Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sexta-feira, 8 de março de 2019

08/03/2019 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Cantor de forró é atingido no rosto por latinha em show e sangra boca e nariz. Veja o vídeo.


cantor de forró e vaqueiro Mano Walter foi atingido por uma latinha cheia de cerveja enquanto fazia um show em Imperatriz (MA) na última terça-feira (5). Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento exato em que alguém da plateia joga a latinha no rosto do cantor (Veja abaixo). As imagens revoltaram os fãs do artista.
Procurado pelo EXTRA, o empresário de Mano Walter contou que a a boca e o nariz do cantor sangraram com o impacto da latinha.
Fonte Banda B 



PM atende três ocorrências de violência doméstica na Região de Guarapuava.



Os casos de violência doméstica têm assustado a comunidade da Região de Guarapuava. De ontem para hoje (7), a Polícia Militar registrou mais três ocorrências, dessa vez em Irati, Prudentópolis e Inácio Martins. Em duas delas, a vítima era mulher.
INÁCIO MARTINS
Na noite dessa quarta (6), um homem foi preso por agredir o pai com uma lata de cerveja e depois ainda ameaçar que usaria um facão para matá-lo. A Polícia atendeu à denúncia feita pelo pai e foi até a casa onde moravam juntos. A vítima relatou que já havia sido agredido pelo mesmo filho uma vez, quando teve o dedo indicador da mão direita decepado com uma foice.
Os dois foram encaminhados ao hospital municipal de Inácio Martins, onde o pai, que estava ferido, recebeu atendimento médico. Pai e filho fizeram exame de lesões corporais e após os procedimentos, foram levados à Polícia Civil de Irati.
PRUDENTÓPOLIS 
Uma mulher de 31 anos denunciou as agressões frequentes do pai, de 64 anos à mãe de 59 anos, na Vila Iguaçu, em Prudentópolis. De acordo com a filha, na noite dessa quarta (6), o homem novamente agrediu a esposa, golpeando a mão da mulher com uma faca, e depois a ameaçando de morte.
A PM encaminhou a vítima ao pronto socorro e o autor foi levado à Delegacia da Polícia Civil.
IRATI
E também nesta quarta (6), uma mulher foi até a sede da Polícia Militar em Irati para denunciar a tentativa de estrangulamento por parte do marido. De acordo com a vítima, o homem agarrou seu pescoço e arranhou seus braços depois dela ter pedido a separação.
A mulher relatou ainda, que as agressões são recorrentes e ocorrem, principalmente, quando o marido está bêbado. A vítima foi orientada na e recebeu a medida protetiva prevista na Lei Maria da Penha.
Fonte RSN

Jovem põe veneno de rato em comida que seria consumida pela família.



Um jovem de 18 anos, identificado pelas iniciais R. S. P., foi preso pela Polícia Militar (PM) na tarde desta quarta-feira (6) na Vila Industrial, em Arapongas (PR), após tentar matar sua família envenenada. 
Segundo a mãe do rapaz, ele colocou veneno de rato na comida que seria consumida pela família.
A mulher foi até a sede da 7ª CIPM e relatou o caso. Segundo as informações, por volta das 5h da madrugada, o filho, que é usuário de drogas, chegou na casa alterado e discutindo com os pais. Já na manhã de hoje (6), por volta das 11h30, a família encontrou veneno de rato misturado com o macarrão, dentro da panela.
Conforme a mãe, foi seu filho R. S. P. quem colocou o veneno e o misturou com a comida. O alimento envenenado seria consumido por toda a família no horário do almoço.
Ainda de acordo com a mãe, seu filho deixou uma carta dizendo "tô saindo fora desse barraco 'véio', quando você morrer eu venho pegar minha parte da herança. É nóis p****, c******, toma cuidado”.
A equipe ROTAM da Polícia Militar foi até o endereço, na Rua Corrupião, e prendeu R. S. P. 
Segundo a equipe, no momento da prisão o rapaz estava dormindo, com as malas prontas para ir embora. O indivíduo foi, então, encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Arapongas.
As informações são do site Fato Atual.

