Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quarta-feira, 14 de março de 2018

14/03/2018 - Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Jovem tem lesões graves ao bater com trator na PR-281.


Um acidente foi registrado às 11h desta quarta-feira (14), na PR 281, entre as comunidades de Alto Bugrinho e Santa Inês interior de Chopinzinho.

Segundo informações, um morador da comunidade de Alto Bugrinho seguia com o trator pela rodovia, sentido a Santa Inês, e ao tentar fazer a conversão à esquerda, não viu a moto que vinha atrás onde aconteceu a colisão. 

“Eu seguia com muito cuidado e ao fazer a volta olhei, mas não vi a moto por que o trator estava com a caretinha dificultando assim a visão”, disse o agricultor. 

O condutor da moto, identificado posteriormente como Ivonei Das Neves Morais, 23 anos, sofreu fratura exposta na perna direita. 

Samu esteve no local prestando atendimento à vítima e, na sequência, o encaminhou até o hospital de Chopinzinho.

Segundo informações, o rapaz mora em Chopinzinho e trabalha como auxiliar de pedreiro. A moto com placas de Goioxim sofreu danos de grande monta.

Fonte: Portal RBJ.



Homem morre após capotar carro em rodovia de Ponta Grossa.


Um homem de 62 anos de idade morreu após um grave acidente de trânsito em Ponta Grossa. A colisão aconteceu por volta das 11h30 desta quarta-feira (14) no KM 165 da PRC-373 que liga Ponta Grossa a Carambeí, cidade na região dos Campos Gerais.
A vítima fatal conduzia um veículo Fiat Siana com placas de Curitiba - o motorista acabou perdendo o controle do carro, capotou e invadiu a pista contrária. O veículo seguia no sentido Ponta Grossa e acabou batendo de frente com um caminhão ao invadir a pista contrária.
A vítima foi levada para o Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa, mas ainda não foi oficialmente identificada. Equipes da CCR RodoNorte, concessionária de pedágios que administra o trecho, estiveram no local - no caminhão não houve feridos. 
O texto é do site A REDE.

Genética e trabalho podem ter ajudado Hawking a viver mais do que o esperado.


Quando começou a desenvolver os sintomas da doença degenerativa conhecida como esclerose lateral amiotrófica, nos anos 1960, o então jovem cientista Stephen Hawking ouviu de seu médico que em três anos, no máximo, estaria morto -antes mesmo da conclusão de seu doutorado.
De progressão usualmente rápida, a doença, conhecida como ELA, é caracterizada pela crescente paralisia dos músculos, culminando com a incapacidade de respirar e a morte.
Rara, ainda não é totalmente compreendida. Não se sabe exatamente por que Hawking, morto aos 76 anos nesta quarta-feira (14), superou com folga a expectativa de vida que recebeu, por exemplo.
Mas especialistas especulam que a genética pode ser uma das respostas. Genes que promovem a proteção dos neurônios motores poderiam ser os responsáveis pela longevidade do cientista.
Segundo o geneticista Ciro Martinhago, evoluções diferentes de uma mesma doença, mesmo entre irmãos gêmeos com a mesma mutação genética, têm como raiz a interação entre os genes e também interações do genoma com fatores ambientais (como a saúde em geral da pessoa).
Tudo isso pode potencializar ou minimizar o quadro clínico da doença, afirma Martinhago. "Conhecemos os genes, mas essas variantes é que trazem a individualidade para cada um."
Observações empíricas apontam que questões psicossociais também têm interferência no quadro geral dos pacientes, segundo o geneticista.
Acary Oliveira, neurologista especialista em ELA do hospital Albert Einstein, conta que acompanha uma paciente diagnosticada com a doença há 23 anos e, apesar dos comprometimentos musculares, é saudável. "O que ela e Hawking parecem ter em comum é a vontade de se manter útil para a sociedade", afirma Oliveira.
Oliveira aventa ainda a possibilidade de o físico não ter realmente ELA, mas, sim, uma doença como atrofia muscular progressiva ou atrofia muscular espinhal, devido à dificuldade de se diagnosticar a ELA, que não possui exames específicos de identificação.
As maiores chances futuras de tratamentos mais efetivos para a doença, que atualmente não tem cura, estão na terapia genética. "Do ponto de vista terapêutico, você pode inibir os genes causadores ou estimular os protetores", diz Oliveira, segundo o qual esses genes estão sendo descobertos aos poucos.
A ELA está sendo utilizada como uma base de estudos para doenças degenerativas, como mal de Parkinson, o que aumenta os estudos relacionadas à rara condição -que atinge 1 a cada 100 mil pessoas por ano.
BALDE DE GELO
Há cerca de quatro anos, o desafio do balde de gelo, no qual pessoas despejavam água com gelo sobre a própria cabeça, dominou as redes sociais. O intuito da ação era despertar atenção e levantar recursos financeiros para pesquisas com ELA.
O resultado do desafio foi a arrecadação de US$ 115 milhões, segundo a associação americana ALS (na sigla em inglês, esclerose lateral amiotrófica).
A associação afirma que, desse montante, US$ 84 milhões foram destinados a pesquisas sobre a doença, além dos valores destinados a centros de tratamento e projetos educacionais.
Um dos projetos apoiados pela iniciativa conseguiu identificar um gene associado a ELA, segundo reportagem do jornal inglês Guardian, de 2016.
Assim como a fama de Hawking, o desafio também ajudou a jogar luz sobre a rara doença. "A iniciativa trouxe um batalhão de pessoas que colocaram como uma missão entender melhor a doença e minimizar ela", diz Oliveira.


