Fique Bem Informado acesse o Blog do Beto

ÁUDIO DESCRIÇÃO DO BLOG DO BETO: VOCÊ QUE TEM PROBLEMA VISUAL CLIQUE AQUI EM BAIXO:

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Professores mantêm bloqueio em secretaria; governo diz que salários podem atrasar.


   

Cerca de 200 servidores públicos do Paraná ainda permanecem em frente à Secretaria Estadual da Fazenda (Sefa), no Centro de Curitiba, em protesto contra a posição do governo estadual de aplicar uma revisão salarial ao funcionalismo de 5%, inferior à inflação, de 8,17%. Os manifestantes – a maioria professores de escolas estaduais em greve há 26 dias – devem sair do local apenas no final do dia.

Nesta quinta-feira (21), em função de uma
 liminar obtida pelo governo estadual, pouco mais de 100 funcionários da Agência de Fomento do Paraná, que também trabalham no edifício, puderam entrar no local. A liminar foi concedida pelo juiz Mário Dittrich Bilieri, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba. Ele determina uma multa de R$ 20 mil por hora, em caso de descumprimento.A vigília começou na terça-feira (19) à tarde. Desde então, o acesso de funcionários da Sefa ao prédio, que fica na avenida Vicente Machado, está bloqueado pelos manifestantes.
O acesso dos demais funcionários continua bloqueado pelos manifestantes e o governo estadual aguarda mais uma decisão da Justiça Estadual para liberar a entrada.
De acordo com o governo estadual, o bloqueio prejudica o trabalho e compromete os processos de pagamento do estado, inclusive o da folha dos mais de 285 mil funcionários ativos, inativos e pensionistas. “Todos os pagamentos do estado estão comprometidos. O atraso de pagamento dos fornecedores vai acarretar juros e multas, que o estado terá de pagar”, afirmou o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa, à Agência Estadual de Notícias, órgão oficial de comunicação do governo do Paraná.
gazeta do povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.