Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

11/01/2019 Deus é Fiel !!!!!!!!!!

Leitor que está com celular Click Aqui para ler as notícias atualizadas do Blog do Beto.



Ultimas noticias desta terça - feira.

Prefeitura de Turvo decreta luto oficial pelo falecimento de servidor.



A Prefeitura de Turvo decretou luto oficial de três dias pela morte do servidor Jucenir Antonio Gresile, nessa quinta feira (10).
Jucenir era Agente de Saúde e por mais de 20 anos prestou serviços relevantes ao município, sempre com respeito e dedicação que contribuíram para o bem-estar da comunidade.

Três Barras - Filho é acusado de agredir a própria mãe.

Três Barras - Filho é acusado de agredir a própria mãe
Policiais militares lograram exito na prisão do acusado das agressões, na tarde de ontem dia 10, no localidade de Santo Izidoro.

Primeiramente deu entrada no ambulatório médico uma senhora identificada apenas como Vilma, ele tinha lesões nos joelhos, nas costas, e apresentava dificuldades para caminhar. Ele informou para a equipe médica que foi agredida a cerca de dois dias atrás pelo próprio filho e então resolveu procurar atendimento hospitalar.

Após a comunicação do fato a PM prendeu o filho acusado das agressões, sendo identificado com Everson Pedro Alves Marico.

O preso foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Catanduvas, sendo enquadrado pelo crime lesão corporal e foi instaurado um inquérito investigativo sobre o delito.


“Chuva de aranhas” também assusta moradores do Paraná; entenda o fenômeno.


Viralizou, ao longo desta semana, uma imagem que assustou internautas por todo o Brasil. Ela mostra uma “chuva de aranhas” no Sul de Minas Gerais, com dezenas delas aparentando flutuar pelo céu de Espírito Santo do Dourado. O fenômeno, porém, é comum em algumas áreas rurais do Brasil, incluindo o Norte Pioneiro do Paraná. No sábado (5), Denys Prado flagrou um desses acontecimentos no sítio de seu tio, em Salto do Itararé.
Em relato à Banda B nesta sexta-feira (11), Prado comentou que a região tem vários pontos com a formação das aranhas. “Chega a dar medo”, disse.
O medo é ocasionado pelos fios muito finos, que são difíceis de observar contra o sol. Segundo especialistas, o fenômeno é comum no cerrado brasileiro.
Doutor em zoologia e biólogo da Universidade Positivo, Rodolfo Corrêa de Barros explicou que o fenômeno é ocasionado pelo uso coletivo das teias pelas aranhas desta espécie. “Essa espécie tem uma teia bastante fina e transparente, então a gente não consegue vê-la, mas percebemos as aranhas, que podem ter até 2 centímetros de tamanho. Eventualmente, elas podem cair em cima das pessoas, por isso a curiosidade”, comentou.
Barros explica que as aranhas costumam tecer a teia no começo da noite para caçar insetos, mas desfazem pela manhã.
Para os humanos, o veneno não causa danos e já há estudos para usá-lo para tratamento de algumas doenças.

Decreto de posse de armas deve sair na segunda ou terça-feira, diz Onyx.


O ministro-chefe da Casa CivilOnyx Lorenzoni, declarou nesta sexta-feira, 11, que o decreto que flexibilizará a posse de armas deve sair no começo da próxima semana, na segunda ou na terça-feira. “Ainda está nos ajustes finais”, declarou após a cerimônia de troca de comando do Exército. Na posse, a arma só pode ser mantida em casa ou dentro de estabelecimento comercial.
Na quinta-feira, 10, após reunião com Jair Bolsonaro (PSL), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que o decreto poderia sair nesta sexta-feira. Conforme noticiou o jornal “O Estado de S. Paulo”, membros do governo que participaram da elaboração da minuta entendem que a legislação atual deixaria espaço para “subjetividades” na hora de avaliar uma solicitação de posse. A ideia é fixar critérios mais objetivos.

Bolsonaro sanciona lei que cassa habilitação de condenado por contrabando.


