e a Fundação de Saúde Itaiguapy — administradora do HMCC —, prevê a aplicação de US$ 3 milhões (cerca de R$ 15 milhões) para o enfrentamento ao coronavírus (covid-19). 

Os recursos, que estão sendo geridos pela Fundação Itaiguapy, também serão aplicados no Hospital Municipal, que já está estruturado para atendimento aos pacientes da 9ª Regional de Saúde, que abrange uma população estimada em 400 mil pessoas. O plano tem validade de até dez meses.

Fonte: CGN com Assessoria.


Vacina contra corona-vírus em desenvolvimento na USP é diferente da norte americana.

vacina

Jorge Kalil explica que o método usado no projeto da vacina impede a penetração do vírus nas células, por meio de anticorpos bloqueadores.

A vacina para o coronavírus está em desenvolvimento por pesquisadores da Universidade de São Paulo. Os testes ainda não foram feitos em animais ou humanos, mas a expectativa é de que aconteça dentro de alguns meses, resultando numa vacina com resposta rápida contra o vírus, possibilitando a criação dos anticorpos necessários.

O professor Jorge Kalil, diretor do Laboratório de Imunologia do Instituto do Coração (Incor) da Faculdade de Medicina da USP, fala que o processo de desenvolvimento da vacina se dá a partir da criação de uma partícula semelhante ao coronavírus, o VLP (virus-like particle, em inglês), que, na verdade, é como se fosse um vírus oco, sem o material genético e, portanto, sem a transmissibilidade da doença, o que torna seguro usar em vacinas.

“Colocamos as partes do coronavírus que são importantes para desencadear uma forte resposta do sistema imunológico, para emitir os anticorpos bloqueadores e impedir o vírus de penetrar nas células”.


A vacina em desenvolvimento no Brasil difere da que já está sendo testada nos Estados Unidos. Lá, é utilizada a tecnologia mRNA, que insere na vacina uma partícula sintética do RNA mensageiro do vírus e, então, é injetada no organismo humano e instruída a produzir proteínas que possam ser reconhecidas pelo sistema imunológico. De acordo com Kalil, diferente das mRNA, as vacinas com VLP já possuem histórico de uso, como no papiloma vírus – o HPV. As respostas tendem a ser mais robustas, enquanto a utilização da mRNA gera respostas mais tímidas.

Fonte: Portal Tratamento de Água.