Polícia procura por maníaco incendiário em Vera Cruz do Oeste.



A Polícia de Vera Cruz do Oeste está atrás de um "maníaco incendiário", que nos últimos 20 dias, pode ser o responsável por pelo menos seis ataques à veículos e residências.
Todos os incêndios foram registrados durante a madrugada, entre as 2h e as 4h30m, quase todos no Bairro Jardim Bandeirantes, e ninguém nunca percebeu a ação do incendiário, visto que a polícia não recebeu nenhuma denúncia até o momento.
Nas situações em que a Polícia Militar e o caminhão pipa da prefeitura foram acionados, foram registrados incêndios em duas residências, dois caminhões e dois veículos. O último ataque ocorreu na noite de ontem (06), onde um veículo foi incendiado.
No dia 03, um residência no Bairro Jardim Bandeirantes foi incendiada durante a madrugada. A casa ficou totalmente destruída e não havia ninguém no imóvel no momento do incêndio. O fogo foi controlado com a ajuda do caminhão pipa da prefeitura, evitando que outras casas ao lado fossem atingidas.
Na madrugada do dia 05, um caminhão graneleiro que estava estacionado no pátio de uma oficina foi incendiado, e populares conseguiram controlar o fogo com extintores de incêndio, evitando prejuízo maior.
De acordo com a PM, o autor dos ataques, faz uso de gasolina ou algum líquido inflamável para incendiar os veículos e residências. A Polícia Militar pede que a população faça denúncias caso perceba alguma movimentação suspeita durante a noite ou madruga, para que o responsável seja identificado e preso.
AS denúncias podem ser feitas de forma anônima, bastando ligar gratuitamente para o telefone 190 da Polícia Militar.
Informações são do site GUIA MEDIANEIRA.

Universitária é estuprada pelo cunhado e queimada viva pelo namorado em São Paulo.

Universitária é estuprada pelo cunhado e queimada viva pelo namorado em São Paulo

Uma jovem estudante, que não tinha o costume de ingerir bebidas alcoólicas, estava aproveitando o Carnaval em Franco da Rocha, na Grande São Paulo, ao lado do namorado, quando passou mal e teve que ser levada desacordada para um quarto. Enquanto dormia, Isabela Miranda de Oliveira foi estuprada pelo próprio cunhado. Ao flagrar a cena, o namorado da vítima a espancou e ainda ateou fogo nela, causando sua morte.

A morte violenta de Isabela aconteceu durante um churrasco. A jovem de 19 anos participava de uma brincadeira que envolvia bebidas alcoólicas e, mesmo sem ter o costume de beber, participou do jogo, por se sentir segura ao lado do namorado. No entanto, ela não sabia que a reação do namorado, ao vê-la vulnerável e sendo estuprada, seria de tamanha violência.

Isabela estudava Administração de Empresas e namorava Willian Felipe Alves, um jovem de 21 anos. Segundo testemunhas, a universitária passou tão mal que precisou ser levada ao banho por amigas e, mais tarde, foi deixada em uma cama, no andar superior da casa, dormindo, para se recuperar.

Enquanto a festa continuava no andar de baixo da casa, o cunhado – que é noivo da irmã de Willian – foi até o quarto para abusar da jovem. Quando Willian chegou ao quarto, encontrou o cunhado nu sobre a sua namorada inconsciente e reagiu com violência. Ele espancou Isabela e ainda contou a ajuda da irmã para agredir tanto o cunhado, quanto a vítima de estupro.

Ouvindo as agressões, outras pessoas que participavam do churrasco interferiram, resgatando a universitária do espancamento. Ela foi trancada em um banheiro para que Willian não a matasse, mas o namorado, furioso, colocou fogo em pedaços de plástico, empurrando-os para dentro do banheiro.

