Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.



Filho tenta Matar Pai em Pitanga por discussão sobre um Terreno.

Resultado de imagem para gif de giroflexo

No dia 18 de abril de 2017, através de solicitação a equipe deslocou até a Vila Santa Izabel, onde em contato com a vítima, este relatou que seu filho devido a uma desavença por um terreno, tentou lhe matar com uma barra de ferro sendo que a vitima se escondeu dentro de seu veiculo, onde o mesmo bateu com a barra de ferro no para-brisa vindo a quebrar, momento em que a vitima saiu com seu veiculo do local e se escondeu no posto de saúde do bairro, com a equipe no local foi deslocado ao endereço de seu filho onde o mesmo confirmou o ocorrido. Diante dos fatos foi encaminhado ambas as partes a 45DRP para as demais providencias. 

Fonte: Polícia Militar.


Loja de celulares é Roubada em Manoel Ribas.



No dia 18 de abril de 2017, foi recebida uma ligação que numa loja de celulares no Centro teria acontecido um roubo. Deslocado até o local e constatado o fato sendo que em contato com o proprietário este relatou que um individuo adentrou em seu comercio, rendeu sua funcionaria com uma arma de fogo e levou vários celulares Samsung e saiu em um veiculo. Diante das informações foi feito patrulhamento nas mediações e nas rodovias que cortam o município. 

Fonte: Polícia Militar.


Acidente na PR – 456 deixa Pessoas Feridas.


No dia 18 de abril de 2017, a equipe foi acionada pelo 190, para atender um acidente de transito na PR 456 km 45, foi acionado a ambulância e a Policia Rodoviária, com a equipe no local constatou o fato sendo feito isolamento do local e logo em seguida a ambulância chegou e levou os feridos para o pronto socorro deste município e repassado a equipe da Polícia Rodoviária.

Fonte: Polícia Militar.


Notas falsas estão circulando em Prudentópolis.
Comerciantes de Prudentópolis devem ficar atentos, pois notas falsas estão circulando pela cidade. Só nessa terça feira (18), os golpistas repassaram as notas para duas pessoas.
Um dos casos foi registrado por volta das 14h40, por uma taxista na rodoviária da cidade, que informou os policiais que fez uma corrida para quatro indivíduos, sentido Vila da Luz, e que estes lhe pagaram com uma nota de R$100,00, devolvendo ainda troco de R$ 90,00. Algum tempo depois a taxista notou que o dinheiro era diferente e pediu para que funcionários de um mercado verificassem no scanner, que confirmou que a nota era falsa. A polícia fez patrulhamento porém não localizou os suspeitos. A nota falsa foi entregue na Delegacia de Polícia Civil.
A segunda vítima foi uma vendedora de cosméticos que informou a polícia ter recebido também uma nota no valor de R$100,00, em razão da venda e ao realizar uma compra em um estabelecimento comercial, a proprietária do estabelecimento a informou de que a nota era falsa. A vítima não soube informar quem havia entregado a nota para ela. A nota também foi entregue na Delegacia de Polícia Civil de Prudentópolis para os procedimentos cabíveis.

Fonte: Rede Sul.


Carro é destruído pelo fogo na PR-475.
Foto: Deivid Fragatta (Diário da Informação)
Um veículo Ford/Focus, placas de São Jorge do Oeste foi destruído por um incêndio por volta das 14h30 desta terça-feira (18), na rodovia PR-475 próximo à comunidade de Nova Concórdia, em Francisco Beltrão.
O Corpo de Bombeiros foi acionado e realizou o combate as chamas, porém o carro já estava destruído. Duas pessoas estavam no carro, mas não se feriram. Eles informaram que o fogo iniciou após o veículo apresentar uma pane elétrica.
Foto: Deivid Fragatta (Diário da Informação)
Fonte: PPnews.


Batida entre caminhões deixa um morto.


Um motorista de caminhão morreu no início da manhã de hoje (19) após um acidente de trânsito na BR-277, em Campo Largo. A batida ocorreu às 5h56.
O motorista que morreu no local dirigia um caminhão carregado de cimento. Ele bateu na traseira de outro caminhão que havia acabado de sair do pátio de um posto de combustíveis.
O corpo da vítima ficou preso às ferragens. O outro motorista saiu ileso.
Fonte: CGN.
Preso há seis meses, Cunha trabalha com reparos e faz resenhas.