O especialista dá o exemplo de pesquisadores da Fatec que, ao ficarem sabendo da doença por meio do desafio do balde de gelo, o procuraram para o desenvolvimento de um mecanismo para que os pacientes conseguissem controlar posições de suas camas com os olhos, o que aumenta a independência das pessoas que sofrem com a condição.
Fonte: Folha Press.


Temer diz que estuda recorrer à OMC contra tarifa do aço de Trump.

Resultado de imagem para temer

O presidente Michel Temer disse que se o governo de Donald Trump não rever o aumento de tarifas de importação de aço o Brasil vai entrar com uma representação contra a política norte-americana na OMC (Organização Mundial do Comércio) junto com outros países que sofreram prejuízos com a medida.

"Nós aqui somos contra todo e qualquer protecionismo. Somos pela abertura plena", afirmou. Temer disse que vai ligar para o presidente Trump propondo a abertura de negociações sobre o aumento da tarifa do aço.

A declaração do presidente ocorreu na plenária de abertura da versão do Fórum Econômico Mundial na América Latina.

O ministro Aloysio Nunes, das Relações Exteriores, afirmou que a primeira opção do Brasil é o diálogo com Trump e as empresas americanas que importam aço do Brasil.

"O Brasil é um país amigo dos Estados Unidos", afirmou Aloysio. Além de Temer e Aloysio participaram da abertura o governador Geraldo Alckmin, o prefeito João Dória, Pelé e Klaus Schwab, o fundador do fórum.

Fonte: Folha Press.


Estou pronto para ser preso, diz Lula em livro.


Às vésperas do julgamento dos recursos contra sua condenação em segunda instância na Lava Jato, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirma, em livro, que está preparado para sua possível prisão, mas que pretende "brigar" nos tribunais superiores para provar sua inocência.

"Eu estou pronto para ser preso", declara Lula no livro "A Verdade Vencerá: O Povo Sabe Por Que Me Condenam" (ed. Boitempo), que será lançado nesta sexta (23) em São Paulo. "Eu não vou sair do Brasil, eu não vou me esconder em embaixada, eu não vou fugir. Vou estar na minha casa, chegando em casa entre oito e nove horas da noite, indo dormir às dez horas, acordando às cinco da manhã para fazer ginástica", diz.

Com 216 páginas, a obra reúne artigos e uma entrevista com o petista, realizada em fevereiro deste ano em três encontros pelos jornalistas Juca Kfouri e Maria Inês Nassif, pelo professor de relações internacionais Gilberto Maringoni (que concorreu ao governo de São Paulo em 2014 pelo PSOL) e pela editora Ivana Jinkings, diretora da Boitempo e organizadora do livro.

