Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sexta-feira, 28 de junho de 2019

28/06/2019 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Nota de Falecimento !!!


É COM MUITO PESAR QUE COMUNICAMOS O FALECIMENTO DE ANTONIO CALIXTO, AOS 70 ANOS OCORRIDO EM 28 DE JUNHO DE 2019 EM SUA RESIDÊNCIA NA COMUNIDADE DE POUSO ALEGRE EM SANTA MARIA DO OESTE/PR.


AQUELES QUE DESEJAM PRESTAR AS ÚLTIMAS CONDOLÊNCIAS, SEU CORPO ESTÁ SENDO VELADO, EM SUA RESIDÊNCIA NA COMUNIDADE DE POUSO ALEGRE - SANTA MARIA DO OESTE/PR.


E SEU SEPULTAMENTO SERÁ DESIGNADO PELA FAMÍLIA.


O BLOG DO BETO DESEJA OS NOSSOS MAIS SINCEROS SENTIMENTOS A TODA A FAMILIA ENLUTADA !!!



Acidente deixa uma Pessoa Morta na PR - 466.


No dia 27 jun. 19, chegou ao conhecimento da equipe uma colisão do tipo Auto x Moto com vítima fatal na Rodovia PR 466, que dá acesso a Linha Esperança, área rural. No local constatou que veículo Fiat Uno, condutor, 41 anos e a motocicleta sem placas, baixada pelo Detran, condutor, 49 anos o qual veio a óbito no local, fato este constatado pelo BM que se fez presente na situação. A equipe isolou o local até a chegada da Criminalística, IML, PC sendo a situação repassada para os órgãos competentes. Sendo ambos os veículos recolhidos e as partes orientadas quanto a demais procedimentos.

Fonte: Polícia Militar.



Idosa de 84 anos se feriu em frente ao banco após funcionário se recusar a realizar atendimento.

 Idosa de 84 anos se feriu em frente ao banco após funcionário se recusar a realizar atendimento

Uma idosa de 84 anos se machucou durante uma tentativa de atendimento em uma agência bancária em Londrina, no norte do Paraná, para realizar a prova de vida exigida pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

O procedimento é obrigatório para que a idosa continue recebendo uma pensão. O acidente ocorreu na quarta-feira (26)

Joelma de Souza Carvalho, a filha da vítima, registrou Boletim de Ocorrência por lesão corporal depois do acidente com a mãe. Joelma conta que um funcionário, que se apresentou como gerente, se recusou a ir até o estacionamento, localizado perto da agência do banco Itaú do calçadão, para encontrar a mãe, dona Lázara Maria de Souza, de 84 anos.

A idosa caiu de uma cadeira de rodas quando estava a caminho da agência. Lázara teve ferimentos no rosto e fratura no ombro. A filha, que empurrava a cadeira, se emociona ao lembrar do acidente.

"Isso não pode ficar impune. Não sabemos com quantas pessoas isso já aconteceu. Se não tomarmos uma providência, isso pode acontecer com outras pessoas também. É uma questão de humanidade", diz a agricultora, Joelma de Souza Carvalho.

Joelma diz que a única atitude do funcionário foi oferecer a cadeira de rodas.

"Estava frio, chovendo, o que poderia agravar a saúde dela. Perguntei se ele poderia ir comigo, ele falou que não e que não dava para designar ninguém. Peguei a cadeiras de rodas, levei até o estacionamento, e foi quando a cadeira tombou", explicou a filha da dona Lázara.

Antes de chegar na agência do calçadão, localizada na região central, a família tinha levado dona Lázara a outro banco, onde a prova de vida foi feita do jeito mais fácil, dentro do carro. Segundo a filha, só depois que a idosa caiu é que o funcionário se ofereceu pra fazer o procedimento.

Fonte: G1 e Portal Cantu.



Ampére: Jovem de 23 anos morre em colisão entre caminhonete e ônibus.


O acidente ocorreu no início da madrugada desta sexta-feira (28) por volta de 00h05 na rodovia PR-182 em Ampére sentido a Realeza, envolvendo uma camionete Fiat/Strada e um ônibus Mercedes-Benz Marcopolo.

O condutor da Strada morador em Santa Izabel do Oeste, morreu no local. No ônibus estavam o motorista e 22 passageiros, ninguém se feriu. 

Após a perícia da Criminalística o corpo do jovem foi removido ao IML de Francisco Beltrão. 

Atenderam o acidente Samu de Realeza, Corpo de Bombeiros de Ampére, Polícia Rodoviária Estadual.

Fonte: PP NEWS, com Informações Rádio Ampére e Corpo de Bombeiros.



Veículo pega fogo na BR-163, em Toledo.