O presidente Jair Bolsonaro sancionou hoje (11) lei que permite a cassação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou a proibição de obter o documento pelo prazo de cinco anos.
A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) com efeito imediato.
A lei prevê que a medida será aplicada a quem for condenado com trânsito em julgado – quando não há mais como recorrer – pelos crimes de contrabando, receptação e descaminho, que é o não pagamento de impostos devidos pela entrada, saída ou consumo de mercadorias.
Caso seja preso em flagrante, o condutor poderá ter a habilitação suspensa por decisão do juiz antes da condenação. As pessoas que não tenham habilitação serão proibidas de solicitar o documento pelo mesmo período.
Foi vetada a parte do texto - aprovado no Congresso Nacional - que previa a perda da inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) de empresa envolvida no transporte, distribuição, armazenamento ou comercialização de produtos derivados de furto, descaminho ou contrabando ou quando negociar produtos falsificados.
Foto: Isac Nóbrega/PR
Traficante com tornozeleira é preso em Pitanga.

Imagem relacionada
Foto Ilustrativa 

No dia 10 de janeiro de 2019, após várias denuncias de que estaria ocorrendo o trafico de drogas, na Rua Tiradentes, e quem estaria vendendo drogas seria um masculino, esse em sociedade com outros presos da Cadeia de Pitanga, sendo que este se encontra com tornozeleira eletrônica e desde que saiu da cadeia comercializa drogas, em pouca quantidade, quando acaba essa quantidade pega mais para a venda, no intuito de evitar assim um flagrante com grande quantia de droga, foi então mantido vigilância no local sendo visualizados usuários de drogas entrando e saindo da casa, três desses chegaram no local supracitado, pouco depois sairam, sendo abordados  e identificados logo em seguida e em busca pessoal foi encontrado comum adolescente, duas buchas de maconha, pesando 2,2 gramas, indagados os mesmos esse relataram que teriam pego a droga de uma pessoa conhecida como por um apelido, diante do exposto a equipe deslocou até a residência do mesmo, onde também estavam com o mesmo sua mãe,  seu pai e sua esposa, dado momento o mesmo fez um sinal para sua mãe, indicando uma sacola, a qual esta Sra. foi em direção no intuito de jogar/esconder a sacola, a qual foi retirada de sua mão, e nela continha 10 buchas de maconha, embaladas prontas para a venda e mais uma porção maior de maconha, totalizando 29,8 gramas de entorpecente, também foi localizado uma maquita e um relógio os quais não foram comprovadas a procedência. Diante dos fatos todos os envolvidos objetos e drogas, foram encaminhados para a 45 DRP de Pitanga, durante a ocorrência a pessoa a esposa do autor, proferiu/desacatou a equipe policial com diversos xingamentos de baixo calão bem como na delegacia desacatou uma das agentes carcerárias, e a ameaçou dizendo que iria encontrá-la na rua, que iria acertar a contas com ela.  A Autor no camburão se debateu, chutando a viatura e a todo momento ameaçando a equipe policial dizendo que iria matar um a um.  
Fonte Policia Militar

Chácara é furtada em Pitanga.

Resultado de imagem para giroflex da policia

No dia 10 de janeiro de 2019, relatou o Solicitante que se ausentou de sua chácara na data de 09/01/2019 por volta das 17:00h e ao retornar na dada de 10/01/2019 encontrou a mesma arrombada sendo subtraído de seu interior toda a fiação elétrica ( destacando 112metros de cabo trifásico e 80 metros de fio paralelo de 2,5mm) uma centrifuga da marca Miller, um botijão de gás e um binóculo de cor preta sem marca aparente, orientada a vitima para os procedimentos, realizado patrulhamento sem êxito na localização dos objetos ou de suspeitos.
Fonte Policia Militar 


CPU e Teclado são encontrados pela Policia de Palmital abandonado.

                           Imagem relacionada
No dia 10 de janeiro de 2019, por volta de 22h50min esta equipe estava em patrulhamento pela Rua Sete de Setembro, quando ao entrar no Loteamento Dallzoto, foi visualizado na borda da pista um CPU e um teclado da marca Multilaser, tendo características de ter sido abandonado. Os objetos foram recolhidos e entregues na Delegacia local para as providências cabíveis. 
Fonte Policia Militar



Colisão entre ônibus e caminhão deixa cinco mortos na PRC-280.


