Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sexta-feira, 25 de maio de 2018

25/05/2018 DEUS È FIEL SEMPRE !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.



Sexta-feira começa com 69 pontos de rodovias federais com protestos no Paraná.

Imagem relacionada

A Polícia Rodoviária Federal informou que no começo da manhã desta sexta-feira, 69 pontos de rodovias federais do Paraná estavam com protestos dos caminhoneiros. 
A lista foi atualizada às 07h39.
BR-277, KM6, PARANAGUÁ, INTERDIÇÃO DE MEIA PISTA
BR-116, KM 67, QUATRO BARRAS, FORA DA PISTA
BR-376, KM 502, PONTA GROSSA, FORA DA PISTA
BR-153, KM 112, IBAITI, FORA DA PISTA
BR-376, KM 257, CALIFORNIA, FORA DA PISTA
BR-153, KM 43, SANTO ANTONIO DA PLATINA, FORA DA PISTA
BR-373, KM 247, GUAMIRANGA, FORA DA PISTA
BR-373, KM 264, PRUDENTÓPOLIS, FORA DA PISTA
BR-373, KM 478, CORONEL VIVIDA, FORA DA PISTA
BR-277, KM 340, GUARAPUAVA, FORA DA PISTA
BR-376, KM 158, MANDAGUAÇU, INTERDIÇÃO DE MEIA PISTA
BR-376, KM 292, MAUÁ DA SERRA, FORA DA PISTA
BR-376, KM 109, PARANAVAÍ, FORA DA PISTA
BR-376, KM 140, NOVA ESPERANÇA, FORA DA PISTA
BR-369, KM 79, SANTA MARIANA, FORA DA PISTA
BR-277, KM 117, CAMPO LARGO, FORA DA PISTA
BR-153, KM 330, IRATI, FORA DA PISTA
BR-369, KM 73, SANTA MARIANA, FORA DA PISTA
BR-277, KM 635, CÉU AZUL, FORA DA PISTA
BR-163, KM 86, CAPANEMA - FORA DA PISTA
BR-476, KM 278, SÃO MATEUS DO SUL, FORA DA PISTA
BR-369, KM 179, ARAPONGAS, FORA DA PISTA
BR-277, KM 721,7, FOZ DO IGUAÇU, FORA DA PISTA
BR-369, KM 159, CAMBÉ, FORA DA PISTA
BR-277, KM 667, MEDIANEIRA, FORA DA PISTA
BR-376, KM 189, MARIALVA, INTERDIÇÃO DE MEIA PISTA
BR-163, KM 282, MARECHAL C. RONDON, FORA DA PISTA.
BR-153, KM 365, RIO AZUL, FORA DA PISTA
BR-376, KM 213, MANDAGUARI, INTERDIÇÃO DE MEIA PISTA
BR-163, KM 7, BARRACÃO, FORA DA PISTA
BR-376, KM 350, ORTIGUEIRA, FORA DA PISTA
BR-116, KM 152, MANDIRITUBA, FORA DA PISTA.
BR-277, KM 12, PARANAGUÁ, FORA DA PISTA.
BR-369, KM 195, ARAPONGAS, FORA DA PISTA.
BR-369, KM 37, ANDIRÁ, FORA DA PISTA.
BR-153, KM 39, SANTO ANTONIO DA PLATINA, FORA DA PISTA.
BR-476, KM 196, LAPA, FORA DA PISTA.
BR-163, KM 345, GUAÍRA, FORA DA PISTA.
BR-277, KM 687, SÃO MIGUEL DO IGUAÇU, FORA DA PISTA.
BR-277, KM 584, CASCAVEL - INTERDIÇÃO DE MEIA PSITA
BR-277, KM 535, IBEMA, FORA DA PISTA
BR-369, KM 107, URAÍ, FORA DA PISTA
BR-277, KM 451, LARANJEIRAS DO SUL, FORA DA PISTA
BR-476, KM 171, CONTENDA, INTERDIÇÃO DE MEIA PISTA
BR-369, KM 129, JATAIZINHO, FORA DA PISTA
BR-277, KM 349,7, GUARAPUAVA, FORA DA PISTA
BR-277, KM 719, FOZ DO IGUAÇU, FORA DA PISTA
BR-476, KM 343, PAULA FREITAS, FORA DA PISTA
BR-153, KM 451, UNIÃO DA VITÓRIA, FORA DA PISTA
BR-376, KM 75, GUAIRAÇA, FORA DA PISTA
BR-476, KM 150, ARAUCÁRIA, FORA DA PISTA
BR-476, KM 155, ARAUCÁRIA, FORA DA PISTA
BR-277, KM 200, PALMEIRAS, FORA DA PISTA
BR-277, KM 421,3, CANTAGALO, FORA DA PISTA
BR-277, KM 549, CATANDUVAS, FORA DA PISTA
BR-277, KM 607, SANTA TEREZA DO OESTE, FORA DA PISTA
BR-116, KM 127, FAZENDA RIO GRANDE, INTERDIÇÃO DE MEIA PISTA
BR-373, KM 180, PONTA GROSSA, FORA DA PISTA
BR-277, KM 98, CURITIBA, FORA DA PISTA
BR-163, KM 278, QUATRO PONTES, FORA DA PISTA
BR-376, KM 624, SÃO JOSÉ DOS PINHAIS, FORA DA PISTA
BR-376, KM 628, SÃO JOSÉ DOS PINHAIS, FORA DA PISTA
BR-153, KM 388, MALLET, FORA DA PISTA
BR-163, KM 40, PRANCHITA, FORA DA PISTA
BR-277, KM 104, CAMPO LARGO, FORA DA PISTA
BR-116, KM 125, FAZENDA RIO GRANDE, INTERDIÇÃO DE MEIA PISTA
BR-104, KM 350, REBOUÇAS, FORA DA PISTA
BR-373, KM 200, IPIRANGA, FORA DA PISTA
BR-116, KM 166, QUITANDINHA, FORA DA PISTA

