Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

quarta-feira, 18 de setembro de 2019

18/09/2019 *--* Deus é Fiel !!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.


Grávida morre após ter AVC na porta da igreja, minutos antes de subir ao altar, em São Paulo. Mas Sophia se salva entenda o caso.


Casar e ser mãe, esse era o sonho da enfermeira Jéssica Victor Guedes, 30 anos. Quando engravidou do noivo, o tenente Gonçalves, ambos de São Paulo, eles decidiram realizar a cerimônia de casamento, antes de a filha, Sophia, nascer. Segundo a Tentente Mariana, da Seção de Comunicação Social do 46 Batalhão da Polícia Militar, no último sábado (14 de setembro), enquanto se preparava para subir ao altar, Jéssica, grávida de 7 meses, começou a se sentir mal e acharam que era ansiedade por causa do casamento. Afinal, tinha chegado o grande dia. "No trajeto até a igreja, onde o noivo e os convidados a aguardavam para a cerimônia matrimonial, ela começou a se sentir mal novamente", conta Mariana.

"Eu fiquei preocupado porque estava esperando ela no altar e ela não entrava. Uma prima dela entrou correndo, pelo tapete, e me contou que ela tinha desmaiado. Eu tirei ela da limosine, comecei os primeiros socorros e pedi ajuda dos meus amigos bombeiros [ele foi bombeiro durante 7 anos] que estavam lá", disse o tenente Gonçalves em entrevista exclusiva a CRESCER. Ela foi levada a um hospital de SP que o convênio atendia, porém, devido à complexidade do caso, ele preferiu transferi-la para o Hospital e Maternidade Pro Matre Paulista (SP), que não faz parte da cobertura do seu convênio.

Jéssica teve um AVC hemorrágico, por conta de uma eclâmpsia, e também uma hemorragia interna que teve que retirar o útero. Já chegou à maternidade sem atividade cerebral. Segundo Mariana, a equipe realizou uma cesárea de emergência para salvar a vida da pequena Sophia, que nasceu de 29 semanas, pesando 1 kg. A bebê prematura está recebendo todos os cuidados na UTI Neonatal.
Como o casal gastou muito com o casamento e o tentente Gonçalves, na tentativa de salvar sua esposa e filha, decidiu levá-la ao hospital que não era coberto pelo seu convênio, amigos decidiram fazer uma vaquinha virtual para ajudar com os custos de internação e UTI, inclusive da pequena Sophia. O site para ajudar é www.vaquinha.com.br/vaquinha/tenente-goncalves.

Fonte: Globo.




Homem em Guarapuava da entrada em Hospital com queimaduras, lesão na face e sinais de Abuso sexual. Entenda o Caso !!!!




No dia 17 set. 19., às 5h40min, a equipe policial deslocou até o bairro Jardim das Américas, prestar atendimento de ocorrência do tipo apoio a outros órgãos. No local relata o solicitante funcionário do SAMU, que havia sido acionado para dar atendimento a uma situação de incêndio tentado, onde haveria uma vítima com queimaduras. Que chegando ao local, havia uma equipe do corpo de bombeiros que apagaram o incêndio da residência e informaram que a vítima tinha sido encaminhada até o Hospital. A equipe policial deslocou ao Hospital e entrou em contato com o médico de plantão, o qual informou que a vítima apresentava diversas queimaduras e ferimentos na face, bem como, sinais de violência e de abuso sexual. A vítima é um masculino de 57 anos que relatou a equipe policial que conhece o autor do fato mas não sabe informar o nome ou o endereço, apenas sabe que ele é catador de materiais recicláveis. Foram repassadas as informações do caso para a investigadora da polícia civil. Efetuado patrulhamento a fim de localizar o autor, porém sem êxito.

Fonte: Polícia Militar.


Homem é violentamente agredido e esfaqueado.

Homem é violentamente agredido e esfaqueado em Ibiporã

Um homem de 41 anos foi socorrido em estado grave em uma residência na Vila Esperança, em Ibiporã.

Segundo informações, três pessoas teriam invadido o imóvel da vítima o espancado violentamente com socos, pontapés e também pedaços de madeira. Se não bastasse os requintes de crueldade, o homem ainda foi esfaqueado e chegou a ficar inconsciente. 

El precisou ser levado pelo Samu ao Hospital Universitário de Londrina, em estado grave, correndo risco de morte.

Fonte: Cobra News.



Jovem é executado com tiro na cabeça Telêmaco Borba.

Jovem é executado com tiro na cabeça Telêmaco Borba

Um jovem foi executado na noite desta terça-feira (17) no município de Telêmaco Borba, cidade na região dos Campos Gerais. O crime foi registrado por volta das 20h30 na esquina das ruas Harmonia e Uvaranal, no bairro Área 2. A vítima foi executada com um tiro na cabeça - o disparo teria sido feito com uma arma calibre 12.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionada para atender o rapaz, mas o jovem morreu ainda no local. A vítima foi identificada apenas como L.H.S.A e o corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa - até o começo da manhã desta quarta-feira (18) a identidade da vítima não havia sido revelada.

Equipes da Polícia Militar (PM) foram acionadas e o local foi isolado para a realização da perícia - o caso será investigado pela Polícia Civil. 

Fonte: A REDE.



Athleticano que perdeu a mão foi apenas ajudar a acender sinalizador; mãe fala do drama.

