Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

terça-feira, 21 de abril de 2015


Tornado no Oeste de SC deixa dois mortos e mil desabrigados.


Com base no formato da nuvem e o tipo de destruição constatada, a avaliação do meteorologista de plantão do Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) Rogério Rezende é de que a cidade de Xanxerê, no Oeste de SC, tenha sido atingida por um tornado na tarde de segunda-feira (20). Além de danificar cerca de 2.600 casas, segundo a prefeitura, o fenômeno causou a morte de pelo menos duas pessoas e 120 ficaram feridas.
Segundo informações da Defesa Civil, 40% dos imóveis em sete bairros foram atingidos. Falta luz, telefonia e água na cidade. Ainda há 30 vítimas internadas em hospitais da região. Cerca de mil pessoas estão desabrigadas. Cem homens do Exército foram deslocados para ajudar no socorro as vítimas e na limpeza dos escombros.
Vídeo mostra chegada do tornado.



O Inmet se baseou em imagens feitas por moradores e nas condições de tempo da região até concluir que o quadro se assemelha ao de um tornado. “Primeiro, o tipo de formação da nuvem, que era em funil e tocava o solo. Essas nuvens são como usinas de energia, há um movimento caótico de gelo, água e energia dentro delas. Tornado é o vento que sai em espiral de uma nuvem nesse formato, provocando efeito de redemoinho”, explica Rezende. O instituto ainda não fez avaliação oficial completa -- o que talvez nem ocorra, visto que são necessários dados precisos obtidos no momento do fenômeno.



Ainda com informações extraoficiais, o técnico acredita que o fenômeno durou cerca de três minutos e destruiu uma área de 200 a 300 metros quadrados. A situação define um tornado de grau 1 (a escala que mede a destruição de tornados vai de zero a 5). Os tornados são raros no país, mas geralmente atingem esse grau na escala, diz o técnico.
A estação meteorológica da Inmet em Xanxerê -- que fica a quilômetros da área central da cidade atingida -- marcou ventos de até 84 km/h. A propensão, porém, é de que dos ventos tenham ultrapassado os 130 km/h. Segundo o engenheiro agrônomo Ronaldo Coutinho, do Climaterra, os ventos chegaram a 200 km/h.
O meteorologista do Inmet afirma que o instituto tinha alerta de tempestade para a região atingida, mas ressalta que o tornado é um fenômeno difícil de prever. “Seria necessário monitorar a nuvem por algumas horas para se chegar a essa conclusão”, diz.

Destruição





Segundo o jornal
 Diário Catarinense, moradores aproveitaram a tarde de ontem para revirar entulhos em busca de documentos, fotos ou pertences importantes.O temporal destelhou e partiu residências, arrancou árvores e fios elétricos e deixou as ruas da cidade de 49 mil habitantes repletas de destroços.
Entre os mortos confirmados está o motorista de transporte escolar Alcemar Sutil, de 31 anos, que não resistiu após o imóvel em que estava desabar sobre ele e a família. O filho dele, de 8 anos, está internado no Hospital Regional de Chapecó. A segunda vítima é Deonir Comin, de 48. Outras 120 pessoas teriam ficado feridas, segundo os Bombeiros.
De uma das igrejas mais antigas não sobrou nem o telhado. O ginásio de esportes Ivo Sguissardi, o principal da cidade, desmoronou. Crianças faziam atividade física no local quando a ventania chegou, mas elas conseguiram fugir. Dezenas de veículos ficaram destruídos.
De acordo com a Defesa Civil, sete bairros estavam no caminho do tornado, que deixou um rastro de destruição. Os ventos derrubaram cinco torres de transmissão que saem da subestação de Xanxerê, deixando 14 cidades próximas sem luz.
O vento atingiu outras 12 cidades com menor impacto.

Ajuda

O Estado informou ter encaminhado para a região equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. A prefeitura organizou abrigos para mais de 500 famílias. Os feridos foram atendidos no Hospital São Paulo e parte foi transferida para cidades vizinhas. Há uma força-tarefa para levantar lonas, agasalhos e geradores de energia para as unidades de saúde.

Tempo

Ainda segundo o técnico do Inmet, o tornado não deve preceder nenhum outro fenômeno. A previsão para a semana no Sul do país é tempo com muitas nuvens, mas firme. Podem ocorrer chuvas isoladas principalmente no litoral paranaense, mas não tempestades. O tempo deve firmar no sábado.
A Defesa Civil de SC, no entanto, deu alerta para riscos de pancadas de chuva com raios e e temporais isolados nos municípios que fazem divisa com o Paraná na região Oeste, e nas regiões Planalto Norte e Litoral Norte catarinenses.

Veja vídeo:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.