Um veículo Ford/Fiesta de cor branca placas de Toledo pegou fogo na manhã desta sexta (28). O incêndio ocorreu próximo ao trevo de acesso a comunidade Dois Irmãos.
A condutora não se feriu, a equipe da PRF foi acionada e ao chegar ao local o fogo já haviam tomado conta do veículo.
O Corpo de Bombeiros de Marechal Candido Rondon prestou apoio para conter as chamas.
Fonte: CGN.



Neymar ficou com herdeira bilionária em festa de amigo, diz jornal.


Neymar foi flagrado aos beijos com uma moça, em um vídeo que passou a circular nas redes sociais, na última quarta-feira (26). A jovem em questão seria a herdeira milionária Isabela Leonetti.
De acordo com o jornal “Extra”, a família da moça é dona de uma empresa de cartões de crédito avaliada em R$ 8 bilhões.
Os dois já se conhecem há algum tempo, e a paquera já vinha acontecendo, entretanto, apenas agora rolou algo mais entre os dois.
Vale lembrar que a carioca Nathália Felix foi apontada como a mulher que o craque aparece beijando no vídeo. Entretanto, Neymar fez questão de desmentir as especulações.
Fonte E FOTOS: MSN.




Governador Ratinho Júnior sanciona lei de autoria da Deputada Estadual Cristina Silvestri que cria o Dia de Combate ao Feminicídio.


Agora, parlamentar organiza com gestoras municipais ações que serão realizadas no Dia 22 de Julho, data de conscientização sobre o tema

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior sancionou a Lei 19.873/2019, de autoria da deputada estadual Cristina Silvestri, que implanta no Paraná o Dia de Combate ao Feminicídio. A data escolhida como ‘Dia D’ foi 22 de julho, em lembrança a data da morte da advogada guarapuavana Tatiane Spitzner, que acendeu, em todo o Brasil e até em outros países, o debate sobre a violência contra a mulher.

“Queremos garantir um dia de luta em que a sociedade e as instâncias públicas possam se reunir em torno de ações, de conferências de políticas de combate ao feminicídio”, explica a parlamentar.

Desde que a lei foi aprovada na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) na semana passada, a deputada Cristina, que também é autora da lei Botão do Pânico, vem solicitando a lideranças dos 399 municípios do Paraná ações de conscientização que possam ser realizadas simultaneamente no Estado em 22 de julho.

Nesta quinta feira (28), em Curitiba, Cristina realizou uma reunião com gestoras municipais para alinhar algumas destas ações sobre o combate ao feminicídio.

“Cada município tem a liberdade de fazer uma ação diferente, mas todas convertem no mesmo tema. Já estão sendo organizadas, por exemplo, exposições, passeatas, distribuição de materiais impressos, blitz, palestras, enfim. O importante é que o município que aderir a este movimento articule uma ação que possa, de alguma maneira, atingir as pessoas, mulheres e homens”, completa a parlamentar.

Estiveram na reunião as secretárias de políticas para as mulheres Priscila Schran, de Guarapuava, Larissa Ribeiro da Silva, de Toledo, Denise Canesin, de Apucarana, e Cláudia Palomares, de Maringá. Também participam deste grupo de ações outros municípios, como Curitiba, Londrina, Fazenda Rio Grande, Campina Grande do Sul, Mangueirinha e instituições como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).


URGÊNCIA DE DEBATE

Números recentes indicam a urgência de se debater e criar cada vez mais ações de combate à violência contra mulheres e, principalmente, contra o feminicídio. Segundo números do Monitor da Violência, levantamento realizado pelo G1, Núcleo de Estudos da Violência da USP e Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2018 ocorreram 1.173 casos em que mulheres foram mortas em crimes de ódio motivados pela condição de gênero. Em 2017 esse número foi de 1.047 casos. A pesquisa foi feita com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Exclusivamente no Paraná, números da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (SESP-PR) e publicados pelo G1 dão conta que, também no ano passado, o número de casos de feminicídio foi de 61. No ano anterior, em 2017, foram registrados 41 casos.

“Infelizmente os estudos de diversos marcadores indicam um aumento deste tipo de crime. Então mais que nunca é importante que o poder público se envolva e incentive a conscientização sobre este bárbaro crime. A educação é o caminho que precisa ser seguido para que as mulheres consigam se libertar dos seus agressores e para que os homens se tornem menos violentos”, frisa a parlamentar, que recentemente apresentou ao Governo do Estado o programa Maria da Penha nas Escolas, desenvolvido pela Universidade Estadual do Centro-Oeste e Prefeitura de Guarapuava, e que trabalha, justamente, a educação de crianças de escolas municipais sobre este tema.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Gabinete Deputada Estadual Cristina Silvestri.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.