Um grave acidente no inicio da madrugada desta sexta-feira (11) por volta de 00h05 na PRC-280 entre Mariópolis e Clevelândia envolvendo um ônibus da empresa Catarinense e um caminhão, resultou em vários feridos e pelo menos cinco mortos.
O ônibus seguia de lages com destino a Foz do Iguaçu e o caminhão sentido contrário, quando ocorreu a colisão.
Várias ambulâncias do Samu e Corpo de Bombeiros foram mobilizados para socorrer as vítimas com ferimentos.
Não foi divulgado ainda o número oficial e nem a identificação das vítimas, porém o motorista do ônibus foi confirmado entre os mortos e mais quatro pessoas.
Ainda estão sendo feitos os levantamentos no local. (Colaboração Rádio Itapu ).


Fotos Juliano Meyer/Clevelândia Online

Carro invade pista contrária e acidente deixa dois idosos mortos na BR-376.


Dois idosos morreram, no começo da manhã desta quinta-feira (10), após acidente no quilômetro 279 da BR-376, em Marilândia do Sul, no Norte do Paraná. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), testemunhas relataram que o veículo Gol em que o casal estava tentou forçar uma ultrapassagem, vindo a bater contra uma caminhonete S10.
A sinalização da rodovia permita a ultrapassagem no sentido Mauá da Serra, mas poucos metros antes a manobra é proibida, em razão da baixa visibilidade. Provavelmente, o Gol invadiu a faixa contrária em trecho de faixa dupla contínua, informou a PRF. Chovia no momento da colisão.
Morreram no local o motorista do Gol, de 63 anos, e a passageira do mesmo carro, de 65.
A S10 ainda teria tentado evitar o acidente, mas o motorista não teve sucesso. Dentro deste veículo, duas pessoas ficaram feridas. O motorista e a passageira, ambos de 35 anos, foram socorridos com ferimentos graves.
Os corpos das vítimas fatais foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).
Preso por estupro de adolescente de 12 anos, homem já tinha passagens por abuso de meninos.

O homem de 32 anos, que foi preso pelo estupro de um adolescente de 12, já tinha passagens pela polícia por abuso de meninos. De acordo com informações divulgadas pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria) nesta quinta-feira (10), o suspeito foi detido em flagrante, no ano de 2014, por aliciar menores pela internet e também pelo que a lei hoje apontaria como importunação ofensiva ao pudor.
De acordo com o delegado Erik Wermelinger, é provável que o suspeito tenha algum tipo de transtorno. “Em 2014, ele foi preso aliciando menores pela internet e também praticou importunação ofensiva, se esfregando na vítima. Em todos os casos, as vítimas são do sexo masculino”, relatou.
O suspeito foi preso pela Polícia Civil de Araucária, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com as investigações do Nucria, a vítima já havia sido violentada seis vezes por este homem, sendo o último abuso cometido no Cemitério Água Verde. Denúncias da própria família da criança levaram a polícia até o acusado.

Comportamento

Após o início dos abusos, o adolescente teria mudado de comportamento completamente, o que foi percebido até mesmo na escola dele. Segundo Wermelinger, o garoto ficou mais agressivo e com déficit de atenção. “Além disso, começou a ter problemas com higiene. Acreditamos que seja justamente em razão dos abusos e das ameaças, que tinham como foco um suposto mal aos pais dele”, explicou.
A vítima deve ser ouvida nos próximos dias pelo Nucria.

