Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

terça-feira, 12 de setembro de 2017

13/09/2017 - Deus é Fiel !!! - 09:35

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Bate Grade é realizado na Delegacia de Polícia Civil de Palmital sendo descoberto celulares, serras artesanais, objetos ponte agudos metálicos e carregadores de telefone



No dia 12 de setembro de 2017, através do Oficio n° 858/2017 foi fornecido segurança aos agentes do Depen e da Delegacia de Polícia Civil de Palmital para a realização de uma revista nas celas da delegacia, "Bate Grade", das 10h00min às 12h30min. A qual resultou na apreensão de celulares, serras artesanais, objetos ponte agudos metálicos e carregadores de telefone. 

Fonte: Polícia Militar. 

Motorista embriagado atropela e mata pedestre.


Um homem identificado como Nelson José de Andrade, de 42 anos, morreu atropelado no início da madrugada desta quarta feira (13), na KM 415 da BR 373, em Candói.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do veículo Fiat/Uno com placas de Pinhais que atropelou o homem, não portava documentos. A PRF realizou teste do bafômetro que apontou 0,55 mg/l de álcool no sangue.
De acordo com levantamento feito no local do acidente pela PRF, o motorista não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O homem foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Guarapuava e foi autuado em flagrante por embriaguez.

Fonte: Rede Sul.


Mega - Sena acumulada pode pagar R$ 5,5 milhões hoje.


A Mega-Sena poderá pagar nesta quarta-feira (13) R$ 5,5 milhões a quem acertar os seis números. O sorteio do concurso 1.967 será realizado em Intuiutaba (MG), às 20h.
Ninguém levou para casa o prêmio do último sábado (9), de número 1.966, e por isso a Mega acumulou. Os números sorteados na cidade de Salto (SP) foram: 10 - 13 - 19 - 32 - 40 - 60
No último sorteio, 29 apostas acertaram a quina e cada um terá direito ao valor de R$ 47.097,01. Outras 2.758 apostas acertaram a quadra e cada uma terá direito ao valor de R$ 707,45.
Na quarta-feira (6), uma aposta da cidade de Jardim, no Mato Grosso do Sul, acertou sozinha as seis dezenas e levou R$ 78 milhões.
Para concorrer ao próximo sorteio, os jogos deverão ser feitos em qualquer lotérica do país até as 19h de quarta-feira. Clientes com acesso ao site do banco também podem fazer as apostas pelo computador, tablet e celular.
Segundo a CAIXA, se o montante for aplicado na Poupança da CAIXA, poderá render R$ 30 mil por mês ao sortudo que acertar os seis números da modalidade.
A aposta mínima, de seis números, custa R$ 3,50. A chance de acertar as seis dezenas da Mega-Sena é de uma em 50.063.860 possibilidades.
Fonte: CGN.


Olimpíada Rural agita Turvo e região no fim de semana.


Quem procura algo diferente para realizar em família tem uma ótima opção neste final de semana. Que tal ver competições de debulha de milho, pescaria no litro pet, arremesso de espiga de milho no balaio, além das tradicionais pega do porco no barro e pega do frango? Estas e outras atrações fazem parte da programação da 8ª Olimpíada Rural de Turvo, que inicia nesta sexta (15) e segue até o domingo (17).
De acordo com o prefeito de Turvo, Jeronimo do Rosário, o evento já é tradicional e este ano está mobilizando 12 associações de produtores, que irão movimentar cerca de 500 atletas nas competições. “O evento já se tornou um ponto de confraternização entre os produtores. É claro que as competições são levadas a sério, mas a diversão e a confraternização deles é o mais importante. Os participantes e o público se divertem muito em todas as provas”, enfatizou.
Jeronimo destacou ainda que o evento deste ano foi organizado com o apoio de toda a sociedade organizada de Turvo. “É essa união que já assegura o sucesso do evento. Além da diversão, é um bom momento de negócio para os empresários de Turvo, com a realização da 7ª ExpoTurvo, organizada pela Associação Comercial e Empresarial de Turvo (Acet), com apoio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo. Além disso, é um momento de qualificação, através de palestras técnicas promovidas pela Emater”, destacou Jeronimo.
PROGRAMAÇÃO
Sexta Feira (15), no CTG Rincão do Pinhal
- 19h – Abertura da 7ª ExpoTurvo;
- 20h – Desfile da Garota Turvo;
- 21h – Shows locais.
Sábado (16), no Salão Paroquial
- 8h45 – Palestras promovidas pela Emater;
- 12h – Almoço para as equipes;
Sábado (16), no CTG Rincão do Pinhal
- 13h – Abertura das Olimpíadas;
- 14h – Competições;
- 20h – Show com Oswaldir e Carlos Magrão
Domingo (17), no Salão Paroquial
- 08h – Palestra promovida pela CVale;
Domingo (17), no CTG Rincão do Pinhal
- 10h às 19h – Competições;
- 12h – Costelada;
- 18h – Premiação;
- 19h – Shows de encerramento.
Fonte Redesul

