Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

14/01/2019 Deus é Fiel !!!!!!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.



Casa é roubada e vários objetos são levados pelos bandidos em Pitanga.

Resultado de imagem para tv de 32
Foto ilustrativa

No dia 13/01/2018, relatou o solicitante o, que se ausentou de sua residência na data de 12/01/2019 por volta das 18:00h e ao retornar na data 13/01/2019 por volta das 18:00h encontrou a mesma arrombada e de seu interior fora subtraído uma TV de marca LG preta 32 polegadas, uma caixinha de musicas JBL vermelha, um radio portátil marca Altomax estilo antigo, Vídeo Game Sony Play 2 e um cofre de porcelana em formato de porco com aproximadamente R$100 cem reais em moedas diversas, realizado buscas porém sem êxito na localização dos objetos ou de suspeitos orientada a vitima para os procedimentos.
Fonte Policia Militar 





Menores são pegos bebendo em estabelecimento comercial e maior é detido em Pitanga.

Imagem relacionada
Foto ilustrativa

No dia 14 jan. 19., às 00h15min, a equipe policial em patrulhamento pela Avenida Getúlio Vargas, Centro, avistou possíveis adolescentes em uma tabacaria, foi realizada abordagem ao referido estabelecimento e constatado que adolescentes estavam fazendo uso de bebida alcóolica/vodka e tabaco (narguilé), sendo identificado os referidos adolescentes sendo uma menina (17 anos) e dois meninos (17 anos) e apresentavam visíveis sinais de embriaguez, tais como: forte odor etílico, dispersão e euforia Um dos adolescentes relatou estar responsável pelo estabelecimento comercial. No local também foi abordado o jovem, 18 anos, que relatou a equipe que foi ele quem adquiriu e forneceu aos adolescentes a bebida alcoólica e o narguilé. No local compareceu a proprietária do estabelecimento e confirmou que havia deixado à tabacaria aos cuidados do adolescente abordado e que este é seu funcionário. Foi solicitada a presença do Conselho Tutelar, os quais se fizeram presentes e conduziram os adolescentes até 45ª DRP de Pitanga, foi dada voz de prisão ao jovem e a proprietária do estabelecimento, sendo conduzidos juntamente com os objetos apreendidos até 45ª DRP de Pitanga para demais procedimentos.
Fonte Policia Militar



Conhecido da facada e rouba o celular do Homem em Guarapuava.

Imagem relacionada

No dia 13 jan. 19, às 21h00min a equipe deslocou até a Rua Nagib Nassar, Vila Bela, onde o solicitante, relatou que avistou um conhecido e o chamou para conversar, quando este chegou perto, sacou uma faca da manga da camisa e desferiu um golpe contra seu peito fazendo uma perfuração, neste momento a
vítima derrubou o celular J5, que o autor pegou e saiu correndo, tomando rumo ignorado. A equipe fez patrulhamento junto com a vítima, porém sem êxito.
Fonte Policia Militar



Moça desaparecida em Ivaiporã, é encontrada em Marilândia do Sul, com outro homem. Entenda.




Na manha deste dia 11 de janeiro, de 2019, o investigador Aparecido, o " Cido ", de Ivaiporã informou que foi localizada em Marilândia do Sul, uma mulher que estava desaparecida de Ivaiporã.

O boletim de ocorrência do desaparecimento foi registrado pelos pais e também pelo marido com quem ela tem um filho.

Surgiram muitos comentários e informação sobre sequestro e morte da mesma levando a familia ao desespero, mas na tarde de 10 de Janeiro, ela ligou para o marido de um numero privado e através disto os investigadores chegaram em Marilândia do Sul, a conclusão é que ela teria fugido com um pessoa de nome ( Claudecir da Silva ), que é o homem que aparece na foto com ela.

Ambos foram intimado a comparecer na delegacia de Marilândia do Sul, para prestar esclarecimentos sobre o desaparecimento ela teria sido vista pela ultima vez dia 08/01/2019, no Supermercado Suprema.

A Policia Civil dedicou a resolver o caso, sendo apurado que não houve desaparecimento e sim sumiço por vontade propiá.       

Foto e fonte Blog do Berimbau


Jornalista vítima de acidente entre ônibus e caminhão na PRC-280 morre no hospital.