Sob o risco de morrer asfixiada, Isabela saiu do banheiro e, então, foi surpreendida por um colchão em chamas. A jovem chegou a ser socorrida para um hospital, mas teve 80% do corpo queimado e não resistiu aos ferimentos.
Willian Felipe Alves foi preso em flagrante ainda no local. Ele responderá por feminicídio. Já o cunhado, que não teve seu nome revelado, alega não lembrar do que aconteceu e responde pelo crime de estupro, mas em liberdade. A Polícia Civil de Franco da Rocha investiga o caso da jovem estuprada e morta violentamente no Carnaval. (Com Terra).


Família pede ajuda após sumiço de mulher e seu filho de 1 ano, em Ponta Grossa.


Uma mobilização nas redes sociais está sendo deflagrada por amigos e familiares de Fabiana Gregio de 41 anos. O objetivo é encontrar informações sobre seu paradeiro. A mulher desapareceu no último final de semana, em circunstâncias misteriosas. O filho dela de apenas 1 ano também está desaparecido.

Pessoas próximas a Fabiana procuraram a redação do Portal aRede na tarde desta quinta-feira solicitando a ajuda para localizá-la. Segundo afirmam, Fabiana reside num apartamento no bairro da Ronda. O sindico arrombou a porta do imóvel no sábado, confirmando o sumiço.
As autoridades policiais de Ponta Grossa já foram notificadas sobre o caso e realizam investigações para encontrar a mãe e a criança. Fabiana Gregio se formou recentemente em Direito na UniSecal e também foi estagiária da Prefeitura de Castro. A família dela reside em Pelotas no Rio Grande do Sul. Informações sobre mãe e filho devem ser comunicadas pelos números 42 99914-7679, 42 99960-9578 ou pelo disque denúncia 181.
Fonte Banda B
Boatos de reconciliação de Débora Nascimento com José Loreto fazem atriz ser atacada nas redes.


Parece que o que muitos não previram irá acontecer na novela da vida real entre José Loreto e Débora Nascimento! Eles estão cada vez mais próximos de reatarem o casamento deles, tudo por um motivo maior que os une, Bella, a filha do (ex) casal.

Segundo informações da jornalista Fabiola Reipert do quadro Hora da Venenosa da Record, o ator que interpreta Júnior na novela O Sétimo Guardião estaria completamente arrependido e está tentando ter uma conversa séria com a ex-mulher.
Uma fonte disse a jornalista que apesar de todo o circo que foi criado, Débora Nascimento ainda é muito apaixonada por Loreto e essa não foi a primeira vez que eles terminaram. Por razões desconhecidas já que tudo ficou abafado na ocasião, Débora já perdoou José e eles voltaram, porém o que dizem é que se ela decidir reatar o casamento fará diversas exigências ao ex.
Diante dessa possível volta, Débora Nascimento foi muito atacada por internautas que não torcem para o casal regressar. As reações são diversas: “Cachorrada desse casal, fizeram a marina levar a culpa para depois voltarem. Ranço desses dois!”, “Palhaça, quando vão pedir perdão a Marina Ruy Barbosa?”, “Se eu fosse a Débora não voltaria. Se o cara vacilou uma vez, vai vacilar quantas vezes quiser!”, “O José Loreto fez merda, quase destruiu o casamento de Marina Ruy Barbosa, agora final feliz para o casal, Marina merecia um pedido de desculpas. Mau-caráter”, “Palhaçada!”, “Cachorrada”, “Uma vez traída, sempre traída”, escreveram.
“Pouca vergonha. Faz um bafafá desses depois volta com o rabinho entre as pernas”, “José e Débora se merecem mesmo”, “Muito burra”, “Sempre corna”, “Essa atriz fazendo o papel de trouxa”, se manifestaram. XIII.
Fonte Banda B



Dia da Mulher tem marcha, poesia e caminhada.


O Dia Internacional da Mulher, comemorado hoje, tem diversas ações em Curitiba para marcar a data. Na programação há a tradicional Marcha das Mulheres na região Central de Curitiba, Slam das Gurias na Praça Santos Andrade e nove caminhadas que se encontrarão na Praça Afonso Botelho, no Água Verde.