PRF atende colisão frontal na BR 277, em Guarapuava.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Guarapuava atendeu no final da tarde desta segunda feira (11), uma colisão frontal entre uma camionete Ford/Ranger e uma caminhão Volvo.
A batida aconteceu no KM 309,7 da BR 277. De acordo com a PRF, o motorista da camionete, de 44 anos, não se feriu e o condutor do caminhão, de 39 anos, também saiu ileso.
Segunda a PRF, a camionete está registrada no município de Prudentópolis e o Volvo em União da Vitória.
Caminhão carregado com portas é destruído por incêndio na BR 277.


Um caminhão carregado com portas de compensado foi completamente destruído por um incêndio no início da madrugada desta terça feira (12) na localidade de Lagoa Seca, na BR 277, em Candói.
A ocorrência foi registrada pelo Corpo de Bombeiros por volta da meia noite. As chamas foram contidas, porém o caminhão e toda a carga foi destruída.
O motorista contou aos bombeiros que estava dormindo na cabine do caminhão. Quando acordou, percebeu que havia muita fumaça no local e, ao abrir a porta para sair, o fogo se alastrou rapidamente e atingiu toda a carga. Não houve feridos.
A suspeita é de que o fogo tenha iniciado pela cabine, com uma pane elétrica no veículo.
Fonte Redesul

Ex-BBB é condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável.


A Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba condenou o ex-participante do reality show Big Brother Brasil 2016, Laércio de Moura, a 12 anos de reclusão pelos crimes de estupro de vulnerável e armazenamento de material (foto ou vídeo) contendo cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente. A decisão é do final de agosto deste ano.
O homem de 54 anos está preso desde maio de 2016, após acusação de estupro de vulnerável e de fornecimento de bebidas alcoólicas para uma adolescente de 13 anos. Ele era investigado pelo MPPR desde fevereiro do mesmo ano, quando a Promotoria de Justiça recebeu um pedido de providências a respeito da conduta do ex-BBB. Na solicitação, o denunciante alegava ter conhecimento do envolvimento do ex-BBB com adolescentes e descrevia a conduta do indiciado em relação a esse tipo de prática. Em junho de 2016, ele foi denunciado pelo MPPR por estupro de vulnerável, armazenamento de conteúdo de pornografia infantil e tráfico de drogas, sendo condenado pelos dois primeiros crimes, mas absolvido do último.
Fonte CGN

Professor é condenado a 20 anos de prisão por abuso sexual a estudante.



Um professor de dança foi condenado a 20 anos de prisão, em regime inicial fechado, por abuso sexual praticado contra um menor de 14 anos. Os atos libidinosos, mediante ameaça, ocorreram de forma reiterada nos anos de 2012 e 2013.
Em decisão de comarca do sul do Estado, o magistrado responsável levou em consideração a condição de professor, as ameaças e o assédio ao jovem para prolatar a sentença. Como respondeu em liberdade ao processo, o réu poderá recorrer da sentença nessa condição. A vítima era estudante no colégio onde o réu lecionava e passou a frequentar as aulas ministradas pelo professor de dança em 2011.
No ano seguinte, segundo denúncia do Ministério Público, o garoto começou a ser assediado pelo mestre. Os abusos só cessaram quando a vítima resolveu procurar ajuda e relatou os abusos que sofria aos responsáveis (com informações da Coordenadoria de Comunicação do MPSC).
Fonte CGN

STJ mantém com casal gay guarda de bebê achado em caixa de papelão.



