Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Rapaz estrupa moça em Palmeirinha na BR 277.

Resultado de imagem para estrupo

No dia 21 maio 17, por volta das 11h30min, relatou a solicitante (18), que ao sair do Centro de Eventos na Rua Guaíra, pegou uma carona com um rapaz que havia conhecido naquela noite, o qual a levou para um matagal na BR 277, e usando de força e ameaças de morte, tirou sua roupa e abusou da mesma, que em seguida teria indo embora. A vítima relatou que procurou ajuda em um posto de combustíveis e ligou para seu irmão, o qual a levou para a Palmeirinha. Foi repassado a equipe um número de celular que seria do autor, porém, após várias tentativas de ligação, dava como desligado. A vítima foi orientada quanto aos demais procedimentos cabíveis. 
Fonte Policia Militar


Jovem morre em acidente na PR-281.



Um jovem de 20 anos morreu em acidente de trânsito registrado na madrugada deste domingo (21) na rodovia PR-281, na comunidade de Alto Alegre, município de São João.
Valdir José de Andrade Junior conduzia uma motocicleta Honda CG 125, quando acabou saindo da pista e batendo contra uma árvore as margens da rodovia. O jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local do acidente. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Pato Branco.
(Informações: Ademir Hanzen) 

  • Jovem é socorrido após ser atropelado na PR-317.



Um atropelamento foi registrado no início da noite deste domingo (21), na PR-317, na saída de Santa Helena para o distrito de Sub-Sede, em frente ao residencial Vila Nova. Um rapaz que atravessava a rodovia foi atingido por um veículo Toyota Fielder, que trafegava no sentido Sub-Sede/Santa Helena. Com o impacto, a vítima sofreu ferimentos leves e foi levada ao PAM pela ambulância do SAMU. Agentes da Defesa Civil auxiliaram no socorro à vítima. Durante o atendimento dos socorristas, o trânsito ficou em meia pista. 
As informações são do Correio do Lago.

Curitiba e região têm quatro mortes registradas em rodovias neste domingo.

Carro envolvido na batida em Pinhais, onde o passageiro de um dos carros morreu (Foto: PRE/Divulgação)

Quatro pessoas morreram em acidentes registrados em rodovias em Curitiba e região, neste domingo (21), de acordo com as polícias rodoviárias Federal e Estadual.
A ocorrência mais grave foi no quilômetro 125 da BR-116, no trecho de Fazenda Rio Grande, onde duas pessoas morreram e três ficaram feridas em batida envolvendo dois carros, por volta das 3h. Até as 10h30, a polícia não tinha detalhes desse acidente.
Outra pessoa morreu em Pinhais, na rodovia João Leopoldo Jacomel, depois que um carro acertou em cheio o outro, em trecho já duplicado da via, na manhã deste domingo. A vítima fatal estava no banco do passageiro, enquanto os dois motoristas ficaram feridos e foram levados ao hospital.
No Contorno Norte, em Curitiba, um homem de 52 anos morreu após capotar e bater em um poste, no Contorno Norte de Curitiba. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, a pista estava molhada no momento do acidente e o carro, com placas da capital, provavelmente deslizou.
A batida foi registrada por volta das 6h, no quilômetro 3+800 da rodovia. Ainda de acordo com a polícia, o acidente não provocou prejuízo ao trânsito.
Fonte G1

Após 15h de negociação acaba a rebelião na cadeia pública da 19ª SDP.