Empresários de Guarapuava organizam passeata em apoio à greve dos caminhoneiros.


Imagem relacionada

O quinto dia de paralisação nacional dos caminhoneiros iniciará com passeata, em Guarapuava. Empresários instalados às margens da PR-466 fecharão as portas de seus estabelecimentos comerciais na manhã desta sexta feira (25), em um movimento de apoio e fortalecimento à greve dos caminhoneiros.
De acordo com informações repassadas pelas empresária Janete Terezinha Tonatto Maguelniski, que integra a ação, cerca de 40 empresários da região, no bairro Primavera, já confirmaram participação na passeata, que tem início previsto para às 9h.
“É um movimento voluntário que estaremos realizando porque temos consciência da importância dessa paralisação. Nós convidamos toda a comunidade para integrar essa luta, em nossa passeata, já que entendemos que essa é uma causa de todos nós”.
Segundo Janete, o percurso do grupo iniciará em frente ao Trevo Materiais de Construção, na saída para Pitanga, e seguirá ao encontro dos caminhoneiros que estão paralisados nas rodovias, em protesto contra o aumento do preço do combustível.
Ao longo da semana, outras ações de apoio foram manifestadas por entidades e pela população de Guarapuava. A Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (ACIG) realizará uma assembleia na manhã desta sexta feira (25) para decidir quais ações serão realizadas pela classe de associados.
Fonte RSN

Já falta gás de cozinha em Guarapuava.



Postos de combustíveis fechados, desabastecimento nos supermercados, suspensão de aulas, comércio fechado em alguns municípios da região. Estes são alguns dos reflexos da greve dos caminhoneiros no entorno de Guarapuava.  E para se somar ao cenário, desde a noite de ontem, quarta feira (23), já falta o gás de cozinha em distribuidoras de Guarapuava.
“O povo não para de ligar pedindo gás, mas o estoque acabou na manhã de hoje [24]”, disse a atendente de uma distribuidora no bairro Batel. Segundo ela, o caminhão que abasteceria a revendedora está parado na estrada desde a segunda (21), primeiro dia da greve. Esta reportagem conversou com os atendentes de outras três grandes distribuidoras da cidade. Todas confirmaram a falta de gás.
O movimento liderado pela Associação Brasileira de Caminhoneiros segue sem previsão para acabar.
Fonte RSN

Caminhoneiros criticam sindicatos e dizem que continuarão parados.