Denúncia

O delegado explicou ainda que a denúncia que levou à prisão do homem de 32 anos partiu do pai da vítima, que flagrou uma conversa com imagens obscenas. “Por algum motivo, o pai estava em posse desse celular, com convite para a prática do abuso. Foi aí que ele procurou o Nucria e desencadeou o processo”, comentou.
Segundo a polícia, o mandado de prisão foi expedido na noite de quarta-feira (9) e cumprido na manhã desta quinta.
Na delegacia, o homem negou todas as acusações, mas vizinhos afirmam que ele costumava ‘mexer’ com crianças da região. “Várias pessoas disseram que ele mexia com crianças da região, chamando-as para ‘brincar’. Orientamos a todos que fossem até a delegacia de Araucária e registrassem um Boletim de Ocorrência”, disse ainda pela manhã o delegado Tiago Wladyka, de Araucária.
Fonte Banda B
Mãe e filha de 5 anos são encontradas mortas.


Um caso chocou a população de São Lourenço do Oeste no inicio da tarde desta quinta-feira (10).
A Polícia Militar foi acionada por volta das 12h45 em uma residência na Rua Abel Rota, no Bairro Cruzeiro e no local encontrou uma criança de 5 anos em uma cama, alvejada por disparos de arma de fogo na cabeça e na região do tórax. Já a mulher de 37 anos estava caída no chão próximo a uma arma tipo espingarda calibre 22 com ferimento no tórax e abaixo do queixo.
Ainda segundo a polícia, no local foi localizada uma carta onde a mulher, que é mãe da criança, relatava a intenção de realizar tal ato, dizendo que iria tira sua vida e a de sua filha.
A Polícia Civil também esteve no local e realizou os procedimentos. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML).
As informações são da Estação FM

Mãe diz que matou recém-nascido afogado em açude por acreditar que ele era HIV positivo.



Uma mulher de 25 anos é suspeita de ter matado o filho recém-nascido afogado por acreditar que ele era HIV positivo. Em depoimento ontem, ela afirmou ser soropostiva e confessou que jogou a criança em açude na propriedade rural do pai dela, localizada no assentamento Aliança, região do município de Itaquiraí (MS). O corpo foi encontrado, ainda com cordão umbilical, no último dia 17 de dezembro.
De acordo com o site Ta Na Mídia Naviraí, o caso é investigado pelo delegado Edson Ruiz Ubeda. Após descoberta do crime, investigadores conseguiram identificar e prender a mulher que poderia ser mãe da criança. Ela foi encaminhada à Delegacia de Polícia Civil e, ao apresentar sua versão da história, informou que vive com HIV e que o vírus havia contaminado o bebê, por isso o matou.
Logo em seguida ao parto, ela jogou o recém-nascido no açude. No dia 17 de dezembro, o pai dela, foi ao pasto buscar vacas leiteiras para ordenha e percebeu algo estranho no local em que os animais bebiam água. Ao se aproximar, viu o que parecia ser o corpo de um bebê e chamou um vizinho para confirmar. Eles então tiveram certeza de que era um corpo e então chamaram a polícia.
A suspeita é de que a criança já estivesse morta há cerca de 100 horas. A suspeita responde por homicídio qualificado por motivo torpe. Ainda segundo o site Ta Na Mídia Naviraí, o delegado não concluiu o inquérito e aguarda resultado de laudos periciais antes de relatar os fatos à justiça.
O texto é do site CORREIO DO ESTADO.


Governo prepara decreto para indulto 'humanitário' a presos com doenças graves.


Resultado de imagem para Governo prepara decreto para indulto 'humanitário' a presos com doenças graves

