Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quinta-feira, 21 de março de 2019

21/03/2019 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.




Boatos de que o Colégio Estadual Carneiro Martins em Guarapuava, seria invadido para um massacre durante esta quarta feira.


Boatos de que o Colégio Estadual Carneiro Martins em Guarapuava, seria invadido para um massacre durante esta quarta feira (20) se espalharam pelas redes sociais. Desde ontem (19), os pais de alunos têm recebido mensagens via WhatsApp e Facebook, com o alerta de que quatro meninos estariam planejando entrar na instituição de ensino para matar estudantes e professores.
Não se sabe ao certo quem iniciou o compartilhamento dessa informação, que terminava com uma recomendação aos pais e responsáveis para que não deixassem os filhos irem à escola hoje (20) no período da manhã e nem à tarde.
A diretora auxiliar do Carneiro Martins, Patrícia Padilha dos Anjos, esclareceu a situação ao Portal RSN, dizendo que a equipe pedagógica e administrativa acredita se tratar de ‘fake news’, mas que mesmo assim foram tomadas medidas de segurança na escola.

Talvez pelas situações do momento vivenciadas em nossa cidade é que começou a se divulgar isso. Por precaução, pedimos o apoio da patrulha e da polícia pra acompanhar a entrada dos alunos.

 

Ainda de acordo com a diretora auxiliar, as aulas seguem normalmente e a equipe da patrulha escolar estará monitorando o colégio também à tarde e à noite. Ela afirmou ainda que a escola está em época de provas.
“Essas brincadeiras de mal gosto ou para assustar acabam viralizando e preocupando pais, professores e direção, que podiam estar envolvidos com outras situações. É fundamental que a segurança seja revista em todas as escolas, não só na nossa e não só na rede estadual”.
Fonte RSN
Homem suspeito de estuprar a própria filha é preso com carro furtado.


Na manhã de terça-feira (19) por volta de 08h um homem foi preso pela Polícia Rodoviária Estadual na PR-280 em Palmas de posse de um veículo Gol com registro de furto em Santa Catarina.
De acordo com a Polícia Militar, os fatos começaram na noite de segunda-feira (18) quando ele saiu de casa na companhia de uma filha adolescente e não retornou para casa.
Na manhã de terça-feira, um familiar conseguiu contato com a adolescente que informou que estava no veículo com o pai na PR-280 sentido a Caçador (SC).
O familiar então foi até o local, onde encontrou a adolescente dentro do carro refém do próprio pai. Ele a resgatou e retornou para Palmas. O pai ainda tentou segui-los, mas estourou um pneu do carro e ele desistiu.
Ao passar pelo posto da PRE na rodovia PR-280 o familiar relatou o fato aos policiais que logo em seguida abordaram o Gol e prenderam o suspeito que foi entregue na delegacia da Polícia Civil de Palmas pela acusação de estupro e por estar de posse de veículo furtado.
A adolescente foi encaminhada ao Pronto Atendimento para exames preliminares.
Fonte PPNEWS



Bebê morre a caminho de hospital após parto feito pelo pai em ambulância sem médico.


Um bebê morreu logo após nascer em uma ambulância sem médico no caminho entre Itaperuçu, na região metropolitana, e Curitiba. De acordo com a família, a situação aconteceu na madrugada de domingo (17) para segunda-feira (18) e o pequeno nasceu no colo do pai, que era a única pessoa dentro do veículo, além da mãe e do motorista. O transporte para a capital aconteceu após o Hospital de Itaperuçu alegar que não teria como atender a grávida de oito meses e duas semanas.
À Banda B, o pai Pedro Batista explicou que a esposa começou a sentir dores por volta das 23h40 de domingo, o que fez o casal procurar por ajuda médica. “Eu a levei até o hospital e lá tivemos dificuldade até para que a porta fosse aberta. Preenchemos uma ficha e ficamos no aguardo do atendimento. Após um tempo, nós dois fomos chamados e entramos em uma sala com a enfermeira e a recepcionista. Mas, como minha esposa estava sangrando, optaram por não fazer nenhum atendimento e informaram que deveríamos ir para Curitiba”, comentou.
Com a impossibilidade de atendimento, a enfermeira então solicitou a ambulância do município para o transporte. Segundo o relato dos familiares, a morte teria acontecido entre as ruas Mateus Leme e Nilo Peçanha, já na capital.
O caso foi relatado primeiramente pelo Jornal Rio Branco Notícias 