Na entrevista, o petista afirma que descarta a possibilidade de se exilar por acreditar que terá mais força para reverter sua condenação se continuar no país. "Vou fazer a sociedade brasileira discutir os meus processos aqui dentro", afirma. "Eu conheço companheiros que ficaram quinze anos exilados e não tiveram voz aqui dentro, no Brasil."

"Se eu tivesse cometido um erro, se eu tivesse cometido um crime, de todos esses de que eu estou sendo acusado, talvez eu fizesse isso. Como tenho plena consciência da minha inocência, eles vão pagar o preço", afirma, em referência aos investigadores da Lava Jato, a quem acusa de perseguição.


"O preço que vai ser pago historicamente é a mentira contada agora. Eu sei que é difícil eles [juízes e procuradores] aceitarem que um metalúrgico torneiro mecânico diga que eles estão mentindo. Mas eles estão mentindo."

O escritor gaúcho Luis Fernando Verissimo assina o prólogo do livro. O prefácio é escrito pelo cientista político Luis Fernando Miguel, recentemente alvo de polêmica por ter criado uma disciplina na UnB que trata o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) como "golpe de 2016".

Em janeiro, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal), responsável pelos casos da Lava Jato em segunda instância, confirmou a condenação do ex-presidente por corrupção e lavagem de dinheiro no caso que investiga a cessão e reforma de um apartamento tríplex em Guarujá (SP). A pena foi fixada em 12 anos e um mês de prisão —maior do que a estabelecida na instância inferior pelo juiz Sergio Moro.

Ainda neste mês, o tribunal pode julgar os recursos apresentados pela defesa do petista. Entendimento atual do STF (Supremo Tribunal Federal) permite a execução da pena de prisão após encerrado o processo na segunda instância.

Fonte: CGN.


Beto do Blog esteve ontem na Rádio Pitanga 580 KHZ AM no Programa do Magrinho



Ontem por volta dás 08:00 horas da manhã o Beto do Blog de Santa Maria do Oeste fez uma participação na Rádio Pitanga, no Programa do nosso Querido amigo Magrinho, o qual nos recebeu muito bem, de uma forma muito simpática como sempre, gostaríamos de deixar registrado aqui um forte abraço a todo pessoal da Rádio Pitanga e principalmente a dona Zaia nossa querida amiga, por nos receberem tão bem em seu ambiente de trabalho !!!




Vereador de Pitanga é preso, Assista ao Vídeo:


Por volta mais ou menos das 19h35 início da noite de domingo, 11 de março de 2018, pela Av. Presidente Getúlio Vargas, quando acabou quase batendo em outro veículo e seu condutor abordou a equipe policial e disse que o referido veículo teria se deslocado em direção ao Trevo da pitanguinha.

A equipe se deslocou e em seguida avistou o veículo Ford KA próximo da igreja da pitanguinha transitando em zig-zag pela rua. Ao tentar abordar o veículo, o condutor desobedeceu à ordem de abordagem e saiu dirigindo perigosamente de um lado para outro da via pública, parando o veículo em frente a sua residência na Rua Fernando Ferrari.

No local foi realizada a abordagem e constatado que o condutor do veículo era Osvaldo Krupek de 48 anos, sendo o mesmo vereador da cidade de Pitanga, apresentava sinais de embriaguez alcoólica. Constatado também que o mesmo se encontrava com a sua CNH cassada. Foi dada voz de prisão e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil.

Fonte: Blog Central editado pela Redação e Vídeo: G1.



Promotoria de Justiça propõe ação contra prefeito por uso da máquina pública para promoção pessoal.