O principal evento é a Marcha das Mulheres Trabalhadoras de Curitiba e Região, que costuma reunir centenas e até milhares de pessoas. Neste ano, o evento deve ocupar a Praça Santos Andrade das 12 até as 20 horas, com manifestações ao longo do dia.
O evento começa às 12 horas, com o Ato 1, o Slam das Gurias, que farão da poesia uma ferramenta para conscientizar e mostrar às mulheres sua força. Às 16 horas, inicia-se a concentração da manifestação, também na Praça Santos Andrade, e às 16h30 é a vez de as mulheres indígenas ampliarem sua voz ao propor reflexões sobre sua terra, luta e cultura.
De 18 horas até 18h30, acontece o Ato 2, das mulheres trabalhadoras com protestos trabalhsitas, como a reforma da previdência, salários igualitários e reforma trabalhista. O horário de saída da Marcha é às 18h30 e o Ato 3 acontecerá na esquina das Marechais, com as mulheres negras, às 19 horas.
Da esquina das marechais, a manifestação segue para a Boca Maldita, onde termina às 20 horas com o Ato 4 – Mulheres unidas desarmam a opressão, abordando temas como aborto legal, violência doméstica, feminicídio, entre outros.
Caminhada
O dia também terá eventos oficiais. A Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude e da Assessoria de Direitos Humanos e Políticas para Mulher, preparou uma série de caminhadas simultâneas para colocar as curitibanas em movimento. São nove caminhadas programadas para a manhã partindo de nove pontos da cidade e que se encontrarão simultaneamente na Praça Afonso Botelho às 10 horas. No local as mulheres serão recebidas com atividades recreativas e de lazer.

Delegacia se muda para a Casa da Mulher Brasileira

A estrutura da Delegacia da Mulher de Curitiba – atualmente no Alto da Glória, próximo ao Colégio Estadual do Paraná (CEP) – deve migrar na próxima terça-feira para a Casa da Mulher Brasileira, no Cabral. Em abril 2017, a casa passou a contar com um núcleo da delegacia, mas a mudança completa não foi feita por falta de espaço adequado.
“A gente teve alguns entraves internos, burocráticos e estruturais, porque o espaço foi pensado e estruturado, mas não para receber uma delegacia, que tem algumas particularidades, de carceragem, de atendimento e mais. Desde o início nossa ida não aconteceu porque não havia autorização para fazer alterações internas para que a gente conseguisse adaptar o trabalho daqui a ser realizado lá. Com essa nova gestão e mudança de governo, isso foi possível e estamos terminando as obras. No dia 12 de março, a partir das 8 horas da manhã, o atendimento vai ser feito integralmente na Casa da Mulher Brasileira”, anuncia a delegada Eliete Kovalhukm.
A necessidade de uma carceragem seria um dos principais motivos do atraso. “Temos, até porque somos uma delegacia e a gente autua os agressores em flagrante, mas é uma carceragem que a gente pretende que seja de passagem. A partir do momento em que o flagrante é concluído, a gente encaminha ao Judiciário, acontece a custódia, e o que a gente quer é que o preso fique só até a formalização do flagrante”, afirma.
A Delegacia da Mulher, dentro da Casa da Mulher, vai funcionar 24 horas, de domingo a domingo, como já é na sede do Alto Glória, que será desativada. A casa fica na Avenida Paraná, 870, no Cabral.
Além do atendimento na unidade da delegacia, a casa oferece apoio psicossocial — com assistentes sociais e psicólogas —, Defensoria Pública, Juizado de Violência Doméstica e Familiar, Ministério Público, Patrulha Maria da Penha e alojamento de passagem. Há ainda uma área de lazer, para as crianças das vítimas.
Desde 2017
A Casa da Mulher Brasileira (CMB) de Curitiba, referência no acolhimento às mulheres vítimas de violência, já fez 29 mil atendimentos, desde sua inauguração, em junho de 2016, até odia de ontem, véspera do Dia Internacional da Mulher. Todas que procuraram a Casa são mulheres que sofreram algum tipo de violência, seja física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral. Na Casa da Mulher Brasileira elas encontraram serviços integrados e a possibilidade de se libertar do ciclo de violência.

As informações são do site Bem Paraná.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.