A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça assegurou que um casal que convive em união homoafetiva há 12 anos permanecesse com a guarda de um bebê de dez meses. Em decisão unânime, o colegiado concluiu que os companheiros reúnem as condições necessárias para cuidar da criança até que seja finalizado o processo regular de adoção e que um eventual encaminhamento do bebê a abrigo poderia lhe trazer prejuízos físicos e psicológicos.
O relator do pedido de habeas corpus, ministro Villas Bôas Cueva, apontou que, segundo os autos, “o menor foi recebido em ambiente familiar amoroso e acolhedor, quando então recém-nascido, não havendo riscos físicos ou psíquicos neste período, quando se solidificaram laços afetivos, até mesmo porque é cediço que desde muito pequenas as crianças já reconhecem as pessoas com as quais convivem diariamente”.
De acordo com o processo, em 2016, os companheiros encontraram em frente à casa da mãe de um deles uma caixa de papelão na qual estava o recém-nascido, de apenas 17 dias. Após acolherem a criança, eles procuraram a Polícia Civil para reportar o ocorrido e contrataram um investigador particular, que localizou a mãe biológica da criança.
Segundo a genitora, ela teria escolhido o casal para cuidar de seu filho por não possuir condições financeiras de criar a criança.
Requisitos
O casal ingressou com pedido formal de adoção, porém o juiz de primeira instância determinou a busca e apreensão do bebê para que fosse acolhido em abrigo. O magistrado entendeu que os companheiros não se enquadravam nos requisitos de exceção à adoção regular previstos pelo artigo 50 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), como tutela ou guarda da criança há mais de três anos ou formulação do pedido de adoção por parente.
A decisão foi confirmada pelo Tribunal de Justiça do Ceará, que concluiu que ainda não havia sido formado vínculo afetivo entre o casal e a criança. Além disso, entendeu que havia dúvidas sobre a origem do menor e as circunstâncias do seu abandono.
Lar estruturado
Ao analisar o habeas corpus, o ministro Villas Bôas Cueva ressaltou haver nos autos relatório da equipe de adoção do Juizado da Infância e Juventude que aponta que o casal mantém lar estruturado e tem o desejo genuíno de receber a criança de forma definitiva.
Além disso, as instâncias ordinárias, ao determinarem o abrigamento institucional, não apontaram qualquer das hipóteses de violação de direitos da criança previstas pelo artigo 98 do ECA, como abuso ou omissão dos responsáveis pelo menor. 

“Admitir-se a busca e apreensão de criança, transferindo-a a uma instituição social como o abrigo, sem necessidade alguma, até que se decida em juízo sobre a validade do ato jurídico da adoção, em prejuízo do bem-estar físico e psíquico do infante, com risco de danos irreparáveis à formação de sua personalidade, exatamente na fase em que se encontra mais vulnerável, não encontra amparo em nenhum princípio ou regra de nosso ordenamento”, concluiu o ministro ao votar para que o bebê fosse mantido com o casal. 
Fonte CGN


  • Alunos simulam em escola 'banca do tráfico' com imitações de fuzis e drogas.