Imagem relacionada

O prefeito de Toledo, no Oeste paranaense, deve responder judicialmente por ato de improbidade administrativa. Segundo a 4ª Promotoria de Justiça da comarca, ele teria feito propaganda pessoal, transformando atos burocráticos de rotina em “cerimônias” com grande divulgação. A ação civil pública foi proposta nesta terça-feira, 13 de março.
São citadas na ação quatro situações em que atos administrativos ordinários, como assinaturas de ordens de serviços ou de abertura de licitações, foram alçados a solenidades de inauguração, com grande publicidade nos veículos de comunicação do Município e destaque à figura do gestor e do seu grupo político-partidário. No entendimento do MPPR, tal conduta fere princípios constitucionais da administração pública, notadamente da legalidade, moralidade administrativa e impessoalidade, além de lei municipal recente, de dezembro de 2017, que proíbe expressamente a realização de atos de inauguração de obras públicas inacabadas ou que não atendam aos fins a que se destinam.
Dentro do previsto pela Lei de Improbidade Administrativa, foi requerida na ação a condenação do agente político ao ressarcimento integral de eventual dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e pagamento de multa. Em fevereiro deste ano a Promotoria já havia alertado o prefeito a respeito da ilegalidade, por meio de recomendação administrativa, que não foi acatada pelo agente público.
Fonte: CGN.


Professor é denunciado após postagem racista em rede social.



Os alunos do do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia  (IFSP), realizaram, manifestações dentro do campus, em frente à direção, contra um professor do instituto que postou um comentário racista nas redes sociais. No comentário, feito no fim de semana, o professor José Guilherme de Almeida afirmou odiar pretos e pardos, e criticou sua alimentação "em bandos". 

"Horror de turismo. Odeio pretos e pardos falando muito e comendo de tudo por muito tempo, em bandos, nos hotéis três estrelas de orla de praia! Um café da manhã macabro com tanta algazarra e gulodice. Alguém consegue comer carne de sol logo cedo lotando o prato por três vezes? Eles conseguem, todos! Queria ser muito rico e ter o café no meu quarto sempre nu e escutando Mozart", diz o texto. 

Após a repercussão do episódio, o professor apagou a postagem, mas o print viralizou na internet e os alunos do IFSP, além de outros movimentos, cobram ações do instituto. 

Indira Quaresma, conselheira seccional da Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal, explicou que há uma repercussão administrativa e outra penal. "A política do Instituto Federal tem uma orientação clara de punir crimes raciais e sociais.

Logo, deve abrir uma sindicância para analisar a situação e apurar o caso, para não deixar passar batido", esclareceu. 

Ela destacou que como o servidor não se refere a alguém em específico e sim à comunidade negra como um tudo, o crime penal não é simplesmente uma injúria racial. Para Indira, o caso se encaixa no artigo 20 da lei dos crimes raciais, 7716/89, que diz que "praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional tem como pena reclusão de  1 a 3 anos e multa". "Feito por um meio de comunicação social aumentaria a pena para até cinco anos, além de multa. Se o Ministério Público entender que ele se enquadra na lei, esse seria a provável análise do caso", explicou.

O Instituto Federal de São Paulo (IFSP) informou, em nota, que já teve conhecimento do texto divulgado pelo docente e iniciou a apuração dos acontecimentos. "O IFSP declara que repudia quaisquer formas de preconceito e discriminação dentro ou fora de seus muros, seja por parte de um servidor ou de outro cidadão. A Instituição se compromete com a construção de uma sociedade plural e de múltipla representatividade. Nesse sentido, vale lembrar que o IFSP mantém grupos de debates, abertos à comunidade interna e externa à Instituição, que abordam tais temas em sua agenda." 

De acordo com o IFSP, discussões que abordam tal tema são parte integrante dos currículos dos cursos nas 36 unidades e nos espaços de sociabilidade. Destacou, ainda, os coletivos estudantis Cabeça de Nego e Três Marias, reconhecidos e apoiados pela direção da Instituição.

As informações são do Estado de Minas.


Homem é morto com disparos de arma de fogo.


