Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

21/12/2017 - Deus é Fiel !!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.

Focos de raiva em bovinos são confirmados em 3 municípios da região. Santa Maria do Oeste, Pitanga, Cândido de Abreu.
Ulsa confirma morte de animais na região em decorrência da doença. Por: Divulgação

Ulsa confirma morte de animais na região em decorrência da doença

Fonte: Divulgação



A Ulsa (Unidade de Local de Sanidade Agropecuária) confirmou que 2017 termina com a ocorrência de focos de raiva em bovinos em 3 municípios da região central. O número é menor em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 5 focos.
A doença foi encontrada em animais de Cândido de Abreu, Pitanga e Santa Maria do Oeste. Na região de Ivaiporã, que compreende os municípios de Arapuã, Ariranha do Ivaí, Ivaiporã, Jardim Alegre e Lidianópolis, nenhum caso foi registrado neste ano. Já no Estado do Paraná, foram registrados 47 focos de raiva de herbívoros domésticos em 2017.
De acordo com a Fiscal de Defesa Agropecuária, Maria Andreola, a vacinação é obrigatória e deve ser aplicada em todo o rebanho o quanto antes, visando proteger os animais e a saúde pública, pois a zoonose pode ser transmitida ao homem. “Visitamos cerca de 200, 300 propriedades em um raio de 12 quilômetros, pedindo para os produtores fazerem a vigilância, orientando que eles vacinem os animais, e comuniquem a Unidade de Sanidade Agropecuária caso o animal apresente morte súbita ou algum sinal nervoso. Na propriedade onde deu foco de raiva, a família é orientada a ir a um posto de saúde tomar vacina ou soro, pois a raiva é uma doença incurável”, completou.
A fiscal de Defesa Agropecuária disse que o maior hospedeiro que transmite a raiva na zona rural é o morcego hematófago, por estar localizado em regiões como cavernas e casas abandonadas. Por isso, os produtores são orientados a informar o órgão responsável para que seja feita a captura imediata. “Temos 80 cadastros de abrigos de morcegos hematófagos nos 21 municípios atendidos pela Ulsa, onde anualmente é feito o monitoramento desses abrigos e a captura dos morcegos hematófagos”, informou Andreola, lembrando que, em outubro desse ano, os assistentes de Fiscal Agropecuário, Demétrio Taborda, Samuel Oliveira Lago e João Diego Sagioneti Nunes, realizaram uma revisão nos 3 abrigos de Ariranha do Ivaí.
Fonte JPC

Cristina Silvestri: autorizado início do asfalto entre Mato Rico e Pitanga.



A deputada Cristina Silvestri afirmou que a pavimentação do trecho de 43,1 quilômetros da PR-239, entre Mato Rico e Pitanga, Região Central do Estado, é uma conquista que vai se reverter em segurança para os motoristas e encurtar o desenvolvimento socioeconômico entre os dois municípios.

Na terça feira (19), o governador Beto Richa autorizou a abertura de licitação das empresas que irão se habilitar à construção da obra, que terá um investimento de R$ 133,5 milhões, também com as presenças dos prefeitos Maicol Geison Barbosa (Pitanga) e Marcel Mendes (Mato Rico) e do secretário de Estado José Richa Filha, da Infraestrutura e Logística, entre outras autoridades estaduais e municipais.
Segundo a parlamentar, a pavimentação é uma antiga reivindicação daquelas comunidades que agora se concretiza no Governo Beto Richa. “O Paraná está dando um salto em quantidade e qualidade no setor de infraestrutura, um marco histórico em desenvolvimento”, elogiou Cristina Silvestri, ao reiterar palavras do governador Beto Richa, que lembrou a importância destas obras para o bem-estar da população.
Atualmente a estrada entre Mato Rico e Pitanga é de terra. A pavimentação deste trecho faz parte do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná, que tem financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Ligar cidades que ainda não têm acesso asfaltado à malha rodoviária do Estado é um dos grandes objetivos do programa.
CONQUISTA
A pavimentação entre Mato Rico e Pitanga vai beneficiar mais de 35 mil moradores dos dois municípios, em especial os pequenos produtores, facilitando o escoamento da produção agrícola. De acordo com o prefeito de Pitanga, Maicol Geison Barbosa, essa obra é uma conquista para a população que aguarda a pavimentação há mais de 30 anos. “Vai facilitar muito o escoamento da produção, mudar o perfil da nossa região, além da segurança e comodidade que vai proporcionar para as pessoas do município”, afirmou.
A obra também beneficiará estudantes de cursos superiores, que atualmente levam mais de três horas para percorrer os cerca de 43 quilômetros para chegar às universidades localizadas em Pitanga. Segundo o prefeito de Mato Rico, Marcel Mendes, este é um resgate da dignidade e da cidadania da região Central do Paraná.
“Nossos acadêmicos e nossas crianças têm o direito de andar no asfalto com mais segurança e o governador está nos dando esse direito”, comemorou o prefeito.
Fonte RSN