Resultado de imagem para greve dos caminhoneiros

Caminhoneiros autônomos parados nas rodovias disseram, após a divulgação do acordo do governo e oito entidades da categoria, que não acabarão com a greve.
"Os supostos sindicatos que estão negociando não representam os caminhoneiros que estão na rua", disse o motorista Aguinaldo José de Oliveira, 40, que trabalha com transportes há 22 anos e para quem o movimento não tem um líder.
"São uns aproveitadores que não falaram com a gente antes da greve e chegaram agora, quando já estava tudo parado", afirma o caminhoneiro que está parado na av. Anhaguera, Campinas. "Estou em mais de 30 grupos de WhatsApp e em nenhum aceitaram esse acordo."
Segundo ele, os caminhoneiros pretendem manter a paralisação porque o acordo não atinge as suas principais reivindicações. "São 14 itens que a gente nem conhece. O principal é a redução do diesel, mas não essa esmola temporária de 15 centavos."
Outro caminhoneiro de 48 anos, parado em Campina Grande, na Paraíba e que preferiu não se identificar, concordou que o acordo não representa os trabalhadores autônomos.
"Nenhum caminhoneiro vai aceitar esse acordo. O Brasil vende diesel para a Bolívia a R$ 1,80 e a gasolina a R$ 2,50. Por que não pode vender aqui também?", questionou.
E reclamou de outros pontos que não apareceram no acordo. "Por que só caminhoneiros têm que usar tacógrafo e fazer exames toxicológicos?". Para ele, ou todos os motoristas deveriam ser obrigados a cumprir tais exigências ou que nenhum fosse.
"Pagamos R$ 400 para um exame toxicológico, IPVA, diesel caro e ainda temos que pagar pedágio", disse. "Não está faltando nem comida, nem bebida para gente, vamos continuar nas estradas", afirmou o caminhoneiro.
Fonte CGN
Caminhoneiros mantêm protestos e combustível está praticamente zerado em Curitiba.


Após sete horas de reunião entre governo e representantes dos caminhoneiros, o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) anunciou na noite de quinta-feira que houve acordo pela suspensão da greve por 15 dias.
Nove das 11 entidades presentes aceitaram a proposta do Executivo, que prevê prazo de 30 dias para reajustes no preço do diesel. Esta era uma das principais demandas dos caminhoneiros, que queriam mais previsibilidade nos reajustes.
No entanto, na manhã desta sexta-feira, foram verificados pontos de protestos em rodovias pelo País. Problemas de desabastecimento de combustíveis prosseguem, o acesso ao porto de Santos continua bloqueado e a capital paulista não tem rodízio e nem coleta de lixo.
Em Curitiba, praticamente todos os postos de combustíveis estão fechados, sem etanol e gasolina.
A paralisação dos motoristas afetou feiras e indústrias. Os aeroportos já operavam com restrições na quinta-feira por falta de combustível e alguns supermercados chegaram a limitar o número de itens por compra.
Ainda assim, os ônibus circulam normalmente nesta sexta-feira em Curitiba e Região, em razão da escolta feita pela Guarda Municipal ontem (24), pra que caminhões-tanque chegassem até às garagens das empresas.
Acordo
Para não interferir na política de preços da Petrobras e ao mesmo tempo garantir essa previsibilidade, o ministro Eduardo Guardia (Fazenda) informou que haverá um mecanismo de compensação à Petrobras a cada 30 dias, que terá que ser calculado mês a mês entre o preço que a estatal adotaria e o efetivamente adotado.
“O compromisso da Petrobras (de desconto no preço do diesel) é por 15 dias. Depois, a política volta normalmente. A política de preços continua preservada até a porta da refinaria”, assegurou Guardia. O acordo do governo com caminhoneiros também inclui a manutenção do desconto de 10% no diesel por 30 dias. Ontem, a Petrobras anunciou a medida por 15 dias, que será bancada pela estatal. A União se compromete a pagar uma compensação financeira à Petrobras pelos outros 15 dias acordados para “garantir a autonomia” da estatal.
Segundo Guardia, a partir do segundo mês, a União arcará com o valor entre o preço que a Petrobras adotaria e o adotado. Já o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que o reajuste no preço do diesel a cada 30 dias está garantido “pelo menos até o fim do ano”.
A estimativa inicial do Ministério da Fazenda é que esta compensação pelo desconto de 10% por 15 dias represente R$ 350 milhões, porém o valor ainda terá que ser atualizado. Segundo Guardia, o governo terá “dotação orçamentária para fazer frente a essa despesa” e também a compensação a cada mês.
Depois dos 15 dias de suspensão da greve, haverá uma nova reunião entre as entidades e o governo para verificar como está o cumprimento dos 12 itens que constam no acordo. Também consta entre compromissos a realização de encontros periódicos a cada duas semanas. Padilha ressaltou que Temer autorizou o acordo.
Fonte Banda B
Ultimas ocorrências em Pitanga e Santa Maria do Oeste.