     
A rebelião na cadeia pública da 19ª SDP de Francisco Beltrão, que iniciou na noite de sábado (20) por volta de 18h30 acabou na manhã de domingo (21) às 10h30 após a PM intervir com negociadores que conseguirem acertar uma rendição pacífica dos detentos.
A retomada da cadeia foi feita com a participação de policiais civis e militares da RPA, Rotam, Rocam, Choque, de diversas unidades como o 5º CRPM, 21º BPM, 3º BPM, 6º BPM e BPFron. No total foram mobilizados 101 policiais, além do Corpo de Bombeiros, Samu e Agentes da Penitenciaria Estadual.
Segundo informou o Coronel Washington Lee Abe comandante do 5º CRM (Comando Regional da Polícia Militar), com sede em Cascavel que comandou a operação, sete presos se feriram entre si (todos tiveram ferimentos leves), 10 foram transferidos para a PEFB por decisão da VEP e ainda 93 detentos permaneceram na cadeia, num local onde tem capacidade para 48.
A Polícia Militar realizou a guarda externa dos muros durante toda a madrugada, evitando fugas, e durante toda a manhã de domingo, depois da rendição dos presos, foi realizada a inspeção pessoal e revista das celas, para levantamento de danos materiais na estrutura da cadeia.
Os 103 presos se rebelaram no início da noite de sábado e entre os motivos alegados foi a retirada de um aparelho celular, que aconteceu na sexta-feira, após revista realizada pela Rotam do 21º BPM.
A ala feminina da cadeia pública não foi atingida pelo motim. Após o controle da situação os presos serão conduzidos novamente para as celas.
Fonte PPNEWS

Laranjeiras - Moradores do São Miguel estão desesperados e pedem ajuda; Veja o vídeo.
Laranjeiras - Moradores do São Miguel estão desesperados e pedem ajuda; Veja o vídeo
A equipe de reportagem do Portal Cantu, foi chamada por moradores da ocupação 1° de Maio no bairro São Miguel em Laranjeiras do Sul. 

No local, moradores relataram estar sem água e sem luz.

Os Marcio dos Alexandre e Alex Schoroeider estiveram no bairro e comentam a situação e as providências a serem tomadas.

Os moradores relataram que o prefeito esteve a alguns dias nesta ocupação e se comprometeu em resolver o caso pois faz muito tempo que os mesmos estão padecendo sem água potável e a única escolha está sendo ir buscar água que pode até estar contaminada em um córrego que tem a aproximadamente 200 metros das residências. 

Outra reclamação é por conta da falta da assistência social na ocupação. 

O repórter Bruno Silveira conversou com os vereadores e residentes do bairro.

Fonte Portal Cantu


Após calote, PM detém rapazes com menores na saída de motel.



Dois rapazes, de 19 e 22 anos, foram presos por policiais militares na saída de um motel as margens da BR-376 (Rodovia do Café), na zona sul de Apucarana (norte do Paraná). Com eles estavam duas meninas de 14 e 15 anos.
Uma funcionária do estabelecimento denunciou à polícia que quatro pessoas haviam pernoitado em um dos quartos, e de manhã não tinham dinheiro para pagar a conta no valor de R$ 460,00.
PMs ressaltaram que o jovem de 19 anos estava alterado,  passou a desacatar os policiais e ainda resistiu à prisão. Ele precisou ser contido e os policiais notaram que o detido estaria aparentemente drogado e exalando forte cheiro de crack.
Beberam a noite toda
Já as menores revelaram aos PMs que ingeriram bebidas alcoólicas a noite toda, o que foi comprovado com a realização do este do bafômetro. As adolescentes contaram ainda que os quatro haviam mantido relações sexuais.
Os dois rapazes e as menores foram levados à Delegacia de Apucarana para os procedimentos legais. O caso foi relatado ao Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente e à Promotoria da Infância e Juventude.
As informações são do TN Online.

Grupo faz protesto em Curitiba contra as reformas da previdência e trabalhista e pede saída de Temer.


Manifestantes se encontraram com servidores públicos municipais, em frente à Câmara de Vereadores (Foto: Leandro Brito/RPC)

Um grupo de manifestantes se reuniu na tarde deste domingo (21) e saiu em marcha pelas ruas do centro de Curitiba. Eles pediam a suspensão das reformas trabalhista e da previdência e também a saída do presidente Michel Temer (PMDB), suspeito de atos de corrupção passiva e formação de quadrilha.
O protesto começou por volta das 14h30, na Praça Santos Andrade, em frente ao prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O ato foi organizado por entidades de oposição ao governo de Temer, como a Frente Brasil Popular e a Frente de Resistência Democrática.
O grupo saiu em marcha e foi até a Câmara Municipal. No local, eles se juntaram a servidores públicos municipais, que protestavam contra o prefeito Rafael Greca (PMN) e o pacote de medidas de austeridade fiscal enviado aos vereadores.
O ato terminou por volta das 16h30. Segundo os manifestantes, 500 pessoas participaram do protesto. A Polícia Militar disse que 40 pessoas estiveram na manifestação.
FONTE G1

Repasses aos municípios cresceram R$ 480 milhões no primeiro quadrimestre.