Carro pega fogo após atingir bomba em posto de combustíveis. veja o Vídeo.




O motorista de um Fiat Uno perdeu o controle e invadiu o pátio do posto de combustíveis 'Nacional', na Avenida Brasil, batendo numa das bombas de combustíveis no centro de Cambará.
Foi na manhã desta quarta-feira, dia 20, e assustou a todos no estabelecimento comercial e no seu entorno.
No vídeo, é possível ver o frentista, desesperado, tirar o condutor do carro já em chamas.
Ninguém se feriu.
Houve danos materiais de média monta.
A Polícia Militar e a Guarda Municipal estiveram no local.
As causas do acidente ainda não foram esclarecidas.
Detalhes a qualquer momento.
As informações são do NP Diário.

Dez são presos durante operação de combate a assaltos a caixas eletrônicos e ao comércio ilegal de armas de fogo e munições.

A PRF cumpriu três mandados judiciais em Ortigueira e prendeu cinco pessoas em flagrante - Foto: Divulgação/PRF

Uma grande operação de combate a assaltos a caixas eletrônicos e ao comércio ilegal de armas de fogo e munições foi deflagrada em Ortigueira, na região dos Campos Gerais do Paraná, na manhã desta quarta-feira (20). De acordo o delegado Rafael Bacelar, pelo menos 10 pessoas foram presas.
Cerca de 70 policiais participaram da ação. Foram expedidos 17 mandados de busca e apreensão pela Justiça, sendo cumpridos 16 em Ortigueira e um em Curitiba. 
O delegado Rafael Bacelar destacou a participação na operação, de policiais civis de Ortigueira, Telêmaco Borba e do Centro de Operações  Policiais Especiais (Cope) de Curitiba, além de policiais rodoviários federais e da Guarda Municipal de Londrina. “Contamos com mais de 70 policiais e ainda com o trabalho dos cães da GM de Londrina, que nos ajudaram farejando armas e munições”.
Ele relatou que entre o material apreendido estão munições de fuzil e até uma máquina de recarga de munições. “As investigações vinham sendo realizadas e hoje conseguimos com essa ação, dar um grande golpe nesse comércio ilegal de armas e munições que ocorria no município”, afirmou.
A PRF cumpriu três mandados judiciais em Ortigueira e prendeu cinco pessoas em flagrante, por crimes de posse de material para fabricação de munição e armas de fogo, tráfico de drogas, receptação e crime ambiental.
Armas e munições apreendidas

Os policiais rodoviários apreenderam três revolveres, três espingardas, mais de 3.000 pontas de chumbo de calibre 38,espoletas, grande quantidade de pólvora, uma máquina de recarga de munição, 61 papelotes de cocaína, uma motocicleta com placas falsas e um jabuti. Em uma das casas foi encontrado um carrinho de brinquedo caracterizado como uma viatura da PRF.

Os presos e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Ortigueira para os procedimentos legais.
Fonte tn


Homem acusado de estuprar menina de 5 anos é preso.


Policiais civis do Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de crimes) da Delegacia da Policia Civil de Foz do Iguaçu efetuaram a prisão, nesta quarta-feira, 20 de dezembro de 2017, de J.D.Z , de 30 anos de idade, investigado pelo crime de estupro de vulnerável perpetrado em desfavor de uma criança de apenas 05 anos de idade.
De acordo com os elementos de prova colhidos até o momento, o homem, em dezembro do corrente ano, estava praticando contra a infante atos libidinosos diversos de conjunção carnal, quando foi surpreendido pela genitora da menor. Na ocasião, testemunha teria presenciado uma discussão entre o casal logo após os fatos delitivos.
A prisão temporária do investigado, pelo lapso temporal de 30 dias, foi requerida pela delegada do Nucria, sendo deferida pelo judiciário, e possivelmente será convertida em prisão preventiva, fazendo com que Jakson Cunico responda ao processo criminal encarcerado.
O investigado encontra-se temporariamente no ergástulo público da 6ª SDP e se condenado poderá pegar até 30 anos de prisão por se tratar de autor que detém autoridade sobre a vítima, ocasião em que a pena de 08 a 15 anos, em regra aplicada ao crime de estupro de vulnerável, é aumentada de metade, conforme prevê o Código Penal Brasileiro.
As informações são da Tribuna Popular.