O governo trabalha na elaboração de um decreto para prever perdão de pena de condenados com doenças graves ou terminais. Apesar de o presidente Jair Bolsonaro ter dito antes de assumir que não concederia o chamado indulto presidencial, a ideia é dar um viés "humanitário" à medida. A reportagem apurou que a equipe do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, está com a missão de formatar o texto e definir não só os critérios para a concessão, como também os casos em que deve haver restrição. O texto em gestação no Ministério da Justiça e Segurança Pública não deverá permitir que condenados por crimes violentos e por corrupção recebam o benefício, que representa um perdão da pena. A proposta ainda passará pela análise da Casa Civil e também do próprio Bolsonaro, que disse no fim de novembro que não concederia indulto quando estivesse no poder. "Fui escolhido presidente do Brasil para atender aos anseios do povo brasileiro. Pegar pesado na questão da violência e criminalidade foi um dos nossos principais compromissos de campanha. Garanto a vocês, se houver indulto para criminosos neste ano, certamente será o último", disse Bolsonaro em uma rede social. Na véspera dessa declaração, o Supremo Tribunal Federal formou maioria de votos (6) para restabelecer o decreto de indulto editado pelo presidente Michel Temer de 2017 - considerado "excessivamente generoso" pelo ministro Sérgio Moro. Um pedido de vista manteve, no entanto, a vigência da decisão liminar do ministro Luís Roberto Barroso, que endureceu as regras de Temer e impediu, por exemplo, a extensão do benefício a condenados por corrupção e ou por quaisquer crimes cuja pena seja superior a oito anos. Em declaração posterior, Bolsonaro disse: "Já que o indulto é um decreto presidencial, a minha caneta continuará com a mesma quantidade de tinta até o final do mandato em 2022. Sem indulto". Uma fonte próxima ao presidente disse à reportagem que, apesar das declarações feitas por ele sobre o indulto, o presidente tem sensibilidade para ouvir e voltar atrás depois de anunciar decisões. O governo Michel Temer levou alguns dias discutindo se editaria um novo decreto de indulto depois das críticas recebidas no ano de 2017, até desistir dessa ideia às vésperas do fim do mandato. Quando Moro falou sobre o tema do indulto, no fim de novembro, ainda no período da transição entre governos, disse esperar que, se fosse editado novo decreto, tivesse um perfil diferente daquele de 2017. "Esse será o último indulto com tão ampla generosidade", disse. Segundo a reportagem apurou, Moro nunca foi contra o indulto, apenas defende regras mais rígidas.
Fonte CGN


Investigações apontam R$ 10,8 milhões em contas na Suíça envolvendo Serra e PSDB.