Guarapuava - As transferências do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) feitas pelo Governo do Paraná aos municípios do Estado tiveram aumento nominal de 14,2% no primeiro quadrimestre de 2017. O incremento resultou em repasse adicional de R$ 480,9 milhões aos municípios do Paraná. 

De acordo com a Agência Estadual de Notícias, ao todo, de janeiro a abril, os municípios paranaenses receberam R$ 3,87 bilhões. Em igual período do exercício anterior, as transferências somaram R$ 3,38 bilhões. 

Apesar do cenário econômico, as transferências de ICMS tiveram aumento de 21,5% no quadrimestre. Passaram de R$ 2,10 bilhões de janeiro a abril de 2016 para R$ 2,55 bilhões nos primeiros quatro meses de 2017. A diferença para mais foi de R$ 450,7 milhões.

EXTRA


O resultado foi favorecido pelo repasse extra de ICMS feito pelo Governo do Paraná em janeiro, no valor de R$ 431,2 milhões. O montante refere-se a imposto cujo pagamento foi postergado por empresas que investiram no Estado nos últimos anos. Em setembro do ano passado elas foram consultadas para saber se tinham interesse em trazer os impostos devidos a valor presente e efetuar o pagamento. Oito aderiram e pagaram R$ 1,72 bilhão em impostos. 

No caso do IPVA, o aumento nos repasses no quadrimestre foi de 2,3%, ou R$ 30,2 milhões a mais. As transferências passaram de R$ 1,29 bilhão no primeiro quadrimestre do ano passado para R$ 1,32 bilhão no atual exercício

FUNCIONAMENTO 


O repasse de ICMS é feito semanalmente e refere-se a 25% do que é arrecadado pelo Estado com o imposto. A transferência do IPVA é feita diariamente e os municípios ficam com a metade do valor pago pelos donos de veículos emplacados no local. 

De 2011 a abril de 2017, as transferências de ICMS e IPVA feitas pelo Estado aos 399 municípios do Paraná somaram R$ 43 bilhões, sendo R$ 34,8 bilhões em ICMS e R$ 8,2 bilhões em IPVA.
Fonte Redesul


“O delator mente”, diz irmão de Richa.


Pepe Richa é secretário de Infraestrutura e Logística | Foto: Sandro Nascimento / Alep

José Richa Filho, conhecido como Pepe Richa, irmão do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), afirmou em nota divulgada neste domingo (21) que o executivo Ricardo Saud, da JBS, mentiu em delação homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Atual secretário de Estado de Infraestrutura e Logística do Paraná, Pepe Richa afirma que não recebeu nenhum dinheiro de Saud.
“Repudio as falsas afirmações a mim dirigidas pela pessoa do “delator” da JBS Ricardo Saud, de quem não recebi dinheiro algum. Em 2014, sequer fiz parte do comitê financeiro de campanha do PSDB. Repito: não peguei e não recebi valor algum da JBS. O delator mente”, diz a nota.
À Procuradoria-Geral da República (PGR), Saud, diretor de Relações Institucionais e Governo da gigante do setor de alimentos, afirmou que entregou R$ 1 milhão em espécie ao irmão do tucano.
A entrega do dinheiro teria ocorrido no carro do irmão do governador, na porta de um supermercado em Curitiba. No anexo 36 da delação, Pepe é citado como “emissário de Beto Richa”.
“[Foi] R$ 1 milhão, entregue por mim, Ricardo Sauad, para o Pepe Richa, irmão do governador Beto Richa, na porta do supermercado, no carro do Pepe Richa, lá em Curitiba”, disse o delator em depoimento à PGR.
  • Irmão de Richa recebeu R$ 1 milhão em espécie da JBS, diz delação
Em mais de duas mil páginas, os empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS, relatam esquemas de pagamento de propina para 1.829 candidatos de 28 partidos no Brasil. De acordo com a delação, parte das propinas eram pagas por meio de doações oficiais. Entre os citados está o governador Beto Richa.
A PGR decidirá posteriormente se há elementos suficientes para pedir abertura de inquérito contra Richa no âmbito do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que é o foro competente para julgar governadores.