Presos cavam túnel de 20 metros que é descoberto pela polícia.



Em uma iniciativa ousada e nunca tentada antes, os presos da cadeia pública de Goioerê cavaram um túnel com cerca de 20 metros de comprimento, tentando uma fuga para sair na parte da frente da Delegacia. O túnel foi descoberto na madrugada de quarta-feira, 20.
O túnel saía de uma das celas da galeria da esquerda e passava por baixo do prédio da Delegacia e com mais dois metros possibilitaria uma fuga em massa, saindo no gramado existente na frente do prédio. O túnel era espaçoso e estima-se que estava sendo escavado a vários dias.
A tentativa de fuga foi descoberta pela equipe de carceragem, depois que foi percebida uma movimentação estranha dentro da cadeia. Uma vistoria no presídio, com o apoio da equipe da Polícia Militar, descobriu o túnel, que é chamado de “tatuzão” pelos presos. Acredita-se que a fuga aconteceria na madrugada desta quinta-feira.

O buraco escavado pelos presos começou a ser fechado por pessoas contratadas pela Delegacia de Polícia, com a utilização da terra estocada pelos presos em uma das celas e também com a utilização de uma grande quantidade de concreto, para evitar que a mesma rota seja utilizada por outra tentativa de fuga.

As informações são do Goionews.

Temporal causa alagamentos e prejuízos em Londrina. Veja o Vídeo.



O temporal registrado no início da tarde desta terça-feira (20) em Londrina provocou alagamentos em vários pontos da cidade e deixou alguns prejuízos. Os pontos mais críticos são registrados na região central e nas avenidas Leste Oeste e Dez de Dezembro, onde em alguns locais a água passava dos joelhos.
Enxurrada também na rua Pio XII, depois do cruzamento com a avenida Juscelino Kubitschek. O escoamento da água superou a capacidade dos bueiros e transbordou, provocando o alagamento.
A força da chuva também fez desabar parte do muro do cemitério São Pedro. O muro caiu sobre um ponto de ônibus, porém, felizmente não haviam ninguém no local e portanto, não houve feridos. A Acesf informou que a reconstrução será providenciada o quanto antes.
Rajadas de vento que chegaram acompanhando o temporal também deixaram sua marca. Uma árvore caiu na rua João Cândido, próximo a esquina com a avenida JK. A pista ficou bloqueada e agentes da CMTU trabalham na remoção dos galhos para liberar a via.
Não há informações se a chuva provocou danos a residências. Não houve relato de feridos.
Fonte Diário 24 HR

Sancionada lei que aumenta pena para motorista que dirigir sob efeito de álcool.