Primeiro filho

Batista contou à reportagem que esse seria o seu primeiro filho e que é difícil até de descrever o sentimento. “É revoltante e muito triste. O quarto dele estava pronto, com o berço e tudo mais. Já eram oito meses e duas semanas de gravidez, só restavam duas semanas para ele estar no meu colo. Dói muito e é triste saber que estamos abandonados. Isso pode acontecer a qualquer momento com outra família”, lamentou.
Até o momento, segundo o pai, a esposa ainda não conseguiu fazer nenhum procedimento para saber seu atual estado após a perda do filho.
O enterro do pequeno aconteceu na última segunda-feira (18).

Investigação


Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que está apurando o caso do bebê que nasceu prematuro e faleceu dentro da ambulância do município.
“Ao tomar conhecimento do fato, a Secretaria Municipal de Saúde imediatamente iniciou o processo de investigação, a fim de verificar o protocolo destes casos (quando há morte de recém-nascido), se houve o pré-natal e as analises periódicas, se foi seguidos às codificações emergenciais durante o atendimento no hospital e se foram acionados os atendimentos emergenciais no momento, todas as circunstancias devem e serão apuradas”, informou a administração municipal.
Fonte Banda B
Mãe tenta ajudar filha no banco de trás, perde controle do carro e morre ejetada na BR-277.


Um mulher de 30 anos morreu após ser ejetada para fora do carro na noite desta quarta-feira (20), no km 108 da BR-277, em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba. Ela estava acompanhada da filha de 7 meses, que sofreu apenas escoriações no banco traseiro.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o local era uma reta e a pista estava seca. A mãe recebeu atendimento do resgate da CCR rodonorte durante cinquenta minutos, mas morreu no local. Ela não utilizava cinto de segurança.
Segundo o sogro da vítima, Irênio, o atendimento do Samu demorou para chegar ao acidente. “Demorou quase duas horas para eles chegarem aqui. É um absurdo, uma falta de respeito com o ser humano”, disse.
Bastante assustada, a criança foi atendida pelas equipes médicas. A PRF acredita que a mãe tenha se soltado do cinto para atender a criança e perdeu o controle do carro, que capotou e saiu da pista.
O corpo será encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba.
Fonte Banda B
Motorista morre em tombamento de caminhão na BR-277 em Nova Laranjeira.


Um caminhoneiro morreu na noite desta quarta-feira (20) após o tombamento do veículo na altura do km 482 da BR-277, em Nova Laranjeiras (PR).
O fato ocorreu em uma curva da rodovia, na localidade conhecida como Serra da União, próximo da Reserva Indígena.
Equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal), EcoCataratas e IML (Instituto Médico Legal) foram mobilizadas.
O caminhão contêiner estava carregado com carne de frango e a carga foi saqueada pelo indígenas.
O motorista, que morreu no local do acidente, era morador de Nova Laranjeiras.
O veículo ficou bastante danificado.

A equipe do IML de Cascavel fez o recolhimento do corpo, que passará pelos exames e posteriormente ficará à disposição da família.
Fonte CGN
Motociclista morre após sair da rodovia em Marechal Cândido Rondon.


Uma mulher de 40 anos de idade morreu em um acidente de trânsito registrado na rodovia que liga Marechal Cândido Rondon a Margarida.
Segundo informações, a vítima ocupava uma motocicleta Yamaha Factor e seguia em direção ao distrito rondonense.
Próximo à entrada da Linha Concórdia, ela perdeu o controle da direção, saiu da pista e sofreu queda em uma plantação de milho as margens da rodovia.
A Polícia Militar esteve no local, juntamente com a Polícia Civil e o IML.
Há suspeitas de que o acidente tenha acontecido ainda durante a noite de ontem ou madrugada de hoje.
As circunstâncias do acidente ainda são desconhecidas.
Fonte CGN
Deputado defende fim da aposentadoria de ex-governadores que já recebem R$ 30 mil por mês.