PITANGA

INFRAÇÃO DE TRANSITO/CONDUZIR VEÍCULO SEM HABILITAÇÃO - CNH

No dia 23 de maio de 2018 ás 17h15min, a equipe Policial Militar de serviço durante patrulhamento pela Avenida Getúlio Vargas s/n, Bairro Centro, em ação Policial foi abordado uma motocicleta, a qual era conduzida por um adolescente de 17 anos SEM HABILITAÇÃO; diante dos fatos, foi apreendido/guinchado a motocicleta e encaminhado ao pátio da 3ª Companhia PM para a elaboração do Boletim de Ocorrência e lavratura dos Autos de Infrações de Transito pertinentes.


SANTA MARIA DO OESTE


INFRAÇÃO DE TRANSITO/IMPOSTOS ATRASADO

No dia 23 de maio de 2018 as 17h05min, a equipe Policial militar de serviço em ação Policial, foi abordado uma motocicleta JTA/Suzuki Intruder 125, conduzida por um masculino de 30 anos, devidamente habilitado, sendo que em consulta ao sistema do DETRAN/Pr foi constatado que, a referida motocicleta se encontrava com débitos em atraso desde 2013, sendo apreendida/guinchada a mesma para regularização e lavrado o Auto de Infração de Transito pertinente ao caso. 




Sete feridos em acidente entre dois carros na PR-281.

Sete pessoas tiveram ferimentos graves e médios após um acidente de trânsito na noite desta quinta-feira (14) na rodovia PR-281 próximo a Planalto.
A colisão frontal aconteceu por volta das 19h10 e envolveu um veículo Monza com placas de Santa Isabel do Oeste e um Gol emplacado em Realeza.
No Monza, o condutor Douglas do Nascimento, 30 anos e os passageiros Adriano Andre Alves, 33 anos e Alceneu Ribeiro Lisboa, 24 anos tiveram ferimentos graves.
No Gol o condutor Adilson Joares Tesche Neuhaus, 34 anos e a passageira Ana Claudia Lorenzi Neuhaus, 29 anos tiveram ferimentos considerados graves. Duas crianças de 12 e 2 anos tiveram ferimentos médios.
Todos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros de Capanema e Samu e encaminhados ao Hospital Nossa Senhora de Lourdes em Planalto e para Hospital Sudoeste em Capanema.
O acidente foi registrado pela Polícia Rodoviária Estadual.
Fonte PPNEWS

Adolescente é apreendido suspeito de alcoolizar e violentar garota de 14 anos.



Um adolescente de 16 anos foi apreendido pela Polícia Militar de Cianorte na tarde desta quinta-feira (24), suspeito de embriagar e estuprar uma garota de 14 anos.
Segundo informações preliminares, o menor esteve em uma residência na rua Campinas, zona 3, com a vítima e outros jovens. O grupo consumiu bebidas alcoólicas e o abuso teria ocorrido após a saída da maioria. 
A mãe da garota acionou a Polícia Militar assim que ela chegou em casa, ensanguentada.
O Samu providenciou o encaminhamento até o hospital Santa Casa e posteriormente foi realizado o exame de conjunção carnal.
Uma colega da vítima, de 13 anos, alega ter sido vítima de tentativa de estupro. Ela contou à polícia que conseguiu se desvencilhar e saiu correndo.
O acusado foi apreendido em casa, e apresentava manchas de sangue na camiseta. Ele foi levado par a 21ª SDP e está à disposição da justiça.
As informações são do Noti-cia.

