Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sábado, 20 de abril de 2019

20/04/2019 *--* Matérias Atualizadas !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Deputado Ênio Verri da 150 mil para agricultura através do ex. Vice Prefeito Oscar Delgado. Estrela do Oeste sera benificiada.



O Ex. Vice Prefeito, Oscar Delgado, Reivindicou ao Deputado Federal Ênio Verri, 150 mil para o município o qual será comprado um trator, uma carreta basculante e uma ensiladeira, para atender o assentamento Estrela do Oeste.


Seis presos fogem da cadeia de União da Vitória.


Uma fuga na cadeia de União da Vitória mobiliza a polícia neste sábado (20). Seis presos cavaram um túnel com ligação de uma das celas ao pátio externo, com cerca de 60 centímetros de largura e vários metros de comprimento, até a abertura na rua.

Para a fuga eles teriam obrigado um taxista a ajudá-los. Eles foram levados à região da Uniguaçu. A polícia localizou o carro no bairro Limeira. O motorista foi levado até a 4ª Subdivisão Policial, prestou depoimento e foi liberado .Ele disse que foi forçado a dar apoio aos presos.

Dos seis fugitivos, dois já foram recapturados: Adriano da Luz Santos e Cristiano Maciel. Já os quatro que continuam foragidos são: Cleverson Rodrigues da Luz, de 23 anos, natural de União da Vitória; Douglas Felipe Alves “Goga”, de 24 anos, natural de Porto União, Ronaldo dos Santos e Mailon Felipe de Souza, de 23 anos, natural de General Carneiro.




Feminicídio: PM mata ex-esposa e comete suicídio em Paranaguá.


Um sargento da Polícia Militar (PM-PR) matou a ex-esposa a tiros, no bairro Jardim Figueira, em Paranaguá, e depois cometeu suicídio. O feminicídio foi registrado na manhã deste sábado (20).
O policial militar reformado, de 48 anos, foi até a casa da ex-mulher de 28 e atirou contra ela. De acordo com informações da polícia civil, três filhos do casal estariam na casa no momento do crime. Segundo informações preliminares as divergências entre o casal eram por conta dos filhos.
Depois de matar a ex-esposa, o sargento foi para sua residência, no bairro Porto dos Padres, também em Paranaguá e tirou a própria vida.
Viaturas foram deslocadas para o local e o Corpo de Bombeiros também foi acionado, pouco depois das 8h, quando foi constatada a morte da mulher.
A polícia civil de Paranaguá está investigando o caso.
Fonte Paraná Portal

Brasileira do basquete que vendeu prata olímpica pelo filho pede ajuda ao governo.


Em 2016, a ex-jogadora de basquete Claudia Pastor iniciou uma campanha nas redes sociais para conseguir recursos para o tratamento de seu filho, Maurílio. O problema eram crises diárias em que quase perdia a consciência e não sabia onde estava. Ela decidiu leiloar a medalha de prata que havia conquista nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996, ao lado de Paula e Hortência.
Arrecadou R$ 35 mil, contou com a ajuda de amigos – esportistas e anônimos – e conseguiu os cerca de R$ 100 mil que precisava para a cirurgia na França. Aos 16 anos, o menino está praticamente curado. Claudia se tornou aluna de Direito e quer desenvolver um projeto de assistência jurídica para famílias que precisam de tratamento médico no exterior.
Resumidamente, essa é a trajetória recente dessa ex-pivô de 47 anos, sorridente e que disfarça a altura de 1,90m sempre com sapatos rasteiros. Mas alguns detalhes da história merecem mais atenção. O primeiro é a doença de Maurílio.
Durante anos, o garoto passou por médicos, psicólogos, neurologistas e psiquiatras. Nenhum dele soube dizer a origem das crises. A resposta veio da Unicamp. O nome correto da doença é Hamartona Hipotalâmico. É um tumor benigno no hipotálamo, uma das mais importantes estruturas do sistema nervoso central e responsável pelo controle das emoções e comportamento. Desde pequeno, o menino sentia um mal-estar, rigidez muscular e confusão no raciocínio. Isso acontecia umas três vezes por dia. “Não sentia nenhuma dor, mas perdia minha consciência e perguntava: ‘mãe, onde estou?’”, diz o adolescente.
Artur Malzyner, oncologista e consultor científico da Clínica de Oncologia Médica (Clinonco), explica que a doença é rara e pode ser tratada clinicamente. “A cirurgia é delicada, pois envolve uma área de difícil acesso no cérebro”, explica o especialista. “Depois da cirurgia, eu me sinto uma pessoa normal. Antes, não andava sozinho e tinha medo de acontecer alguma coisa”, diz Maurílio.
A MEDALHA QUE SE FOI – Cláudia Pastor não tinha recursos financeiros para a cirurgia, que deveria ser realizada na França Em 2016, o país era um dos poucos que oferecia a cirurgia robótica, ideal para corrigir o tumor em um local delicado como o hipotálamo.
Para custear a viagem, ela fez um leilão da medalha de prata que havia conquistado na Olimpíada de 1996. “A medalha foi arrematada por R$ 35 mil. Mas o valor agregado por ela foi muito maior que esse, pois as pessoas se envolveram e se sensibilizaram”, conta.
Claudia conseguiu R$ 100 mil necessários para a cirurgia. “Não sinto falta da medalha. Eu fiz o que tinha de fazer. Não me arrependo Faria novamente”, conta a ex-atleta.
RETRIBUIÇÃO – Após a cura do filho, Claudia voltou a estudar. Hoje, ela está no terceiro ano de Direito do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal), no câmpus Americana. Um de seus projetos pretende retribuir, de certa forma, o apoio que teve para a cirurgia de Maurílio.
Com a ajuda da universidade, ela vai desenvolver um projeto para que tratamentos médicos no exterior, como esse que ela vivenciou com o filho, possam ser garantidos e custeados pelo Estado. Hoje, as ações que pedem reembolso ou ajuda do poder público não conseguem êxito. “Essa é uma área nova no Brasil. Devemos começar o projeto no ano que vem”, planeja o professor Flávio Rossi, coordenador da Pós-graduação MBA Gestão em Americana.
Fonte Banda B

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.