Um homem morreu após ser baleado no começo da noite de ontem, em Foz do Iguaçu.
O fato foi registrado na Rua Maria de Lordes de Lima Moraes, no Bairro Cida Nova II.
Socorristas e médico de plantão do Siate foram mobilizados para atendimento do homem, ferido por disparos no tórax e abdômen.
Durante o atendimento na ambulância, a vítima acabou morrendo.
Segundo informações repassadas pela Policia Militar, uma pessoa teria chegado no portão da residência, iniciando uma série de disparos de pistola contra seu algoz.
O corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal.
Informações são do site Tribuna Popular.
Grave colisão de trânsito é registrada na BR-376.


Um acidente, envolvendo três veículos, foi registrado no quilômetro 672 da BR-376, em Guaratuba.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal, uma carreta, carregada com laranjas, bateu contra outra carreta, que bateu contra um caminhão e ainda bateu em concreto às margens da rodovia.
O condutor teria sido ejetado e caído em via, morrendo no local. Outra pessoa ficou em estado grave na ocorrência e uma vítima saiu ilesa.
Chegou a ocorrer interdição de pista.
Fonte: CGN.


Documentos mostram que tucano não informou R$ 6,6 mi a junta.


Documentos da Junta Comercial de Minas Gerais mostram que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) não informou ao órgão R$ 6,6 milhões da venda de suas cotas na rádio Arco Íris, de Belo Horizonte, à sua irmã Andrea, em 2016.

Ele atestou que o negócio ficou em R$ 88 mil.

O valor de R$ 6,6 milhões foi informado por Aécio em seu Imposto de Renda à Receita, sigilosa por lei. Os dados da junta são públicos.

O sigilo do IR foi quebrado no final de 2017 por ordem do STF (Supremo Tribunal Federal) em processo que tramita paralelamente ao inquérito que investiga um pedido de R$ 2 milhões feito pelo senador ao dono da empresa de carnes JBS, Joesley Batista.

Conforme a Folha de S.Paulo mostrou na terça (13), por ter vendido as cotas para sua irmã, Aécio teve seu patrimônio declarado aumentado de R$ 2,5 milhões em 2015 para R$ 8 milhões em 2016. Por dois anos, em 2014 e 2015, o tucano declarou à Receita que as cotas valiam R$ 700 mil na forma de uma dívida que mantinha com a antiga dona, sua mãe, a ser paga em 2012 e depois prorrogada até dezembro de 2016.

Aécio decidiu naquele ano vender suas cotas à outra sócia na rádio, Andrea, por R$ 6,6 milhões.

Os registros da junta são públicos e podem ser acessados por qualquer cidadão. Ali o senador e sua irmã arquivaram a oitava alteração contratual da rádio, de 21 de setembro de 2016.

O documento diz que o senador era "detentor de 88 mil cotas, no valor de R$ 1 cada, perfazendo R$ 88 mil, [e] neste ato cede e transfere a totalidade de suas cotas à sócia", sua irmã Andrea Neves. O documento também afirma que o capital social da rádio era de R$ 200 mil, equivalente a apenas 3% do valor real do negócio feito entre os irmãos.

Profissionais de contabilidade ouvidos pela reportagem disseram que a ausência do valor nos documentos da junta pode prejudicar a transparência e que seria mais indicado que os sócios fizessem o aumento do capital social da empresa no momento da venda. Não haveria uma ilegalidade clara na falta do registro do valor na junta.

Para uma resposta definitiva sobre esse ponto seria necessário, segundo os profissionais, avaliar os balanços da rádio para saber a origem dos recursos e como foi feito o registro contábil da venda.

Aécio foi sócio da Arco Íris, que retransmite a programação da Jovem Pan, por seis anos, de 2010 a 2016. Nos últimos três anos, a emissora foi a principal fonte de renda do parlamentar e de sua irmã. No período, ele recebeu R$ 3,1 milhões em lucros.

Em nota à reportagem, a assessoria de Aécio disse que o parlamentar adotou procedimento correto, previsto pela legislação, ao deixar de informar à junta o valor real da venda das cotas. "Pelas leis brasileiras, o valor do capital social é imutável e sofrerá alterações somente quando houver aprovação de aumentos ou diminuições do mesmo", declarou.

Fonte: CGN.