Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sexta-feira, 13 de março de 2020

13/03/2020 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Por causa de som alto senhor deu tiro em menor de Idade em Boa Ventura do São Roque.


No dia 12 de março de 2020, ás 22h25min, quando em patrulhamento pela Avenida Dalzotto, a equipe Policial Militar de serviço foi abordada pela pessoa de XXXXXXXXX 19 anos, o qual relatou que: estava na residência de uma amiga na Rua José Mathias Gomes, ouvindo música quando o vizinhoXXXXXXXXX efetuou um disparo de arma de fogo por cima do muro vindo a acertar a adolescente XXXXXXXX 17 anos, a qual já havia sido encaminhada até o posto de saúde municipal para atendimento médico. 

Ante aos fatos relatados foi deslocado até o endereço indicado pelo solicitante como sendo a residência do autor, de onde havia ocorrido o disparo, sendo dada voz de abordagem Policial a pessoa do senhor XXXXXXXXX 55 anos, o qual confessou ter sido o autor do disparo. 

O motivo de tal ato foi por ter pedido para que diminuíssem o volume do som da residência sendo que passou a ser xingado pelas pessoas que ali estavam.

O autor dos fatos apresentou a arma utilizada, sendo um revólver marca Taurus calibre .38, com capacidade para seis disparos, o qual estava municiado com cinco munições intactas, foi apresentado pelo senhor XXXXX o registro da arma. 

Sendo então dada voz de prisão ao autor e apreendida a arma, encaminhando-os para a 45ª DRP em Pitanga para os procedimentos cabíveis. Foi deslocado até o posto de saúde, sendo informado pela técnica de enfermagem Sra. XXXXXXXX que o projétil atingiu de raspão acima do seio direito e transfixou o braço direito da vítima próximo ao ombro, após receber os primeiros atendimentos na unidade de saúde municipal a vítima foi encaminhada até o Hospital São Vicente na cidade de Pitanga, sendo a ocorrência acompanhada pela representante do Conselho Tutelar.
Fonte Policia Militar


Família é levada por bandidos e tem carro roubado em Guarapuava.


No dia 12 de mar 2020, às 21h10min, uma equipe da Rádio Patrulha, deslocou até a Rua Capitão Rocha, Vila Carli para atender uma ocorrência de Roubo, onde foi levado o veículo da vítima um Honda Fit de placas EUI- 6266.

A equipe policial foi até Rua das Laranjeiras onde a vítima de 46 anos, estava com seus três filhos, e relatou que levou os filhos até uma academia, quando foram abordados por dois indivíduos que lhe deram voz de Roubo apontando uma arma de fogo, e dizendo que entrassem no veículo.

Posteriormente abandonaram a família no trevo do Bairro São José, onde andaram até a Rua das Laranjeiras e acionaram a equipe. Relatou ainda que o indivíduo autor, foi dirigindo o veículo estava vestido com calça jeans e chapéu e outro de moletom e calça. Diante dos fatos foram orientados dos procedimentos.
Fonte Policia Militar


Homens oferecem R$ 20 mil para PM liberar carga de cigarros e acabam presos.


Dois homens, de 23 e 54 anos, foram presos em Douradina, no Noroeste do Paraná, na madrugada desta quarta-feira, 11, por contrabando de cigarros e suborno. 

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz de 23 anos ofereceu R$ 20 mil aos policiais para que fosse liberada a carga com 175 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. 

O flagrante aconteceu em uma chácara que fica na estrada da Carbonera. Uma denúncia anônima levou os policiais ao local. Um caminhão carregado com 350 caixas de cigarros contrabandeados foi apreendido.

De acordo com a PM, a chácara tinha uma estrutura para receber os caminhões e fazer a distribuição dos cigarros. O jovem, de 23 anos, vai responder por corrupção ativa e, o homem de 54 anos, por contrabando. 

Os dois foram levados para a Polícia Federal de Guaíra.

Fonte: CGN.


Justiça condena Banco do Brasil a pagar mais de R$ 165 mil para microempreendedora que não teve valor creditado em conta.


Uma microempreendedora moveu ação de ‘dever de informação’ na Justiça de Curitiba contra a Cielo S/A e o Banco do Brasil S/A, após não ter uma quantia creditada na conta bancária.

Consta no processo que a mulher atuava no comércio varejista especializado de equipamentos áudio e vídeo e de brinquedos e artigos recreativos, e que durante o período de 1º de junho de 2011 a 19 de março de 2013, foram realizadas vendas brutas mediante pagamento por cartões de crédito e débito no importe de R$ 878.432,40.

Do valor importado, houve desconto de R$ 30.812,77 relativos às comissões da Cielo. Uma parte do restante (R$ 25.166,37) foi repassado ao Banco Itaú a outra (R$ 822.453,25) ao Banco do Brasil.