A Justiça suíça autorizou o envio de informações bancárias ao Brasil para compor investigação que apura supostos repasses para campanhas do PSDB e do senador José Serra por meio de instituições financeiras locais. A decisão final, tornada pública na manhã desta quinta-feira, 10, ocorre após os suíços rejeitarem um recurso que pedia a suspensão da cooperação entre as procuradorias dos dois países. No pedido, os procuradores brasileiros solicitavam todas as movimentações bancárias envolvendo as offshores entre 2006 e 2017. Em agosto de 2017, o MP suíço aceitou o pedido e ainda bloqueou os recursos. Cinco meses depois, em 5 de janeiro de 2018, a Justiça de Berna autorizou o envio de dados das contas ao Brasil. Uma das empresas offshore supostamente usadas no esquema é a Circle Technical Company Inc, de Amaro Ramos, considerado operador do PSDB. Mas, um mês depois, os advogados da empresa e de Amaro entraram com um recurso para tentar impedir a transmissão dos dados. No dia 5 de setembro de 2018, os advogados argumentaram aos juízes suíços que a cooperação não poderia continuar já que, em 28 de agosto 2018, o STF reconhecia a "extinção da punibilidade" de Serra e de outros implicados. Aos suíços, os advogados de Amaro entregaram um comunicado de imprensa do STF em que constava que "por unanimidade, a Segunda Turma do STF determinou a remessa à Justiça Eleitoral de São Paulo dos autos do inquérito 4428, em que o senador José Serra (PSDB-SP), o ex-deputado federal Ronaldo César Coelho (PSDB-RJ) e o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza são investigados pelo suposto recebimento de recursos para financiamento de campanhas eleitorais com recursos advindos de contratos para a construção do Rodoanel, em São Paulo". "Por maioria, a Segunda Turma decidiu ainda reconhecer a extinção da punibilidade de Serra e Coelho em relação aos fatos supostamente ocorridos antes de agosto de 2010", indicava o STF no documento entregue aos juízes em Bellinzona. Os suíços, porém, rejeitaram o argumento dos advogados. De acordo com o Tribunal europeu, o acordo entre Brasil e Suíça "não prevê a prescrição como uma base para impedir uma cooperação". "Por essa razão, a queixa poderia ser rejeitada sem nova avaliação", apontou. Além disso, os juízes indicaram que, assim que receberam tal argumento, pediram uma explicação urgente por parte das autoridades brasileiras e a resposta apontou que a limitação ocorria pelo fato de Serra ter mais de 70 anos. "Mas nada é dito sobre o restante da investigação", alertam os juízes suíços, que deixaram claro a potencial importância dos documentos para desvendar eventuais crimes cometidos por outros suspeitos. De acordo com eles, os brasileiros não indicaram que querem abandonar o caso. Defesas Em nota, o PSDB afirmou que desconhece quaisquer valores originados da Odebrecht e repassados às empresas citadas. "Todos os recursos recebidos pelo PSDB de São Paulo foram oriundos de doações legais, depositados em contas oficiais, e a prestação de contas feita de maneira regular e rigorosa à Justiça Eleitoral." O senador José Serra também negou qualquer tipo de irregularidade. "Todas as campanhas de José Serra sempre foram realizadas com rigor técnico para demonstrar aos eleitores as melhores propostas ao Brasil. E as contas, sempre aprovadas pela Justiça Eleitoral, ficaram a cargo do partido", afirmou a assessoria do tucano, também por meio de nota. O advogado Eduardo Carnelós, defensor do empresário José Amaro Pinto Ramos, não retornou o contato feito pela reportagem e os demais citados não foram encontrados. Depósitos Ao tentar derrubar o envio de dados, os advogados da offshore indicaram que existem "sérias inconsistências" na cronologia dos fatos. "Os pagamentos feitos entre junho de 2006 e outubro de 2007 não poderiam constituir vantagens indevidas resultantes de crime de corrupção", alegaram. "Os ex-diretores da Odebrecht confirmaram a existência de pedidos de pagamentos por políticos em relação ao financiamento das campanhas eleitorais de 2009 e 2010, pedidos atendidos entre 2008 e 2010. Portanto, depois de 2006 e 2007", insistem. "Na ausência de uma relação entre a oferta ou promessa de vantagens e o serviço, é impossível considerar os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, sob a lei suíça", alegaram. Uma vez mais, os juízes derrubaram o argumento, indicando que "não se pode esperar" que o país que pede a cooperação tenha uma solicitação isenta de falhas. Para o tribunal suíço, a cooperação serve "justamente para esclarecer pontos obscuros relacionados a casos no exterior". Na avaliação da corte, o Brasil não precisa "provar" a ofensa. Mas dar as bases suficientes das circunstâncias das suspeitas. De acordo com o tribunal, as suspeitas vem da análise de computadores e servidores que continham "e-mails, tabelas, justificação de pagamentos" e outros dados mantidos pela Odebrecht para subornar políticos. Teria sido, segundo a decisão dos juízes, a análise desse material que levou os investigadores a concluir que houve um pagamento total de R$ 10,8 milhões da construtora em 2006, 2007 e 2009 para contas que beneficiariam o candidato do PSDB. Apenas em uma das contas, a empresa Circle recebeu 11 depósitos, em 2006, totalizando R$ 2,1 milhões. Cada parcela variava de R$ 145 mil a R$ 245 mil e todas foram realizadas entre junho e dezembro daquele ano. A mesma offshore ainda recebeu em 2007 mais R$ 2,4 milhões. Os pagamentos ocorreram em 12 parcelas, cada uma no valor de R$ 200 mil. Uma segunda empresa ainda recebeu, entre 2006 e 2009, outros R$ 6,2 milhões. O dinheiro seria para apoiar "campanhas eleitorais", incluindo presidenciais. Os juízes ainda defenderam a troca de informações com o Brasil. "É precisamente para melhor entender a relação entre a Odebrecht e membros do PSDB que os investigadores brasileiros precisam da documentação do banco sob litígio", defendeu o tribunal. Segundo a corte, o pedido de cooperação "satisfaz todas as exigências formais" e o recurso, portanto, "precisa ser rejeitado". "A utilidade potencial da documentação bancária é obvia, independente se o status de limitação foi imposto (no Brasil), já que as investigações tentar reconstruir todas as ofensas supostamente cometidas por outras pessoas, assim como pelos implicados", completou.
Fonte CGN


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.