Richa tem outros inquéritos no STJ

Beto Richa já é alvo de duas investigações no Superior Tribunal de Justiça (STJ). No ano passado, a Corte autorizou investigações sobre o suposto envolvimento de Richa no esquema de corrupção na Receita Estadual revelado pela Operação Publicano.
No fim de março, o tribunal autorizou que se apure a suposta participação do governador em irregularidades na concessão de licenças ambientais na região do Porto de Paranaguá, no Litoral do estado.
No âmbito da Lava Jato, o STJ poderá autorizar nas próximas semanas apurações a respeito do suposto recebimento de caixa 2 pelo tucano, pela Odebrecht, nas eleições de 2008, 2010 e 2014.
  • “Nunca recebi dinheiro da Odebrecht”, diz Richa sobre Lista de Janot
Leia a nota de Pepe Richa na íntegra:
“NOTA DE ESCLARECIMENTO
Organizações criminosas atuaram no Brasil em conjunto com segmentos políticos, saquearam os cofres públicos, fizeram terra arrasada com festival de propinas e milionárias ampliações patrimoniais. Mais do que isso, descobrimos agora: institucionalizou-se o modelo de desvio e incorporou-se nas entranhas do funcionamento do Estado um vultoso esquema de corrupção.
A tudo isso expresso o sentimento da mais profunda repulsa e indignação, que se soma àquela dos milhões de cidadãos de bem que esperam justiça e punição aos responsáveis.
Assim, não aceito a violência que representa promover criminosos confessos da dilapidação milionária a ganhadores contemplados com o perdão de seus pecados, mediante o descredenciamento sistemático da boa política e das pessoas honestas que a integram.
Em maior intensidade ainda, repudio as falsas afirmações a mim dirigidas pela pessoa do “delator” da JBS Ricardo Saud, de quem não recebi dinheiro algum. Em 2014, sequer fiz parte do comitê financeiro de campanha do PSDB. Repito: não peguei e não recebi valor algum da JBS. O delator mente.
Meus atos falam por si. Sei de minhas obrigações como gestor público, que deve ser de redobrada atenção, cuidado permanente e total compromisso com a coisa pública.
Ao tempo em que enalteço a Justiça como pedra fundamental da democracia, volto os olhos para o respeito ao Estado de Direito, vilipendiado pelo crime que compensa e pelo escárnio da voz do delator que acusa levianamente, tentando comprometer a presunção de inocência com a banalização da barbárie.
A política, de igual forma, representa um patamar estruturante da democracia. Sem a política decente, não há futuro decente para os nossos filhos.
Acusações manipuladas não podem vir ao encontro do enlace inquisitorial com nossas instituições, sob pena de proliferarem ondas sucessivas de violência que, ao fim e ao cabo, resultam no desmanche do Estado.
Confio na capacidade de discernimento das pessoas de bem, na afirmação da verdade e na atuação isenta da Justiça, fiel escudeira do respeito à lei e à manutenção do Estado de Direito. Repilo as suspeições oportunistas, que visam apenas a redução de pena de criminosos confessos. Urge que a Justiça separe o joio do trigo, e se manifeste com veemência após a necessária, rápida e profunda investigação de todos os malfeitos relatados. Acredito que ainda vale a pena ser honesto no Brasil. Mesmo que malfeitores tentem nos confundir com os canalhas.
José Richa Filho”