Porém, uma quantia de R$ 165.266,44 não foi creditada pelo Banco do Brasil na conta corrente da microempreendedora.

“Nota-se, portanto, que, conforme esclarecido pelo laudo pericial apresentado não foi creditada a quantia de R$ 165.266,44 em prol de demandante e tampouco esclarecido documentalmente pela requerida Banco do Brasil S/A a destinação dada ao montante”, cita o documento.

A mulher deu entrada ao processo e buscou por meio judicial ter o valor ressarcido e creditado em conta.

A Justiça entendeu válido o pedido da microempreendedora, a qual apresentou documentos para comprovar as vendas.

Por parte da Cielo, a empresa também apresentou documentos que comprovaram a relação com a mulher e sobre a legalidade de todas as ações, se isentando de qualquer penalidade.

Assim, Justiça condenou o Banco do Brasil a pagar a empreendedora a quantia que não havia creditado na conta da mulher, no valor de R$ 165.266,44.

A CGN entrou em contato com a empresa bancária e o espaço segue aberto para um posicionamento.

Cabe recurso da decisão.

Atualização

O Banco do Brasil aguarda ser notificado sobre a decisão para se manifestar sobre o assunto

Fonte: CGN.


Condutor de moto sofre ferimentos em colisão na PR-182.


O acidente foi registrado na manhã desta sexta-feira (13) por volta de 07h20 na rodovia PR-182 após o trevo de acesso a Salgado Filho, envolvendo um Ford/Ka e uma motocicleta Honda CG/125.

O condutor da motocicleta sofreu ferimentos e foi socorrido ao Hospital Regional. A Polícia Rodoviária Estadual registrou a ocorrência.
Fonte PPNEWS


Dois homens ficam feridos em grave acidente.


Um grave acidente de trânsito foi registrado no cruzamento das Ruas 1º de Maio e São Gabriel  em Quatro Pontes. O acidente envolveu uma motocicleta Bross e uma Honda CG, ambos com placa de Quatro Pontes.

O acidente aconteceu no cruzamento das ruas, quando uma das motocicletas acabou invadindo a preferencial, houve uma violenta colisão. Os motociclistas sofreram queda e ferimentos generalizados.


Eles foram socorridos por uma equipe do Corpo de Bombeiros de Marechal Rondon e encaminhados para atendimento médico.


Uma equipe da Polícia Militar esteve no local do acidente.


Fonte: Aqui Agora.




Coronavírus: governo antecipa pagamento do 13º para aposentados.


O Ministério da Economia anunciou na quinta-feira (12) a adoção de providências para minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus para a população. 
Entre as medidas anunciadas, está a antecipação, para abril, do pagamento de R$ 23 bilhões referentes à parcela de 50% do 13º salário aos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS). A pasta também anunciou a suspensão, pelo período de 120 dias, da realização de prova de vida dos beneficiários do INSS.
Essas são as primeiras decisões tomadas pelo grupo de monitoramento dos impactos econômicos da pandemia de Covid-19, que se reuniu ao longo do dia. O colegiado foi instituído pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, com o objetivo de acompanhar a conjuntura e propor medidas para mitigar os efeitos econômicos do avanço da infecção no país. 
O grupo é constituído por representantes de todas as secretarias especiais da pasta, sob a coordenação do secretário-executivo, Marcelo Guaranys. O colegiado monitora as áreas fiscal, orçamentária, crédito, gestão pública, questões tributárias, setor produtivo, relação federativa, trabalho e previdência. 
“A gente tem grandes preocupações com cadeias produtivas, verificar o que está sendo desabastecido, o que precisa de auxílio, por exemplo, com produtos hospitalares, se precisa de alguma facilidade para desembaraço aduaneiro, se precisa de alguma redução de tarifa de exportação, que medida precisa ser adotada a cada momento necessário. Estamos acompanhando, obviamente, os indicadores da economia e a necessidade de remanejamento de orçamento”, afirmou Marcelo Guaranys, ao comentar sobre como o grupo deve atuar.   
Juros do consignado
O grupo de monitoramento também anunciou que vai propor ao Conselho Nacional da Previdência Social a redução do teto dos juros dos empréstimos consignado em favor dos beneficiários do INSS, bem como a ampliação do prazo máximo das operações.
“Também proporemos, ao Congresso Nacional, via medida legislativa, a ampliação da margem consignável. Existe a margem consignável que é aquela parcela que a pessoa pode comprometer do seu orçamento, do seu salário, do seu benefício [no pagamento do empréstimo]”, explicou o secretário especial da Previdência e Trabalho, Bruno Bianco. Atualmente, essa margem está em 30%, mas o governo ainda não definiu qual aumento vai sugerir na proposta. 
O governo também estuda permitir novos saques imediatos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O saque imediato do FGTS foi iniciado em 2019 e vai até 31 de março deste ano. A medida permite o resgate de até R$ 998 por quem tem conta no fundo. “Com relação ao FGTS, é sim uma medida que estamos analisando, respeitando a sustentabilidade do fundo e o dinheiro dos cotistas. Todas as medidas, por isso mesmo digo monitoramento, elas serão tomadas quando necessárias”, disse o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues Junior.
Medicamentos
Outra proposta anunciada pelo grupo é a definição, em parceira com o Ministério da Saúde, da lista de produtos médicos e hospitalares importados que terão preferência tarifária para garantir o abastecimento das unidades de saúde do país. Também serão tomadas medidas para priorizar o desembaraço aduaneiro de produtos médicos-hospitalares.
No âmbito da gestão pública, o governo deve publicar uma Instrução Normativa com recomendações relacionadas ao funcionamento do serviço público federal durante esse período de avanço das infecções pelo novo coronavírus. 
“Outras medidas podem ser adotadas de acordo com o andamento dos trabalhos do grupo de monitoramento e orientações do Ministério da Saúde”, informou o Ministério da Economia, em nota.
Fonte Agência Brasil
Paraná tem 54 casos suspeitos, 29 descartados e seis confirmados. No Turvo um Suspeito.