Morreu na madrugada de segunda-feira (14) por volta de 02h na Policlínica Pato Branco a jornalista Franciele Gasparini, 28 anos, que foi uma das vítimas do acidente registrado na sexta-feira (11) na PR-280 em Mariópolis envolvendo um ônibus e um caminhão, ela estava na UTI do hospital desde o dia do acidente.
No local do acidente morreram o motorista do ônibus Roberto Donisete Nunes, 51 anos e os passageiros Maria Sueli Vieira Padilha, 56 anos, Itamar Antônio Dalpizzol, 51 anos, Iclea Braghini de Souza, 45 anos e Elisa Ferreira, 45 anos.
Outros 15 passageiros sofreram ferimentos e foram encaminhados a hospitais em pato Branco.
O motorista do caminhão também sofreu ferimentos e após receber atendimento médico foi encaminhado para a 5ª SDP de Pato Branco para prestar depoimento e foi preso.
Segundo o delegado Getúlio Moares Vargas, ele pagou fiança de R$ 4.900,00 e responderá em liberdade.
Franciele Gasparini – Foto reprodução Facebook

Fonte PPNEWS


Pedestre é atropelado por motociclista na PR-484.
Quedas - Pedestre é atropelado por motociclista na PR-484

Conforme a PRE, o condutor de uma moto placas de Capitão Leônidas das Marques identificado com Fabio Rodrigo da Silva de 30 anos de idade, acabou atropelando na rodovia o idoso Antonio Rodrigues de Oliveira de 69 anos que sofreu ferimentos moderados.

Patrulheiros do Posto Rodoviário de Quedas do Iguaçu, sinalizaram o local, e controlaram o fluxo no trecho até o atendimento da vítima e quinchamento da moto do local.
Fonte Portal Cantu



Pai salva filho e desaparece em enxurrada em Colombo.


Um homem que salvou o filho de um afogamento foi levado pela enxurrada durante o temporal da noite deste domingo (13), em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. O Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST) foi acionado e retomou as buscas na manhã de hoje. A motocicleta que ambos estavam foi encontrada, mas o homem segue desaparecido.
De acordo com o jovem, ele e o pai estavam de motocicleta indo para casa, quando na rua Heitor Villa Lobos com a João D’Agontin, bairro Jardim Eucaliptos, tentaram cruzar uma área totalmente alagada. “Eu estava na moto e, na hora que a gente foi subir a rua, a água derrabou e caímos. O pai me salvou, mas ele foi pro mato. A moto foi encontrada agora, sinto muita dor no corpo, mas nada do meu pai. Tenho esperança, se Deus quiser vai dar tudo certo”, disse Adalberto Neuhaus, 19 anos, à Banda B.
O socorrista Julio do Corpo de Bombeiros acredita que o pai tenha se desequilibrado ao puxar o filho das águas. “Esse menino tem parte do braço amputado, começou a se afogar e o pai foi puxar o menino para a borda, mas nessa perdeu o equilíbrio e foi levado pela enxurrada”, contou.
Vizinhos abrigaram o menino e acionaram o Corpo de Bombeiros, ainda na noite de ontem, que o encaminhou ao Hospital Cajuru com algumas escoriações. Na manhã de hoje, as buscas pelo pai do garoto foram retomadas.
Outros
Além dessa situação, os bombeiros também atenderam o caso de uma idosa de 70 anos que ficou presa na cama e não conseguiu levantar para fugir de um alagamento dentro de casa. Diversos moradores que também sofreram com alagamentos no Jardim Guarituba fizeram protesto e fecharam a rua Astorga.

Fonte Banda B



Acidente deixa três feridos na BR-163.



Uma saída de pista resultou em três pessoas feridas em acidente de trânsito registrado no início da noite de domingo (13) na rodovia BR-163 na comunidade Marmelândia em Realeza.
As vítimas eram ocupantes de um automóvel Vectra, placas de Xanxerê (SC). Eles foram socorridos pelo SAMU ao Pronto Atendimento Municipal de Realeza. Um bebê que estava no veículo não se feriu.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou o acidente.
Informações são do site Rádio Clube Realeza.

Toffoli manda soltar acusado de ser o operador financeiro de Beto Richa.


Em decisão monocrática no plantão judiciário, o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, concedeu liminar em habeas corpus e mandou libertar o empresário Jorge Atherino, preso desde setembro do ano passado na operação Piloto, 53ª fase da Lava Jato, acusado de ser o “operador financeiro” de um esquema de pagamento propina ao grupo político do ex-governador Beto Richa (PSDB).
A Operação Piloto apura o pagamento de propina pela Odebrecht ao governo Richa em troca de favorecimento na licitação para as obras de duplicação da PR 323, em 2014. Atherino foi preso juntamente com o ex-chefe de gabinete de Richa, Deonilson Roldo, que não foi beneficiado pelo habeas corpus de Toffoli e segue preso.
Toffoli acatou os argumentos da defesa de Atherino segundo os quais a movimentação financeira das empresas dele, por si só, não justificaria a prisão, que poderia ser substituída por outras medidas cautelares como o uso de tornozeleira eletrônica e prisão domiciliar. A defesa alegou, ainda que, como Beto Richa não é mais governador do estado e Atherino não atua mais com o ex-governador, não há risco de recorrência do crime.
“Sem prejuízo de reexame posterior por parte do eminente Ministro Luiz Fux, defiro a liminar para determinar ao juízo processante que substitua a prisão preventiva do paciente pelas medidas cautelares diversas, que julgar pertinentes. Comuniquem-se, com urgência , a autoridade coatora e ao Juízo da 23ª Vara Federal de Curitiba/PR para que preste informações pormenorizadas e atualizadas a respeito da situação do paciente nos autos da ação criminal apontada nos autos”, despachou Toffoli.
Fonte Paraná portal

Moro planeja enviar ao Congresso proposta de criminalização do caixa 2.