Foi publicada nesta quarta-feira (20) a lei que aumenta pena contra motorista que dirigir alcoolizado ou sob o efeito de qualquer outra substância psicoativa. A pena passa a ser de reclusão de 5 a 8 anos, além da suspensão ou proibição do direito de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo. A nova regra entra em vigor em 120 dias.
Antes, o tempo de detenção para quem dirigisse alcoolizado era de dois a quatro anos. A nova legislação também fixa que, se do crime de dirigir sob efeito dessas substâncias resultar lesão corporal de natureza grave ou gravíssima, o condutor terá como pena a reclusão de dois a cinco anos, além de outras possíveis sanções. No caso de ocorrer homicídio culposo, a legislação já previa o aumento de um terço da pena.
A diferença entre detenção e reclusão é um reforço punitivo contido no projeto sancionado hoje. No caso da detenção, as medidas são, em geral, cumpridas no regime aberto ou semiaberto. Já a reclusão é a mais severa entre as penas privativas de liberdade, pois é destinada a crimes dolosos – quando há intenção de matar.
Para Márcia Cristina da Silva, advogada voluntária da Associação Preventiva de Acidentes e Assitência as Vítimas de Trânsito (Apatru), esse método da aplicação da lei é a mudança principal. “O método processual muda. Nesse sentido, a pessoa já sabe que, se beber e dirigir, tem o risco de ficar presa, respeitando, claro, o direito de ampla defesa”, detalha.
Reforçando esse entendimento, foi acrescentado ao Código de Trânsito Brasileiro um parágrafo que determina que "o juiz fixará a pena-base segundo as diretrizes previstas no art. 59 do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), dando especial atenção à culpabilidade do agente e às circunstâncias e consequências do crime".
Questionada sobre a real possibilidade da nova norma gerar mudanças no comportamento, a advogada afirma que, “como entidade prevencionista, nossa opinião é sempre que as ações que geram mais frutos são as de educação, inclusive na escola e por meio de programas de educação”. Todavia, pondera que, para casos recorrentes de pessoas que dirigem sob efeito de psicoativos, é importante uma medida mais rígida, pois ela “pode gerar uma reflexão nos motoristas que não enxergam com tanta seriedade o ato de dirigir e acabam bebendo”, acredita.
Vetos
A lei teve origem no projeto 5568/13, de autoria da deputada Keiko Ota (PSB-SP), passou pelo Senado e, depois, novamente pela Câmara. Hoje, ao sancionar a proposta, o presidente Michel Temer vetou artigo que previa a substituição da pena de prisão por pena restritiva de direitos nos crimes de lesão corporal culposa e lesão corporal de natureza grave decorrente de participação em rachas, quando a duração da pena fosse de até quatro anos.
O Palácio do Planalto informou que o veto objetivou dar segurança jurídica ao projeto. Issto porque “o dispositivo apresenta incongruência jurídica, sendo parcialmente inaplicável, uma vez que, dos três casos elencados, dois deles preveem penas mínimas de reclusão de cinco anos, não se enquadrando assim no mecanismo de substituição regulado pelo Código Penal”, conforme texto divulgado.
Fonte CGN

Carro e caminhão colidem na BR-369 e três ficam feridas.


Veículo com placas de Apucarana teve danos de grande monta - Foto: Reprodução/Whatsapp
Um acidente de trânsito ocorrido no início da manhã desta quinta-feira (21), na BR-369 (Rodovia Mello Peixoto), próximo ao acesso à Colônia Esperança, entre Apucarana e Arapongas, deixou três pessoas feridas e provocou danos materiais de significativa monta.
D acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão envolveu a carreta Sacnia placa ATB-4545, de Marialva, e o VW Parati placas AXH-6445, de Apucarana.
Dois homens e uma mulher que estavam no carro ficaram feridos com média gravidades. As vítimas foram socorridas por equipes do Samu e da concessionária de pedágio Viapar e levadas para receber atendimento médico no Honpar.
Havia muita neblina no momento do acidente, conforme observaram patrulheiros da PRF.
Fonte Banda B

Capotamento deixa motorista gravemente ferida na PR-444.



Tatiana Letícia Corrêa, 24 anos, ficou gravemente ferida em um acidente hoje (20) de manhã na PR-444 em Mandaguari, a 34 quilômetros de Maringá. Ela seguia em direção a Arapongas quando perdeu o controle da direção e capotou várias vezes o Celta com placas de Maringá.
A motorista sofreu graves lesões e foi socorrida por equipes da Viapar, concessionária que administra a rodovia, e foi encaminhada ao hospital João de Freitas, em Arapongas.
Até o momento do fechamento desta reportagem não havia atualizações sobre o estado de saúde da vítima.
Fonte Diário 24 Hr

Capotamento é registrado na PR-495 entre Missal e Medianeira.


Foi registrado um capotamento na manhã desta quarta-feira (20) na PR 495 entre os municípios de Medianeira e Missal.
O fato aconteceu por volta das 08 da manhã nas proximidades do trevo de acesso a comunidade de Maralúcia no município de Medianeira.
Segundo informações colhidas no local o veiculo Strada Working com placas de Itaipulândia se deslocava em direção à Medianeira quando o condutor perdeu o controle do veiculo e acabou capotando, sendo que a Strada veio a parar na lateral da pista de rodagem com teto tocando o chão.
A Policia Rodoviária Estadual foi acionada para realizar sinalização e atendimento a ocorrência.
O Motorista sofreu apenas escoriações leves.
Fonte: Guia Missal