Os confirmados são de Curitiba (5) e Cianorte (1), dois descartados – Curitiba e Corbélia; e 12 novos suspeitos – Apucarana (1), Curitiba (7), Londrina (3) e Turvo (1).

O boletim da Secretaria de Estado da Saúde divulgado nesta quinta-feira (12) mostra que o panorama do coronavírus no Paraná é de 54 casos suspeitos, 29 descartados e seis confirmados. Os confirmados são de Curitiba (5) e Cianorte (1), dois descartados – Curitiba e Corbélia; e 12 novos suspeitos – Apucarana (1), Curitiba (7), Londrina (3) e Turvo (1).
As informações oficiais podem ser acessadas através do boletim diário divulgado no site da Secretaria da Saúde. Os dados são compilados todos os dias até as 12h. Após este horário, qualquer nova informação será inserida no próximo boletim.
COE AMPLIAÇAO – Em reunião na tarde desta quinta-feira, o COE – Centro de Operações de Emergências, instalado desde o início de fevereiro para monitoramento e definições estratégicas do coronavírus , informou que ampliará a atuação também para a dengue e febre amarela.
A reunião foi acompanhada pelo coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção à Saúde Pública (CAOP) do Ministério Público do Paraná, Marco Antonio Teixeira, e pela assessora jurídica do CAOP, Elaine Bueno Piekarki.
“O momento é de congregação de esforços e a presença da instituição acontece neste sentido”, disse o representante do MPPR, Marco Teixeira. Segundo ele, o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção à Saúde Pública também acompanha a situação da dengue e da febre amarela, além do coronavírus e de outros agravos e situações que evolvam questões de saúde da população.
Fonte Banda B
Governador convoca escrivães e confirma concurso para a Polícia Civil.


O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta quinta-feira (12), no Palácio Iguaçu, a convocação de 200 escrivães da Polícia Civil aprovados em concurso de 2018. Na mesma solenidade, ele também confirmou um novo concurso para a corporação, que vai selecionar 50 delegados de polícia, 50 papiloscopistas e 300 investigadores.

Ratinho Junior anunciou, ainda, o encaminhamento à Assembleia Legislativa de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que assegura a aposentadoria integral e paritária aos policiais civis que ingressaram na instituição após a Emenda Constitucional 41/2003, da Constituição Federal. Antes, o benefício era previsto somente aos que tivessem ingressado até dezembro de 2003.

O reforço nos quadros da Polícia Civil, afirmou o governador, contribuem para tornar mais eficientes as investigações policiais e a solução de crimes no Estado. Em 2019, a Polícia Civil esclareceu 61% dos homicídios registrados em Curitiba, contra 37% dos esclarecimentos dos casos ocorridos no ano anterior. A média de solução de crimes no Estado passou de 31% em 2018 para 62% no ano passado, sendo que no Interior, 75% dos crimes foram esclarecidos em 2019.

“O perfil técnico e o trabalho brilhante dos profissionais da Polícia Civil ajudam a amenizar os problemas na área de segurança no Paraná”, disse Ratinho Junior. “O mínimo que o Estado pode fazer é criar uma estrutura para que esses profissionais tenham um ambiente saudável para exercer essa expertise, alcançada com muitos anos de conhecimento e de preparo”, afirmou.

De acordo com o governador, a contratação de novos profissionais vai desafogar o trabalho dos atuais. “Em algumas regiões, os policiais estão com sobrecarga de trabalho. Esse concurso vai amenizar o volume de serviços desses profissionais”, salientou.