Resultado de imagem para Homero Marchese (PROS)

O deputado Homero Marchese (PROS), relator da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que pretende acabar com o pagamento de aposentadoria especial a ex-governadores do estado, defendeu o fim da aposentadoria do benefício que hoje é pago a 12 ex-governadores, viúvas ou dependentes, e sustentou a base legal de seu parecer.
A proposta, apresentada pelo Governo do Estado e aprovada na reunião desta quarta-feira (20) da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), prevê a suspensão da pensão apenas para os próximos governadores.
De acordo com Marchese, não se trata de um direito adquirido porque não há previsão constitucional para este efeito desde 1988. “Nunca houve direito, é um pagamento indevido. Hoje 12 indivíduos recebem este subsídio, alguns por terem ocupados a Chefia do Executivo por meses, com valores superiores a R$30 mil mensais”, explicou. “A Constituição não autoriza o pagamento a quem não presta serviço ou não trabalha para o Estado, assim como a quem não contribuiu com benefício previdenciário”, justificou.
Pela manhã, em uma audiência pública promovida pela CCJ,  presidida pelo deputado Delegado Francischini (PSL), especialistas em direito apresentaram suas impressões sobre a extinção do benefício, a fim de embasar posições sobre a proposta.
De acordo com Francischini, a audiência foi marcada pela necessidade de expor à sociedade o debate do tema, tido como polêmico visto o momento em que se discute nacionalmente o sistema previdenciário. “O objetivo é demonstrar o apoio ou não da população e entidades representativas a projetos importantes. Esta PEC dá exemplo, já que em Brasília teremos a Reforma da Previdência, em que todos os brasileiros terão que dar sua contribuição”, afirmou.
Representando a Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB-PR), o presidente da Comissão de Acompanhamento Legislativo do órgão, advogado Emerson Fukushima, destacou aspectos técnicos que sob sua ótica justificam o fim da continuidade da concessão das aposentadorias aos ex-Chefes do Poder Executivo. De acordo com ele, desde 2011 já há uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) sobre o tema. “Questionamos o parágrafo 5º do artigo 85 da Constituição Estadual que criou esta situação de pagamento dos subsídios”. Segundo o advogado, não existe amparo jurídico que sustente a vantagem aos ex-governadores. “Todos os princípios constitucionais a repelem, não pode haver dispêndio público sem causa, não se pode receber sem contraprestação de serviço atual”, explicou.
Fukushima afirmou ainda que entende que “uma vez cessados os mandatos, desliga-se de uma vez a função pública, sem direito a qualquer estipêndio, bem como qualquer aposentadoria”. O advogado louvou a iniciativa do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) em encaminhar a PEC à Assembleia Legislativa.
O advogado Leo de Almeida, especialista em direito previdenciário e direito administrativo, explicou aos parlamentares que seu posicionamento contrário à manutenção do subsidio mensal aos ex-governadores se baseia na ADI 4545, proposta pelo Conselho Federal da OAB, em análise no Supremo Tribunal Federal (STF). “Por uma quebra de princípios que existem no ordenamento jurídico do Brasil: princípio da igualdade, equilíbrio do custeio da Previdência Social, falta de detenção de mandato eletivo, impossibilidade da acumulação, dentre outros que estão previstos na Constituição Federal de 1988”, explicou. “Em ações julgadas pelo STF sobre casos do Sergipe e Rio de Janeiro, houve entendimento unanime a inconstitucionalidade das aposentadorias”, afirmou. “Sou favorável à PEC do Poder Executivo, que revoga o dispositivo, porque ele é inconstitucional e não persiste na Constituição Federal nem para ex-presidentes”, destacou o advogado.

Trâmite

Após a discussão da constitucionalidade da PEC na CCJ, uma nova comissão especial será aberta na Assembleia para discutir novas emendas para a proposta. Assim que for aprovada nesta nova comissão, a matéria vai para votação em plenário por todos os deputados.
Fonte Banda B

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.