Um grupo de estudantes do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, causou polêmica nas redes sociais ao divulgar fotos de um dia temático na escola, onde aparecem portando imitações de fuzis e embalagens que simulam sacos de cocaína e tabletes de maconha.
A atividade proposta na unidade de São Cristóvão do colégio, na zona norte carioca, era de um dia temático em que o estilo de vida do carioca deveria ser representado.
No entanto, cinco alunos entre 16 e 17 anos representaram traficantes e o comércio ilegal de drogas do Rio. A única menina a participar do grupo adotou a personagem de mulher do chefe do tráfico. A definição de comunidade carioca foi apresentada no pátio da escola durante o horário do recreio às 10h da última terça-feira (5).
Em uma nota pública, o diretor do Pedro II explicou que atividades temáticas são rotineiras na escola e que o grupo agiu sem consentimento dos professores. Oscar Halac minimizou o ocorrido.
"Todos os dias os cariocas se deparam em jornais e revistas, em telenovelas, com ações de traficantes com armas e drogas. Além disso, são vítimas cotidianamente da violência urbana, assassinatos e assaltos, e os alunos do Pedro II muitos residem em áreas risco e vulnerabilidade social."
Na nota, o diretor da escola criticou a divulgação das imagens por um blog. "Prestou-se a divulgar imagens de estudantes com foco totalmente descontextualizado", defendeu.
Preocupada com a postura dos alunos, uma comissão de pais pediu à diretoria providência sobre o caso. Uma mãe que pediu para não ser identificada se disse preocupada.
"A gente espera da escola atividades educacionais. Exemplos positivos. Como o colégio permitiu uma apresentação dessa? Esses alunos tinham que ter sido chamados atenção na hora e a exposição suspensa", avaliou a mãe.
De acordo com o Pedro II, os alunos foram identificados e medidas educacionais foram adotadas.
Nas redes sociais onde um vídeo da atividade foi divulgado, alguns internautas apoiaram a instituição.
"Uma escola de vida e cidadania, onde se discute de tudo. Está sempre à frente e na frente, oferece aos estudantes a liberdade de expressão e discussão. Caretas e reacionários: tirem as mãos do CPII", diz um dos comentários.
Outros criticaram o comportamento dos estudantes. "Isso não é didática nem educação. É ensino de bandidagem", disse um internauta.
Informações são do UOL.

Ivete Sangalo revela estar grávida de gêmeos aos 45 anos.



A cantora Ivete Sangalo revelou estar grávida nesta terça-feira, 12. A baiana, que é casada com Daniel Cady e tem um filho, Marcelo, de sete anos, ainda deu a entender que está à espera de gêmeos.
“Gente! Não sei por que essa calça não fecha! Ela tá grávida! Eu, meu amor Daniel e nosso amado filho estamos muito felizes com essa linda notícia”, anunciou em seu Instagram.
E não parou por aí: “Ah! A foto já diz tudo: são dois! Uhul! Tô chorando escrevendo para vocês, ‘zamuris’ lindos de mãe!”. A foto a que Ivete se refere mostra ela ‘duplicada’, em frente a um espelho, dando a entender que está à espera de gêmeos.
Recentemente, a cantora havia comentado que planejava engravidar novamente, “da forma mais natural possível”, e ainda revelou congelar seus óvulos.
Fonte Banda B

Ministro do STF autoriza novo inquérito contra Temer.