REPOSIÇÃO – Os escrivães convocados nesta quinta-feira iniciam, em abril, um curso de capacitação na Escola Superior da Polícia Civil, recebendo o título de especialização. Após a formação, que deve durar cerca de seis meses, os policiais serão distribuídos nas delegacias de polícia de Curitiba, Região Metropolitana e no Interior do Estado, conforme a necessidade.

O delegado-geral da Polícia Civil, Sílvio Rockembach, afirmou que o chamamento e a homologação do concurso resolvem o problema de defasagem de pessoal na instituição. “A reposição permanente de profissionais na Polícia Civil melhoram a estrutura, é um avanço que reflete na melhoria e excelência do serviço que a instituição presta à população”, disse. “As nossas carreiras estão defasadas há muito tempo. Então dentro de um planejamento do Governo do Estado, faremos essa reposição do efetivo, que será feita ao longo dos próximos anos, para dar condições adequadas de trabalho”.

O concurso, realizado em 2018, recebeu 41.163 inscrições. Foram aprovados 633 profissionais, após cinco fases de provas. O certame foi organizado pela Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

NOVOS CONCURSOS – O Governo do Estado assinou o contrato com a Fundação da Universidade Federal do Paraná (Funpar) para a organização do novo concurso. O edital será lançado dez dias úteis após a publicação do contrato em Diário Oficial. A previsão é que o certame seja concluído em dezembro. O último concurso para delegado aconteceu em 2013, e para os demais profissionais foi há mais de dez anos, em 2009.

A Funpar também será responsável pela organização do concurso da Polícia Militar do Paraná, que contratará 2,4 mil policiais e bombeiros. O contrato foi assinado na semana passada pelo governador Ratinho Junior e edital deve sair até o dia 20 de março.

APOSENTADORIA – A PEC que será encaminhada à Assembleia Legislativa visa à valorização do policial civil, que hoje se aposenta recebendo cerca de 80% dos vencimentos de quem está na ativa. “O Paraná foi um dos primeiros estados a fazer a reforma da previdência, mas agora temos a obrigação de fazer algumas adequações, em especial para a carreira da Polícia Civil”, disse Ratinho Junior.

“O policial exerce uma atividade de risco, extremamente desgastante. Como a legislação permite regras diferenciadas para a aposentadoria da categoria, assim como foi feito com a Polícia Militar, a proposta custa garantir a integralidade e paridade aos policiais civis que fizeram concursos após 2003”, explicou o delegado-geral da PCPR, Sílvio Rockembach.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o secretário em exercício da Segurança Pública, coronel Pedro Luiz Humphreys Stonoga; o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Riad Farhat; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Samuel Prestes; o coordenador estadual da Defesa Civil, tenente-coronel Fernando Raimundo Schünig; e o deputado estadual Rubens Recalcatti.

Fonte: Agência Estadual de Notícias


Tribunal do Paraná manda ‘Quadro Negro’ de Beto Richa para Justiça Eleitoral.


O Tribunal de Justiça do Paraná mandou os processos da Operação Quadro Negro, que mira o ex-governador Beto Richa (PSDB), para a Justiça eleitoral. O tucano é réu por corrupção e lavagem de dinheiro em processos que apuram desvios de verbas públicas no âmbito da Secretaria de Estado da Educação entre os anos de 2012 e 2015.

A “Quadro Negro” foi responsável por colocar Richa atrás das grades em março do ano passado. Ele deixou a prisão no mês seguinte. Richa responde a quatro denúncias do Ministério Público apresentadas em 2019.


A decisão da Justiça paranaense atende os argumentos da defesa de Richa, sob responsabilidade do advogado Guilherme Lucchesi, que apontou omissão do Ministério Público de trechos da delação do ex-secretário de Educação, Maurício Fanini, segundo o qual os desvios da pasta tinham como finalidade a arrecadação de valores para campanhas políticas.

Por essa razão, o caso deveria ser tratado pela Justiça eleitoral como dita entendimento do Supremo sobre casos de corrupção conexos com eleitorais.

O entendimento dos desembargadores foi unânime, seguindo o voto do relator Francisco Pinto Rabello Filho.

A Quadro Negro investiga desvios de R$ 22 milhões por meio de aditivos contratuais sobre a construção e reformas de escolas estaduais. O inquérito mira ainda os crimes de corrupção, fraude à licitação e organização criminosa.

COM A PALAVRA, O ADVOGADO GUILHERME LUCCHESI, QUE DEFENDE BETO RICHA

“A defesa do ex-governador Carlos Alberto Richa, desde o início da Operação Quadro Negro, depositou sua fé no Poder Judiciário e nas instituições. A decisão desta tarde do Tribunal de Justiça confirma a imparcialidade do Judiciário. Ao longo do processo a verdade será restabelecida.”

Fonte: CGN.