Logo após a fatalidade que fez o cozinheiro Wesley Pontes, de 38 anos, perder a mão na explosão de um sinalizador, na tarde de ontem no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, ‘justiceiros da internet’ sacramentaram: “Para que levar um sinalizador no aeroporto?”. “Deveria estar trabalhando”. Na verdade, o cozinheiro estava no horário de folga e o objeto não era dele, apenas foi ajudar outro torcedor a acendê-lo.
(Foto: Reprodução)

A informação foi dada pela mãe de Wesley, Ana Maria Pontes, em entrevista à Banda B na manhã desta quarta-feira (18). “Ele não é de ficar soltando nada de foguete e tudo mais. Pediram um isqueiro para ele, porque estava fumando. Nem era dele o sinalizador. Ele perdeu a mão inteira, mas poderia ter sido no rosto, já que ele aproximou o objeto até a face”, contou a mãe à Banda B.
Athleticano fanático, Wesley mora em frente a Arena da Baixada e não tinha programado a ida ao aeroporto, recepcionar os atletas do Furacão no embarque para Porto Alegre, aonde nesta quarta-feira (18) o Furacão enfrenta o Internacional pela final da Copa do Brasil. “Ele não ia ao aeroporto, mas daí foi com amigos. Está bem agora no hospital, mas vai ter que passar por mais cirurgias. Eu acho que a ficha dele ainda não caiu, de que perdeu uma mão e como isso vai afetar a vida dele para sempre”, destacou Ana Maria.
Segundo a mãe, o cozinheiro completa 39 anos amanhã. A mãe lamentou que vídeos em que Wesley foi exposto tenham viralizado, além de comentários maldosos sobre quem não o conhecia. “Eu não gostei nenhum pouco disso. Fizeram piadinhas maldosas. É lamentável, mas agora é assim, tudo já colocam nas redes sociais”, criticou.

Ajuda

Confusão aconteceu no Afonso Pena (Reprodução)
Se teve gente que até piada fez, muitas outras querem ajudar. A torcedora do Internacional, rival do Athletico na final da Copa do Brasil, Bruna Sganzerla, conhece Wesley e passou a organizar uma vaquinha para arrecadar fundos para o tratamento que o cozinheiro terá que passar, que vai de cirurgias até a colocação de uma prótese. “Nessa hora a gente que é torcedor, o sentimento nos une em muita dor. É uma pessoa trabalhadora e que merece muito. Com certeza, toda a ajuda que está vindo é importante”, descreveu.
A mãe colorada tem um restaurante em Curitiba, na qual Wesley já trabalhou. “Ele é um cara muito batalhador, que ajuda os pais a sustentar a casa. É maravilhoso no que faz, seja como garçom ou cozinheiro. Trabalha em eventos e em bares. Ano passado, perdeu um irmão de forma trágica e os dois eram muito ligados”, disse.
A torcedora acredita que Wesley ficará mais alguns dias internado. “Pela gravidade, ele vai passar por mais cirurgias para receber alta. Espero que tudo aconteça de uma forma rápida, para ele estar de novo na ativa”, afirmou Bruna.
Para ajudar, os torcedores podem fazer um depósito na conta de mãe do Wesley. “Estamos recolhendo todos estes comprovantes para depois prestar contas. Qualquer ajuda é muito importante”, concluiu a colorada.
Para o depósito, segue os dados bancários da mãe do athleticano: Banco do Brasil, em nome de Ana Maria Pontes, Agência 1863-5, Conta Corrente 81.352-4.
Fonte: Banda B.


No último dia na PGR, Raquel Dodge contesta decisões de Bolsonaro.

No último dia na PGR, Raquel Dodge contesta decisões de Bolsonaro

No último dia do seu mandato, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou nesta terça-feira, 17, um parecer pedindo que o Supremo Tribunal Federal (STF) declare a inconstitucionalidade de seis decretos do governo Jair Bolsonaro que alteraram as regras de porte e posse de armas. Em outra frente, Raquel apresentou também três ações ao Supremo que contestam outras iniciativas do governo federal: o Escola sem Partido e mudanças promovidas nas composições dos conselhos nacionais do meio ambiente (Conama) e dos direitos da criança e adolescente (Conanda).

Nas últimas semanas, Raquel fez gestos de aproximação com o Palácio do Planalto, mas ainda assim Bolsonaro decidiu não reconduzir a procuradora-geral para mais dois anos de mandato. O presidente escolheu o subprocurador-geral da República Augusto Aras para suceder a Raquel no comando do Ministério Público Federal (MPF) - o nome de Aras ainda precisa ser aprovado pelo Senado.

No caso das alterações das regras de posse e porte de armas, por exemplo, Raquel afirmou que os decretos assinados pelo presidente Bolsonaro afrontam "o princípio da separação dos Poderes" e substituem o papel do Poder Legislativo "na tomada de decisão acerca da política pública sobre porte e posse de armas de fogo".

O parecer da procuradora foi encaminhado no âmbito de uma ação ajuizada pelo partido Rede Sustentabilidade em maio deste ano.

Liminar

Já na ação que mira o projeto Escola sem Partido - uma das bandeiras do presidente Jair Bolsonaro - Raquel pediu que o Supremo conceda imediatamente uma liminar para suspender qualquer ato do Poder Público "que autorize ou promova a realização de vigilância e censura da atividade docente com base em vedações genéricas e vagas à 'doutrinação' política e ideológica" e "à abordagem de questões relacionadas a gênero e sexualidade no ambiente escolar".

"Não será esterilizando o processo educativo à reflexão e ao embate ideológico que se obterão melhores resultados no desenvolvimento dos alunos", escreveu Raquel na ação encaminhada ao Supremo. "Entre a vedação apriorística de conteúdos e a liberdade de ensino, esta é preferível", completou. 

Fonte: O Estado de S. Paulo.















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.