Imagem: reprodução / JF-PR

Condenado na Lava Jato, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) trocou o cargo na Câmara Federal, com direito a assessores, verbas e mordomias como uma residência oficial em Brasília, por um trabalho de até oito horas diárias na prisão.
Desde março, o ex-presidente da Câmara ocupa o tempo trabalhando na manutenção de uma galeria do Complexo Médico-Penal (CMP) de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba. Mais do que uma ocupação, a atividade pode render redução da pena de 15 anos e quatro meses de prisão a que foi condenado no final do mês passado, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.
A defesa ainda pode recorrer, mas como as decisões do juiz Sérgio Moro têm sido confirmadas na segunda instância, todos os réus da Lava Jato têm manifestado interesse em trabalhar.
Ele é um dos detentos responsáveis por reparos na estrutura de uma das galerias da prisão e cumpre uma jornada de 44 horas semanais. A cada dia trabalhado, Cunha ganha o direito de reduzir um dia de prisão.
Seis meses
Nesta quarta-feira (19), Cunha completa seis meses de prisão. Os dois primeiros, cumpridos na superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Os outros quatro no CMP, que tem parte de uma galeria reservada para investigados na Lava Jato.
Na cadeira, quando não está fazendo reparos, o ex-deputado participa do Programa Remição da Pena pela Leitura, que também resulta em cortes no tempo total de cadeia.
No projeto, o peemedebista precisa ler uma obra literária e produzir uma resenha por mês, escrita, reescrita e finalizada sob a orientação e avaliação de um professor. Para cada nota acima de seis, são quatro dias a menos de pena.
Seis meses depois de ser preso na Residência Oficial da Câmara dos Deputados, o peemedebista foi condenado a 15 anos e 4 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.
Rotina
Cunha demonstra frieza e não teria esboçado reação nem mesmo quando soube que a esposa, Claudia Cruz, sofreu um acidente, em janeiro deste ano, conforme fontes ouvidas pela reportagem.
Outro costume mantido pelo ex-deputado é o de cuidar da própria defesa, muitas vezes surpreendendo os advogados, como aconteceu em fevereiro, quando leu uma carta em que dizia ter um aneurisma cerebral semelhante ao da ex-primeira dama Marisa Letícia e ainda reclamou da falta de assistência no presídio.
             
O diretor do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), Luiz Alberto Cartaxo, garante que Cunha recebe a assistência necessária.
“Os cuidados que têm que se tomar já vinham sido tomados por conta do quadro clínico específico dele. Ele é portador de hipertensão, toma medicamento para controle da pressão, tem que tomar todos os dias e isso está sendo religiosamente bem ministrado com todos os cuidados da enfermagem que é próprio do Complexo Médico-Penal, inclusive”, reforça.
Todos os presos da Lava Jato ficam na Galeria 6 do Complexo Médico-Penal, ala destinada a detentos com direito a prisão especial, como criminosos com ensino superior e policiais.
Em cada corredor, são cerca de 70 presos, divididos em celas de 12 metros quadrados, que abrigam três detentos cada. Sobre Cunha, carcereiros não têm reclamação de indisciplina.
“Ele não tem nada de extraordinário em termos de comportamento. Muito pelo contrário. Eu diria que é um preso extremamente disciplinado, comportado, educado, (conforme) informações que eu tenho da direção. Eduardo Cunha não é diferente dos demais”, garante o diretor do Depen.
Luiz Alberto Cartaxo diz que os presos da Lava Jato são cuidadosos. “Eles todos (presos da Lava Jato) são atenciosos com os agentes, tomam cuidado com o que falam, com a forma como falam e se preocupam evidentemente com estarem num ambiente melhor possível dentro do contexto que estão enfrentando.”, destaca.
No corredor onde Eduardo Cunha está detido, estão mais oito réus da Lava Jato, entre eles o ex-ministro José Dirceu, os ex-deputados federais Luiz Argôlo e André Vargas, e o ex-senador Gim Argello.
Na ala, ficam presas pessoas como as que têm ensino superior, policiais e guardas. Outras galerias, às quais os presos da Lava Jato não têm acesso, são reservadas para doentes e feridos.
Eduardo Cunha também responde a uma ação de improbidade administrativa na 6.ª Vara Federal de Curitiba, que em junho do ano passado determinou a indisponibilidade dos bens do ex-deputado, da mulher dele, Cláudia Cruz, do ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Jorge Zelada e mais dois investigados.
Procurados, advogados de Eduardo Cunha preferiram não se manifestar nesta reportagem.
Edição: Narley Resende e Paraná Portal.