O ministro da Justiça, Sergio Moro, pretende incluir a criminalização do caixa dois eleitoral no pacote de medidas que apresentará à Câmara em fevereiro.
Desde que foi escolhido para a pasta, Moro elabora com ajuda de auxiliares um combo de projetos de lei para reforçar o combate à corrupção, ao crime organizado e à violência.
Segundo pessoas que acompanham as discussões, o ministro quer fazer com que a lei eleitoral seja mais clara e objetiva e que tenha uma pena maior para a prática de uso de dinheiro não declarado por candidatos em campanhas.

A proposta que tem sido preparada por Moro não daria anistia a fatos passados. Ou seja, aqueles que estão processados ou investigados, como o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), não seriam beneficiados.

Em 2017, o então deputado admitiu ter recebido R$ 100 mil em caixa dois da JBS para quitar gastos da campanha de 2014. Ele é investigado também por outros R$ 100 mil, supostamente obtidos em 2012.



Atualmente, casos desse tipo são julgados com base em um artigo do Código Eleitoral, o 350, de falsidade ideológica, sobre o qual não há jurisprudência pacífica no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para condenação.
A lei diz que a pena poderia ser de até cinco anos de prisão, mas até hoje não houve condenação nesse sentido.
A ideia do ministro da Justiça é acrescentar um dispositivo à lei, explicitando o caso de dinheiro não declarado, com uma punição maior do que a do artigo já existente.
Uma preocupação de Moro é que a legislação não tenha mais brechas e que permita, enfim, que pessoas sejam condenadas por usar dinheiro por fora na campanha eleitoral.
Outro cuidado do ministro é para que a mudança não signifique uma anistia. Para isso, o projeto tem de prever a manutenção do artigo 350, para que ele continue valendo para casos anteriores ao dia em que a nova legislação entrar em vigor.
Como a Constituição é clara em dizer que ninguém pode ser punido por uma lei posterior a um fato ocorrido, alvos de investigações tentaram, em mais de uma oportunidade, aprovar no Congresso aquilo que seria uma espécie de anistia ao caixa dois pregresso.
Em meio a uma discussão no Congresso de se colocar a criminalização do ato em lei, em 2017, políticos tentaram uma manobra, propondo um novo texto para substituir o artigo 350 por completo e, assim, serem perdoados por eventuais episódios que já tivessem ocorrido.
“Se não revogar o tipo penal que prevê os crimes pelos quais hoje as pessoas podem ser condenadas, não vai anistiar ninguém. Você só vai criar um novo crime mais específico”, explica o advogado Gustavo Badaró, professor de direito da USP.
A criminalização da prática foi uma das dez medidas anticorrupção propostas pelos procuradores da Lava Jato ao Congresso. O projeto de lei, de iniciativa popular, foi enviado ao Congresso em 2016 e teve apoio do próprio Moro. Porém, em votação na Câmara, o texto foi desfigurado. Desde então, está parado.
O pacote de Moro será levado para análise do presidente Jair Bolsonaro (PSL) antes de ser enviado ao Congresso.

Deputados veteranos avaliam que a proposta sofrerá resistência, mas o governo aposta na renovação da Câmara para conseguir aprovar os projetos.

O ministro já disse que deve fazer mais de um pacote para levar ao Congresso. Um primeiro, com propostas consideradas mais simples de serem aprovadas e outro com algumas mais complexas. Ainda será decidido se a criminalização do caixa dois entrará na primeira ou na segunda leva.
Entre outras medidas que o ministro deve apresentar à Câmara estão: alteração de regras de prescrição de crimes, clareza na lei para determinar execução da pena de condenados em segunda instância, previsão de execução das sentenças dos tribunais do júri independentemente de recursos, proibição de progressão de regime prisional em alguns casos, regulamentação de operações policiais disfarçadas e aumento de proteção para denunciantes anônimos.
Há também propostas para o endurecimento de regime para casos de corrupção e crimes violentos.
A ideia é que o presidente e auxiliares decidam juntos o melhor momento de envio ao Legislativo para não atrapalhar a prioridade do governo, a reforma da Previdência, que deve tramitar por meio de uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição), o que exige mais votos para aprovação.
Fonte Paraná Portal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.