O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso autorizou nesta terça-feira (12) a abertura de um novo inquérito contra o presidente Michel Temer. O procedimento vai apurar suspeitas de que Temer teria atuado para beneficiar empresa que atua no porto de Santos, no litoral de São Paulo, por meio da edição de um decreto de regulamentação do setor.
A nova norma ampliou de 25 para 35 anos os prazos dos contratos de concessões e arrendamentos assinados após o ano de 1993 e permitiu que eles possam ser prorrogados até o limite de 70 anos.
O ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), flagrado pela Polícia Federal recebendo uma mala com R$ 500 mil na investigação envolvendo a JBS, também será investigado.
Nessa segunda-feira (11), a Polícia Federal apresentou relatório final no inquérito que investiga o grupo do PMDB na Câmara e disse ver indícios de que Temer integrou organização criminosa, ao atuar junto ao grupo do partido que participou do esquema de propina em empresas estatais.
"De tudo o que até aqui se viu, há razoabilidade em a Procuradoria-Geral da República considerar haver nos autos elementos suficientes para a instauração de inquérito. Os elementos colhidos revelam que Rodrigo Rocha Loures, homem sabidamente da confiança do presidente da República, menciona pessoas que poderiam ser intermediárias de repasses ilícitos para o próprio presidente da República, em troca da edição de ato normativo de específico interesse de determinada empresa, no caso, a Rodrimar S/A", afirma Barroso na decisão.
As suspeitas sobre Temer em torno da edição do Decreto dos Portos surgiram a partir de uma conversa de pouco mais de 2 minutos com Loures interceptada pela Polícia Federal em 4 de maio. Loures, que foi assessor especial da Presidência, estava grampeado. O deputado tentava saber sobre a assinatura do decreto dos Portos e Temer informou o parlamentar que iria assinar o decreto na semana seguinte. Temer assinou o decreto no dia 10 de maio.
Depois da conversa com Temer, Rocha Loures passou informações por telefone a Ricardo Conrado Mesquita, membro do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira dos Terminais Portuários e diretor da empresa Rodrimar, que opera no Porto de Santos.
Na decisão, Barroso afirma que a abertura do inquérito não traz "prejulgamento" sobre as suspeitas levantadas contra o presidente. "A ninguém deve ser indiferente o ônus pessoal e político de uma autoridade pública, notadamente o Presidente da República, figurar como investigado em procedimento dessa natureza. Mas este é o preço imposto pelo princípio republicano, um dos fundamentos da Constituição brasileira, ao estabelecer a igualdade de todos perante a lei e exigir transparência na atuação dos agentes públicos", diz o ministro na decisão.
Procurado pela reportagem, o Planalto ainda não se manifestou. Quando veio à tona o novo pedido de abertura de inquérito, a assessoria do Palácio do Planalto informou que o presidente não iria comentar o pedido da PGR.
1º.jul.2017 - Ex-assessor de Michel Temer e ex-deputado federal, Rodrigo Rocha Loures deixa Polícia Federal em Brasília
Entenda o caso
A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a investigação de Temer e do ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, além de Antônio Celso Grecco e Rodrimar Ricardo Conrado Mesquita, respectivamente, dono e diretor da Rodrimar, empresa que opera no Porto de Santos.
O pedido da Procuradoria para este novo inquérito foi baseado nas investigações realizadas a partir da delação de executivos da JBS.
Diálogos gravados entre o delator da JBS Ricardo Saud e Rocha Loures levaram a Procuradoria a suspeitar que outras pessoas teriam agido como intermediários de pagamentos ilegais a Loures e Temer.
A relatoria foi redistribuída após o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, e a presidente da Corte, Cármen Lúcia, entenderem que o caso não tinha conexão com a Lava Jato nem com o inquérito envolvendo a JBS do qual Temer já é alvo. Cabe a Barroso, como novo relator, decidir sobre a abertura do inquérito contra o presidente da República.
A necessidade de uma investigação dos dois com relação à edição do decreto dos Portos foi inicialmente apontada pelo procurador em junho, quando a PGR enviou ao Tribunal a denúncia contra o Temer por corrupção passiva.
Na época, Janot apontou a necessidade de apurar possíveis crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e corrupção passiva. Segundo a PGR, durante as investigações relacionadas ao caso da JBS foram identificados "outros fatos penalmente relevantes, os quais merecem ser devidamente apurados em inquérito próprio".
O relator da delação da JBS, ministro Edson Fachin, pediu, no entanto, que Janot se manifestasse sobre uma eventual conexão dessa investigação com um inquérito que já tramitou no Supremo e foi arquivado em 2011.
A investigação anterior começou a pedido da Polícia Federal em Santos sobre suspeitas de corrupção e fraudes em licitações envolvendo o porto. O caso subiu para o STF para apurar possível envolvimento de Temer, então deputado federal, mas foi arquivado pelo ministro Marco Aurélio Mello.
Ao reiterar a necessidade da investigação, Janot pediu que o novo inquérito fosse instaurado e distribuído livremente entre os ministros do Supremo. "Não há elementos que indiquem a existência de conexão entre as investigações", afirmou Janot.
Apesar de o pedido de investigação ter sido feito por Janot, caberá a Raquel Dodge, que assume na próxima semana a chefia da PGR, conduzir o inquérito.
Temer é investigado em outros dois inquéritos no STF
Um dos processos teve a tramitação suspensa após a Câmara dos Deputados não autorizar que o Supremo analisasse a denúncia por suspeitas de corrupção apresentada contra Temer pela Procuradoria-Geral da República.
O segundo inquérito, ainda em tramitação, apura suspeitas de que Temer tenha praticado o crime de obstrução de Justiça, ao supostamente incentivar pagamentos ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para que ele não fizesse uma delação premiada, e o crime de integrar organização criminosa.
Fonte CGN