Quadrilha desvia R$ 1 mi de bancos.


Uma sofisticada e estruturada quadrilha de cibercriminosos suspeita de invadir contas bancárias e desviar recursos foi presa nesta quinta-feira (24) numa operação deflagrada pelo Nuciber (Núcleo de Combate aos Ciber Crimes) da Polícia Civil do Paraná batizada como "Token".
Até o momento, sete pessoas foram presas e outras cinco estão foragidas  - duas delas a polícia já sabe que estão na Europa. A Polícia Civil do Paraná já fez contato com autoridades federais para tomar as devidas providências.
Com os detidos, a polícia apreendeu mais de R$ 100 mil em dinheiro, cheques, uma máquina que imprimi cartões e caça níqueis, celulares, computadores, relógios e carros de luxo como um Posche Cayene, um Audi Q5 e um Audi A4.
A ação policial aconteceu em quatro estados do Brasil: Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro. Ao todo foram expedidos 25 mandados judiciais, sendo 12 de prisão e 13 de busca e apreensão. Um dos mandados foi cumprido numa cobertura de 480 metros quadrados na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, avaliado em mais de R$ 8 milhões. Além da cidade do Rio de Janeiro, foram cumpridos mandados na cidade de Itaboraí, interior do Rio, em Curitiba, São José dos Pinhais, Pinhais e ainda em Ponta Grossa, Balneário Camboriú, São Paulo e Andradina (interior de SP).
Durante mais de dois anos policiais do Nuciber investigaram a quadrilha. Eles descobriram que de forma fraudulenta os criminosos obtinham os dados bancários dos clientes e, de posse destas informações, entravam em contato com as vítimas solicitando que entrassem em sites falsos para fazer uma atualização do sistema. Uma das formas de enganar os clientes eram através dos Tokens, que são dispositivos disponibilizados pelas instituições bancárias para realizar movimentações financeiras. Por isso o nome da operação.
No momento em que colocavam os dados, os criminosos copiavam as informações bancárias e começavam imediatamente a fazer transações bancárias. A organização criminosa já desviou comprovadamente mais de R$ 1,2 milhão e a suspeita é que mais de 30 vítimas tenham caído no golpe e o prejuízo pode chegar a dezenas de milhões.
O delegado do Nuciber que coordenou a operação, Demétrius Gonzaga de Oliveira, explica que estes recursos foram usados das mais diferentes formas, desde o pagamento de contas, de multas, até para comprar carros de luxo. A quadrilha agia há pelo menos quatro anos e o delegado acredita que mais vítimas devem aparecer. "Esta foi a primeira fase da operação. Com os depoimentos e a análise do material apreendido, outras linhas investigativas permitirão a deflagração de novas ações da Polícia destinadas a alcançar criminosos que agem indiretamente para a quadrilha", explicou o delegado.
"Existem ainda indícios de que esta quadrilha tenha ramificação de hackers de países do Leste Europeu, que teriam a função de criar softwares para aprimorar a ação dos criminosos e tentar ludibriar as autoridades brasileiras", disse Demétrius. 
Com a prisão das sete pessoas, os policiais agora vão tentar descobrir como a quadrilha obtinha os dados bancários dos clientes.
Participam da ação policiais do Nuciber, do COPE (Centro de Operações Policiais Especiais), do Nurce (Núcleo de Repressão aos Crimes Econômicos) e do Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes). A operação contou ainda com o apoio de policiais civis da CORE (Coordenadoria de Recursos Especiais), da DRCI (Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos), do Rio de Janeiro, e ainda da Polícia Civil de São Paulo e de Santa Catarina.
As informações são do Portal A Rede.